Fórum do Búfalo

Versão Completa: A igreja é uma matrix amorosa e social enganosa?
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9
(30-05-2015, 02:07 PM)Deuxcartes Escreveu: [ -> ]Lol, o caso do guihhx é um pouco sério. Cara, tive uma história cristã um pouco parecido com a tua. Fui evangélico desde o começo da adolescência, me batizei, evangelizei, ensinei, preguei e tudo mais. Acreditava piamente naquilo e denunciava a hipocrisia e não o erro. Abominava aquilo, todo mundo errava po, agora bancar de certinho a direita ai não dava. Manginei lá também, mulher de igreja se for bonita vale ouro lá dentro e o que não tem de trouxa atrás, não está no gibi. Um dia, estar na igreja parou de fazer sentido, embora continuasse lendo a bíblia as vezes, porque creio que tem coisa útil lá.

Agora você, despreza o seu desenvolvimento pessoal em prol de experiências que particularmente você logo descobrirá que não agregam valor a sua vida, mas não sou eu quem pode lhe afirmar e tampouco lhe mostrar isto. A vida e as decisões são tuas. A bíblia está lá, para lhe orientar o que é certo e errado, o que vale e não vale e você ainda pode tirar o que é bom dela e aprender. Se desiludir da vida por conta de não ter comido a mulherada é coisa de matrixiano, e portanto precisa "despertar". Desenvolvimento pessoal embora não tenha isto como meta, lhe possibilita como consequência, mas os verdadeiros ensinamentos da real, guiam o homem a independência. A bíblia de certa forma também, e até a própria ciência, e quem sabe o ateismo? Se você souber examinar e reter a parte que edifica, só tem a ganhar. Agora, se você se agarra a qualquer uma destas coisas (e até mesmo pessoas) e fazem delas sua religião ai o problema é seu.

muito obrigado por jogar a realidade na minha cara, sou novato ainda na real só li ate agora o livro como lidar com as mulheres de N.A, e tem razao estou invejando coisas pequenas na verdade e vou me focar em desenvolver-me, tenho que começar a criar novos hobbies ja q meu unico hobbye era a igreja e fiquei muito caseiro apos sair dela, coisas que me agreguem valor, estou no segundo ano da faculdade de engenharia mecanica
Meu caro Guihhx...

Eu sugiro que continue sua prática religiosa mas entenda uma coisa: Você é do mundo, e o mundo atual é uma selva... Trate de não ser um pobre coelhinho indefeso e aprenda as malícias da vida, pois qualquer "impuro" com o mínimo de esperteza vai enxergar a sua ingenuidade, principalmente as mulheres.

Não há nada mais "broxante" pra uma mulher do que perceber que um cara é fraco e ingênuo.
Com todo respeito ao confrade, em que pese a questão religiosa você foi totalmente romantizado.

O Romantismo (o doutrinário, alemão) adentrou dentro do cristianismo e de maneira forte. Assim, sentimentalizaram tudo o que é doutrina cristã cascuda e para cascudos (sim, o homem em si é fraco, mas a graça o torna pedreira), fazendo-as parecerem algo relativamente fácil, simples, comum e sentimental, possível para qualquer disposição meia boca do homem e uma suposta qualquer graça divina.

Exemplo, a pessoa vai lá e lê no evangelho: "sede santos"...aí, o "cristão", motivado pelo sentimentalismo religioso proveniente do romantismo, decide ser santo sem nem mesmo saber as consequências, quesitos, sacrifícios, dificuldades, espiritualidade elevada, maturidade e virtudes que estão por detrás desse estado espiritual que é a santidade.

O cristão sentimentalóide e romântico torna toda as doutrinas, leis e espiritualidades cristãs em algo muito simples e fácil de viver. Pura ilusão!

Ele pensa, romanticamente, e portanto, sentimentalmente, que está mesmo sendo um santo, quando na verdade está envolto ao próprio imaginário infantil, romantizado e sentimentalizado do que entende ser a Fé Cristã.

