Fórum do Búfalo

Versão Completa: [Relato] A pior mentira é a mentira para si mesmo
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Bem, eu não sei muito bem como começar... vai ser longo pacarai, perdoem...
(eu até ia deixar pra escrever meu relato após conseguir mais vitórias e dar de vez uma reviravolta na minha situação, mas por enquanto a maior vitória que eu consegui com a entrada na Real foi no campo emocional. Vcs não sabem, ou melhor, sabem sim, como o conteúdo compartilhado aqui é edificante e acredite eu estava destruído emocionalmente, fisicamente e financeiramente. Meu sincero Obrigado!)

Eu sempre fui um cara introvertido, quieto na minha e que era na minha infância até um menino feliz, pois apesar de hoje eu não possuir uma boa relação com minha mãe(borderline) e aqui e acolá não aceitar como fato o que meu pai (manjador de alguns paranuês) dita, eu tive a típica infância leite com pêra que quaisquer pais amorosos tentam oferecer aos seus filhos, mas que faz com que a queda ao descobrir as amarguras desse mundo sejam mais dolorosas.

Eu tinha aparência física razoável, olhos e cabelos claros, daqueles caras que se transparecessem ser "bem humorados" poderiam se tornar populares no âmbito que quisessem, eu sempre achei uma merda isso, pois não via necessidade. Sempre fui muito estudioso e nunca tive problema com notas ou em adquirir conhecimento, até me orgulhava disso em sala de aula, pois não precisava me esforçar e estranhava a dificuldade alheia, mas já com tenra idade eu fui mais um que se via na busca pela felicidade com o sexo oposto como o objetivo de vida de um ser humano, pois era isso que era pregado no meu círculo social (familiar e amizades) e com isso meu comportamento tbm mudou. Como eu fui um otário

Já imerso na mentalidade de aquisição da felicidade a partir do sexo oposto(hj eu não sei como eu não via a ilogicidade dessa porra) as coisas pioraram com a chegada de fato da adolescência e seus ferozes descompassos hormonais (infância romantizada e crença de amor platônico, mulher excessão, mulher como prêmio e outras tantas merdas que fazem a criança do sexo masculino se vislumbrar como algum dia o príncipe de algum conto de fadas (irmãos Griim se reviram nas tumbas!!!) + hormônios animalescamente descontrolados = MERDA, é claro... ) Eu mudei da noite pro dia pois algo me dizia e a herança mangina da minha infância reforçava que eu tinha que mudar pra ser aceito pelas meninas. Tinha algo doce, mágico e secreto escondido com elas que EU TINHA que CONQUISTAR (porra, deu até vergonha) então lá vou eu tentar ser o socialzão do nada, o falastrão do nada e pôr em prática a manginice adquirida por anos e anos de filminhos da Disney e uma doutrinação de minha mãe de como um homem de verdade era daquele jeito (porra, meu pai dificilmente pede desculpa mesmo tendo culpa pois ele já me falava que se desse brecha perdia a moral e eu num via isso) O resultado foram alguns amargos anos de rejeição por cima de rejeição e desgaste da saúde emocional. Chegou ao ponto de eu acreditar que não valia nada, nada mesmo. Então já em outro colégio e com algumas gurias novas no bairro eu vi algo que minha abalada lógica não conseguia entender, eu vi um menino novato no bairro e no colégio pegando geral, maaas o fdp era baixinho, magro, torto e feio. A única diferença era que ele usava a porra de um brinco de baitola e era todo metido a brigão/ vida loka/ porra loka. Cheguei puto pra ele e perguntei que porra era essa, como diabos ele fazia aquilo? era macumba? só podia ser! então ele me disse que as meninas gostam de Bad boys e caras malvados... é lógico que eu não acrediteiyaoming.
Mais 2 anos no zero a zero já beirando os 17 anos e a galera começando a brincar de trepar. A pressão social, a questionabilidade da masculinidade do indivíduo por parte dos mesmos apertando, a porra dos familiares de vida fudida querendo que vc tbm se foda em banda fazendo perguntas escrotas e seus "amiguinhos" de merda esfregando na sua cara como trepar é bom, como é isso como é aquilo TNCC!!! MALDITOS! me fizeram chegar pro meu pai e num ato de pura coragem desabafar e perguntar que merda toda era essa que se passava comigo. Meu velho olha pra mim e diz : Isso é gala seca na cabeça trollface tem que trepar pra aliviar!
Com o patrocínio do meu pai e de um amigo dele eu fui num puteiro trash e comi a bucetinha de uma moreninha lá, trepadinha show, pois ela disse que eu era "bonitinho" kkkkk q merda. Já mais animado e sem o peso do cabaço martelando a mente eu voltei a fazer as investidas de antes e adivinha? mais rejeição, mas dessa vez eu estava disposto a mudar pra conseguir outra trepada boa, mas sem pagar (ledo engano)

