Fórum do Búfalo

Versão Completa: [ Reflexão ] Caia na real, mas antes escolha a sua realidade
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.

O texto que segue abaixo é um capítulo do livro Pés no chão, cabeça nas estrelas de Lair Ribeiro. Nesse capítulo Lair Ribeiro discorre sobre a real e sua subjetividade. Diante disso, podemos refletir o fato de que algumas pessoas demoram ou as vezes não conseguem assimilar o material do fórum, pois conforme o texto a realidade é algo subjetivo. Vejamos o texto, reflitamos e vamos debater sobre o assunto:


Caia na real, mas antes escolha a sua realidade

"Vivemos em um mundo com várias realidades. Cada pessoa tem a sua. O que alguém julga ser real, para outras pessoas pode não ser.

A ciência já provou que o senso de realidade é algo subjetivo. Depende muito do ponto de vista. Ao ler esse texto, depois de muita paciência, uns dirão que foi uma experiência reveladora, outros dirão que foi uma completa perda de tempo. A realidade de cada um consiste naquilo que foi assimilado e processado pelo cérebro.

Para mentes preparadas e livres de preconceitos, os novos conceitos da realidade entram fácil. Para outras, nem tanto. Tanto, que até hoje existem muitas pessoas que não acreditam que usar camisinha é indispensável para combater a Aids. Outras, ainda duvidam que o homem já pisou na Lua.

Como nossa mente "sente" o mundo?

Através dos cinco sentidos - visão, audição,olfato, paladar e tato. Mas mesmo os cinco sentidos nos enganam. Apesar de sabermos que a Terra gira em uma velocidade incrível, a impressão é que ela está parada e o Sol é quem está girando ao seu redor.

Agora, não é porque nossos sentidos criam certas ilusões que vamos achar que aquilo é "a" realidade. Existem animais que só enxergam em preto e branco e, sabe-se que os cachorros escutam sons que não ouvimos.

As diferenças de visão da realidade entre os seres humanos são mais sutis. Mas estão aí. Para não cairmos na armadilha das 'ilusões', temos que nos livrar dos preconceitos. E, a ilusão mais prejudicial de todas é a de que "as coisas não mudam". Enfie na cabeça:
[Imagem: 6.JPG]

Tenha cuidado com as "certezas". A mutação faz parte da vida. Nesse mundo, nada é para sempre.

Nossa cabeça muda realidade a cada momento. Criamos novas verdades todos os dias. Até um simples resfriado altera nossa percepção de mundo. Qualquer fato novo altera os parâmetros, as expectativas.

É assim que funciona a vida ou, pelo menos, eu acredito que seja. Podemos alterar a nossa vida para obtermos, felicidade, sucesso, satisfação, prazer, entres outros, da mesma forma como mudamos centenas de coisas ao longo de um único dia.

E, assim, tudo o que desejamos só irá depender da forma com a qual armamos nossos pensamentos e as estratégias de ação, apesar de receberem muita influência de nossa criação, de todos os conceitos que nos ensinados na juventude.

Muitas vezes, é justamente nossa criação e educação que estão travando nosso desenvolvimento. Como se livrar de conceitos tão fortes?"
Pqp...

Citar:Vivemos em um mundo com várias realidades. Cada pessoa tem a sua. O que alguém julga ser real, para outras pessoas pode não ser.

A ciência já provou que o senso de realidade é algo subjetivo. Depende muito do ponto de vista. Ao ler esse texto, depois de muita paciência, uns dirão que foi uma experiência reveladora, outros dirão que foi uma completa perda de tempo. A realidade de cada um consiste naquilo que foi assimilado e processado pelo cérebro.

Como a ciência pode provar que o senso de realidade é algo subjetivo se o método científico presume a objetividade?

Esse relativismo pós-modernista é uma coisa de louco...

Citar:Para mentes preparadas e livres de preconceitos, os novos conceitos da realidade entram fácil. Para outras, nem tanto. Tanto, que até hoje existem muitas pessoas que não acreditam que usar camisinha é indispensável para combater a Aids. Outras, ainda duvidam que o homem já pisou na Lua.

Só tem duas possibilidades: ou o homem pisou na lua ou o homem não pisou na lua. Isso não depende da "interpretação". Você pode acreditar ou não, mas só há uma opção de verdade.

É por causa disso que é recorrente nos dias de hoje o argumento do apelo à ignorância. O sujeito acredita que só por não conhecer algo, isso não existiu.

