Fórum do Búfalo

Versão Completa: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16
(07-02-2014, 12:08 AM)Conrad Escreveu: [ -> ]
Mostrar ConteúdoSpoiler:

[Imagem: 1380746_526301997466043_1621620065_n.jpg]

Homoafetividade não era proibido aqui no fórum? hmm

[Imagem: 4amyki.jpg]
(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Hmmm.. vendo por esse lado...o confrade não deixa de ter seus motivos. Quem sabe o quanto seu serviço vale é vc mesmo, e se vc achou que merecia o aumento (que eu acho tbm que merece, pois profissionais especializados são minoria e está em falta) fez certo.

Mas a questão é que talvez a situação leve seu chefe a pensar que vc se aproveitou da situação para pedir um aumento. Ele precisa de vc claro, mas pode fazê-lo pensar que depois de perder dois funcionários e ficar só com vc especializado, vc viu que era o único e se aproveitou. Claro que vc não fez isso, como vc mesmo abordou, que pensou, analisou...blz...etc.

Infelizmente é aquela coisa, cabeça dos outros terra de ninguém. Agora é vestir a camisa da empresa e mostrar que o aumento foi merecido.

Parabéns!
(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]Confrade Free,

porque minha promoção era garantida? Se eu não tivesse ido falar com ele, eu estaria na mesma situação. O chefe precisa de mim, mas ano passado ele contratou outra pessoa ganhando o mesmo que eu (esse amigo meu que saiu recentemente). Ele poderia ter feito isso agora ao invés de me dar o aumento. Se tivesse 2 ou 3 que fizessem meu trabalho, ele poderia muito bem me dar um aumento mesmo assim, já que ele já fez isso em outros setores. Além disso existe a valorização do profissional, duvido que ele arriscaria me demitir ou não dar um aumentozinho que fosse. Eu já vesti a camisa da empresa. Muitas empresas pegam alguém sem experiência e fazem planos de carreira, treinando e moldando o funcionário. Se formos pensar assim, qualquer aumento que é dado a um funcionário e feito por falta de opção só porque é mais barato mantê-lo do que demiti-lo. Não faz o menor sentido isso. Além disso, meu curso de pós é pago por ele. São 500 dilmas mensais. Ele poderia alegar que já está pagando meu curso. Além disso, ele poderia me dar somente 30%, 20%, 10% de aumento, mas me deu 40%, que foi o que pedi. Vejo então que ele tinha muitas opções.
Mas você já tem tempo de casa e ele já investiu muito em você!
Sairia muito mais caro perder todo o investimento feito em você e começar a treinar um novato do zero. Não valeria a pena. Você já tem o know how da empresa e a empresa já investiu em você. E pelo que notei, você é bem antigo nela. Isso significa que perder um funcionário como você não apenas seria questão de verbas trabalhistas, mas de perder dinheiro investido.
Muito empregado não entende que ele é, em si mesmo, um investimento da empresa, não apenas uma pessoa. E como qualquer investimento, é esperado retorno dele.
Minha graduação é em ADM, por isso eu tenho uma visão mais próxima a visão do chefe, de forma que enxergo tudo me colocando mais no lugar do chefe do que do empregado.
Dai olha só a mesma situação visto pela visão do chefe:
-Perdi 2 funcionários, ficou apenas o Tim, que já é antigo aqui, já investimos bastante no cara, dá pra contar com ele aqui na empresa e valeu a pena o investimento que fizemos. Não vamos ficar na mão mesmo perdendo 2, porque o Tim é da empresa, investimos pesado nele e esperamos comprometimento.
Dai você vai e pede um aumento (quero que fique claro que isso, na visão do chefe, foi o mesmo que ameaçar se demitir). O que você acha que o chefe pensou e sentiu?
Um investimento pelo qual ele podia contar com retorno garantido (no caso, sua produtividade e eficiência) estava querendo aumentar seu custo (diminuindo o lucro do empregador). E agora?
Se eu não aceitar esse aumento de custo, eu perco o know how do ultimo especialista no assunto, perco todo o investimento que fiz nele até então (pagou especialização) e pior, ele vai trabalhar na concorrência, utilizando o know how que EU financiei. A escolha é até óbvia depois desses motivos: o jeito é aceitar o aumento de custos e te dar o aumento.
De bom gosto? Claro que não!
Você, como empregador e nessas mesmas condições, ficaria feliz de ter dado o aumento ao funcionário?

