Fórum do Búfalo

Versão Completa: Aposentadoria Matrimonial
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2
Citar:Seguindo a linha do blog, que visa apresentar os tipos perigosos de mulher, suas características e artimanhas, a fim de alertar os mais incautos, nesse post discutirei sobre a "ex-vadia" que, cansada da vida leviana, empreende todo seu esforço na tentativa de se casar.

A "ex-vadia" é aquela mulher aventureira, adepta do Carpe Diem, que nunca se estabeleceu em lugar nenhum, nem com homem algum, que passou por inúmeros homens, de cafajestes a honestos esclarecidos (que lhe rejeitaram), e que sentindo o peso da idade, e vendo que as aventuras promíscuas de outrora não lhe permitiram construir uma base sólida para que se sustente na velhice, procura agora casar-se o mais rapidamente possível, para assim garantir sua aposentadoria.

Veja o restante no blog:

http://memoriasdeumex.blogspot.com.br/20...onial.html
Enfim , uma bela de uma massagem nos centros de vaidade e prazer do otário. Otário esse que só quer ostentar algo, como um relógio ou carro, só que com muito menos (nenhuma)utilidade.
As vítimas dessas mulheres são homens que idealizam as mulheres, e o ponto chave desse belo texto digassi de passage, é a parte que fala que elas procuram homens solitários, esses serão presas fáceis.

Tenho uma pergunta, esse tipo de mulher beirando os 30 ou 35, são em sua maioria no mínimo medianas? Porque para passarem por um batalhão, e conseguir atrair um cara com patrimônio construído, devem ter no mínimo um certo poder de barganha, certo?

As mais feias se chegam nos 30 sem ninguém, só por milagre arrumar algum provedor, se bem que nessa sociedade não duvido muito.

Mães solteiras se encaixam neste caso?

Venho percebendo que algumas mulheres na faixa dos 21 anos também já estão pensando nesse negócio de "aposentadoria patrimonial" (obviamente orientadas pelas suas mães), sabe porque, mesmo que não falte homens para arrombá-las, está faltando homens com alto poder de barganha já que cada vez menos os homens se preocupam com o des. pessoal, então elas já começam logo cedo a procurar um provedor solitário.
Pq os caras estão bem financeiramente, mas não estão bem psicologicamente.

E se fodem. Adianta ter construido um imperio e depois ve-lo ser entregue para uma vadia? Pq ele a "ama" ?
O problema está em construir tudo por causa de buceta(de fato é uma puta motivação), mas cava-se um poço bem fundo.

Na primeira interesseira que aparecer, ele se fode.

Enquanto estão novas, xota pouco arrombada, gastam dinheiro do papai e da mamae, são ignorantes e são legais quando precisam de algo, está tudo bem.
Mas quando se ve a idade passar, complica.

Sempre digo ao meu irmão: Se ela te disse que ta solteira , "ngm me qiuer" ou n tem ninguém. Desconfie.
1)Drama pra que voce de em cima, ai se finge de carente.
2)Não está sozinha mesmo, quer voce e continuar com o cara.

Uma mulher só ta sozinha pq ela quer e por um motivo bastante forte.
Mulher n fica só, sempre tem um pra comer.
(17-10-2015, 01:47 AM)Mr. L Escreveu: [ -> ]Venho percebendo que algumas mulheres na faixa dos 21 anos também já estão pensando nesse negócio de "aposentadoria patrimonial" (obviamente orientadas pelas suas mães), sabe porque, mesmo que não falte homens para arrombá-las, está faltando homens com alto poder de barganha já que cada vez menos os homens se preocupam com o des. pessoal, então elas já começam logo cedo a procurar um provedor solitário.

Não dá pra perceber os motivos certos e talvez pouco importe, mas que essa situação vem ocorrendo, isso é fato.

Eu acho que é pela quantidade de informações disponíveis na net e também pelo exemplo negativo de mulheres que ficam pra titia. Houve um processo de mutação rápida, já que o fenômeno "de repente trintei" é bem conhecido. Então ,elas procuram o quanto antes um provedor para satisfazê-la.

