Fórum do Búfalo

Versão Completa: Faca algo que você odeia.
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Boa tarde confrinhas e confrões.

Recentemente estava num marasmo danado na minha vida, empregos bons e estáveis, fazendo coisas que me deixam feliz.

Então algo absurdo veio a minha mente: vou fazer algo que não gosto de forma que isso irá me preparar melhor para coisas que odeio ou coisas ruins que possam acontecer


Oque eu fiz? Arrumei emprego de carteira assinada.

Esse emprego eu odeio, emprego cheio de burocracias, encheção de saco, chateações.
Mas ele me prepara para algo ruim que possa acontecer na vida, é o tipo de estresse bom que temos que cultivar.

E aí alguém aí cultiva um hábito que odeia so pra se manter preparado?
Eu odeio estudar, odeio treinar, e odeio mais uma porrada de coisa que eu ainda não tô fazendo e que preciso passar a fazer, parar de se masturbar é um exemplo. Preciso largar essa merda de vício, mas odeio ficar sem dar uma gozada pq fico muito irritado. Até na época que eu era casado não largava essa merda. Talvez se eu falar isso nesse tópico me dá mais vergonha na cara ainda de sair fora desse inferno.

Ah sim, e também odeio matemática e tô tentando encarar ela de frente.
Boa smithasso.
A punheta realmente e algo péssimo.
A punheta e resultado dos ruídos.

Nos seres humanos sofremos muitos ruídos no dia a dia.
Como fotos seminuas de estudantes gostosinha no whatsap ou instagrano.
Oque vai acumulando ao longo do dia em nossas mentes até que a lunheta se torna inevitável.

Venci a punheta (e outras coisas na vida) eliminando os ruídos.
Sai de grupos de zap lixo, não fico no instacú, nem no faceboquete

Tambem não fico conversando com mulheres no zap zap se elas querem conversar tem que ser na minha casa, no meu sofá e as vezes no meu colchão.

No mais eu passo o dia lendo livros e andando de bike a noite em alta velocidade como um crazy man que sou.
Eu infelizmente tenho o hábito de descontar minhas frustrações e medo na comida. Infelizmente como meus planos vem sendo frustrados várias e várias vezes, eu acabei perdendo tudo o que conquistei com duros treinos e odeio isto. Desenvolvi hipotireoidismo de tanto stress que tive num momento da vida e até hoje sinto bem menos ânimo. Eu odeio ficar quase sem ânimo pra nada.
Eu odeio estudar, mas não teria chegado até aqui sem estudos. maior exemplo disso é o inglês. Esutava inglês e odiava. hoje eu não consigo me imaginar sem o inglês.
Minha primeira resposta aqui nesse tópico, para não perder o costume, será um textão (Foda-se Spectro kkk). Depois, eu respondo de forma sucinta diretamente à pergunta do tópico.
 
Todo mundo que está lendo esse tópico (sim, você) possui pelo menos uma área na sua vida na qual você tem certeza de que deveria ir até ela, e consertá-la, para que sua vida volte a andar nos trilhos! Geralmente é uma área escura, fria, cheia de esgotos, insetos e cobras... você não quer nem pensar nela... tem até VERGONHA em pensar nela! (Diferente do que o Smith fez aqui kkk).
 
Mas, é aí que está –> esse é o seu “Dragão pessoal”, que precisa ser eliminado, derrubado! Em todos os mitos e lendas é comum observarmos a figura do herói que parte em uma jornada na qual ele precisa enfrentar um monstro, que geralmente protege um baú de ouro... ou uma princesa. Por que esse arquétipo é tão repetido por todas as culturas? Não vejo outra explicação se não esta aqui: esse arquétipo é tão repetido porque ele representa o total sentido da nossa vida nessa terra!
 
O medo do monstro, e da escuridão, significa que aquela área da sua vida representa um grande desafio, o qual você não sabe se você possui todas as forças suficientes para superá-lo... A escuridão significa que você não conhece, ainda, todos os pontos fracos do seu “Dragão Pessoal”, e muito menos sabe quais as armas necessárias para combatê-lo: isso gera dúvidas, as dúvidas geram o medo... a escuridão gera formas distorcidas para o dragão: é daí que surgem os chifres, as asas pontudas, e os olhos vermelhos!!!
 