Sobre a questão dele pagar seu curso, ele não pode alegar nada, porque gasto com educação não entra no cálculo do salário. Ou seja, ele paga, esse valor não integra seu salário (logo esse valor do curso não é direito seu, o empregador dá porque quer) e o empregador não vai poder alegar esse valor depois. Entenda que pagar curso pra funcionário não é "bondade" do empregador. É investimento. Ele faz isso na espera que sua "masteria" no seu serviço aumente e isso traga novos lucros (e não novas despesas).
Espero que você entenda que não vale a pena trocar um funcionário como você por 2 novos imediatamente. Você vale para teu empregador mais que os 2 novos juntos, devido ao know how da empresa, tua experiência, e tudo que a empresa já investiu em você.
Tente entender como um casamento no qual o marido paga a faculdade pra mulher (particular) e quando ela se forma, ela traí ele. Consideradas as devidas proporções, seu empregador pode ter se sentido como o marido dessa história. Tudo é questão de se por no lugar do empregador também.

E sobre ele ter dado os 40%, é claro!
Você vem pro seu chefe, fala que está insatisfeito (gera desmotivação), pede um aumento de 40%. Ai vamos supor que ele dê 20% de aumento apenas, você vai continuar desmotivado, o que gera menos produtividade, menos lucro ainda pra ele. E como só tem você no momento, que escolha ele tem? A produtividade vale muito no valor que o empregado vale para a empresa, e a motivação está diretamente ligada a produtividade, do que adianta ele te dar 20% pra você ficar desmotivado e produzir 60 ou 80%? É melhor dar 40% de aumento e ficar com 100% de produtividade sua, te mantendo motivado.



(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]Você está vendo o pedido de aumento novamente como um favor que o chefe faz ao funcionário. E não é. Se um funcionário com algum tempo de serviço fez tudo certo e mostrou ser um bom profissional (e foi isso que eu enfatizei no meu tópico anterior), não tem que ter medo de pedir aumento. É só expor os fatos ao chefe, e se esse chefe está ciente disso, por mais durão que seja, o máximo que ele pode falar é que não é possível atualmente. Eu não dei créditos somente a minha atitude, eu sempre fui um excelente profissional, só não me lembrava disso. Foi preciso um companheiro de trabalho me lembrar, e foi isso que quis alertar no meu post: as vezes esquecemos do valor que temos.

Se o chefe dá oportunidade de crescimento e investe na qualificação do empregado, eu considero dar aumento um pedido de favor sim.
Agora se o chefe não valoriza nem investe num empregado bom, ai concordo 100% com você, tem que dar aumento mesmo.

Outra coisa, um empregado tem obrigação MORAL de ser um bom profissional e funcionário. É o mínimo que um empregado pode fazer é ser bom no que faz. Isso foi o mesmo que cobrar um cidadão que ele seja honesto! É obrigação ele, não é favor. O empregador contrata o empregado para que ele dê 100% dele todo dia.
Na visão empresarial, e acho que o Petulante pode falar até melhor nisso, pois ele vive a prática e eu a teoria de faculdade e um pouco de vida de empregado apenas, um funcionário bom, competente, apenas por isso, não significa nada, visto que é o mínimo possível. Aumentos, promoções, etc, isso vem devido a qualificação do funcionário ou ao fato do empregado demonstrar que merece posições de liderança no futuro.
Já pensou se bastasse ser bom no que faz?
Todo funcionário que se dedique iria virar chefe rapidinho ou ganhar muitas promoções, seria muito fácilyaoming
O fato disso não acontecer na prática deixa claro que a maestria no ofício não é o único requisito de valorização da mão-de-obra.

O valor do salário do empregado é composto pela parte fixa, salário base, e pela parte variável, que é tudo fora o salário base. Graduações, qualificações, potencial para chefia e consequentes cargos, cursos, etc, isso gera aumento de salário verdadeiro.
Pedir aumento apenas porque é bom no que faz (o que se espera de qualquer empregado, diga-se de passagem) é, na visão empresarial, uma chantagem, traduzida na frase: Ou você me paga mais, ou eu vou trabalhar pra concorrência.

A grande questão é que realmente a teoria diverge da prática. Existe muito chefe e empregador imbecil que não entende que o valor da empresa está nas especialidades e expertizes dos funcionários e acaba não se preocupando em valorizar e em motivar os funcionários. Esses imbecis são as maiorias dos chefes, por isso o setor empresarial está do jeito que tá, produzindo muito menos do que seu potencial.

Se for pra fazer uma divisão bem clara, eu considero totalmente correta a sua forma de agir, sem tirar uma virgula sequer, se o chefe/empregador for um imbecil desses. Ai tem que ser na base da marra mesmo pro infeliz investir e valorizar quem merece.

Agora num chefe/empregador consciente e preocupado com o funcionário?
Não acredito ser tão correto assim.

Repito, é tudo questão de se colocar no lugar do chefe.