Comecei a observar os cafinhas e outros filhos da puta que comiam geral. Enturmei-me com alguns (os menos violentos no começo) e comecei a me comportar como eles. Um vira lata em meio aos pitbulls. Alguns até arrumavam algumas feinhas pra que eu comesse, na base da "amizade" (eu fazia a tarefa desses fdps e ajudava nas provas, além de perder meu tempo caçando buça eu ainda estudava pelos outros já beirando a época do vestibular facepalmSmile mas melhor teria sido ter metido em freezeres ou geladeiras, pois o que elas queriam era eles e não eu. Comecei daí a experimentar o sexo de má qualidade (quem nunca teve que comer ovo durante um mês todo pra depois comer filé em um dia ? ) Comecei a presenciar a namorada de antigos amigos (sim, os fdps que esfregavam como era totoso fazer sexo com a namoradinha e que eu era um otário nerd virjão) sendo envaradas pelos "alphas" e porra eu disse pra mim mesmo " o negócio é escolher as que tem namorados", de preferência os que elas dizem que não dão no coro (sim! elas falavam isso dos namorados delas e eu de imbecil acreditava ser erro deles, imagina o meu medo de isso acontecer comigo!Ainda mais tendo a convicção de que eu era um merda na frente dakeles caras!) Nascia aí um desonrado e acreditem nascia tbm um buraco, um vazio dentro de mim. Era a minha dignidade que tava indo pro ralo. O pouco tempo que passei ainda no bairro antigo que morava eu aproveitei. Como eu tinha me moldado pra ser mais sociável até mesmo pela questão da convivência com os "alphas" eu desenvolvi um pouquinho melhor a minha lábia e com ela e comecei a atacar as namoradas da galera de outros bairros. Em pouco tempo eu já tava nos finalmentes, o foda era o territorialismo que batia forte, além de comer o que era dos outros eu ainda ficava mal pq num queria dividir (mah que porra hein? )
Graças ao meu velho que só liberava a graninha do cabaré se minhas notas fossem impecáveis eu mantive um ritmo de estudo feroz e isso me ajudou mt. Eu tentei vestibular pra direito à priori (mamãe, queria um advogado Dodgy), mas a porra da minha auto estima me fez botar como segunda opção um curso das humanas, resultado, passei pra uma faculdade estadual da área de humanas yaoming afinal como só tinha gay e lésbica nessas porras eu teria menos concorrência não? ( Eu era um escravo fudido e não sabia )
Mudei de bairro com a minha família e vou pra um bairro trash da capital do meu estado pra morar mais perto do comércio do meu pai. O comércio eh do ramo alimentício e sim moro nele até hj. De fato o grosso começou aqui e nos primeiros semestres da faculdade. A faculdade foi o pior período, pois como as donas eram arrumadinhas, cheirosinhas e bonitinhas eu ficava mal ao ver que após elas terminarem o lance comigo, geralmente uma trepadinha, elas desfilavam com os namoradinhos como se eu nunca tivesse existido e então eu me lembrava: eu não valia nada mesmo e nisso eu fui levando esse ritmo de vida que pra quem tá de fora acha que é legal, que eu tava aproveitando e num sei o que mais. No entanto a cada "conquista" eu ficava mais vazio, porra eu não via mais graça em nada, o mundo é uma merda, eu sou um merda e eu sou um filho da puta que engana elas (o engraçado é que só eu ficava apegado e destruído dps, será que eu enganava elas ou só me enganava?)