Os bons moços tocam, cantam, ajudam e pregam em suas Igrejas, são bonzinhos com os irmãos e irmãs, vivem um verdadeiro ágape fraterno. Não masturbam. Não fazem sexo e casam-se para não se abrasarem quando não suportam o impulso da concupiscência. Eles não falam palavrões e não são ríspidos e costumam ter na ponta da língua toda a palavra decorada. Participam algumas vezes por ano dos encontrões, simpósios e os chamados aprofundamentos. São legais, participam do sopão dos mendigos, das campanhas voluntárias de agasalhos e dos luaus de Jesus, e gostam de se abraçarem para fazer ecoar a paz no mundo.

Ora, todas estas coisas (por si só) estão muito longe do que possa se dizer de uma vida santa ou identificá-la. Em primeiro, porque a Fé, embora seja uma virtude teologal, se radica na Razão. Então Fé pressupõe um assentimento da Razão à Verdade por Deus Revelada. E não um sentimento "gostoso", um ágape fraterno, uma "socialização" em torno de Cristo. Ou uma simples moralidade conservadora ou puritanismo que nos faz viver corretamente em relação aos outros e a Deus.

Você, confrade, viveu até aqui não a austeridade da Fé, mas uma caricatura dela. E quando bateu de frente com tudo aquilo que a Fé não sentimentalizada e verdadeira exige, não suportou o baque.

Um homem de Fé é cascudo rapaz!...Homens Santos, Homens de Deus, Verdadeiros Cristãos, não se acham por aí a baciada não....Há uma enorme distância entre dizer ser cristão e verdadeiramente Ser. ...E digo mais, se não fosse pela graça jamais alguém nesse mundo conseguiria responder a esse mandado evangélico: "Sede Perfeitos"... "Sede Santos..."Sede meus Imitadores".

Muitas vezes o que esses rapazes e moças bonzinhos de Igreja vivenciam nelas é o mesmo que o que os do "mundão" vivenciam, porém acobertado de falso puritanismo. O rock do mundão não pode, mas o da Igreja pode. Ir em balada não pode, mas nas festinhas dos jovens da Igreja pode. Ir no carnaval não pode, mas no carnaval de Jesus pode. Ir no barzinho não pode, mas no barzinho gospel pode. Vestir minissaia não pode, mas colocar saião apertado nas nádegas e dando todas as curvaturas do corpo pode.

Ora, Homens de Fé de fato pouco se ligam em baladas, festas ou carnavais sendo de "Deus" ou não, eles estão em outra estatura, outra "vibe", entende? A questão moral ou humana ou as necessidades dessa vida estão subordinadas e adequadas a elevação espiritual em que vivem. Estão unidos a Deus e o resto realmente para eles é resto.

Você só está percebendo agora aquilo que nunca de fato foi. A concupiscência e o espírito desse mundo desmascarou em você a falsa fé, a fé sentimentalizada, a fé romantizada, e você percebeu que perdeu tempo em não responder ao chamado do mundão.

Você até então pensava que era um Homem de Deus, um Homem Santo, Um Cristão, porque o sentimentalismo religioso que em ti se impregnou te iludiu a respeito do que é de fato um Homem de Fé. Porém viu que não passava de um cristão bonzinho e socializado com as coisas da Igreja. E frustrou-se vendo-se diante daquilo que sempre vivenciou, ouviu e até creu, desde a adolescência, mas nunca foi realmente, já que te pintaram um cristianismo lindo e maravilhoso e todo romantizado.

O Romantismo Cristão te pegou e te prendeu, todos esses anos, através do sentimento religioso, que nada a ver tem com a Fé.

Aproveite o momento de desilusão pelo qual está passando e largue mão de vez dessa fé pueril, sentimentalizada, romantizada e boba e peça a Deus a Fé enquanto assentimento da Razão à Verdade por Deus Revelada, que traz sabedoria, ciência, obediência, virtude, caridade e austeridade verdadeiras. Ou vai aderir ao espírito do mundo por revolta? Não faça isso.