(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]"Seu relato teria sido mais adequado se você tivesse focado na importância da especialização, que foi o verdadeiro motivo do seu aumento." Eu fiz isso confrade, disse claramente para quem não trabalha estudar, e estudar muito.
E pra quem trabalha, estudar mais ainda do que quem não trabalha.
Se essa foi sua intenção, então no caso eu interpretei errado mesmo, dai já deixo meu pedido de desculpas registrado.

(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]"Se ele dá o emprego para nós, me parece que está mais para favor do que por necessidade, principalmente se a nossa profissão não for especializada (o que significa que poderia ter sido outro e não nós).". Você está assumindo que profissões menos especializadas não são valorizadas, e por isso quem contrata o faz por favor, bondade. Completamente errado. Se você está capinando lotes com vontade, vestindo a camisa de empresa, respeitando os horários do serviço e respeitando seus companheiros, pode crer que você não é tão facilmente substituível e seu chefe sabe disso.
Concordo, mas não porque é insubstituível em si, mas porque os empregados, na maioria, são vagabundos e não fazem o mínimo que deviam fazer. Comparado com o Brasil, o povo é tão desonesto que quando um honesto aparece, todos ficam deslumbrados, quando, de fato, o cara está apenas fazendo sua obrigação moral.
Entende como é complicada a vida de empregador? Qualquer empregado que faz o seu serviço direito já se sente merecedor de todos os tipos de aumento e promoções!

(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]"E se eu fiquei estagnado 10 anos no mesmo cargo, a culpa foi minha, que não busquei me desenvolver". Ou não. Foi exatamente isso que busquei no meu post. As vezes, mesmo nos desenvolvendo, nos cegamos, assim como aconteceu comigo, sem nem imaginar que podia estar ganhando mais (e merecido). Estava me desenvolvendo, mas estava estagnado.
Mas se você estava se cegando, a culpa continua sendo sua né?
Quando falei desenvolver, também incluiu buscar uma empresa/chefe que soubesse valorizar o potencial que a pessoa ou fazer o que você fez, que é colocar o empregador contra a parede e exigir o reconhecimento e valorização que ele devia ter dado há muito tempo.
Lembrando, sempre, que esse reconhecimento nem sempre vem como aumento líquido do salário (pagar especialização, no seu caso, foi uma forma de reconhecimento, outras formas seriam horário flexível, bônus de produtividade, etc).


(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]"Tem que acabar com essa cultura de ódio aos chefes (detentores do meio de produção)." Odio ao chefe? Eu gosto do meu chefe, não ataquei ele em nenhum momento.

O que você escreveu após essa frase acredito que não tenha sido sobre minha pessoa, pois você comparou empregados desmotivados e com raiva do próprio trabalho com empregados motivados e engajados.

Depois de um ponto no texto eu deixei de comentar sobre o seu caso específico mesmo, generalizei e esqueci de avisar. Novamente, peço desculpas pela minha falha aqui.

(07-02-2014, 12:39 AM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]"Qualquer confrade deve se avaliar honestamente e ver em qual grupo se encaixa e a partir dai, planejar o futuro." Mais uma vez, foi exatamente o que busquei alertar em meu post. Eu não tive capacidade de me avaliar. Estava "cego". Foi preciso um amigo me avaliar e abrir meus olhos. Meu pedido de aumento não foi um impulso. Se pareceu ser, foi pela revolta em acordar e perceber como eu estava estagnado.

Desculpe se pareci grosseiro, mas as vezes parece que os confrades procuram pelo em ovo só para meter a real. No mais, obrigado por sempre me acompanhar nessa minha jornada!

Seu pedido só seria impulsivo se antes você não tivesse se colocado no lugar do chefe. Caso contrário, estava na hora mesmo.

No caso eu peço desculpas também porque do seu caso eu divaguei e fui mais pro geral, mas sem delimitar bem quando estava falando do geral ou do teu caso, vacilo de redação meu mesmo.facepalm:

Mas não se preocupe que não achei grosseiro não, e fico sempre feliz de acompanhar tua história pô! Mostrou potencial gdrístico desdo começo e soube ouvir todos os conselhos dos confrades quando entrou no fórum.
Só vejo melhoras no teu futuro confrade, fique com Deus.

Não esqueça de contar as novidades da sua história, porque todo mundo aqui é que nem aquelas velhas fofoqueiras doidas pra ouvir a continuação das histórias e dar opinião depois!
Quem disser que estou errado vai tá mentindo kkk!trollface
(07-02-2014, 05:09 AM)Raito Escreveu: [ -> ]Gostei da sua resposta pro água Tim, eu estava concordando com o Free Bird em tudo mas você me fez ver algumas coisas por outro ângulo, mas uma coisa gostaria de enfatizar:

Citar:"E se eu fiquei estagnado 10 anos no mesmo cargo, a culpa foi minha, que não busquei me desenvolver". Ou não.¹ Foi exatamente isso que busquei no meu post. As vezes, mesmo nos desenvolvendo, nos cegamos, assim como aconteceu comigo, sem nem imaginar que podia estar ganhando mais (e merecido). Estava me desenvolvendo, mas estava estagnado².

