Fórum do Búfalo

Versão Completa: Você acredita em um ser superior?
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Saudações!

1. Gostaria de saber se os companheiros acreditam em algum deus (ser superior). Em caso positivo, qual a sua religião?

2. Também gostaria de propor um debate sobre a influência que cada um acha que a crença em um ser superior pode influir na vida de um homem, no quesito da masculinidade.

R1: Não, não acredito em deus, para mim os seres superiores estão dentro de nós e cabe a nós desenvolver está superioridade, superando o ser animal que existe em nós.

R2: Eu não acho que a crença religiosa interfira na masculinidade de ninguém.
1-) Pode existir, sim. Mas não do jeito que as religiões explicam (minha opinião).

2-) Ora essa... várias religiões tem ensinamentos de moral e conduta muito bons. Quem tem religião A pode aprender algumas condutas honradas de religião B. Até um Ateu pode aproveitar certas condutas de algumas religiões.
Já que o post é sobre isso...

Ao observar a realidade ao nosso redor, podemos concluir que se Deus existe, apenas duas opções podem ser consideradas:

1. Ele por ser onipresente, onisciente, e onipotente  não poderia permitir o sofrimento (uma falha).
Sendo perfeito, sua criação deveria ser perfeita como ele.
Por saber com antecedência os efeitos da sua criação (por ser onisciente), Deus sendo todo bondade e benevolência nunca poderia ter criado o mundo a nossa volta, um mundo onde seres vivos precisam matar uns aos outros e consumí-los para se manterem vivos, um mundo onde dor e sofrimento é regra em todos os níveis da cadeia limentar.
Logo, Deus não existiria.
Caso ele existisse, levaríamos em conta a segunda opção a seguir.

2. Por alguma razão que não pode ser explicada racionalmente devida a limitada capacidade cognitiva humana, as coisas devem ser como são para que se atinja um objetivo final preestabelecido por uma entidade maior.
De qualquer forma, seu sofrimento seria irrelevante para Deus. Obviamente como observado pela quantidade descomunal de sofrimento ao nosso redor, Deus não ligaria para seus problemas ou sofrimentos individuais, contanto que o objetivo predetertimado por ele se realizasse.
Logo, não adiantaria rezar pela cura do seu câncer já que tudo faria parte do "grande plano" de Deus.
Caberia apenas a você aceitar as coisas como são.

O bom senso me leva a não considerar nem a primeira ou segunda opção.
Eu acho que a existência ou não de Deus é irrelevante para o indivíduo.

A realidade a sua volta é o que é.
E se realmente existe um Deus, ele iria querer que você mudasse toda essa criação imperfeita.
Ele iria te desafiar a ser mais do que é, a se impor, e se se tornar Deus de si mesmo, a ser sua própria lenda de perfeição e verdade.

Em outras palavras:
Se existe um Deus, ele é a sua mãe passarinho que te chutou do ninho para o mundo e disse:
- Voe e vença, ou caia no esquecimento.

Se Deus existe, ele não é como o Papai Noel.
1- Um grupo de cientistas chegaram a conclusão de que a teoria de Darwin pode esta incompleta, não é possível que a vida fosse originada na terra do "nada", algo/alguém deve ter impulsionado essa merda toda, agora... resta saber o que é... com certeza não é como descrevem as religiões, na verdade acredito que as religiões nos afastaram mais ainda de encontrar a verdade e agora a própia ciência esta fazendo o mesmo(que ironia).
Recentemente criei um tópico apresentando um documentário sobre esse assunto, não é grande e está legendado, vale à pena todos leem: http://forum.bufalo.info/index.php?topic=221.0

2- Sobre masculinidade... à padres pedófilos que "comem" garotinhos, acho que não tem nada haver.
(22-10-2011, 12:37 AM)Capitão link Escreveu: [ -> ]1- Um grupo de cientistas chegaram a conclusão de que a teoria de Darwin pode esta incompleta, não é possível que a vida fosse originada na terra do \"nada\", algo/alguém deve ter impulsionado essa merda toda, agora... resta saber o que é... com certeza não é como descrevem as religiões, na verdade acredito que as religiões nos afastaram mais ainda de encontrar a verdade e agora a própia ciência esta fazendo o mesmo(que ironia).
Recentemente criei um tópico apresentando um documentário sobre esse assunto, não é grande e está legendado, vale à pena todos leem: http://forum.bufalo.info/index.php?topic=221.0

2- Sobre masculinidade... à padres pedófilos que \"comem\" garotinhos, acho que não tem nada haver.