Busque seu desenvolvimento pessoal, mas sempre subjugando-o e subjugando-se a Deus (as suas doutrinas, leis e espiritualidades).
Como diria um pastor aqui da minha igreja: o cara só vira cristão de verdade quando se decepciona com a "igreja" e os cristãos.
Como dizia Nessahan Alita: Esteja além do bem e do mal. Extraia o bem que há no mal e tome para si. Retire o mal que há no bem e jogue-o fora.

Use o que há de bom na igreja, jogue fora o que há de ruim.
Viva sua vida, vá a festas, conheça novas pessoas, trabalhe, estude, seja honesto, honrado.
Você não vai pro inferno só porque comeu uma buceta antes de se casar e/ou não vai mais a igreja.
Eu sou um herege, porém tenho muita fé em Deus. Não consigo frequentar mais a igreja e ver putas pagando de santas. Pior, eu não aguento ver manginas e afeminadinhos ditando regra de comportamento na igreja.

"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

"Não pensem que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada." Matheus 10:34
Confrade me identifiquei com seu texto, fui cristão até os meus 16 anos, e muitas duvidas surgiam em minha mente, tinha muito medo da palavra "pecado, inferno e punição", até os meus 19 anos fui virgem, nunca namorei pois acreditava que acharia a "pessoa certa", estava totalmente iludido, minha vida era uma merda, sai da igreja aos 17 anos, só consegui perder o cabaço pois alguns colegas de trabalho me levaram em um bordel, aprendi bons princípios na igreja, mas perdi a minha adolescência toda, desenvolvi uma personalidade extremamente introvertida, tenho 21 anos e tenho apenas um amigo, ao mesmo tempo que me ajudou a religião me prejudicou, aos 18 anos entrei e depressão e fiquei 1 ano e 5 meses em casa trancado, "pensando na vida", ainda bem que consegui superar uma boa parte da depressão, confrade não se arrependa das coisas que deixou de fazer, passado é passado e ele não volta nunca mais, apenas esqueça e tente ser uma pessoa melhor a cada dia.
O marxismo cultural tomou conta de tudo. Com as igrejas não é diferente.

As igrejas hj não seguem mais a Bíblia. Pelo contrário, relativizam tudo e todos. Distorcem a bíblia. Aceitam qualquer escória (especialmente as igrejas evangélicas e neopentecostais, onde não há excomunhão) que transformam as igrejas em baladas.

Conchavos políticos, programas assistencialistas para compra de votos travestidos de "caridade". Tudo isso acaba com a valores cristãos e gera imoralidade.

Leia:

Uma matrix chamada Igreja
Porra, neguinho ficar com inveja de amigo maconheiro? A maioria das coisas que o cara se arrepende são puro lixo.

Infelizmente as igrejas estão cheias de vadias oportunistas atrás de um otário para sossegar e apagar o passado. E o pior: padres e pastores fazem eco a esse moralismo de cueca.
- Saudações.

- Até lhe entendo, confrade. Quando era mais novo, também me decepcionei. Mas, ao mesmo tempo, esta experiência amarga me fez enxergar algo mais além e, me desenvolver.

- Hoje, eu larguei da Igreja, mas, não da fé em Deus. Tem muitas situações que ocorrem na Igreja nos tempos de hoje no qual não me familiarizo.

- Agora, não tenha inveja do que seus "amigos" façam ou deixam de fazer. Foque em você.
O grande problema em torno das coisas é o fanatismo, agora que você já tomou um choque de realidade, não se revolte, viva sua vida com equilíbrio, agradeça pelo conhecimento que adquiriu, não se arrependa de ter se privado das coisas pra estudar, ou por ter ido na igreja, essa é a sua vida, não é igual a de ninguém, apenas histórias semelhantes existem, agradeça pela educação que tem, você tem muitos pontos positivos, o que acha negativo da sua personalidade como ser ingenuo, você pode melhorar, eu sou um ano apenas mais novo que você e não tenho inveja nenhuma de baladeiros, drogados e pessoas do tipo, eu trabalho cumprindo a lei, e a maioria desse tipo de pessoa está no fundo do poço, vivendo da imagem que tenta passar pra que pessoas ingenuas o admirem, essas pessoas não estão bem de autoestima, estão com o ego inflado, acredite, é bem diferente.