1 - Uma postura importante para o desenvolvimento pessoal é nunca transferir para o outro a responsabilidade que é nossa. A culpa pode não ser sua, mas isso não importa, porque a responsabilidade é. Somente você pode mudar aquilo que não te agrada em sua vida.

2 - Ou estava se desenvolvendo ou estava estagnado. Você estava satisfeito com sua estabilidade financeira por isso foi focar em outras áreas, isso não quer dizer que estava estagnado. A maioria de nós temos pelo menos uma área da nossa vida a desenvolver, afinal de contas todos temos problemas na vida, isso é natural pois não temos o controle de tudo que nos acontece.

O empregado geralmente é parte mais vulnerável na relação de emprego, infelizmente a divisão social do trabalho não funciona de forma perfeita, você pode se considerar uma minoria dentre a população brasileira, que tem poder de barganha com seu chefe. Por vezes bons funcionários não serão reconhecidos, pois sempre haverão muitos outros para substituí-los.

Tenho o exemplo de um parente meu que trabalhava em uma fábrica, foi o primeiro emprego dele, com 15 anos de idade. Durante o tempo que trabalhou nesta fábrica nunca faltou um dia sequer de serviço, sempre se dispôs a fazer horas extras, aprendeu a operar e dar manutenção em várias máquinas da empresa, enfim era um empregado diferenciado. Chegou inclusive a trabalhar nos dias que estava de atestado médico devido a um acidente de trabalho, onde a máquina cortou as pontas de seus dedos. Uma dia, após muitos anos de empresa ele foi pedir aumento, simplesmente negaram, o desprezaram, e ele foi despedido. Felizmente Deus não o deixou desamparado e em menos de 3 meses arrumou outro que o pagava 3x mais que o anterior.

Por isso considero muito válido o conselho do Free Bird, não é só merecimento, seu patrão pode ser uma boa pessoa, como também pode ser um explorador, seu valor de mercado não está necessariamente relacionado a sua postura profissional, as variáveis são muitas. Quem se arrisca mais pode ir mais longe, ou pode tomar um tombo muito grande. Convém a cada um avaliar a situação, calcular os riscos e tomar suas decisões de forma racional.
Existe três formas de se destacar como empregado profissional.

1- Você sabe fazer um serviço que ninguém ou quase ninguém sabe fazer e faz bem. É a super qualificação.

2-Você tem talento para lidar/gerenciar pessoas e conflitos. É o traquejo social.

3-Você pode não ser um especialista em nada, mas consegue se tornar um coringa na empresa por saber fazer, e bem, o serviço de todo mundo. Podendo substituir qualquer um.

Qualquer profissional que siga um desses 3 caminhos tem destaque e sucesso no mercado.
No caso do parente do Raito, ele seguiu o terceiro caminho e deu no que deu.

Como falei, existe muito empregador de merda que não entende nada de administração e perde muita produtividade por causa disso. Cabe aos funcionários saber detectar esses tipos e fugir deles.
Nós não abaixariamos nossas cabeças para um líder que não respeitassemos e confiassemos não é verdade?
Por que fazer o mesmo com empresas e chefes?
Faz parte do desenvolvimento profissional buscar posições corretas nas empresas corretas. Senão o crescimento sempre será barrado por chefes/empresas atrasadas e imbecis, fadadas a falência.
(07-02-2014, 11:32 AM)Free Bird Escreveu: [ -> ](...)
Não esqueça de contar as novidades da sua história, porque todo mundo aqui é que nem aquelas velhas fofoqueiras doidas pra ouvir a continuação das histórias e dar opinião depois!
Quem disser que estou errado vai tá mentindo kkk!trollface

Mostrar ConteúdoSpoiler:

Mostrar ConteúdoSpoiler:
KKKKKKKKKKKKKKKK o Sorine tá me lembrando aquele cartunista do Roda Viva da Cultura que fica ilustrando o tópico de maneira cômica.

Pois é Raito e Free, é obrigação do funcionário ser 100% para sua empresa. Mas estamos no Brasil HUEHUE e aqui as coisas não são assim.

Quando disse que era o unico expert que sobrou na empresa, não quis dizer que o que eu faço é uma raridade e que meu nível de expertise não se compara a nenhum outro. Simplesmente quis dizer que agora sou o único na empresa que faço o que faço. Também não estou nesse trabalho há tanto tempo (pouco mais de 2 anos).