Capitão, a teoria de Darwin não tenta e nunca tentou explicar a "origem da vida". Este é outro assunto.
Darwin, junto com Mendel, dá a explicação pra evolução dos seres vivos pela "seleção natural", e perpetuação dos genes. Dá uma pesquisada sobre o assunto, porque muita gente confunde as duas coisas. A origem da vida tem outras explicações possíveis, mas nenhuma tão consolidada por evidências como a "evolução por seleção natural" de Darwin.


(21-10-2011, 07:00 PM)hanniballecter link Escreveu: [ -> ]Saudações!

1. Gostaria de saber se os companheiros acreditam em algum deus (ser superior). Em caso positivo, qual a sua religião?

2. Também gostaria de propor um debate sobre a influência que cada um acha que a crença em um ser superior pode influir na vida de um homem, no quesito da masculinidade.

1. Eu apesar de ter sido criado em uma familia religiosa (evangélica), e ter frequentado e participado assiduamente até meus 18 anos, já não acredito em Deus.
Aliás, analisando, considero que nunca realmente acreditei. Já que essa mentalidade foi imposta pelo meus familiares , e que chegando à idade em que eu comecei a pensar por mim mesmo, eu analisei tudo e vi que era só um mito coletivo.

2. Uma influencia que eu acho que é possível observar, talvez seja a "passividade do controle da própria vida" que os religiosos tem, já que pensam que o verdadeiro controle está nas mãos de um criador, onde passam a vida tentando adquirir o passe pro paraíso e se comportando de acordo com as regras religiosas. Vejo que muita gente teísta, inclusive os homens, passam a vida com medo. Medo de sofrer, de ver seus entes queridos sofrendo, não percebem que a vida é "só isso", e vivem a vida sem tomar as rédeas da própria vida.
Citar:Capitão, a teoria de Darwin não tenta e nunca tentou explicar a \"origem da vida\". Este é outro assunto.
Darwin, junto com Mendel, dá a explicação pra evolução dos seres vivos pela \"seleção natural\", e perpetuação dos genes. Dá uma pesquisada sobre o assunto, porque muita gente confunde as duas coisas. A origem da vida tem outras explicações possíveis, mas nenhuma tão consolidada por evidências como a \"evolução por seleção natural\" de Darwin.

De fato, as teorias evolutivas de Darwin e de Lamarck (Mendel na verdade foi o "descobridor" da genética) explicam como o jogo funciona, mas apenas depois de iniciado.
Para entender e explicar o início do jogo da vida, temos várias teorias distintas (e o criacionismo...  -hmm ) que se baseiam em diferentes hipóteses de como o inorgânico se torna orgânico. Explicado o pontapé inicial, o resto é relativamente fácil de explicar com as teorias evolutivas.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Origem_da_vida

Pra leitores interessados nesse assunto, O Gene Egoísta do Richard Dawkins tem uma abordagem bem didática desse tema, com linguagem fácil e bastantes exemplos.


O Gene Egoísta é um livro dos que você não pode morrer sem ter lido
Este livro realmete acrescenta algo ao indivíduo.

Quando Dawkins dilue o conceito do que é um ser vivo aplicando a idéia do vírus de computador, isso é brilhante!
Ele faz conceitos filosóficos milenares cairem por terra. Novas portas se abrem.

Sobre a Teoria da Evolução de Darwin...

