Fórum do Búfalo

Versão Completa: O amor realista....
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5
O amor realista


por tio spectro


[Imagem: tumblr_m7obxzQSZz1r8fpnvo1_500.jpg]
mimimi....você ta pegando uma vadia tatuada....



Sempre que entro nesse fórum, mais amargura tenho no meu ser de observar que tantos juvenas e alguns veteranos insistem em não entender como os relacionamentos e o amor funciona, meus nobres confrades, nenhuma ideologia deve substituir demais a consciência natural e boa do homem que existe albergado dentro da alma de vocês, quando entendi isso, a real passou a ser benéfica na minha vida, não pedra de tropeço devido ao flagelo auto-imposto das desilusões que uma abordagem radical da real cria, irei aqui expor minha visão de mundo com relação ao amor e os relacionamentos de forma didática e compreensível, lembrando que deve haver respeito diante das minhas opiniões, se você pensa diferente será respeitado (mas não quer dizer que eu não vá te chingar de retardado, misógino ou outra coisa....)


1-''O amor é uma flor roxa que brota no coração do trouxa''

Esse discurso é repetidamente usado por vários indivíduos na real, eles preferem assumir a posição de contrariedade ao amor e dizer que ''amor de cú é rola'' que se deve perder toda a esperança quando se trata com os ''seres de buraco'' que mulher só presta pra ''desaguar o peixe...''. Não sabem eles que isso que brota, inicialmente no coração do homem não se chama amor, e sim paixão. A paixão meus nobres confrades surge principalmente quando existe uma má relação com sí mesmo, com a solidão, qualquer diálogo de 10 minutos com uma mulher já deixa o ser apaixonado, essa é a base do apaixonamento e o tratamento pra isso não é ser misógino revoltado pois quando se lida com sentimentos é impossível prever quando ele surgirá, afinal, quem tem o controle da liberação de neurotransmissores no seu cérebro? Portanto eu digo, qualquer um aqui que diz que não se apaixona por mulher é gay.

2-''O amor é uma virtude''

Recentemente um juvena me deixou estarrecido, criou um tópico com o título nojo de mulher, isso me revoltou, mas entendi que este ser não entende corretamente o principio do que é o amor, e provavelmente não entende o princípio de nada, é só mais um daqueles seres humanos que nunca analisaram nada na vida (na minha assinatura é possível ler um artigo sobre isso...). O padrão é sempre o mesmo:
Cara babaca apaixona por mulher babaca, mulher babaca dá o fora no cara babaca, cara babaca resolve entrar pra real e ficar com nojo de mulher e chamar elas de seres de buraco ou aqueles apelidos mascus....

tio spectro mas nenhuma mulher vale nada, tudo vagabunda, ela devia ter ficado com ele, ele tinha boas intenções


CARALHO nenhuma mulher é obrigada a ficar com você só porque você esta afim de comer ela, além disso é provavel que a mulher em questão seja desprovida de amor....o segredo está justamente nisso, nem a mulher em questão nem o rapaz em questão possuem essa virtude.
Virtude não é sentimento, vamos a definição de virtude retirada descaradamente da wikipedia:

Virtude (latim: virtus; em grego: ἀρετή) é uma qualidade moral particular. Virtude é uma disposição estável em ordem a praticar o bem; revela mais do que uma simples característica ou uma aptidão para uma determinada ação boa, trata-se de uma verdadeira inclinação.

Virtudes são todos os hábitos constantes que levam o homem para o bem, quer como indivíduo, quer como espécie, quer pessoalmente, quer coletivamente.

A virtude, no mais alto grau, é o conjunto de todas as qualidades essenciais que constituem o homem de bem. Segundo Aristóteles, é uma disposição adquirida de fazer o bem,e elas se aperfeiçoam com o hábito.

Confrades, agora vocês entendem porque você foram rejeitados por alguma mulher?

