Fórum do Búfalo

Versão Completa: Shibumismo
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7
A paixão só e consumada do casamento entre a entrega e a beleza. Quando se misturam e como uma reação química nuclear sempre vão querer tensionar a coisa para o mal. Quando fêmeas descobriram este tal casamento foi as Hiroshima da vida.
Quando existia crença e fé pelo próximo era ate legal, porque de fato existia uma certa variação de sentimentos entre alegrias frustradas e esperanças realizadas e duvidas sanadas, depois que td se vai, parece estar em preto e branco a paixão que nada mais e que o desejo de fornicar a alma e a carne. Então resguarda-se a alma a Deus, e atalha-se carnalmente desprezando a entrega e a beleza ilusória. Aprendendo a circular pelo lado fácil da matéria. Gastar tempo em produzir o que compra a matéria. E não gastar tempo com a matéria para que ela gaste vc.
(06-08-2015, 11:35 PM)lawlyet_w Escreveu: [ -> ]Uma coisa sobre a paixão : vejo c preocupação essa idéia de evitar se apaixonar, uma vez que é preciso saber lidar com sentimentos. Vi muitos casos de membros que sempre evitavam se apaixonar e qdo se apaixonavam nao sabiam lidar. Parece que o ceticismo e insensibilidade os fazia perder o discernimento : mtos se envolviam com os piores tipos, se apaixonavam, nao conseguiam lidar com isso e voltavam culpando a paixao ou a matrix (teve quem me contasse com detalhes em privado, e realmente era tenso). Em muitos casos havia um padrão... é como num filme do Rocky, onde Apollo, antes de treiná-lo, diz q ele se acostumou com a vida mansa trazida pela fama e já nao era mais capaz de treinar e lutar como antes, que havia perdido o Olho do Tigre, e, então, leva o Rocky para treinar na academia underground onde treinavam os iniciantes que enfrentavam dificuldades e tinham que se desdobrar para vencer a vida dura que levavam.

Sabe a raiva. Eu já senti muita raiva na vida. Mas não vou por exemplo matar alguém num momento de raiva e jogar minha vida no lixo. Ser preso e talz. Mesma coisa com paixão. Já trepei com mais de 100 mulheres na minha vida(a maioria era prostituta, é claro) e nunca me apeguei. Tirando quando era praticamente uma criança, por influencia da matrix. Acordei pra realidade graças a meu tio e consegui vencer a paixão bem fácil. Hoje, 10 anos após isto, sou muito grato a ele. Aprendi a ser desapegado muito antes de ter contato com a real.

Só teve uma outra vez que "quase" cedi a este instinto destrutivo. Foi com uma GP que era bem melhor que quase qualquer outra que já peguei na vida. O corpo dela era simplesmente perfeito. Mais ou menos 1.60m de altura(meio baixinha, mas ok), com uns peitos maravilhosos. Mal cabiam nas minhas mãos. Fui várias e várias vezes com ela. Até que comecei a não gostar do fato dela transar e ter transado com outros caras e me sentia inquieto por isto, começava a sentir falta dela... Ai saquei que estava "caindo na matrix" e cortei todos os contatos com ela. Se ela me ligar(sim, eu tinha o tel dela e ela tinha o meu pois eu era um cliente fiel), eu digo que não terei mais como paga-la ou algo do tipo. Fiz de tudo pra não pensar nela. Exercícios até a exaustão, trepei com outras mulheres e hoje não sinto mais nada.

O que um Shibumista faria nesta situação? Tentaria "converte-la" e iria casar com ela? Não encare esta pergunta como uma ofensa. Apenas quero entender melhor seu ponto de vista.
TAmbém estou aguardando resposta.. apesar de ja ter ideia do que será.

Enfim, uma discussão que seria muito válida é justamente essa fixação em exterminar o ''ego'', princípio na verdade que parte de uma vertente mística que passou a ser uma base da real, mesmo que 99% dos que se afirmem da real não tenham idéia, no caso o gnosticismo.