Esses dias, a Teoria da Relatividade de Einstein foi posta em check (quem lê noticias científicas sabe o porquê).
Isso é ciência, aperfeiçoamento desprendido. Não importa o quanto você gosta de uma teoria, ou se ela te deixa confortável. O progresso científico está em reconstruir conceitos ultrapassados em formas cada vez mais eficientes.

Devemos lembrar que o próprio Eisntein colocou em check a Teoria da Gravitação Universal de Newton, e junto com ela toda a física clásica.

Na época, Darwin não sabia nada sobre DNA quando ele criou sua teoria de Seleção Natural das Espécies. Ele fez isso por pura observação sem microscópios eletrônicos modernos.
É fantástico que uma idéia criada a tanto tempo tenha perdurado tanto sem passar por aperfeiçoamentos.

Espero grandes avanços nos próximos anos que se seguem.
Hanniballecter eu jamais falei que a teoria de Darwin tenta explicar a "origem da vida".
Acontece que a ciência de hoje em dia, não é a mesma do tempo de Darwin e Mendel, hoje a ciência é um negocio bilionário, o documentário é justamente sobre isso, para o "mundo cientifico moderno" a teoria de Darwin explica tudo, à origem, à evolução, tudo... e alguns cientistas resolveram questionar essa ideia, ao invés de terem o apoio dos amigos, tiveram repressão e desaprovações.
Ou seja... algumas pessoas não querem que isso aconteça:
Citar:Navarre:
Isso é ciência, aperfeiçoamento desprendido. Não importa o quanto você gosta de uma teoria, ou se ela te deixa confortável. O progresso científico está em reconstruir conceitos ultrapassados em formas cada vez mais eficientes.
Algumas pessoas não querem perder os seus "statos" e com isso estão atrasando algumas descobertas fundamentas, assim como fez a igreja séculos atras.
É uma pena que você não tenha visto o documentário que eu indiquei... acho que isso é um defeito dos jovens, não seguem os conselhos dos mais velhos. rsrsrsr

John Romano esse documentário não tem nada haver com criacionismo, também gostei muito do Gene Egoísta.

Navarre, você chegou a ver o filme sobre Darwin que eu indiquei no outro fórum? o cara realmente era uma pessoa especial em todos os sentidos da vida.
(21-10-2011, 07:00 PM)hanniballecter link Escreveu: [ -> ]Saudações!

1. Gostaria de saber se os companheiros acreditam em algum deus (ser superior). Em caso positivo, qual a sua religião?

2. Também gostaria de propor um debate sobre a influência que cada um acha que a crença em um ser superior pode influir na vida de um homem, no quesito da masculinidade.

1- Fui criado tradicionalmente católico, mas tive contato com a religião evangélica, espírita e budista. Eu acredito que exista sim, porém, devo admitir que minha fé é pouca, fraca e falha. Eu era um crente bem mais forte até notar a conveniência para o mundo que é a religião. É ela que faz com que não nos matamos a torto e a direito. Ok, na verdade não é a religião em si, e sim o conceito de punição pós-morte e de vida após a morte. Pra mim esse conceito é a base da humanidade, sem ele, já teriamos nos matado a muito tempo. Basta ver o feudalismo, onde as relações servo-senhor feudal existiam sem conflitos por causa da grande pressão da religião, que pregava a idéia de que os servos deviam se contentar com o que tinham, porque Deus assim quis, e caso se rebelassem contra o Senhor feudal, estariam se rebelando contra Deus também. Caso se comportassem, teriam acesso aos tesouros do céu.
Tomando para os dias atuais, dá no mesmo. Por que diabos alguém que vive com pouco dinheiro e passando dificuldade aceita isso? Por que uma pessoa de classe média aceita viver com um padrão de vida médio enquanto uma de classe alta vive esbanjando regalias? Porque essas pessoas tem medo da punição divina, elas têm medo de sofrer mais ainda no pós-morte, por isso, evitam roubar, matar,estuprar e viver apenas pra satisfazer seus desejos como qualquer animal.
Agora vamos imaginar que de repente, da noite pro dia, todo mundo descubra que não existe Deus nenhum e que também não há vida após a morte. O que vocês acham que as pessoas fariam? Iriam ficar acordando cedo pra bater ponto no trabalho? Trabalhando por um salário mínimo de boa? Claro que não! Iriam recorrer a barbarie, roubando, matando e estuprando a vontade, afinal, isso não teria nenhuma consequência, não passariam a eternidade pagando por isso, morreu morreu, cabou, então melhor aproveitar antes de morrer.
Ok, existem ateus e eles decidem não fazer esse tipo de coisa por resoluções morais e tal, então não necessariamente todo mundo ia partir pra barbarie, mas a maioria iria, forçando os outros a se tornarem barbaros também, afinal o que mantem as pessoas "calmas" num sistema onde elas são exploradas, é o medo de pagarem por seus atos no pós-morte. Sem a noção de punição pós-morte não haveria sistema nem sociedade, seria uma anarquia total.