Porque ela não tem a virtude do amor, a despeito de sentir paixão, e na maioria das vezes, a dita cuja não se apaixona por você pois você não atende o padrão que ela quer, ora isso é absolutamente normal, todo ser tem um padrão de relacionamento, devemos aceitar isso. Por isso meus caros amigos, pra se relacionar com ela é necessário analisa-la quanto as virtudes, as entregas, ela sabe oque é o amor? Cultiva essa prática? Mulheres que sabem amar costumam ser boas filhas, cooperativas em casa, tratam bem todos ao seu redor, costumam ser também inteligentes pois a intelectualidade se relaciona com o amor, gente burra não ama...


3-''O amor é injusto''

Sim confrades, o amor é injusto, por mais virtuosa que a mulher seja, por mais conhecedora do amor a paixão sempre ronda a mente humana, os encontros são inevitáveis e assim como nós homens estamos sujeitos a encontrar aquela gatinha no bairro savassi em belo horizonte, nossas companheiras estão também sujeitas a encontrar um doutor de 1.90m trajando seu enorme jaleco branco cheirando a 212 men carolina herrera....
Será a virtude do amor forte o suficiente para negar os desejos da carne? O tambor do desejo retumbando nas genitálias prontas para duelarem e se devorarem?
Isso meus caros é algo que jamais saberemos, cada um sabe da capacidade de resistir ao desejo da paixão, mas quem será capaz de descobrir isso no outro?
Ou quando a paixão esfria, quem será aquele que terá a maior capacidade e resiliência de optar pela continuidade do relacionamento? São questões que cada um carrega dentro de sí, impossível de prever no outro.
Relacionar-se é sempre um tiro no escuro.



4-''A esperança é importante''

Ainda que o amor seja injusto, encontrar alguém que seja fortemente virtuoso é um dos maiores tesouros que um ser humano pode encontrar, ter esperança desse encontro é essencial para se manter o bom humor, ninguém suporta um ser humano apático, revoltado, mal humorado que trata mal todo indivíduo do gênero oposto ou os familiares por ter uma noção depravada do que é humano.
O amor no entanto é um encontro, não uma conquista, não um ato sedutório, aqueles que assim creem ou não encontraram o amor verdadeiro e virtuoso ou apenas encontraram a paixão ou o sexo superficial.



Deixo aqui o meu recado, espero que tenha contribuído de alguma forma e reitero que a coisa mais importante que um homem pode adquirir é um caminho interno e uma capacidade analítica.
O Spectro para fazer texto é igual a Rockstar para fazer games: demora muito, mas quando faz, vale a pena. A única coisa que gostaria de acrescentar é:

"Amor Injusto", porém o amor de Cristo é justo, fiel e benigno. Então ame a Cristo em 1º lugar, que vocês não se decepcionarão.

Muitos juvenas vêm e dizem "eu amo fulana, amava cicrana e agora sinto ódio delas e mimimimi". Isto como Spectro falou é paixão, pois amor é:

Citar:O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

1 Coríntios 13:4-6
(27-03-2015, 03:52 PM)tio spectro Escreveu: [ -> ]Ainda que o amor seja injusto, encontrar alguém que seja fortemente virtuoso é um dos maiores tesouros que um ser humano pode encontrar, ter esperança desse encontro é essencial para se manter o bom humor, ninguém suporta um ser humano apático, revoltado, mal humorado que trata mal todo indivíduo do gênero oposto ou os familiares por ter uma noção depravada do que é humano.
O amor no entanto é um encontro, não uma conquista, não um ato sedutório, aqueles que assim creem ou não encontraram o amor verdadeiro e virtuoso ou apenas encontraram a paixão ou o sexo superficial.

(27-03-2015, 04:19 PM)Gary Holt Escreveu: [ -> ]
Citar:O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

1 Coríntios 13:4-6

Ahhh... o amor... Heart nada como um texto romântico, para renovar minhas esperanças de encontrar a mulher exceção. :e----e

E na sequência alguém concorda que o "amor é injusto" citando uma passagem da Bíblia que afirma que o "amor não folga com a injustiça". facepalm:

A intenção do tópico foi boa, mas foi escrito no calor da revolta ao tópico do juvena que está com "nojo de mulher". O texto foi muito emotivo, e pouco reflexivo. Concordo que é besteira não se relacionar com mulheres. Mas dae ter esperanças "daquele encontro" já é demais.