Acho que podemos resumir essa conversa de emprego/motivação em alguns pontos:

1- Eu não havia pensado muito pelo lado do meu chefe. Pode sim ter parecido que eu esperei o momento oportuno (saída do meu amigo, e ficar "sozinho" na minha área) para pedir aumento, deixando-o sem alternativas. Mas não foi isso. Se essa conversa que me fez abrir os olhos tivesse ocorrido há 4 meses atrás, eu faria a mesma coisa.

2- "Em terra de cego, que tem um olho é rei". Estamos em um país onde o normal é fazer gato no vizinho e gambiarra pra resolver os problemas. E isso não só com o povão. Até empresas são assim (ou você acha que pagar 40k num Gol 0km 1.0 é certo?). Eu acho que merecia ganhar o que ganho hoje, por tudo que sou dentro da empresa, e pessoalmente falando (pois meu chefe não tem nada a ver com isso), pelo que sou fora dela também. Tive um ex-chefe que, após acabar meu estágio (eu não podia ser efetivado pois era cargo público, via concurso), disse "Você vai ter muito sucesso pois você é uma pessoa correta". Quer dizer, ser correto deixou de ser obrigação do ser humano há muito tempo, e infelizmente virou uma virtude. Acho que os chefes de hoje enxergam isso.

3- Eu nunca pensei em usar o aumento como ameaça para deixar a empresa. Na verdade nunca pensei em sair daqui. Um ambiente onde eu posso fazer pausa pra tomar café e responder aqui no forum, que está crescendo e onde faço o que gosto, perto de casa e com companheiros de trabalho agradáveis. Pra mim isso é mais que o suficiente. Deixei bem claro pro meu chefe isso durante o pedido de aumento. Espero realmente que ele não tenha entendido como uma ameaça.

No mais, peço desculpas de incentivei alguém a pedir aumento de forma compulsiva. Não foi essa a intenção.

Voltando ao foco do tópico: completei 6 meses de namoro ontem. Resumo: ela está ganhando o dobro do que quando nos conhecemos, e eu 40% mais. Ela mora com os pais na cidade dela (40 min da minha) e nos vemos fim de semana (um aqui, outro lá). A família dela é conservadora e por vezes sinto que eles não gostam de mim ainda. Poderíamos ter uma vida boa (financeiramente falando) juntos, com direito a ap. e carro mais novo, mas sabem como é né...um gdR não considera essa possibilidade assim, tão fácil yaoming
Até agora não houve lado obscuro aflorado, e a intensidade da relação continua como no começo. Acho que estou conseguindo manter assim graças a Real. Estou dando "emoções" suficientes para mantê-la naquele êxtase de início de relacionamento, e sempre deixando bem claro que ela pode me perder a qualquer vacilo.

Por fim, acredito que não falei meus objetivos com o novo salário: investimento. Como não entendo nada de bolsa de valores, vou investir um pouco em algo arriscado e ir brincando: BITCOIN!

Quem sabe eu viro um John Reese (menos mala, claro) trollface
(06-02-2014, 05:24 PM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]Bom, como prometido, começo do mês (mais especificamente hoje) pedi um aumento. Não sei se contei, mas um dos funcionários aqui saiu, e ficou só eu como expert na minha área (não tão expert assim, mas beleza). Respirei fundo e chamei o chefe pra uma conversa. Ele logo gritou "ahhhhh não", pensando que eu fosse pedir pra sair também. Isso já me botou em vantagem, pois percebi que ele me queria como funcionário. Disse a ele que vi como a empresa cresceu desde que entrei, que eu sempre ajudei direta ou indiretamente em todos os projetos, que eu via meu futuro trabalhando aqui, mas que não estava realizado financeiramente. Disse que não conseguia trocar de carro e que não conseguia juntar dinheiro para mim mesmo (verdade). Resultado: ele me deu aquele sermão básico, dizendo que esse ano o bicho pega, que alguns projetos estão pra sair mas não estão fechados, e que ele tem que pagar aluguel, funcionários, etc...papo que eu já esperava. E no fim me deu um aumento de 40%. Eu não sei o que isso significa pra vocês confrades, mas para mim foi ótimo. Fiquei muito feliz, e hoje vou comemorar com certeza.

Vou deixar uma dica pra quem está acompanhando meu relato. Muitas vezes a gente esquece do nosso valor. Achamos que nossos chefes fazem um favor em nos empregar, da mesma forma que achamos que as mulheres fazem um favor em nos beijar, fazer sexo ou mesmo conversarem com a gente. PAREM COM ISSO! Se não fosse esse meu amigo me abrir os olhos, eu ainda estaria na mesma situação de ontem, e provavelmente por muito mais tempo. DEEM VALOR A SI MESMOS! Seu chefe precisa de você! As mulheres precisam de você! Você precisa de você! Então porque se fazer de coitado, como se todos te aturassem? Veja de fora o quanto você contribuiu no seu serviço, não tenha medo de se avaliar, não tenha medo de achar que seu serviço vale mais do que o que te pagam. Hoje em dia ninguém quer perder um funcionário, pq o mercado está escasso (pelo menos na área de TI, onde trabalho), e segundo porque é caríssimo mandar um funcionário embora.