Então eu acredito que exista um ser superior devido a evolução das espécies, que acredito ter sido orientada por ele e não totalmente ao acaso. Agora achar que Deus tá preocupado se fulana terminou com o namorado, se você foi injustiçado no trabalho, bla bla bla, ja é forçar d+. Uma vez li uma frase, não lembro onde, que dizia assim:
"Deus está sentado no céu, rindo de nós, tolos humanos."
E é isso que eu penso mesmo. Deus lá vai se preocupar com problemas triviais de formigas. Deve ter mais o que fazer.
Então eu vivo minha vida de acordo com minha própria justiça, pois se caso exista um tribunal pós morte, prefiro ser condenado por ter feito tudo do jeito que achei correto do que ter vivido minha vida fingindo algo com medo de punição "pos morte".


2- Existem algumas religiões de tribos indigenas cujos Deuses valorizam a masculinidade, incentivando-a, tipo a tribo maori, que inspirou o Haka do rugby. Para a religião dessa tribo a masculinidade é algo sagrado. Eles antes da guerra dançam para aumentar sua moral e coragem e ao mesmo tempo intimidar o adversário. Os garotos maori precisam provar seu valor vencendo desafios na natureza e lutas contra outros garotos. Enfim, é uma tribo que prega a valorização da masculinidade junto com sua religião. Se eu não me engano, o Deus Maori é um homem cabeludo até kkkk.
Video de uma dança maori feita pelos all blacks (time mais famoso de rugby):
All Black's Haka + Translation



Fora isso, a maioria das religiões aceita o papel do homem como chefe de familia, tribo, etc. De forma que o põe no local correto da sociedade.
Citar:Esses dias, a Teoria da Relatividade de Einstein foi posta em check (quem lê noticias científicas sabe o porquê).
Isso é ciência, aperfeiçoamento desprendido. Não importa o quanto você gosta de uma teoria, ou se ela te deixa confortável. O progresso científico está em reconstruir conceitos ultrapassados em formas cada vez mais eficientes.

Devemos lembrar que o próprio Einstein colocou em check a Teoria da Gravitação Universal de Newton, e junto com ela toda a física clásica.

Navarre, tb li essa reportagem. De acordo com esse novo estudo, cientistas "produziram" um neutrino que atingiu a velocidade de 300.006 km/s  (6km/s a mais do que postulado por Einstein em sua teoria da relatividade restrita). Porém, ao que parece, novas medidas serão realizadas para confirmação deste resultado.

A teoria da Gravitação de Newton e toda Mecânica Clássica (ou Newtoniana) foi colocada em check, mas ainda assim continua valendo nos limites de baixas velocidades. Ou seja, ela continua explicando muito bem os fenomenos (físicos) do nosso dia-a-dia.