Eles acreditam numa ''morte mística'' que seria a eliminação dos egos para se alcançar um estado espiritual elevado. Pois bem a real fala em eliminação do ego quando se trata de mulher, mas se fosse para eliminar o ego, também não teria sentido o desenvolvimento pessoal, já que se trata de egos também. Então a real é sobre a transferência de egos, não eliminar totalmente. É que as vezes dói o saco em ouvir falar a mesma coisa '' eliminar o ego'' , mas na verdade não têm ideia de onde essa ideia venha rs e nem direito o que significa. Eu não acredito em morte de ego.
Tinha esquecido do tópico. Mta correria. Esse ano ta foda. Vou ver se ja respondo hj
(07-08-2015, 01:21 AM)Thanatos Escreveu: [ -> ]
(06-08-2015, 11:35 PM)lawlyet_w Escreveu: [ -> ]Uma coisa sobre a paixão : vejo c preocupação essa idéia de evitar se apaixonar, uma vez que é preciso saber lidar com sentimentos. Vi muitos casos de membros que sempre evitavam se apaixonar e qdo se apaixonavam nao sabiam lidar. Parece que o ceticismo e insensibilidade os fazia perder o discernimento : mtos se envolviam com os piores tipos, se apaixonavam, nao conseguiam lidar com isso e voltavam culpando a paixao ou a matrix (teve quem me contasse com detalhes em privado, e realmente era tenso). Em muitos casos havia um padrão... é como num filme do Rocky, onde Apollo, antes de treiná-lo, diz q ele se acostumou com a vida mansa trazida pela fama e já nao era mais capaz de treinar e lutar como antes, que havia perdido o Olho do Tigre, e, então, leva o Rocky para treinar na academia underground onde treinavam os iniciantes que enfrentavam dificuldades e tinham que se desdobrar para vencer a vida dura que levavam.

Sabe a raiva. Eu já senti muita raiva na vida. Mas não vou por exemplo matar alguém num momento de raiva e jogar minha vida no lixo. Ser preso e talz. Mesma coisa com paixão. Já trepei com mais de 100 mulheres na minha vida(a maioria era prostituta, é claro) e nunca me apeguei. Tirando quando era praticamente uma criança, por influencia da matrix. Acordei pra realidade graças a meu tio e consegui vencer a paixão bem fácil. Hoje, 10 anos após isto, sou muito grato a ele. Aprendi a ser desapegado muito antes de ter contato com a real.

Só teve uma outra vez que "quase" cedi a este instinto destrutivo. Foi com uma GP que era bem melhor que quase qualquer outra que já peguei na vida. O corpo dela era simplesmente perfeito. Mais ou menos 1.60m de altura(meio baixinha, mas ok), com uns peitos maravilhosos. Mal cabiam nas minhas mãos. Fui várias e várias vezes com ela. Até que comecei a não gostar do fato dela transar e ter transado com outros caras e me sentia inquieto por isto, começava a sentir falta dela... Ai saquei que estava "caindo na matrix" e cortei todos os contatos com ela. Se ela me ligar(sim, eu tinha o tel dela e ela tinha o meu pois eu era um cliente fiel), eu digo que não terei mais como paga-la ou algo do tipo. Fiz de tudo pra não pensar nela. Exercícios até a exaustão, trepei com outras mulheres e hoje não sinto mais nada.

O que um Shibumista faria nesta situação? Tentaria "converte-la" e iria casar com ela? Não encare esta pergunta como uma ofensa. Apenas quero entender melhor seu ponto de vista.
Um shibumista jamais estaria frequentando gps... mas, pra responder sua pergunta, um shibumista jamais ficaria com ela. E um shibumista nunca tenta converter ng. Ele aprende pra ele mesmo e deixa que sua vida faça o trabalho de converter. E ele nao converte ninguém por interesse, mas pra ajudar as pessoas, especialmente no sentido espiritual. Salvar vidas é conseqüência do verdadeiro objetivo: salvar almas
Vou criar um movimento também, vai se chamar spectroismo, vai englobar evangelho, realismo, e psicanálise.
(10-08-2015, 01:46 PM)tio spectro Escreveu: [ -> ]Vou criar um movimento também, vai se chamar spectroismo, vai englobar evangelho, realismo, e psicanálise.
Psicanalise naaaaaaooooo
(10-08-2015, 06:52 AM)lawlyet_w Escreveu: [ -> ]Um shibumista jamais estaria frequentando gps... mas, pra responder sua pergunta, um shibumista jamais ficaria com ela. E um shibumista nunca tenta converter ng. Ele aprende pra ele mesmo e deixa que sua vida faça o trabalho de converter. E ele nao converte ninguém por interesse, mas pra ajudar as pessoas, especialmente no sentido espiritual. Salvar vidas é conseqüência do verdadeiro objetivo: salvar almas

Sim, mas eu só fiz esta questão pra entender o que um shibumista deveria fazer ao se "apaixonar" por uma mulher que não presta pra formar uma família?
(10-08-2015, 06:40 PM)Thanatos Escreveu: [ -> ]
(10-08-2015, 06:52 AM)lawlyet_w Escreveu: [ -> ]Um shibumista jamais estaria frequentando gps... mas, pra responder sua pergunta, um shibumista jamais ficaria com ela. E um shibumista nunca tenta converter ng. Ele aprende pra ele mesmo e deixa que sua vida faça o trabalho de converter. E ele nao converte ninguém por interesse, mas pra ajudar as pessoas, especialmente no sentido espiritual. Salvar vidas é conseqüência do verdadeiro objetivo: salvar almas

