Fórum do Búfalo

Versão Completa: [RELATO] Relato do Stryg
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2
Neste relato eu conto a história do meu primeiro namoro serio (minha BM) e como eu conheci a Real, assim como meu humilde desenvolvimento.

Não vou estender mto o relato, só vou separar em partes pra ficar melhor

Parte 1 - Conhecendo a BM


Sou Cristão desde a adolescência (dos bons, ou tento pelo menos), e também tenho uma estrutura familiar muito boa. Nunca fui mangina, mas como todo bom matrixiano dei algumas cabeçadas no meu primeiro namoro aos 20 anos.

Um dia normal de semana eu chego da Facul, era uma terça-feira e minha mãe fazia reuniões com mulheres da igreja toda semana, e foi numa delas que eu conheci minha BM, sim na minha própria casa. Vou chamá-la aqui de Ticiane (por lembrar muito a Ticiane Pinheiro, pouco mais encorpada) que é alguns meses mais nova q eu.

Chego um dia da faculdade com meu carro e som alto, e bem mal vestido (de bermudao e chinelo, pra verem como n me importo com as minas da facul) antes de entrar eu vi a Ticiane pela janela junto com as velhas, na hora raciocinei tudo isso em segundos: "Tem uma mina muito gata na minha sala, deve ter o ego infladaço, não vou nem olhar na cara dela, e ela nunca vai querer nd cmg, ainda mais ouvindo heavy metal, mal vestido".

Ela tinha acabado de chegar de mudança de sua cidade natal, ñ conhecia ninguém ainda na minha cidade, só a irmã dela q tinha levado p a tal reunião de mulheres em casa.

Até ai tudo bem, o problema é que na época eu não fazia ideia que ignorar a Ticiane poderia faze-la sentir atraída por mim, a intenção era não dar moral.... Beleza, entro na sala dou Oi para as velhas, cumprimento a minha mãe e já vazo, dps qdo as coroas foram lanchar minha mãe me chamou, fui lá atravessei as velhas, fiz um lanche e vazei sem nem olhar para a princesinha.

Na outra semana lá estava a Ticiane denovo na reunião. Fiz da msm forma, mas desta vez minha mãe me arrastou para conhece-la, pq ela iria no culto dos jovens na igreja e queria q eu apresenta-se ela para as minhas amigas. Eu cumprimentei ela, combinei de aprenseta-las e já cortei papo. Puta orgulho que eu tenho de não ser mangina naquela época xD agradeço ao meu Pai, pena que ele não ensinou tudo o que eu precisava saber...

Daí ela me adicionou no face, eu sempre sendo frio só respondendo ela, até que fui cedendo, a mina era muito gata pra mim (não por eu ser feio, mas pq na época eu ñ tinha confiança nenhuma, hj considero mais atraente do que ela) e fui testando pra ver até onde ela ia, fui longe de mais...

Acabamos por trocar declarações, e nosso destino tava selado: A partir daí, namoraria com ela por 1 ano e meio.


Parte 2 - O Namoro


Como um bom namoro Cristão, tínhamos a intenção de casar assim que possível, e sem ter relação sexual até lá. Mas com o tempo ela ia se revelando, e em pouco tempo de namoro ela contou sobre os relacionamentos anteriores que ela teve desde a adolescência, foi dolorido pra mim aceitar um namorada "rodada", mas isso foi antes dela se converter, então dava pra perdoar, de tempos em tempos eu lembrava e imaginava que minha princesa já tinha cavalgado outra rola e eu ficava mal. Já tava apaixonado, nem teve chá e eu já tava gamado, frequentemente rolava um pega mais forte, morria de vontade de transar mas sempre um de nós resistia, a assim mantínhamos o namoro santo xP

Durante quase um ano foi tudo muito bom, fazíamos muita coisa juntos, ela era uma boa parceira, não gastava mto, era legal, fazia poucos joguinhos, até que a partir daí fiz uma viagem com a minha familia no final de ano, e ela tbm viajou com a familia dela, ambos para a cidade natal. Aí começou os problemas, durante a viajem e dps dela, a Ticiane já ficou mais fria, distante, desinteressada, e isso me deixou louco, eu queria a minha namorada perfeita de volta!