Sobre o tópico, acredito na existência de Deus e nos mistérios biblicos. Acho possivel tambem um cientista conciliar essas duas visões, ciência e religião, e ainda ser bem sucedido (ao contrário do se pensa). Newton e Blaise Pascal são dois exemplos famosos. Foram cientistas brilhantes e profundamente religiosos. Inclusive, existem mais escritos de Newton sobre religião do que a respeito de física e matemática.

1 - Eu acredito em um ser superior e costumo me referir a Ele como O Criador.

2 - Acredito que o cristianismo primitivo, bem como várias outras religiões em seus primórdios, tenham ótimos ensinamentos de honra e moral, tanto para moldar verdadeiros homens como para moldar mulheres descentes. A questão é que houve muita deturpação nas religiões e muitas pessoas distorceram seus ensinamentos para atender a interesses próprios.

P.S.: não tenho religião. Me defino como um deísta. Mas não estou fechado à possibilidade de descobrir ou aprender algo que mude a minha opinião sobre este assunto.
Acredito em Deus como o ser criador do Universo e responsável por todos nós estarmos aqui, hoje.

Não acredito como um ser que fica nos vigiando 24 horas e ajudando a resolver nossos problemas ou dando castigos....
Retornando ao assunto evolução, baixei e assisti recentemente um documentário do History Channel chamado Evolve, que explica como cada parte do corpo dos animais evoluiram pra se tornar ferramentas úteis na sobrevivência: olhos, pele, garras, asas, veneno, entre outros.
Pena que só o encontrei em inglês e sem legendas... Mas se alguém se interessar e procurar melhor, talvez encontre!

[Imagem: Evolucao.jpg]
1. Sou cético e só acredito no que vejo e comprovo. Logo, não sou nem pró-Deus nem Anti-Deus. O que minha vida tem me mostrado até hoje é a inexistência desse Ser Superior de que a maioria diz a respeito. Porém, se em algum momento me for provado a existência do mesmo e fizer sentido para eu acreditar, não haveria porquê não o fazer.

2. A masculinidade e honra provém da evolução natural do animal macho. Pois não são somente os seres humanos que cultuam a honra, alguns animais também o fazem. Sabendo disso, logicamente, é impossível crer no mito da "mulher honrada", "mulher de honra", pois tal virtude é inerente apenas ao macho.

Na minha concepção, o que existem são "Mulheres dominadas". Se você domina as mulheres de sua convivência com honra, elas estarão honradas. Se você domina as mulheres de sua convivência com vadiagem e desonra, elas serão vadias e desonradas.

Sei que essa explicação não tem muito a ver com a pergunta em questão, mas é bom já deixar isso claro.

Pra mim, o que funciona, é o que a natureza desginou para funcionar.
(21-10-2011, 08:57 PM)Navarre link Escreveu: [ -> ]Já que o post é sobre isso...

Ao observar a realidade ao nosso redor, podemos concluir que se Deus existe, apenas duas opções podem ser consideradas:

1. Ele por ser onipresente, onisciente, e onipotente  não poderia permitir o sofrimento (uma falha).
Sendo perfeito, sua criação deveria ser perfeita como ele.
Por saber com antecedência os efeitos da sua criação (por ser onisciente), Deus sendo todo bondade e benevolência nunca poderia ter criado o mundo a nossa volta, um mundo onde seres vivos precisam matar uns aos outros e consumí-los para se manterem vivos, um mundo onde dor e sofrimento é regra em todos os níveis da cadeia limentar.
Logo, Deus não existiria.
Caso ele existisse, levaríamos em conta a segunda opção a seguir.

2. Por alguma razão que não pode ser explicada racionalmente devida a limitada capacidade cognitiva humana, as coisas devem ser como são para que se atinja um objetivo final preestabelecido por uma entidade maior.
De qualquer forma, seu sofrimento seria irrelevante para Deus. Obviamente como observado pela quantidade descomunal de sofrimento ao nosso redor, Deus não ligaria para seus problemas ou sofrimentos individuais, contanto que o objetivo predetertimado por ele se realizasse.
Logo, não adiantaria rezar pela cura do seu câncer já que tudo faria parte do \"grande plano\" de Deus.
Caberia apenas a você aceitar as coisas como são.