Sim, mas eu só fiz esta questão pra entender o que um shibumista deveria fazer ao se "apaixonar" por uma mulher que não presta pra formar uma família?
Entao.. nao ficaria com ela. Mas tb tem q ver o seguinte: um shibumista NUNCA se apaixonaria por alguém que não presta.. nem teria como se apaixonar.. é impossível
Um shibumista só não é psicanalítico por não errar, na psicanálise se aprende errando.
O shibumista possui um alto grau de moralidade por este motivo é honrado e não se mete com vadias ou amigos desonrados.
Agora, oque ocorre é que o shibumista pode vir a desenvolver um perfil de cultista, onde regras são ditadas e devem ser seguidas, ou haverá acusação das mais variadas estirpes, como manginismo, ou heresías ou desonradismo, é um fardo auto imposto muito grande para alguns, eu mesmo não consigo viver com tantos adjetivos me cercando...
Por exemplo, oque é uma vadia? Uma vadia pode não ser vadia pra mim mas vadia pro law, como ele é o chefe do shibumismo ele que dita oque é uma vadia....é o perigo desses movimentos (incluindo a real...), seguir cegamente poucos homens que se dizem rabis (mestres) e não seguir oque se aprende por experiência é escravidão na minha humilde opinião, do pior tipo: a escravidão do pensamento.
Tudo é muito relativo, e oque moral ou imoral pode ainda assim ser ético ou inetico...não existe verdade absoluta.
(11-08-2015, 02:12 PM)tio spectro Escreveu: [ -> ]Um shibumista só não é psicanalítico por não errar, na psicanálise se aprende errando.
O shibumista possui um alto grau de moralidade por este motivo é honrado e não se mete com vadias ou amigos desonrados.
Agora, oque ocorre é que o shibumista pode vir a desenvolver um perfil de cultista, onde regras são ditadas e devem ser seguidas, ou haverá acusação das mais variadas estirpes, como manginismo, ou heresías ou desonradismo, é um fardo auto imposto muito grande para alguns, eu mesmo não consigo viver com tantos adjetivos me cercando...
Por exemplo, oque é uma vadia? Uma vadia pode não ser vadia pra mim mas vadia pro law, como ele é o chefe do shibumismo ele que dita oque é uma vadia....é o perigo desses movimentos (incluindo a real...), seguir cegamente poucos homens que se dizem rabis (mestres) e não seguir oque se aprende por experiência é escravidão na minha humilde opinião, do pior tipo: a escravidão do pensamento.
Tudo é muito relativo, e oque moral ou imoral pode ainda assim ser ético ou inetico...não existe verdade absoluta.

Seja seu próprio Deus...
Sempre qdo me falam de psicanálise eu lembro dessa cena yaoming



"Para meu marido, tudo é natural... *mostra os seios*"

Por isso que sigo o Valadonismo.
Vcs estao doidos? Claro q existe verdade absoluta.. o problema é que como humanos podemos apenas nos aproximar e corremos risco de errar.

E que putaria é essa de "seja seu próprio Deus?". Maluquice demoníaca neurodiversa isso
Eu até acredito em verdade absoluta mas não estamos num fórum cristão pra eu discorrer sobre isso...
E eu acho uma tremenda prepotência querer encontrar a verdade absoluta, a única coisa que eu faço é tentar amar ao próximo como toda religião prega...
Essa zoeira do barão foi pesada kkmm
(11-08-2015, 02:51 PM)tio spectro Escreveu: [ -> ]Eu até acredito em verdade absoluta mas não estamos num fórum cristão pra eu discorrer sobre isso...
E eu acho uma tremenda prepotência querer encontrar a verdade absoluta, a única coisa que eu faço é tentar amar ao próximo como toda religião prega...
Essa zoeira do barão foi pesada kkmm
As vezes tem q tomar cuidado c o "amar ao proximo". Amor tem mais a ver c dureza q com moleza. Nao é prepotência buscar a verdade absoluta. É o certo pra poder viver corretamente. Prepotencia é achar que pode encontrar 100%...

Isso do barao vou ver dps. To numa clinica agora e n posso fazer barulho kkkkkk
(11-08-2015, 02:46 PM)lawlyet_w Escreveu: [ -> ]Vcs estao doidos? Claro q existe verdade absoluta.. o problema é que como humanos podemos apenas nos aproximar e corremos risco de errar.

E que putaria é essa de "seja seu próprio Deus?". Maluquice demoníaca neurodiversa isso

Ah. mas não existe verdade. Só a nossa interpretação da realidade, como descrito mito da caverna.