As mulheres são como são. Aceitemos, não há como mudá-las. Mas, agora que sabemos como elas são, o correto é agir de acordo, sem idealizações, sem falsas esperanças, sem romantismos, deixando que elas colham exatamente o que plantarem. Se forem boas conosco, seremos bons com elas. Se mostrarem o lado obscuro, bola pra frente, faremos a fila andar e boa... sem raiva, sem ressentimentos, sem revanchismo, apenas deixaremos elas para trás, com as consequências do que nos fizeram.

Entendi o tópico, mas achei mal elaborado.
(27-03-2015, 06:13 PM)Mr. Black Escreveu: [ -> ]Ahhh... o amor... Heart nada como um texto romântico, para renovar minhas esperanças de encontrar a mulher exceção. :e----e

E na sequência alguém concorda que o "amor é injusto" citando uma passagem da Bíblia que afirma que o "amor não folga com a injustiça". facepalm:

A intenção do tópico foi boa, mas foi escrito no calor da revolta ao tópico do juvena que está com "nojo de mulher". O texto foi muito emotivo, e pouco reflexivo. Concordo que é besteira não se relacionar com mulheres. Mas dae ter esperanças "daquele encontro" já é demais.

As mulheres são como são. Aceitemos, não há como mudá-las. Mas, agora que sabemos como elas são, o correto é agir de acordo, sem idealizações, sem falsas esperanças, sem romantismos, deixando que elas colham exatamente o que plantarem. Se forem boas conosco, seremos bons com elas. Se mostrarem o lado obscuro, bola pra frente, faremos a fila andar e boa... sem raiva, sem ressentimentos, sem revanchismo, apenas deixaremos elas para trás, com as consequências do que nos fizeram.

Entendi o tópico, mas achei mal elaborado.

Como todo bom determinista, você está negando que as mulheres possam superar seus próprios instintos (incluindo a hipergamia) para desfrutar de um amor verdadeiro. Esse é um problema que surge de uma interpretação literal das obras do NA. Eu concordo que grande parte das mulheres são sacanas hoje em dia, o instinto hipergâmico + feminazismo é uma desgraça mesmo, mas dizer que elas são como são é dizer que todos os seres humanos são puro instinto, sem levar em conta que podemos transcender limitações biológicas e psíquicas.

E outra coisa, você não tem que ser bom com uma pessoa porque ela é boa com você, deve-se ser bom sempre. Está confundindo ser bom com ser "bonzinho". Se ela te sacanear, ai sim você pode fazê-la colher o que plantou.
(27-03-2015, 06:13 PM)Mr. Black Escreveu: [ -> ]Entendi o tópico, mas achei mal elaborado.

Com certeza entendeu...facepalm:

[Imagem: gun-head-16437634496.jpeg]

(27-03-2015, 06:54 PM)Mercúrio Escreveu: [ -> ]E outra coisa, você não tem que ser bom com uma pessoa porque ela é boa com você, deve-se ser bom sempre. Está confundindo ser bom com ser "bonzinho". Se ela te sacanear, ai sim você pode fazê-la colher o que plantou.

Fuckyeah
Tava demorando...
Mr black, você tem todo direito de não concordar com meu tópico, mas dizer que você o entendeu creio que tenho que discordar.

O amor realista é muito diferente do amor matrixiano, regado a sentimentalismo, é um amor decisório e racional.
Como você acha que casais antigos ficavam juntos até a morte? Entenderam oque é o amor racional, equilibrado e maduro.