Então qnd essa minha apatia começa a afetar a minha família e os meus estudos eu decido parar. Foram 3 anos sem comer nada de ninguém e por consequência, como eu só acreditava que tinha sucesso com aquele publico alvo eu acabei me tornando a merda de um celibatário por convicções as quais eu mesmo me tinha imposto. Nessa época meu pai ficou debilitado, minha mãe começou a ter crises e o furacão de merdas tava me assolando de maneira anormal e é claro, eu acreditei que eu estava pagando os meus pecados e tinha mais era que me fuder. Envolvi-me mais com o comércio de meu pai, que tava falindo e o coroa estava convalescido e isso atrapalhou um pouco os meus estudos.
Comecei a ensinar tbm pra juntar mais grana pra pagar a operação de meu velho e o tratamento de minha mãe, cursinho da irmã e isso contribuiu ainda mais o que eu chamava de pagamentos de pecados do Tigre. Porra eu tava disposto a morrer de trabalhar e só, mas eu num ia deixar meus pais se fuderem não, eu não valia nada, mas minha familia vale.
O único prazer que eu tinha nessa época era comer e comer. Eu engordei monstruosamente , cheguei aos 138kg e nem parecia a mesma pessoal, desenvolvi uma doença auto-imune de pele que me deixou cheio de listras, eu senti e vi a repulsa de quem eu conhecia estampada na cara deles ao ver como eu estava "acabado e destruído" Lembro que na época eu estava fazendo um trabalho da faculdade sobre o livro "O velho e o mar" e uma frase tinha caído como uma luva pra mim na época: Um homem pode ser destruído, mas nunca vai ser vencido. Eu fui penando e penando devagarinho,destruído, mas sem aceitar ser vencido, eu tinha que terminar essa porra! Consegui pagar a operação de meu pai que hj está bem e minha mãe tbm melhorou e minha irmã está na faculdade e trabalhando. O que eu pude adquirir de bom nesse tempo foi a amizade de só um bróder meu, sim, só um amigo que nesse meio tempo foi o único que nunca me deixou ficar totalmente pra baixo. Eu já tava me acostumando em não pegar ninguém. Puts eu nem me lembrava mais que porra era essa. Quem sabe um dia aparece a minha enviada, a especial, a escolhida que vai me aceitar do jeito que eu sou (gordo lazarento fudido de merda e um pobre fudido que trabalha mais que um jumento de carga e não tem nada) Eu já estava perto de me formar qnd aparece uma menina novata e começa a me lançar uns olhares estranhos. Porra eu devo ser muito feio mesmo, eu pensava, vou nem olhar pra num espantar ela que o cheirinho quando ela passa é bom, ela tava na mesma sala que eu.
Num belo dia eu tive que faltar por conta do comércio e o meu broder me liga dizendo que ela perguntou sobre mim e blablablabla aquele papo de quem tah interessado em alguma coisa. Eu num acreditei, é lógico, nem eu se me pagassem teria coragem de ficar comigo naquele tempo. Por via das dúvidas eu puxei um papo descontraído com ela qnd a vi de novo e confirmei que a alma queria reza. Ela só podia ser doida. Conversa vai conversa vem eu deixo a entender que queria algo com ela e fica subtendido que ela tbm. Deixei pra lá pois achei q eu tava interpretando ela errado, que ela num era disso e tal e a fulana me add no face, eu aceito e ficamos nos papos. Eu jogo uma cantada fudidamente furada de pedreiro e ela começa a dizer que ta atraída por mim. Meu cérebro entra em tela azul e eu acredito encontrar a minha excessão! Porra a dona gamou no Shamu Tigrado aqui e então ela me diz que não sabe o que fazer pois o namorado dela ia muito pela faculdade.
Na hora a alegria se transformou numa amargura terrível. Fui olhar o perfil dela e o pobre diabo era outro gordo fudido, mas era alegre e mais alto que eu! A perturbada gosta de gordura! Eu pensei que tinha me livrado desse karma maldito e quando eu menos espero aparece a minha metade da laranja com outro! (Eu mereço um murro por ter pensado uma merda dessa, sinceramente) Eu não poderia deixar isso acontecer! Tinha que tomar ela do namorado! facepalm:
Marquei um encontro e no mesmo dia eu fico nos amassos com a criatura. Ela já queria ir pros finalmentes e EU não aceitei pq eu n acreditava naquela situação. Porra era surreal, eu tava muito deformado.
Continuamos a nos ver e trocar msgs e eu fiquei nessa punhetagem por 1 mês até chutar o pau da barraca e mandar ela pra pqp.
Depois de um tempo me formei, mas ao ver a porra do faceCÚ tive uma recaída (eu ainda não conhecia a Real) decidi pedir desculpas e tal pra ver se saia do zero a zero depois de tanto tempo, nem gp eu tava comendo, sem ocupar a mente com a facul a carência sexual tava apertando e como tava tudo bem melhor do que antes eu estava menos preocupado, ou seja agora eu podia me dedicar à ela