O bom senso me leva a não considerar nem a primeira ou segunda opção.
Eu acho que a existência ou não de Deus é irrelevante para o indivíduo.

A realidade a sua volta é o que é.
E se realmente existe um Deus, ele iria querer que você mudasse toda essa criação imperfeita.
Ele iria te desafiar a ser mais do que é, a se impor, e se se tornar Deus de si mesmo, a ser sua própria lenda de perfeição e verdade.

Em outras palavras:
Se existe um Deus, ele é a sua mãe passarinho que te chutou do ninho para o mundo e disse:
- Voe e vença, ou caia no esquecimento.

Se Deus existe, ele não é como o Papai Noel.

Concordo.

Sobre o tópico, acredito na existência de Deus e nos mistérios biblicos. Acho possivel tambem um cientista conciliar essas duas visões, ciência e religião, e ainda ser bem sucedido (ao contrário do se pensa). Newton e Blaise Pascal são dois exemplos famosos. Foram cientistas brilhantes e profundamente religiosos. Inclusive, existem mais escritos de Newton sobre religião do que a respeito de física e matemática.
[/quote]

Eles eram religiosos ou se diziam religiosos por causa da época?
Tinha ouvido comentarem que esse assunto era proibido aqui, mas vou deixar minha opinião de qualquer forma, já que o topico ja teve andamento.

Vou usar o texto do navarre como base porque ja cheguei a ter pensamentos semelhantes, mas acabei chegando a outra posição, considere apenas como outro lado da moeda já que só vi pensamentos de um tipo de visão aqui.



(21-10-2011, 08:57 PM)Navarre link Escreveu: [ -> ]Já que o post é sobre isso...

Ao observar a realidade ao nosso redor, podemos concluir que se Deus existe, apenas duas opções podem ser consideradas:

1. Ele por ser onipresente, onisciente, e onipotente  não poderia permitir o sofrimento (uma falha).
Sendo perfeito, sua criação deveria ser perfeita como ele.

Por saber com antecedência os efeitos da sua criação (por ser onisciente), Deus sendo todo bondade e benevolência nunca poderia ter criado o mundo a nossa volta, um mundo onde seres vivos precisam matar uns aos outros e consumí-los para se manterem vivos, um mundo onde dor e sofrimento é regra em todos os níveis da cadeia limentar.
Logo, Deus não existiria.

A onisciencia e onipotência, não necessariamente precisam se aplicar nesse caso, pelo dom do Livre Arbítrio.

Ele ser onisciente/onividente não obriga que queira comandar absolutamente todas as suas ações, pode ocorrer de Ele te dar uma certa "inspiração", mas ainda assim voce não seria obrigado a tomar determinada atitude. Ele tambem poderia ver o resultado disso, mas saber do resultado, não requer que ele tenha te obrigado a chegar nesse resultado, simplesmente ja viu. 

E respondendo a pergunta 1 do topico: acredito em Deus, sou católico.

Citar:2. Por alguma razão que não pode ser explicada racionalmente devida a limitada capacidade cognitiva humana, as coisas devem ser como são para que se atinja um objetivo final preestabelecido por uma entidade maior.
De qualquer forma, seu sofrimento seria irrelevante para Deus. Obviamente como observado pela quantidade descomunal de sofrimento ao nosso redor, Deus não ligaria para seus problemas ou sofrimentos individuais, contanto que o objetivo predetertimado por ele se realizasse.
Logo, não adiantaria rezar pela cura do seu câncer já que tudo faria parte do \"grande plano\" de Deus.
Caberia apenas a você aceitar as coisas como são.

Bom, considerando a segunda opção, acredito que o sofrimento não seria irrelevante a Deus no sentido de tocar um foda-se pra todos, mas mais no sentido de que mesmo com todas merdas que vc passou, ainda teve fé e não virou um depravado para se vingar do mundo.