Este tópico não foi escrito no calor de nada, foi escrito diante de uma visão de mundo que eu construí, diferente das visões ditadas pelos valores forçados da doutrina realista, que ate podem ser boas, mas devem ser superadas por um caminho interior.

Mr.black acredito que você tenha se magoado profundamente com alguem, por isso tamanha revolta e descrença com isso que escrevi, mas eu te digo que eu também passei por isso e hoje estou liberto das revoltas e misoginias.
Sabias palavras mercúrio.
O amor realista é realmente diferente do amor do romantismo, que na verdade é paixão.

Concordo com o Mercúrio que mulheres também são capazes de superar a hipergamia para desfrutar de um amor verdadeiro, mas discordo do Spectro de que ter esperança de encontrar uma mulher virtuosa seja necessário. Acho que isso vai de cada um, e se a pessoa se sente bem mantendo esse tipo de esperança provavelmente, desde que seja realista, não será prejudicada, mas também dá pra ser saudável sem manter esse tipo de esperança. As mentes muito fortes não precisam desse tipo de esperança.

Como nós sabemos que as mulheres virtuosas são uma minoria na sociedade atual, e que mesmo para ter acesso a essas mulheres é preciso que atendamos aos padrões delas, assim como elas precisam atender aos nossos padrões para que tenham acesso a nós, prefiro não manter esperança de ter esse "encontro". Nem desperança.

O caminho que eu sigo é cuidar bem de mim mesmo, em todos os aspectos, e vivo sabendo que mulheres virtuosas existem, mas não vivo em função de encontrá-las. Se no decorrer da vida eu encontrar uma mulher que é capaz de amar realmente, transcendendo a mera paixão carnal, que tenha valores que eu aprecio e que me atraia (aí vem a questão do padrão. Se essa mulher for uma gorda feiosa, apesar das qualidades está fora do meu padrão, assim como nós sofremos tanto no mercado sexual quando não atendemos aos padrões da maioria), a amaria, mas se não encontrar, porque a possibilidade de não encontrar é enorme, seguirei em frente tranquilo e feliz o meu caminho, pois não dependo de um sentimento que nunca tive. A maioria das pessoas nunca teve esse tipo de amor, então não temos como realmente sentir falta desse tipo de conexão, já que nem sabemos como é.

O que importa acima de qualquer coisa é viver em paz, cuidando de nós mesmos para que tenhamos todas as nossas necessidades básicas (carnais, mentais e espirituais) atendidas e se encontrarmos esse tipo de coisa é lucro. Mas recomendo que não se tenha esse tipo de esperança , pra ser mentalmente mais forte. Mas se tiver, dá pra ser saudável mentalmente. Algumas pessoas talvez precisem desse tipo de esperança, ou se não precisam podem vir a precisar. enfim.

Edit: acho que o único amor verdadeiro que temos é o de família. Mas não sabemos como é esse tipo de amor numa relação entre macho e fêmea, só podemos especular enquanto não encontrarmos.
Spectro,seu texto é excelente. Muitos poderão não concordar com alguns aspectos,e isso se dará certamente pelo momento atual de cada um,em fase da vida esteja. O cara que ainda esta no auge de uma revolta porque foi sacaneado recentemente,o que viu que a mulher o usou...tem aqueles que dirão que o cara que posta que tem "nojo de mulher",é o que esta correto...enfim,a forma que você relatou esta muita clara,didática. Até um calouro que chega aqui com uma semana já pode começar a expor sua opinião
de como são as mulheres atuais,todos nós sabemos. Interpretar isso de uma Maneira lógica,e objetiva requer muito tempo,vivência,desapego,internalização do que a vida realmente é. Discordar de um ponto de vista é saudável,democrático e isso é muito bom para o forum,creio eu!
Parabéns confrade!
Obrigado legião.
Texto confuso.
Parabéns pelo excelente texto Spec,acredito que na fase da revolta é difícil enxergar essas coisas e só após algum tempo de reflexão e principalmente depois de perdoar quem te jogou nessa situação você conseguirá ver entender realmente o que o nobre confrade quis passar com esse texto!
obrigado lone wolf, você é um confrade que admiro muito.
(27-03-2015, 06:54 PM)Mercúrio Escreveu: [ -> ]
(27-03-2015, 06:13 PM)Mr. Black Escreveu: [ -> ]Ahhh... o amor... Heart nada como um texto romântico, para renovar minhas esperanças de encontrar a mulher exceção. :e----e