Nisso eu fui bem juvenil, comecei a ir atrás pensando que o problema estava em mim, caprichei mais nas saídas e comprei presentes, fiquei mais romanticu, fiquei querendo conversar demais perguntando do que ela n estava gostando e tal... a gnt brigava cada vez mais, até q um dia ela diz: "O problema sou eu e não você, eu já não te amo mais igual antes". E pediu para dar um tempo, eu disse que não daria tempo e então terminamos.

Nesse meio tempo entre a relação estar fria e terminar, pesquisei sobre como melhorar as atitudes, como se relacionar com mulheres, e descobri um blog que se chama "atitudesmasculinas" algo do tipo, e lá além dos posts conheci a obra prima de N.A.

Fiquei impressionado demais com tudo que estava aprendendo, mas nisso já terminei com ela. Na semana que seguia dps de terminar, entendi como estava errado em ir atrás dela e tal, mas tarde demais, também nem tava querendo voltar com ela tanto assim, tava meio revoltado com as revelações sobre a natureza feminina.

Antes de continuar devo confessar que a Ticiane era uma menina legal, muito melhor que a maioria das mulheres por aí, mas não que seja a tal mulher honrada, "excessão". O fato de tentar buscar a Deus ajudava né, mas enfim.

Dps de a gnt terminar, na outra semana ela foi atras de mim arrependida, foi na minha casa pedir para voltar, eu ñ dei resposta a ela, mas fiquei de pensar, esperei uma semana e voltei com ela. No dia que voltei com deixei bem claro que aquilo ñ poderia acontecer dnovo, e que eu já ñ agiria da mesma forma (até pq tava começando a conhecer a realidade exposta por n.a). Comecei a botar o que aprendia em pratica, acabava com os joguinhos dela e ela ñ entendia o que estava acontecendo direito, a relação ficou boa por um tempo até eu relaxar revelando fraqueza e imaturidade de vez enqdo... Ai foi voltando ao normal a relação, até que ela viajou dnovo, e nisso ela ficou sem me responder as msgs, pronto comecei imaginar tudo qto é merda, dito e feito ela ficou fria dnovo, com papo de não me amar... pqp fiquei doido, ainda tentei usar o que tinha aprendido só pra testar se conseguiria manipular ou reconquistar ela, acabei perdendo a paciência e desisti, chutei o barco, tivemos uma conversa de termino, eu tomei a frente e disse "Não está bom pra você, muito menos pra mim, então a gnt termina por aqui". Ela ainda tentou voltar atrás mostrando ñ ter ctz do que queria, tentou me seduzir e ainda tentou voltar atras, ela disse "dizem q sempre da pra voltar atras" com um sorriso, eu só disse Tial, e entrei no carro.


Parte 3 - Pós termino
Confesso que eu sofri bastante nos primeiros meses, tava muito apegado a ela, e pra piorar ela ainda frequentava o msm circulo social (igreja e eventos) que eu, que era originalmente todos meus amigos, mas ela já era mais querida do que eu por algumas amigas e alguns manginas, mas ela aparentemente sofria muito mais ao estar no mesmo ambiente que eu.

Depois de um mes ela surtou, brigou com as amigas e sumiu. A familia dela ainda ia na igreja e vai até hj, inclusive toda a familia dela me ama. Depois de pouco tempo fiquei sabendo que ela estava namorando e estava desviada de tudo que acreditava, bebendo e metendo denovo igual fazia antes, mas sempre se envergonhando e se arrependendo de acordo com familiares.

Hoje já faz +/- um ano de que terminamos e ela ta voltando a frequentar a igreja (sem o namorado), e ela sempre me procura, percebi claramente que ela está tentando restabelecer contato comigo para voltar, mas claro ela quer ter segurança de que vou aceita-la de volta antes de terminar com o namorado dela (que é uma playboy cafinha). Eu sempre corto a conversa com ela, até pensei em dar corda p ver do que ela é capaz, mas acho mais sabio não me arriscar, pq infelizmente assumo que sou ruim ainda capaz de cair na dela, melhor manter distancia.