Acho que de qualquer forma a crença e temor a Deus (bom estou falando de mim, então claro que estou falando da doutrina catolica) levando ao menos a maior parte dos ensinamentos biblicos a sério, implica numa tendência se vc se tornar uma "boa pessoa" (não estou supondo que isso dará vantagens aqui a ninguem), já que a maior parte dos crimes possiveis são proibidos.

Se vc ganha algo aqui tomando esse postura na pratica, já é outra historia, mas isso tambem vale pra ser "honrado" que tambem te traz uma serie de desvantagens imediatas. Vai de cada um crer realmente em algo superior que esteja acima do que vc se fuderá aqui, assim como vai de cada um até que ponto vc se manteria um homem honrado na sociedade atual.

Sobre teorias cientificas da origem do universo, sinceramente nem discuto sobre qualquer uma, já sempre implicará em uma crença que em algum momento a vida ou o universo se originou do nada, se for pra acreditar nisso, acho até menos irracional acreditar em Deus logo. Mas se alguem tiver uma explicação da origem do universo que não surge do nada em algum ponto, pode me mandar por MP.
(12-01-2012, 12:42 PM)pongsaiyuk link Escreveu: [ -> ]Tinha ouvido comentarem que esse assunto era proibido aqui, mas vou deixar minha opinião de qualquer forma, já que o topico ja teve andamento.

Na realidade, este tópico era para ser mais ou menos como uma enquete, mas daí o pessoal foi argumentado. Como não gerou confusão, fomos deixando.
(12-01-2012, 12:42 PM)pongsaiyuk link Escreveu: [ -> ][size=1em]Tinha ouvido comentarem que esse assunto era proibido aqui, mas vou deixar minha opinião de qualquer forma, já que o topico ja teve andamento.[/size]

[size=1em]Vou usar o texto do navarre como base porque ja cheguei a ter pensamentos semelhantes, mas acabei chegando a outra posição, considere apenas como outro lado da moeda já que só vi pensamentos de um tipo de visão aqui.
[/size]


[quote author=Navarre link=topic=272.msg2795#msg2795 date=1319234263]
[size=1em]Já que o post é sobre isso...[/size]

[size=1em]Ao observar a realidade ao nosso redor, podemos concluir que se Deus existe, apenas duas opções podem ser consideradas:[/size]

[size=1em]1. Ele por ser onipresente, onisciente, e onipotente  não poderia permitir o sofrimento (uma falha). [/size]
[size=1em]Sendo perfeito, sua criação deveria ser perfeita como ele.[/size]

[size=1em]Por saber com antecedência os efeitos da sua criação (por ser onisciente), Deus sendo todo bondade e benevolência nunca poderia ter criado o mundo a nossa volta, um mundo onde seres vivos precisam matar uns aos outros e consumí-los para se manterem vivos, um mundo onde dor e sofrimento é regra em todos os níveis da cadeia limentar.[/size]
[size=1em]Logo, Deus não existiria. [/size]

[size=1em]A onisciencia e onipotência, não necessariamente precisam se aplicar nesse caso, pelo dom do Livre Arbítrio. [/size]

[size=1em]Ele ser onisciente/onividente não obriga que queira comandar absolutamente todas as suas ações, pode ocorrer de Ele te dar uma certa "inspiração", mas ainda assim voce não seria obrigado a tomar determinada atitude. Ele tambem poderia ver o resultado disso, mas saber do resultado, não requer que ele tenha te obrigado a chegar nesse resultado, simplesmente ja viu.  [/size]

[size=1em]E respondendo a pergunta 1 do topico: acredito em Deus, sou católico.[/size]