E na sequência alguém concorda que o "amor é injusto" citando uma passagem da Bíblia que afirma que o "amor não folga com a injustiça". facepalm:

A intenção do tópico foi boa, mas foi escrito no calor da revolta ao tópico do juvena que está com "nojo de mulher". O texto foi muito emotivo, e pouco reflexivo. Concordo que é besteira não se relacionar com mulheres. Mas dae ter esperanças "daquele encontro" já é demais.

As mulheres são como são. Aceitemos, não há como mudá-las. Mas, agora que sabemos como elas são, o correto é agir de acordo, sem idealizações, sem falsas esperanças, sem romantismos, deixando que elas colham exatamente o que plantarem. Se forem boas conosco, seremos bons com elas. Se mostrarem o lado obscuro, bola pra frente, faremos a fila andar e boa... sem raiva, sem ressentimentos, sem revanchismo, apenas deixaremos elas para trás, com as consequências do que nos fizeram.

Entendi o tópico, mas achei mal elaborado.

Como todo bom determinista, você está negando que as mulheres possam superar seus próprios instintos (incluindo a hipergamia) para desfrutar de um amor verdadeiro. Esse é um problema que surge de uma interpretação literal das obras do NA. Eu concordo que grande parte das mulheres são sacanas hoje em dia, o instinto hipergâmico + feminazismo é uma desgraça mesmo, mas dizer que elas são como são é dizer que todos os seres humanos são puro instinto, sem levar em conta que podemos transcender limitações biológicas e psíquicas.

E outra coisa, você não tem que ser bom com uma pessoa porque ela é boa com você, deve-se ser bom sempre. Está confundindo ser bom com ser "bonzinho". Se ela te sacanear, ai sim você pode fazê-la colher o que plantou.

[2]

Aproveito e pergunto para o Mr. Black: Como elas são?

Tópico mais que necessário, Spec
O problema de muitos é justamente desenfrear o ódio e não saber catalizá-lo para o que realmente interessa, que é a superação (interna). A real acima de tudo ensina o perdão para quem quer aprender. Antes eu ficava revoltado com as mulheres que já me fizeram sofrer, hoje consigo ver que também errei e muito e agradeço a oportunidade que a vida me deu, graças a Deus aprendi e muito e não guardo o mínimo rancor ou ódio. Nós falamos muito da má conduta feminina, mas e você? é diferente do que você critica?

Depois de se superar você percebe que todo esse discurso de 0 amor e pau na buceta é coisa de moleque desesperado, que acredita ser desapegado, mas na prática ainda é juvena e continua sendo amarrado a mulher em todos os aspectos. A única diferença é que aprendeu a ignorar seus sentimentos e por isso ele acha que está bem, porque camuflou tudo, se tornou "o desapegado", embora ainda continue se sacrificando de maneira sobrenatural somente para ter o prazer de degustar uma vagina.

Ainda é um mangina, que fez tudo que fez não para si, mas para concretizar uma vingancinha juvenil, quer gritar para o mundo: "Olhem o quão desenvolvido eu sou, me deem atenção, não sou mais aquele cara apegado e carente, agora eu mudei". No fundo continua um "alpha" disfarçado, todo mundo que olha sabe que é artificial, menos ele.