Ultima parte - Eu, hoje

Quanto ao que se refere a BM, to tranquilo hj, não sinto nd diferente quando vejo ela, não fico remoendo o passado nem nd, to resolvido. Graças a real decidi não me vingar e nem perdoar a BM, só indiferença.

Desde que conheci a real tenho me desenvolvido mais, tenho dado mais valor a minha saúde, me exercitando mais, alimentação MUITO melhor e dando mais atenção ao sono.

Saí da empresa onde eu trabalhava pra empreender na empresa do meu Pai e abrir outra empresa ao mesmo tempo. Ainda não colhi nada financeiramente, mas tenho aprendido muito e to otimista quanto a isso.

Quanto a maturidade, acho que o que eu mais cresci foi dentro de casa, dando mais valor aos meus Pais até pq poucas pessoas tem uma familia bem estruturada como eu tenho, tenho que dar valor aos coroas. Eles trabalham mto, fico impressionado, e aprendi também que com meus pais eu nunca perco, é bom poder confiar em alguém nesse mundo.

Hoje ainda tenho muito o que mudar, mas é isso ai confrades, to no meio do caminho aprendendo muito aqui no forúm, um dia quando conseguir botar minha vida em ordem com disciplina pra valer, e área financeira estabilizada daí posso tentar relacionamento com a "menina certa" heheh

O fórum me ajuda mto com o crescimento na área da razão, enquanto equilibro também o resto da minha vida com a minha Fé, peço que ñ julguem esse lado que provavelmente mtos confrades ñ consideram, mas tá ai o relato ^^
Você não perdeu nada com o fim desse relacionamento. E arrisco dizer que se livrou de uns bons chifres (se é que se livrou). Uma mulher que teve vida sexual e depois resolveu esperar por um casamento cristão é algo que não me convence. Deus que as julgue, mas eu não acredito e nem pago pra ver.
(09-06-2016, 04:45 PM)Gekko Escreveu: [ -> ]Você não perdeu nada com o fim desse relacionamento. E arrisco dizer que se livrou de uns bons chifres (se é que se livrou). Uma mulher que teve vida sexual e depois resolveu esperar por um casamento cristão é algo que não me convence. Deus que as julgue, mas eu não acredito e nem pago pra ver.

Perfeito esse trecho que destaquei.

Também não acredito em vadias arrependidas. Pode até ser uma conversão verdadeira mas não cabe a nós perdoá-las, e sim ao Criador.

Mantenha o foco em você e continue no caminho do desenvolvimento.

Se for o caso, depois que ela terminar com o cafinha, SOMENTE SE VOCÊ TIVER CERTEZA QUE TEM O DESAPEGO PARA ISSO, dê corda e se rolar, marmite-a, com os devidos cuidados. yaoming
Gostei do relato, principalmente da sua resolução:


(09-06-2016, 04:49 AM)Strygwyr Escreveu: [ -> ]Quanto ao que se refere a BM, to tranquilo hj, não sinto nd diferente quando vejo ela, não fico remoendo o passado nem nd, to resolvido. Graças a real decidi não me vingar e nem perdoar a BM, só indiferença.


Continue pensando e agindo assim que vc será um grande realista. Parabéns por apesar de ser juvena, ter maturidade. E quando decidir que está pronto emocionalmente, não custa nada marmitá-la, pq afinal, vc não comeu ela. Ou comeu? yaoming
Esse negócio de voltar com ex não dá certo. Já cometi esse erro.
parabens confrade foi mais macho que eu.
(09-06-2016, 04:45 PM)Gekko Escreveu: [ -> ]Você não perdeu nada com o fim desse relacionamento. E arrisco dizer que se livrou de uns bons chifres (se é que se livrou). Uma mulher que teve vida sexual e depois resolveu esperar por um casamento cristão é algo que não me convence. Deus que as julgue, mas eu não acredito e nem pago pra ver.