Ela, é claro, quanto mais machos melhor, aceitou e eu fiquei sendo o "amante" dela facepalm:
Ela botou um empecilho medonho pra liberar o pastel, até mesmo pq eu que tinha ido me arrastar atrás dela, mas eu comi e já estava todo apaixonadinho. Mal termina de passar o efeito e ela começa com os inferninhos e frescuras. Eu estava sofrendo por causa dakela mulher. Eu ainda tava me submetendo ao degradante papel de amante (estepe) dakela vadia e o pior é que eu nem conseguindo mais comer tava conseguindo. Que bela merda eu tinha me tornado
Em um belo dia conversando por msg eu conto do meu passado e digo que eu não prestava e tals (acho que na minha triste ilusão eu queria me agregar algum valor) e ela diz que não liga se eu era CAFAGESTE. Aquilo me doeu a vista e eu fui olhar no google como era a grafia correta dessa palavra por via das dúvidas e foi qnd eu vi o blog detonando a matrix e vi o artigo sobre cafajestes. Nesse instante meu mundo caiu e eu me lembrei justamente do que o magrelo porra loka de brinco abaitolado tinha me falado
como eu fui um burro. Depois de ler o blog eu passei a madrugada lendo o canal do búfalo e depois estava no machismo esclarecido. Porra eu nem dormi direito por 02 dias , fiquei lendo direto. No outro dia eu tinha baixado o livro do Nessahan e jah tinha começado a ler.

Me doeu no início comprovar logo o que tinha no inicio do livro: 3. Cuidados a tomar quando lidamos com mulheres espertinhas que
tentam trapacear no amor. Cara até virar a cara pra me recusar beijo ela virava e eu não percebia. Decidi praticar o desapego da maneira mais difícil, continuando com ela. Com o tempo eu fui diminuindo a manginisse de ficar mandando msgs e comecei a jogar o jogo. Foi mt difícil, ainda mais por estar ainda gostando dela. Ao começar a reagir da maneira como ela reagia eu comprovei que ela vinha com mais frequência atrás de mim e eu não conseguia acreditar naquilo tudo, como o caos que é o comportamento feminino tem sua própria lógica.
Eu mudei da água pro vinho. Eu consegui voltar a ser frio e consegui aos poucos me reerguer emocionalmente. Eu tinha me perdoado. Só faltava uma coisa. Me desvencilhar emocionalmente daquele acessório pro meu pau que um dia tava querendo me fazer de estepe e que hoje ficava me perguntando se caso ela terminasse com o boi dela eu assumiria namoro com ela, que hoje me olhava e ficava intrigada pois, não sabia o que eu estava pensando, que após uma trepada ficava me cobrando carinho, quando antigamente eu que cobrava.
Eu fui usado, mas no fim eu usei. Errei muito, mas não admito mais errar por me deixar levar pelo meu pau. Dei o primeiro passo para reconquistar minha honra e minha dignidade. Consegui cortar contato com aquele papinho de não é vc, sou eu. Ela com o ego ferido me bloqueou em todos os meios da internet e eu jah troquei de número de telefone pra não ter como ela me encher o saco. Pode ser que eu volte a me cruzar com ela, pois voltei a ensinar, mas não fará diferença, pois eu aprendi a gostar de outra pessoa muito mais importante e que para a qual eu passei a vida toda mentindo e maltratando : EU MESMO