Citar:Como nossa mente "sente" o mundo?

Através dos cinco sentidos - visão, audição,olfato, paladar e tato. Mas mesmo os cinco sentidos nos enganam. Apesar de sabermos que a Terra gira em uma velocidade incrível, a impressão é que ela está parada e o Sol é quem está girando ao seu redor.

Agora, não é porque nossos sentidos criam certas ilusões que vamos achar que aquilo é "a" realidade. Existem animais que só enxergam em preto e branco e, sabe-se que os cachorros escutam sons que não ouvimos.

Ok. Isso se chama limitação. Não temos capacidade de sentir tudo o que existe.

Citar:As diferenças de visão da realidade entre os seres humanos são mais sutis. Mas estão aí. Para não cairmos na armadilha das 'ilusões', temos que nos livrar dos preconceitos. E, a ilusão mais prejudicial de todas é a de que "as coisas não mudam". Enfie na cabeça:

Eu sabia que iria ter pegadinha. Esse tipo de papo não tem outra finalidade a não ser a propaganda do relativismo. A falácia é simples de ser identificada, mas todo o teatrinho e mimi serve distrair. É o caso do mágico que chama a atenção do público para sua mão esquerda, enquanto executa o truque na mão direita.

Diante desse raciocínio podemos concluir que, como tudo muda, então qualquer coisa pode ser aceitável.

Esse tipo de sofisma permite justificar qualquer coisa que se queira. Basta dizer: "tudo muda, então largue de preconceito e apóie o feminazismo".

A verdade é que tem coisas que não mudam. Se tudo mudasse, o empirismo não iria ser possível.

Quanto as coisas que mudam, é necessário avaliar se a mudança é boa ou ruim. É isso que nos diferem dos animais! Temos racionalidade de modo que podemos optar por escolhas! A racionalidade permite o aprendizado, até mesmo pelos erros. Jogar fora o aprendizado da história por causa de um discurso de "tudo muda" e de que "há ilusões" é querer colocar a mão no fogo e reclamar que se queimou por causa disso.

Citar:Tenha cuidado com as "certezas". A mutação faz parte da vida. Nesse mundo, nada é para sempre.

Por sorte, o capim de quem escreveu este texto não vai acabar, pois a natureza nos alimenta com ciclos.

Citar:Nossa cabeça muda realidade a cada momento. Criamos novas verdades todos os dias. Até um simples resfriado altera nossa percepção de mundo. Qualquer fato novo altera os parâmetros, as expectativas.

É assim que funciona a vida ou, pelo menos, eu acredito que seja. Podemos alterar a nossa vida para obtermos, felicidade, sucesso, satisfação, prazer, entres outros, da mesma forma como mudamos centenas de coisas ao longo de um único dia.

Isso não significa que tenhamos que aceitar qualquer qualquer "preconceito". Além do mais, há uma grande diferença entre fato e opinião.

Citar:E, assim, tudo o que desejamos só irá depender da forma com a qual armamos nossos pensamentos e as estratégias de ação, apesar de receberem muita influência de nossa criação, de todos os conceitos que nos ensinados na juventude.

O grande problema da pós-modernidade é que as pessoas confudem fato com opinião. Aí só pode dar nesse tipo de auto-ajuda de buteco de esquina.

Citar:Muitas vezes, é justamente nossa criação e educação que estão travando nosso desenvolvimento. Como se livrar de conceitos tão fortes?"

Para se livrar do doutrinamento, inclusive todo esse relativismo do texto, só optando pela busca da verdade. E isso exige estudo, racionalidade. Não é pela emoção, sentimentalismo e dramaticidade que se vai chegar lá.
Mostrar ConteúdoSpoiler:


Fuckyeah
Relativismo é um passo pra dar a bunda.
falo nada...
Desculpe a ignorância mas eu acho isso tudo uma viadagem do caralho.
(20-08-2013, 07:14 PM)Spectro Escreveu: [ -> ]Relativismo é um passo pra dar a bunda.

O pessoal tá muito violento nas metidas de real hoje. yaoming

Isso está me lembrando os tempos de SK e Doutrinador.
Esses bagulhos de lair ribeiro e o caralho são pros crentes desalmados que ficam bebendo o dinheiro do leite das crianças no buteco.
Acho que minha vó lia essas porras, minha vó. . . .