Eu desconfio que posso ter tomado galha, mas ñ consegui descobrir e hj não tenho mais interesse de saber xD

Ainda acredito que uma mina que teve vida sexual e dps resolveu esperar por um casamento cristão exista, mas não sou eu quem vai dar essa oportunidade, nunca mais yaoming

(09-06-2016, 05:15 PM)Josey Wales Escreveu: [ -> ]Se for o caso, depois que ela terminar com o cafinha, SOMENTE SE VOCÊ TIVER CERTEZA QUE TEM O DESAPEGO PARA ISSO, dê corda e se rolar, marmite-a, com os devidos cuidados. yaoming

Confesso que até tenho vontade, mas ñ vale a pena por muitos motivos, como ñ valer o risco e até mesmo pra proteger minha moral.

(09-06-2016, 05:24 PM)Herculles Escreveu: [ -> ]Continue pensando e agindo assim que vc será um grande realista. Parabéns por apesar de ser juvena, ter maturidade. E quando decidir que está pronto emocionalmente, não custa nada marmitá-la, pq afinal, vc não comeu ela. Ou comeu? yaoming
Não consumei o ato devidamenmte, e isso, confesso, me deixou com dois sentimentos distintos: Me senti bem por não ter esse laço com a BM, mas tbm fiquei um pouco mal por ser o unico 'trouxa' que assumiu namoro com ela e não comeu a vontade. Pra mim isso não foi ser trouxa, mas é ruim imaginar que outros me vendo assim.

(10-06-2016, 12:27 AM)Spectro Escreveu: [ -> ]parabens confrade foi mais macho que eu.
Vlw Tio Spectro, aprendi demais com vc viu!
(09-06-2016, 05:24 PM)Herculles Escreveu: [ -> ]Gostei do relato, principalmente da sua resolução:


(09-06-2016, 04:49 AM)Strygwyr Escreveu: [ -> ]Quanto ao que se refere a BM, to tranquilo hj, não sinto nd diferente quando vejo ela, não fico remoendo o passado nem nd, to resolvido. Graças a real decidi não me vingar e nem perdoar a BM, só indiferença.


Continue pensando e agindo assim que vc será um grande realista. Parabéns por apesar de ser juvena, ter maturidade. E quando decidir que está pronto emocionalmente, não custa nada marmitá-la, pq afinal, vc não comeu ela. Ou comeu? yaoming

Bom relato. Vendo essa parte de sua postagem, Herculles, eu lembro do relato que eu postei aqui falando da minha pseudo BM. Logo ao ter supostamente "terminado" com ela (porque não namoramos), passou-se um tempo e ela achou que eu já tinha virado militar, e como ela era interesseira veio falar comigo enquanto eu estava falando com as amigas dela. Quando ela chegou próximo a mim e proferiu: "Oi" eu saí saindo sem falar mais nada, deixei ela na merda. Era pra eu ter sido sábio e falado com ela, mas com indiferenca, mas enfim... ossos do ofício. Depois disso eu excluí o facebook e a porra toda pra ela nem ninguém saber da minha vida. Nem to ligado mais na dela.

Mas se eu tivesse sido mais frio, poderia já ter bagunçado ela e ter sumido. yaoming
(10-06-2016, 01:03 AM)Implícito Escreveu: [ -> ]
(09-06-2016, 05:24 PM)Herculles Escreveu: [ -> ]Gostei do relato, principalmente da sua resolução:


(09-06-2016, 04:49 AM)Strygwyr Escreveu: [ -> ]Quanto ao que se refere a BM, to tranquilo hj, não sinto nd diferente quando vejo ela, não fico remoendo o passado nem nd, to resolvido. Graças a real decidi não me vingar e nem perdoar a BM, só indiferença.