Se você ainda não trabalha, então estude, mas estude mesmo. Estude para que você possa, no futuro, colocar-se numa posição privilegiada, em um cargo valorizado e em uma empresa que precise de você. Só assim você vai poder crescer.

Bom, sei que isso não tem a ver com meu tópico, mas vocês confrades foram os primeiros em que pensei em contar a novidade.

Estou feliz hoje. Fuckyeah

Só li verdades.
Parabéns Tim. O sucesso de um confrade é o sucesso da Confraria.
Bom dia confrades. Vou fazer um off topic pois estou muito mal. Como havia dito no tópico do confrade mascara sobre a retirada das amigdalas, eu tive consulta com otorrino hoje. Eu já havia feito todos os exames e estava crente de que iria operar e resolver todos meus problemas. Engano meu. A doutora disse que elas estão em um nível normal, e que eu não poderia operar. Pior ainda: tive a triste noticia de que minha perda de audição é moderada/grave e que eu tenho que parar imediatamente com fone de ouvido ou barulhos para não perder mais.

De um tempo pra cá eu tenho percebido que eu tenho que pedir para as pessoas repetirem varias vezes o que falavam, e em uma roda de pessoas eu quase não entendia a conversa, muitas vezes respondendo com sim, nao ou apenas rindo para não ficar chato. Nem preciso dizer que estou acabado. A perda é irreparável e como não vou poder operar as amigdalas, meus problemas vão continuar. Ela me receitou alguns remedios para borrifar nas narinas, mas com certeza isso não vai resolver merda nenhuma.

Tomei um balde de agua fria nas costas. Minha visão já está piorando, minha audição está pessima e minhas alergias não melhoram. Desculpem o desabafo, mas se você tem uma visão e uma audição boa, dê muito valor, pois não é fácil confrades...não é fácil...Sad
Explica melhor:

Oque você tem na visão?
Porque você está tendo perda auditiva? Você teve infecções recorrentes no ouvido?
Que tipo de alergia você tem?
Você tem medo que esses problemas causem desinteresse na sua namorada?
(10-03-2014, 12:15 PM)Spectro Escreveu: [ -> ]Explica melhor:

Oque você tem na visão?
Porque você está tendo perda auditiva? Você teve infecções recorrentes no ouvido?
Que tipo de alergia você tem?
Você tem medo que esses problemas causem desinteresse na sua namorada?

Minha visão vem piorando de 3 anos pra cá. Antigamente ela era perfeita. Hoje 2 graus não são suficientes.
Eu tenho alergias e sinusites fortes, tanto que chegam a atacar até a pele, deixando ela mais ou menos assim:

Mostrar ConteúdoSpoiler:

Meu ouvido também é atacado por causa disso, então achava que minha perda de audição (que pensava ser pouca) cessaria resolvendo tais problemas.

Não me importo se minha namorada vai se desinteressar por causa disso. Estou preocupado comigo mesmo. Eu ia criar um outro tópico mas achei desnecessário. Como esse meu tópico já teve de tudo, achei melhor desabafar aqui mesmo.

Estou muito triste. Sei que isso não é um câncer ou coisa pior, mas usamos a audição a todo momento e o resto da vida, e saber que tenho uma perda tão significativa com 26 anos não está sendo fácil..
Existe a possibilidade de se usar aparelho auditivo?
No olho basta a lente de contato.

Procure um imunologista, se você vem tendo sinusite de repetição pode ser que você tenha sindrome de churg-strauss. Procure outro medico, um alergologista, outro otorrino, fonoaudiologa.... Enfim não desista da sua saúde. Tenha fé.
Jamais vou desistir. Já estou providenciando um médico de outra cidade para reavaliar meu caso. Fiquei na dúvida como ela sabe que meu tipo de surdez é permanente somente ao olhar uma impedanciometria. Algo me diz que todos esses meus problema estão relacionados. Não é possível que eu tenha alergia na pele, rinite, sinusite, perda de audição e todos sejam casos separados.

Obrigado pela força. Hoje não está sendo um dia muito produtivo...não consigo pensar em outra coisa....estou revirando a internet procurando informações...tá complicado...
(10-03-2014, 12:43 PM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]Jamais vou desistir. Já estou providenciando um médico de outra cidade para reavaliar meu caso. Fiquei na dúvida como ela sabe que meu tipo de surdez é permanente somente ao olhar uma impedanciometria. Algo me diz que todos esses meus problema estão relacionados. Não é possível que eu tenha alergia na pele, rinite, sinusite, perda de audição e todos sejam casos separados.