Citar:[size=1em]2. Por alguma razão que não pode ser explicada racionalmente devida a limitada capacidade cognitiva humana, as coisas devem ser como são para que se atinja um objetivo final preestabelecido por uma entidade maior. [/size]
[size=1em]De qualquer forma, seu sofrimento seria irrelevante para Deus. Obviamente como observado pela quantidade descomunal de sofrimento ao nosso redor, Deus não ligaria para seus problemas ou sofrimentos individuais, contanto que o objetivo predetertimado por ele se realizasse.[/size]
[size=1em]Logo, não adiantaria rezar pela cura do seu câncer já que tudo faria parte do \"grande plano\" de Deus.[/size]
[size=1em]Caberia apenas a você aceitar as coisas como são.[/size]

[size=1em]Bom, considerando a segunda opção, acredito que o sofrimento não seria irrelevante a Deus no sentido de tocar um foda-se pra todos, mas mais no sentido de que mesmo com todas merdas que vc passou, ainda teve fé e não virou um depravado para se vingar do mundo. [/size]

[size=1em]Acho que de qualquer forma a crença e temor a Deus (bom estou falando de mim, então claro que estou falando da doutrina catolica) levando ao menos a maior parte dos ensinamentos biblicos a sério, implica numa tendência se vc se tornar uma "boa pessoa" (não estou supondo que isso dará vantagens aqui a ninguem), já que a maior parte dos crimes possiveis são proibidos. [/size]

[size=1em]Se vc ganha algo aqui tomando esse postura na pratica, já é outra historia, mas isso tambem vale pra ser "honrado" que tambem te traz uma serie de desvantagens imediatas. Vai de cada um crer realmente em algo superior que esteja acima do que vc se fuderá aqui, assim como vai de cada um até que ponto vc se manteria um homem honrado na sociedade atual.[/size]

[size=1em]Sobre teorias cientificas da origem do universo, sinceramente nem discuto sobre qualquer uma, já sempre implicará em uma crença que em algum momento a vida ou o universo se originou do nada, se for pra acreditar nisso, acho até menos irracional acreditar em Deus logo. Mas se alguem tiver uma explicação da origem do universo que não surge do nada em algum ponto, pode me mandar por MP.[/size]

[/quote]

Concordo contigo.

1. Qual o sentido de Deus criar algo e ficar interferindo toda hora que alguém faz uma cagada? Ou seríamos marionetes ou ele seria nossa babá. Nesse caso, pra que pensarmos? Deixaria tudo na mão de Deus e pronto. Não há como existir livre arbítrio e haver interferência dele, por exemplo, quando alguém mata outra pessoa. O mundo inicialmente era perfeito. Não temos que matar outras pessoas, apenas animais. Tá, aí você pode achar isso crueldade. Mas, lembre-se que o fato de um comer o outro, ajuda a manter o controle populacional. A Biologia explica isso muito bem na cadeia alimentar, a relação entre predadores e presas. Isso é para manter o equilíbrio e ser perfeito.

2. Grande plano de Deus? Isso é coisa inventada pelos humanos, que tem essa necessidade de se sentirem especiais. Como eu disse, se existe o livre arbítrio, o homem é livre para escolher o seu caminho, e portanto, não existe um caminho pré-determinado por Deus. Sobre o sofrimento ser irrelevante, não é. Na verdade, ele é na Terra. Digamos assim, o que interessa mesmo é a chamada vida eterna ou Reino dos Céus. Lá, em tese, você teria sua recompensa ou o alívio do seu sofrimento. Na Terra, como eu disse, não haveria interferência divina. Basta olhar a bíblia e observar o sofrimento dos apóstolos.

Muitos dizem que Deus é amor, e que Deus ama os pecadores. Eu discordo disso. É só observar o que Deus mandou fazer com os pecadores no Velho Testamento, por exemplo, quando Saul era rei, Deus mandou ele e o seu exército destruir uma cidade inteira, matar todos os homens, mulheres, crianças e animais. Saul matou quase todos, deixou o rei vivo e alguns animais, segundo ele para o seu exército se alimentar. Isso foi digamos, a gota d'água pra Deus, essa desobediência e acabou causando a queda de Saul e ascensão de Davi.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11