I am a man and a man can be destroyed, but never defeated...
Se cuidar e se desenvolver em todos os aspectos é o que deve ser colocado em prioridade. Acho que essa questão de colocar a felicidade do.homem em razão da mulher é muito forcada pela mídia. Você é uma pessoa só, um ser inteiro...pq procurar sua metade??? Nao vejo lógica nisso. Mulher tem que vir para somar e nao te completar, pq completo vc ja está.
Outra coisa que achei interessante foi isso de amizade. Hoje em dia acredito que não tenho nenhum...apenas colegas que quando estão com alguém ou em diversas situações te abandonam. Teve um amigo meu na época do meu máximo apego que ele contribuia com minha humilhação mas mesmo assim eu o considerava amigo, pois ele teve uma infância isolada dos pais e quem prestou ajuda?? Minha família. E se ele tivesse um pouco de consideração daria valor a isso.
Hoje penso mais racionalmente e pessoas desse tipo eu acho melhor evitar contato, pois so te deixam pra baixo.
Fé e honra confrade!

Seja Bem vindo, se colocar em 1° lugar não é egoísmo. É ser justo tanto com você e com as pessoas que estão a sua volta, que conhecem quem você é.

Busque trabalhar suas limitações pessoais uma de cada vez, fique a vontade e vasculhe o fórum tem muito material bom e se precisar de conselhos é só mandar mp ou escrever um tópico, estamos aqui para nos ajudar.
Só por ter se sentido ruim por meter galha nos outros, já dá pra ver que você tem uma índole honrada.

Pense assim: a parte ruim e desonrada da minha vida já passou, agora tudo vai melhorar.

Sua única arma é focar no desenvolvimento pessoal e ir colhendo seus frutos com muita paciência.
Bem vindo a Real colega !
puta relato nem acredito q li isso tudo,peço perdão de já confrade tua historia me fez rir muito,me trouxe muitas lembranças da época de matrix, e me lembrou muitas cagadas passadas "por que elas n gostam de mim!?tenho algo errado?sou tão feio assim?sera q sou tão lixo q n mereço uma mulher pra amar!?" n me destrui a ponto de engordar!,nesse ponto a genetica me ajudou!.olho pra mim agora e vejo meu eu de antes...puts só tenho oq agradecer a real q me estendeu a mão quando eu ja odiava a mim mesmo e ao mundo quando eu estava a ponto de me suicidar por mulher(isso mesmo!),só posso baixar minha cabeça e agradecer e tentar colaborar para q muitos guerreiros sejam salvos do inferno emocional como eu fui
Os seus pecados estão perdoados. Vá, e n peques mais.
Imagine se esse boneco fosse seu??
É a real salvando vidas...
ri com essa...
Como está sua vida atualmente confrade?

Fiquei interessado em um pequeno update
Boa Sorte.

nem li nem lerei

Mostrar ConteúdoSpoiler:
(07-02-2015, 12:46 AM)NW GD FLW Escreveu: [ -> ]Boa Sorte.

nem li nem lerei

Mostrar ConteúdoSpoiler:

NOSSA CARA, TIRA ESSE SEU ASK DAI MANO, :rugeblackface:rugeblackface:rugeblackface

tomar no cu, cagaço aqui, tava com o som alto