Obrigado pela força. Hoje não está sendo um dia muito produtivo...não consigo pensar em outra coisa....estou revirando a internet procurando informações...tá complicado...

Você chegou a cogitar se a sua sinusite pode ser operada Tim?Pois a minha eu tentei tratar até com acupuntura, mas foi só na faca que consegui minizar em uns 70% dos sintomas e no seu caso pode ajudar a recuperar a audição.
Sobre a sinusite, tem um remédio preventivo que diminui de 100 crises anuais para zero (no meu caso).
O nome é Busonid.
Tem algumas dosagens diferentes pra vc escolher (eu uso a média).

Você da duas borrifadas em cada narina quando acorda e antes de dormir.
Ele previne as crises.

Desde que comecei a usar não tive mais sinusite nem rinite, sugiro que você teste.
(10-03-2014, 01:31 PM)Fabricius Escreveu: [ -> ]Você chegou a cogitar se a sua sinusite pode ser operada Tim?Pois a minha eu tentei tratar até com acupuntura, mas foi só na faca que consegui minizar em uns 70% dos sintomas e no seu caso pode ajudar a recuperar a audição.

A médica nem me mostrou essa possibilidade, não sei se por má vontade ou por impossibilidade mesmo...vou procurar saber.

(10-03-2014, 02:55 PM)Free Bird Escreveu: [ -> ]Sobre a sinusite, tem um remédio preventivo que diminui de 100 crises anuais para zero (no meu caso).
O nome é Busonid.
Tem algumas dosagens diferentes pra vc escolher (eu uso a média).

Você da duas borrifadas em cada narina quando acorda e antes de dormir.
Ele previne as crises.

Desde que comecei a usar não tive mais sinusite nem rinite, sugiro que você teste.

Pesquisando na ultrafarma vi que tem de 32, 64, 100, 200 ou 400mcg
Você usa o de 100mcg? Está saindo por R$ 35,00. É isso mesmo Bird?
(10-03-2014, 03:41 PM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]
(10-03-2014, 01:31 PM)Fabricius Escreveu: [ -> ]Você chegou a cogitar se a sua sinusite pode ser operada Tim?Pois a minha eu tentei tratar até com acupuntura, mas foi só na faca que consegui minizar em uns 70% dos sintomas e no seu caso pode ajudar a recuperar a audição.

A médica nem me mostrou essa possibilidade, não sei se por má vontade ou por impossibilidade mesmo...vou procurar saber.

Eu fiz esta cirurgia, ela é horrível na parte de recuperação, mas valeu a pena no meu caso, já que eu só conseguia respirar com neosoro todos os dias.
(10-03-2014, 03:41 PM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]
(10-03-2014, 01:31 PM)Fabricius Escreveu: [ -> ]Você chegou a cogitar se a sua sinusite pode ser operada Tim?Pois a minha eu tentei tratar até com acupuntura, mas foi só na faca que consegui minizar em uns 70% dos sintomas e no seu caso pode ajudar a recuperar a audição.

A médica nem me mostrou essa possibilidade, não sei se por má vontade ou por impossibilidade mesmo...vou procurar saber.

(10-03-2014, 02:55 PM)Free Bird Escreveu: [ -> ]Sobre a sinusite, tem um remédio preventivo que diminui de 100 crises anuais para zero (no meu caso).
O nome é Busonid.
Tem algumas dosagens diferentes pra vc escolher (eu uso a média).

Você da duas borrifadas em cada narina quando acorda e antes de dormir.
Ele previne as crises.

Desde que comecei a usar não tive mais sinusite nem rinite, sugiro que você teste.

Pesquisando na ultrafarma vi que tem de 32, 64, 100, 200 ou 400mcg
Você usa o de 100mcg? Está saindo por R$ 35,00. É isso mesmo Bird?

Eu uso o de 64 mcg e o efeito é 100%.

Mesmo que teu caso seja muito maior, da pra aumentar quase 7 vezes a dosagem comparada a minha.

Tenta tratar com busonide que os resultados serão bons.

Começa a fazer efeito 100% com uma semana de uso mais ou menos.
Vou acompanhar o tópico.Também tenho rinite e final do ano passado tive que ir no médico porque meu ouvido tinha inflamado e eu não estava escutando quase nada de um lado...Ai eu tomei os remédios e antibióticos e o problema sumiu mas fiquei com medo de isso voltar e dar alguma merda.