Geralmente, nesse ponto, os mitos trazem a figura de um sábio, um mago, alguém com conhecimento para dizer ao herói (dizer a você), quais são os pontos fracos no corpo do Dragão, e quais são as armas mais eficazes. Logo, munido de tais informações... você será capaz de, sem medo, entrar na caverna, matar o monstro, recuperar o pote de ouro/ou a princesa, e retornar para a sua vida, porém -> mais forte, com mais sabedoria, e munido do pote de ouro. Porém, a vida não acaba aí... você deverá agora procurar qual a outra “caverna” da sua vida, onde outro pote de ouro AINDA MAIOR se encontra... Porém, não se esqueça: se o pote de ouro for maior, o Dragão vai ser maior também... e mais bravo ainda!
 
Esse ciclo não tem fim.
 
Isso é a jornada do herói! Isso é a história que nossos antepassados nos contaram: desde as cavernas -> até os Blockbusters atuais (Vingadores, por exemplo). Por que os seres humanos admiram tanto essas histórias? Simples, elas nos mostram o sentido da vida... elas mostram exatamente o que todos nós deveríamos estar fazendo agora!!! Ou seja, buscando os sábios... buscando as armas certas, e não correndo/se escondendo de ir atrás dos diversos dragões que protegem os baús de tesouro que vão nos tirar da miséria.
 
Por que o vício é uma das maiores lombadas nesse caminho?
 
Os vícios representam uma “Amostra grátis”, da satisfação total (que é muito maior) que poderíamos atingir caso tivéssemos sucesso na jornada do herói. Nem todos nasceram para essa jornada, nem todos são heróis, infelizmente (porém, todos podem se tornar!!!). Logo... caímos na tentação de experimentar as ínfimas amostras grátis daquilo que tem em abundância no baú de ouro, que se esconde no fundo da caverna. Pense por esse lado: “Todo o vicio que temos, representa uma parcela mínima de uma grande satisfação que teríamos, caso nos propuséssemos a trilhar a jornada do herói e enfrentar um certo dragão que protege a libertação desse vício”. Consumir a amostra grátis não possui riscos... não é necessário lutar por ela; porém, o retorno/satisfação é pequeno... e nos causa vergonha porque o vicio não advém de luta nenhuma -> o vicio não nos ensina como o dragão da caverna deve ser morto!
 
Pegue isso tudo e faça uma analogia com os problemas da sua vida! Olhe para a sua vida como se você estivesse olhando para uma floresta... Veja qual é o canto mais escuro dessa floresta, pegue uma tocha de fogo (símbolo da iluminação do sábio -> que vai lhe mostrar os pontos fracos do dragão), vá até lá e fure o peito do bicho, e pegue o pote de ouro.
 
O ponto de partida é... A grande questão... em um mundo cheio de conceitos espalhados, de entendimentos contraditórios... onde você vai achar a “Tocha” correta? Quais são os verdadeiros “Sábios” que vão te mostrar os pontos fracos do dragão? Essa é a pergunta de um milhão de reais! Na dúvida, sugiro usar a sua intuição -> os mitos e as lendas nos mostram que os Deuses sempre iluminam e mostram o caminho correto para o herói verdadeiramente corajoso! Repito -> para aquele que é verdadeiramente corajoso...
 
Então, não vou embora sem deixar a frase de um sábio que, na minha vida, já me ajudou a derrubar “alguns” dragões:
 
“Aquele que tem um porque, para viver, pode enfrentar quase todos os comos – Nietzche”.
 
E ai? Se o seu “porque” for claro (por que você precisa desse pote de ouro?), e se esse porque for realmente justificável... Logo, pode se lançar na jornada do herói, sem medo: a vida vai conspirar a seu favor, querendo ou não, e vai te mostrar todos os “comos” (ou seja, todos os necessários “golpes” que você precisa aplicar para matar o seu monstro particular). 
Vei gonça seus textos até prazerosos de ler ja que são frutos da mais sincera inspiração ja que você usa o forum como prática para escrita.
(E não como arrogância intelectual disfarçada de ajuda estupida ou comentários politicos)
Keep the good work.
(22-07-2021, 06:51 PM)Spectro Escreveu: [ -> ]Boa tarde confrinhas e confrões.
haha haha haha haha
Boa estou numa fase assim emprego tá super difícil, mas estou estudando Ed física vou começar né com 25 anos meio tarde mas já começa ??