Se você acha que perdeu muito tempo em eventos religiosos, ta tendo a oportunidade de regular a sua presença, outras pessoas que já estiveram muito próximas de você talvez não tenham essa oportunidade por terem entrado num caminho sem volta.
(30-05-2015, 04:02 PM)ThugLife Escreveu: [ -> ]Meu caro Guihhx...

Eu sugiro que continue sua prática religiosa mas entenda uma coisa: Você é do mundo, e o mundo atual é uma selva... Trate de não ser um pobre coelhinho indefeso e aprenda as malícias da vida, pois qualquer "impuro" com o mínimo de esperteza vai enxergar a sua ingenuidade, principalmente as mulheres.

Não há nada mais "broxante" pra uma mulher do que perceber que um cara é fraco e ingênuo.
Ou traduzindo pro português cristão: ovelha

(30-05-2015, 07:33 PM)mentefantastica Escreveu: [ -> ]Como diria um pastor aqui da minha igreja: o cara só vira cristão de verdade quando se decepciona com a "igreja" e os cristãos.

Porra, seria legal dissertar mais sobre esta parte. Nunca tinha pensado desta maneira.

(30-05-2015, 07:53 PM)RedFafnir Escreveu: [ -> ]Como dizia Nessahan Alita: Esteja além do bem e do mal. Extraia o bem que há no mal e tome para si. Retire o mal que há no bem e jogue-o fora.

É uma boa interpretação ;>

(30-05-2015, 08:32 PM)Rudolf Escreveu: [ -> ]Eu sou um herege, porém tenho muita fé em Deus. Não consigo frequentar mais a igreja e ver putas pagando de santas. Pior, eu não aguento ver manginas e afeminadinhos ditando regra de comportamento na igreja.

"Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima." Louis Pasteur

"Não pensem que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada." Matheus 10:34

As vadias nem me incomodam cara, elas estão lá, e ponto. Agora, não ter Homens de verdade, nem na liderança, e ver o local virar um centro de formação de manginas matrixianos e passivos é dose. Hoje em dia não rola mesmo. A maturidade destes caras chega a dar pena.
(30-05-2015, 10:25 AM)sideghx Escreveu: [ -> ]na minha opinião a igreja não sabe como a sexualidade é natural e a condena, freiam nossos desejos nos obrigando a reprimi-los, o sexo é natural em todos os seres vivos do planeta, desde uma minuscula bactéria até nós, porque só pra nós é pecado? pq raios tem q esperar casar sendo q somos comprovadamente uma especie poligamica? to cansado de ver nego q casa e depois fica curioso querendo experimentar outras e trai mesmo sua mulher sendo gostosa, pq deus não coloca esse desejo apenas na idade que "pode praticar"? pq criou-nos poligamicos desse jeito se é pra ser pecado? eu vou na igreja as vezes mas eu vou pra ter apenas um conforto e pelo bem estar emocional que ir la me proporciona, uma mensagem de esperança mas não deixo pastor mandar na minha vida não e nem sigo as coisas la ensinada, é apenas um lugar q vou pra me sentir bem, onde já se viu

Davi, Isaque, Jacó, e uma par de figuras importantes na biblia nem casaram virgens, ao contrario eram apenas as mulheres q tinham q casar virgem e não o homem, pq é sabido q a fome sexual do homem é muito maior do q a da mulher, a mulher pode viver varios anos sem sexo já nós não, e na epoca da sua adolescencia aposto q vc era viciado em bronha, precisa se aliviar e isso é natural não culpa sua e na adolescencia é o apice do tesão, sexo tem que parar de ser tabu e se dependesse de casar virgem ou traição todo mundo ia pro inferno.

na minha opinião é babozeira e vc tem q fazer o q quer, tem q transar mais pra ganhar experiencia, só tome cuidado pra não se apegar e evite problemas caso decida "marmitar" , e sobre a culpa no puteiro eu sinto isso as vezes tambem por outros motivos diferentes dos seus mas parei pra pensar e é outra asneira, é a melhor coisa se vc parar pra pensar, vc vai satisfazer seus desejos, não tem riscos dela te causar problemas como uma marmita, não vai se apegar a ela, ganhara experiencia e nunca mais vai ve-la, e existem puteiros com preço em conta, ja fui em um q era 60 reais 1 hora e com direito a todas as posições com oral incluso, 30 reais se for 30 minutos com direito a todas as posições, e 20 reais sendo 20 minutos sem direito a troca de posição, até q compensa.