Tava com o ouvido obstruído por muco (que merda kk).
Salve confrades! Tudo estava indo muito bem. Até que agora pouco tivemos uma briguinha besta por coisa pouca. Mas como percebi que os infernos emocionais iam começar, resolvi tentar cortar o mal pela raiz. A primeira coisa que penso é em vir pedir a opinião dos confrades sobre onde errei, se fui frouxo, severo demais, ou se estou acertando nas minhas decisões. A briga é pequena, mas serviu muito como aprendizado, principalmente os ultimatos. Claro que ela podia ser evitada com um "gelo" de alguns dias como NA nos ensinou, mas quis aproveitar esse "teste surpresa" pra botar em prática o que eu aprendo por aqui. Esse fds vamos ficar separados um do outro (normalmente eu passo um fds na casa dela, e ela passa o outro aqui, mas como temos muitos feriados, resolvemos nos dar essa "folga"). Bom, segue a conversa. Agradeço a opinião desde já!

--

19:55 - Ela: Vai começar os dias mais estranhos... fds sem vc!
19:56 - Tim: Eh mesmo
19:56 - Tim: E agora?
19:56 - Tim: Como vc vai viver sem meu corpo nu?
19:57 - Ela: Nao sei
19:57 - Ela: Ja ta um vazio no meu peito
20:07 - Tim: Calma linda
20:11 - Ela: Tenho saudade
20:13 - Tim: Larga mao de viadagem
20:13 - Tim: Kkkkk zuera
20:13 - Ela: Idiota
20:13 - Ela: Vou larga mão então
20:29 - Tim: Nossa
21:06 - Ela: Fiquei bem chateada. To cansada, nervosa para amanhã, com saudade já e ai você vem e brinca mandando eu parar de viadagem. Não ia falar nada, mas fiquei triste ta
21:13 - Tim: Então dorme..descansa..e amanha vc lê de novo e vê que eu tava brincando e q seu cansaço não eh motivo pra eu não poder brincar com vc
21:16 - Ela: Eu já vi isso, já vi q era brincadeira... eu tenho o direito de ficar chateada
21:17 - Tim: Tem todo o direito..mas arque com as consequências dessa sua chatice
21:19 - Ela: Então eu tenho q tolerar as brincadeiras ate quando não to bem?
21:21 - Tim: Não..vc não tem que tolerar nada..assim como eu não tenho que estar com uma pessoa de lua
21:22 - Ela: Nossa
21:25 - Ela: Depois dessa eu vou ficar quieta
21:26 - Tim: Eu já cansei de falar q eu não suporto esses joguinhos emocionais..se vc for começar com essa merda eh melhor me deixar
21:26 - Tim: Eu falo sério e vc não acredita...
21:27 - Ela: Vc não precisa estar com uma pessoa chata termine qndo quiser e se afaste só isso
21:28 - Ela: Eu não tava com merda de joguinho emocional, não precisava dessa grosseria
21:29 - Tim: Ah não eh emocional? Eu fiz uma brincadeira ridícula e vc ficou incomodada
21:29 - Tim: Fui grosso sim..vc mereceu
21:33 - Ela: eu não tenho q estar com uma pessoa chata... vai la então aproveita q fim de semana vc ta livre e procura uma legal então
21:33 - Tim: Vai continuar com esse joguinho ou vai me pedir desculpa? Só vou perguntar essa vez
21:34 - Ela: Eu tenho que pedir desculpa? Só eu?
21:35 - Tim: Não disse isso
21:35 - Tim: Disse que vc me deve desculpas
21:36 - Ela: Desculpa
21:36 - Tim: Não faz mais isso..to falando serio
21:37 - Tim: Eu tava tentando te animar...soltei uma piada e vc levou pra outro lado
21:37 - Ela: Eu tb vou fala serio
21:38 - Ela: Mas uma grosseria dessa vc vai ter q procurar uma legal pra ficar do seu lado
21:39 - Ela: Td vez q é ao contrário eu engulo, passo por cima e depois conversamos
21:40 - Ela: Qndo é cmg vc joga na minha cara a merda do joguinho emocional
21:40 - Ela: Eu não to brigando... só estou desabafando
21:42 - Tim: Eu só sou grosso qdo tenho q ser...eu tento ser o mais justo possível..já cansei de gente de lua do meu lado e eu sem ter feito nda de errado ter q pedir desculpas
21:42 - Tim: Se for pra ter alguém assim..prefiro não ter..e foi isso q eu t disse
21:43 - Ela: Acho q não precisa jogar isso na cara tda hora
21:43 - Ela: Já é a segunda ou terceira vez
21:44 - Tim: Precisa enquanto vc não entender q eu não tolero essas coisas
21:45 - Tim: Se vc quer ficar CMG..ou para com jogos ou me larga
21:45 - Tim: Com certeza vc vai achar alguém q t faça carinho quando vc não merecer
21:45 - Ela: Então blza
21:48 - Ela: Vo dormir
21:48 - Tim: Ta bom
21:48 - Ela: Boa noite
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16