Depois não vale ficar falando de morte do ego se tudo o que você fez foi para alimentá-lo, não vale ficar falando que mulher exceção não existe como se você merecesse uma, você não merece, eu não mereço e na realidade ninguém é santo o suficiente para merecer, e se existir uma de qualquer forma não iremos tê-la, mas se hipotéticamente tivessemos a maioria faria merda com toda certeza. Não devemos colocar as mulheres em um pedestal como algo inalcançável, mas isso não significa que pelo simples fato de conhecer a real e se desenvolver nos mais diversos aspectos da vida você, suposto GDR, por ter acesso a um conhecimento, é merecedor de um harém de virgens santas e castas.

No fundo todos nós somos sobreviventes, fazemos o nosso melhor com o que temos, lutamos contra a idealização de um relacionamento e as amarras femininas. Mas, se você não idealiza, será mesmo que é necessário ficar a cada segundo discutindo se mulher é tudo puta ou não, se tem como manter um relacionamento ou não, se o cenário feminino de hoje tem salvação ou não, se tem que meter o piru e abandonar, se o sentimento tem que ser zero ou não. O famoso "e se" só prova que falta amadurecimento para questões básicas do que é ensinado aqui. Quem espera uma resposta pronta para seguir pelo resto da vida sinceramente está no lugar errado e não vai tirar proveito nenhum, vai se tornar somente um robô que dominou a teoria, mas a prática abandonou ou polarizou.

Por essas e outras que acredito mais do que nunca que a real é para poucos. Ela tem o poder da transformação, não necessariamente para melhor. Depois de um tempo com o vírus da real incubado dentro do seu corpo é que o seu organismo vai dizer se você é apto para adequá-la ao seu organismo ou não. Na pior das hipóteses você perde o bom senso e se prejudica, na melhor delas seus horizontes nunca mais serão os mesmos.
Nove meses de Fórum e, talvez, eu possa dizer que um novo Jaguar Paw nasce...

Tive duas mulheres que moldaram o cara que eu era antes: minha mãe - se houver um outro filho de cafajeste aqui, ele sabe o quão difícil é sair criado por uma mulher humilhada por eles, as cobranças, as desconfianças etc, mas eu a conquistei, como ela mesma diz, sou a melhor coisa que aconteceu em sua vida - e minha primeira BM (já relatei o caso, de uma forma ou de outra, em várias postagens, e, pelo que vejo, muitos aqui dariam um braço para passar pelo que passei trollface) - esta eu não conquistei, o que era impossível, afinal ela queria alguém para usar, descartar, descontar a raiva que sentia do ex, pai de sua filha (muito embora, à época, já houvesse quem dissesse para eu parar de frescura afinal a fdp, além de muito bonita e gostosa, havia ensinado muito ao moleque pouco experiente que eu era antes de conhecê-la).

Uma vitória e uma derrota, e eu nada aprendi com elas, mulheres muito bonitas e mais complicadas ainda eram o meu fraco, foram quatro tentativas e quatro fracassos. Mas não as culpo por isto, eu sabia muito bem com quem me envolvia, o fato é que eu queria novamente aquela sensação de vitória que tive com minha mãe e, é claro, "vingar-me" da primeira BM.

Hoje, digo com a alma leve que não apenas as perdoei mas, principalmente, perdoei a mim mesmo.

Tanto que os aspectos políticos da Real/Masculinismo são os que mais me interessam hoje. O mal que me trouxe aqui foi curado. Joinha:

Quanto ao NA, vejo seus ensinamentos como métodos de "gerenciar" relacionamentos. Talvez os coloque em prática um dia, afinal sou um marriage stryker (principalmente por razões políticas e práticas) e não um relationship stryker.
Não entendo pq um homem, consciente de seu valor, vá se privar dos favores de uma mulher ( sexo é só um dos favores trollface), ame-as, solte os freios, mas não se aprisione.
Excelente tópico, a experiência e desenvoltura do Spectro foi boa para dar uma aura leve em um tema delicado. Concordo com tudo, inclusive acho que a visão do confrade tem muito de experiência pessoal, por isso a ' aura leve', não tendenciosa e prática do tópico

Foi ótimo lê-lo.
Post mítico esse do Howedo Fuckyeah
Páginas: 1 2 3 4 5