Todos nós somos nosso próprio deus, pois o criamos em nossa mente, à nossa imagem e semelhança. Vejam que aa crianças nascem sem deus. elas passam a crer no deus dos pais.
Nem precisa ser cristão pra crer numa "verdade absoluta".

Primeiramente o cara que diz que não existe "verdade absoluta" é mentiroso, pois a própria afirmação dele afirmando que não existe "verdade absoluta" é mentira, logo já mostra a confusão do cara. Pra afirmar que não existe verdade absoluta, ele faz uma afirmação absoluta, se contradizendo e dando um chute na própria bunda.

No mais qdo cara começa com esses papos de que é "seu próprio deus" eu recomendo o cara procurar um psiquiatra. Mais um pouco e ele estará se vestindo de Napoleão... Quem começar com esse papo aqui vou dar um bico no cu, eu não sou pago pra aturar candidato a Napoelão de hospício. Vão caçar um lote ou uma bicicleta velha pra arrumar que essas brisas passam.

No mais, as verdades absolutas são o Valadonismo, o Delicismo e a fé absoluta no Pedal.
Falaram sobre a morte do ego.

A morte do ego conforme os santos é o estado de impassibilidade quanto tudo aquilo que deriva da concupiscência da carne, da concupiscência dos olhos e da soberba da vida; com a finalidade de reorientar as vontades, desejos, anseios ou sentimentos para as coisas mais elevadas e, consequentemente, a Deus, unido-se assim com Ele.

O objetivo da impassibilidade é sempre elevar o homem, não castrá-lo. Um homem elevado à vida interior conhece melhor, e por isso ama melhor; convive melhor, reage melhor às intempéries da vida, raciocina melhor, discerne melhor diante dos problemas a resolver, etc. Ou seja, continua agindo, porém de forma a atingir a excelência tanto quanto for possível a ele.

O objetivo final de tais ações excelentes e da vida voltada para a virtude é a União com a Sabedoria.

Isso tudo está definitivamente ensinado, demonstrado, confirmado e selado pelos santos, e estes nada mais são que os modelos ideais de homens.

O que falam sobre morte do ego, um São João da Cruz já falava a 500 anos atrás, e um São Bento a 1500 anos.
...

Outra coisa que há de se entender é que quaisquer movimentos tendentes ao conservadorismo, mas que não o abraça em todos os aspectos, tão somente formam dele uma caricatura. O que não quer dizer que sejam ruins em si mesmos, mas incompletos e ainda corre-se o risco de neles conterem elementos contrários a um genuíno pensamento conservador.

Por isso se diz que o próprio termo "conservador" tem que ser continuamente reavaliado, já que um conservador do século 21 é bem possível que seja menos conservador que um do século 18, por exemplo. Um conservador da década de 1920 é mais conservador que um da década de 2000...

No que diz respeito a estes atuais movimentos tendentes ao conservadorismo que por aí surgem parece que todos possuem ou dizem possuir algo do genuíno conservadorismo cristão. Por outro lado, porém, apontam certos elementos estranhos que os qualificam apenas como uma caricatura e não como um autêntico filiado. O que não os tornam essencialmente ruins, desde que as pessoas da Fé não se apoiem em suas doutrinas para modelar suas vidas, mas apenas atenham-se naquilo que neles têm de verdadeiro e de bom. E desde que eles mesmos não "toquem" naquelas coisas que sejam consideradas essenciais pelo conservadorismo genuíno.
(11-08-2015, 04:08 PM)barãozin Escreveu: [ -> ]Nem precisa ser cristão pra crer numa "verdade absoluta".

Primeiramente o cara que diz que não existe "verdade absoluta" é mentiroso, pois a própria afirmação dele afirmando que não existe "verdade absoluta" é mentira, logo já mostra a confusão do cara. Pra afirmar que não existe verdade absoluta, ele faz uma afirmação absoluta, se contradizendo e dando um chute na própria bunda.

No mais qdo cara começa com esses papos de que é "seu próprio deus" eu recomendo o cara procurar um psiquiatra. Mais um pouco e ele estará se vestindo de Napoleão... Quem começar com esse papo aqui vou dar um bico no cu, eu não sou pago pra aturar candidato a Napoelão de hospício. Vão caçar um lote ou uma bicicleta velha pra arrumar que essas brisas passam.

No mais, as verdades absolutas são o Valadonismo, o Delicismo e a fé absoluta no Pedal.

Mas Barão, eu não disse que minha ideia que não existe verdade absoluta é uma verdede absoluta. Essa é a minha interpretação das sombras que vejo no fundo da caverna. Tenho consciência de ser falível. Mas quem proclama infalibilidade certamente está errado.
Uai, então pra que vou falar que não existe algo se eu não sei se isso existe ou não?
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7