No Islã pode ter até quatro mulheres.
Também fui criado me berço evangélico e sim concordo com o fato de que a maioria dos pastores usam a bíblia com olhar da matrix. Alterando o conteúdo e deturpando o verdadeiro significado.facepalm:
A religião cristã acaba emasculando os seguidores...
Não é a religião cristã que emascula seus seguidores. Os cruzados eram emasculados? O problema são os manginas modernos que contaminaram a religião cristã.
Acho que não. Entendo como algo muito "pesado", esta atribuição de responsabilidade a uma doutrina religiosa.
Existem algumas dogmas desenvolvidos em determinada época, com um padrão moral distinto, e estes são atualizads/aplicados/reestudados no presente dia por uma questão de afinidade ideológica.

A questão do matrimônio universal; do amor e tal, é um produto concebido há muito tempo. Ele ainda é defendido? Sim, mas é necessário pontuar que a dinâmica da sociedade mudou (Matrix).

Culpa da religião? Difícil dizer...

O fato de manginisses ocorrerem dentro do espaço da fé religiosa é uma questão de reprodução de um comportamento social, distante da doutrina ou da fé. Além disso, se o cara já era meio manginão fora da congregação, é muito mais plausível que ele reproduza o pretérito comportamento lá; ou se sinta estimulado a continuar assim; ou ainda mude, mas tudo é questão de autointerpretação, exercício realizado por cada um.

Não vejo como a religião pode interferir na condução das relações sociais, mas sim que estas ocorrem de acordo como as pessoas querem, ou seja, conforme o seu interesse.

Mas vamos acompanhar o promissor debate.
Jesus não ensinou nenhuma religião, ele apenas passou os ensinamentos a humanidade.

Com isso a igreja se transforma em um sistema corrompível, a maior prova disso foi a igreja católica vendendo a salvação e matando pessoas. Isso é só um exemplo dentre vários outras denominações espalhadas pelo mundo, que utilizaram e utilizam a religião como forma de manipulação.
PS: Eu não tenho nada contra os católicos, e só a minha humilde opinião.
Alguns esclarecimentos sobre a Ética Libertária:

a) defendemos o princípio de jamais iniciar uma agressão;

b) defendemos a noção de que cada um deve cuidar da sua vida e deixar a alheia em paz;

c) acreditamos que devemos ser plenamente responsáveis por nossos atos, assumindo totalmente as suas consequências, se - por exemplo - uma mulher decidir ser mãe solteira, ela é livre para fazê-lo, desde que arque totalmente com os custos de sua gestação e da manutenção da criança, quem quiser ajudá-la também é livre para isto, mas somente em bases estritamente voluntárias;

d) crença ou descrença são assuntos de foro íntimo.
(31-05-2015, 01:05 AM)Sr.Smith Escreveu: [ -> ]Com isso a igreja se transforma em um sistema corrompível, a maior prova disso foi a igreja católica vendendo a salvação e matando pessoas. Isso é só um exemplo dentre vários outras denominações espalhadas pelo mundo, que utilizaram e utilizam a religião como forma de manipulação.
PS: Eu não tenho nada contra os católicos, e só a minha humilde opinião.

Você está completamente dominado pelo Marxismo Biológico: Está havendo uma tremenda luta de classes no seu corpo: Seu cu está lutando com sua boca por inveja dela

(30-05-2015, 11:10 PM)Sr.Smith Escreveu: [ -> ]A religião cristã acaba emasculando os seguidores...

Emasculado é quem pensa assim
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9