Continue pensando e agindo assim que vc será um grande realista. Parabéns por apesar de ser juvena, ter maturidade. E quando decidir que está pronto emocionalmente, não custa nada marmitá-la, pq afinal, vc não comeu ela. Ou comeu? yaoming

Bom relato. Vendo essa parte de sua postagem, Herculles, eu lembro do relato que eu postei aqui falando da minha pseudo BM. Logo ao ter supostamente "terminado" com ela (porque não namoramos), passou-se um tempo e ela achou que eu já tinha virado militar, e como ela era interesseira veio falar comigo enquanto eu estava falando com as amigas dela. Quando ela chegou próximo a mim e proferiu: "Oi" eu saí saindo sem falar mais nada, deixei ela na merda. Era pra eu ter sido sábio e falado com ela, mas com indiferenca, mas enfim... ossos do ofício. Depois disso eu excluí o facebook e a porra toda pra ela nem ninguém saber da minha vida. Nem to ligado mais na dela.

Mas se eu tivesse sido mais frio, poderia já ter bagunçado ela e ter sumido. yaoming

Sem dúvida. Por isso eu sempre digo que demonstrar raiva é uma forma de apego. Excluir a mulher de tudo, ser grosso, etc são sinais claros de apego. Devemos ser frios e indiferentes nessas situações.
(09-06-2016, 05:15 PM)Josey Wales Escreveu: [ -> ]Se for o caso, depois que ela terminar com o cafinha, SOMENTE SE VOCÊ TIVER CERTEZA QUE TEM O DESAPEGO PARA ISSO, dê corda e se rolar, marmite-a, com os devidos cuidados. yaoming


No caso de cristãos (os verdadeiros), marmitar não é uma opção.


(10-06-2016, 01:00 AM)Strygwyr Escreveu: [ -> ]Eu desconfio que posso ter tomado galha, mas ñ consegui descobrir e hj não tenho mais interesse de saber xD

Ainda acredito que uma mina que teve vida sexual e dps resolveu esperar por um casamento cristão exista, mas não sou eu quem vai dar essa oportunidade, nunca mais yaoming


Faz bem. Afinal de contas, a essa altura do campeonato isso não lhe faria a menor diferença. Descobrir traição é só para dar o pé na vadia. Mas se é uma mulher que já ficou no passado, seria uma tremenda perda de tempo e desgaste desnecessário.


(10-06-2016, 01:00 AM)Strygwyr Escreveu: [ -> ]Confesso que até tenho vontade, mas ñ vale a pena por muitos motivos, como ñ valer o risco e até mesmo pra proteger minha moral.

Pelo que entendi, você não a comeu devido aos seus princípios. Portanto, não há o que lamentar.
Não marmitaria. Esse lance de desapego não é uma questão relacionada a mulheres, mas sim sobre o seu eu e seu autoconhecimento de vida. Sempre há resquícios com a ex-namorada, então é melhor, evita problemas futuros.

Com relação ao relato, muito bom. Bem lúcido e nos induz ao mesmo script por parte dela, felizmente você teve uma introdução - pelo que disse - e se livrou de problemas mais alastrantes.

Bem-Vindo a Real!
Bom relato, deu mole de ter voltado na primeira vez, (a frieza dela após a viagem se resume em ter dado pra algum cafa da cidade natal). Mas no final agiu bem. Continue se desenvolvendo e tome cuidado redobrado com as varoas da igreja yaoming
(09-06-2016, 06:54 PM)jackblack Escreveu: [ -> ]Esse negócio de voltar com ex não dá certo. Já cometi esse erro.

Tem que se controlar ao marmitar a ex, pq se não os sentimentos podem voltar. É bem arriscado.
Ela namorou com vc, não sendo virgem,pelo que entendi!Vcs namoraram e nada de sexo, por escolha sua e dela!Depois ela namora um "cafinha" pelo que vc disse!E agora ela quer voltar e reatar o namoro!Vc acha que ela não fez nada com esse cara?Meu filho,vc está fazendo papel de trouxa!Pelo seu bem esqueça essa mulher!
(10-06-2016, 11:44 AM)Notaduh Escreveu: [ -> ]
(09-06-2016, 06:54 PM)jackblack Escreveu: [ -> ]Esse negócio de voltar com ex não dá certo. Já cometi esse erro.

Tem que se controlar ao marmitar a ex, pq se não os sentimentos podem voltar. É bem arriscado.

Foi o que tanto eu como o Herculles falamos, o cara só consegue marmitar alguém - independente do vínculo anterior - se tiver maturidade emocional para tal. No caso de ser uma ex essa necessidade é ainda maior.

É o que o Montini bem disse, é algo relacionado ao seu EU e o autoconhecimento.
Um bom relato, só não volte com ela.

Eu ainda manteria contato, do tipo "oi", "tudo bom" e pronto. Nada mais que isso, não há precisão de um contato mais íntimo com EX namorada, pois, por mais que o cara seja o mais desapegado do mundo, EX é sempre EX, sempre poderá correr o risco de cair na armadilha novamente. Então é melhor prevenir do que remediar. A não ser que fosse uma ex namorada que você nunca gostou, o que não é o seu caso.

A mulher quando vem com o papo de "O problema sou eu e não você, eu já não te amo mais igual antes", já era, é o fim mesmo. Quando ela disse que não te amava mais como antes, saia fora, foi bom a sinceridade da parte dela, mas dê um adeus. Vida que segue.

Ela está querendo uma aproximação com você, mas não caia na besteira de voltar com ela. Ao meu ver essa aproximação com você é apenas para te deixar no banco de reservas e, consequentemente, poder te usar como "amiguinho", até por que ela ainda está namorando com o playboy e você, apesar de ser um cara do bem e um bom cristão, não faz o tipo dela.

E, após um ano de término de namoro, ela já fez de tudo com o playboy cafinha. Anal giratório, 69, espanhola, sexo no elevador, no quarto dos pais, na mala do carro, ménage à trois, no estacionamento do supermercado, 100 posições do kama sutra, boquete de cabeça para baixo, nudes a fole, vídeo pornô e a porra toda. Aí depois que ela faz tudo isso, você vai ceder e querer ela de volta? só se for pra sentir o gosto de esperma da boca dela. Você mesmo já disse que descobriu depois que ela era "rodada". Ela praticou a castidade apenas com você, pelo que entendi.

Você como um bom cristão que diz que é, de uma boa estrutura familiar, não caia na dela mais uma vez. Se valorize.
Ótimo relato confrade. Me identifiquei muito, tem muitos pontos em comum com a minha história.

Minha BM tbm era cristã, terminamos, ela conheceu outro cara, largo do cara, voltei com ela, conheci a real, terminei, sofri, me revoltei e depois esqueci.

Hoje estou com outra pessoa, tentando ter um relacionamento realista. Meu lemá e Deus em primeiro lugar, depois eu... e o resto a gente vê como que fica.
Bom relato cara, mas que porra é TIAL ? puta que pariu, sem falar do uso de emoticon como xD e xP... pqp.
Sempre as mesmas histórias e os mesmos casos!O início tudo é maravilhoso e perfeito para os dois.As brigas logo começam e a desculpa para novas aventuras surgem aos montes!A mulherada solta e queima a rosca para os pilantras e vagabundos e depois quer reconciliação com o trouxa que deixou para trás!

Não existem técnicas ou um novo comportamento com ex-namorada porque ela já lhe conhece e sabe como entrar em sua mente!O que foi passou!Ex que termina e namora com "cafinha" não fica mais nem nas minhas lembranças e quanto mais voltar!

Aos mais novos e indecisos daqui do Fórum:as únicas mulheres que não traem são aquelas que não namoram!Quer voltar pra sua ex?Então volte e curte a migalha que te devolveram!
Eu deveria ficar surpreso com algo nesses relatos,mais o roteiro ( sempre igual),não permite.
Mulher arrependida depois de cavalgar em rolas de todo o tipo,virá cristã e usa a doutrina como uma fantasia para seu disfarce,afim de conseguir uma vida minimamente decente perante sua família/sociedade.
Outra coisa que vejo nos manginas,é o discurso que o passado da femea não importa,que agora que esta com ele o que importa é o presente e o futuro. Como não importa?
O confrade do post fez a coisa acertada e esta no caminho certo,não olhe pra trás e não seja mais a salvar uma puta nesse universo!
Páginas: 1 2