Só que o pessoal deve-se se atentar pra algumas coisas:

1) A putaria hoje começam muito mais cedo do que antigamente e cada vez mais novas estão inseridas nesse meio.

2) No ambiente de universidade, principalmente nos primeiros anos, há uma grande chance de ocorrer essas vadiagens, especialmente se for universidade pública e nas áreas humanas.

3) Geralmente, o final do curso universitário coincide com o processo de "maturação delas", e é mais comum ver menos afoitas como no começo e é mais comum vê-las namorando.

4) Considero que a idade do começo varia entre 17-20 , e o término varia entre 22-26.

5) Se por um lado elas procuram um provedor desde novas pra se precaver dos efeitos quando mais tardes ficarem velhas, por outro pode ocorrer que as putarias que elas fariam sem pudor na faixa etária dos 20-35 anos sejam mais escondidas mesmo estando garantidas o provedor delas quando mais jovens. Ou seja, é garantir um provedor inicialmente pra fazer putaria sossegada escondida posteriormente.

6) Esse é apenas um palpite, mas tem poucas mulheres que procuraram um provedor quando novas depois de formadas para garantir processos de transições para elas na acomodação no mercado de trabalho ou, principalmente, para estudos em concursos. É o famoso casamento como bolsas de estudos (by Gekko) ou como bolsas concursos.

Falo essa noção apenas com base no que vi, mas pode ser que esteja sujeito a erro, não seja tão genérico assim ( ou que se aplique apenas à minha cidade...) e tenha outras variáveis que não enxerguei. Eu, por exemplo, não conheci muito o pessoal de exatas e da área de saúde, não.
[2] No Welzo e no Phenomenon

As mulheres querem casar cedo e por conseguinte param de vadiar antes do esperado porque começam antes, percebem que a barganha cai com o tempo, e precisam mostrar o quanto antes para os demais que estão bem na fita. Mas como já disse diversas vezes essa nova geração de homens é mais individualista e materialista e pouco tolerante a escassez sexual a paixonite aguda, e friendzone (até pq antes era comum). O próprio feminazismo desencadeia esta revolta a partir do momento que se torna insustentável para quem paga a conta.
Os homens que se sentem solitários e não vivem bem com isto, serão presas fáceis pois no geral não conhecem a Real. Tiveram poucas ou nenhuma exp sexual no passado.

O discurso da masculinidade só piora neste caso pois é usado contra o homem. O mesmo é justificado porque é incutido nos mesmos que mulher é a condição de validação e Raison D'etre do homem. Se você gosta de algo mais do que gosta de mulher, você é viado. É preciso sempre provar que é homem, e se faz isso pensando, correndo atrás de mulher. É preciso que quebrem com isso.

O homem busca sempre coerência com o que diz e faz, por isto seu discurso é a principal fonte de informação e a forma pelo qual as gurias obtêm garantias. Se você aprende a usar o discurso ambíguo e a promover expectativas ao invés de aceitá-las. É ela quem perde.

Um confrade me ensino que embora possam gostar de sexo, pela lei de oferta e demanda, tem homem demais para ter sexo, logo neste mundo fácil e simples de hoje, elas preferem fazer compras. Contudo, não quer dizer que o mesmo sucede com homens (bons) dispostos a casar. Se tem muito homem pra putaria e pouco homem para casar, pior pra elas ( que querem casar)

Na verdade o que sucede é que uma maioria de homens alcançam poder de barganha superior a partir dos 30, ou já constrói algum patrimônio. Então o critério usado para o destaque social se torna mais criterioso, e por conseguinte mais raro. O homem vitrine demora mais para ser encontrado e este não está no alcance de quase nenhuma (para casamento).

A forma mais simples de lidar com tais mulheres pode ser resumida em um pequeno conjunto de sentenças.
1 - aprenda a arte do silêncio
2 - Recompense bons comportamentos e puna os maus
3 - Ignore tudo o que é dito a seu respeito (que ela fala sobre você)
4 - Nada nunca foi seu na vida dela
5 - Estipule prazos de validade para ela e o relacionamento ( quando o poder de barganha dela começa a cair e o seu a aumentar, e ela começa a ficar amarga)
6 - Não tenha pena nem piedade caso precise terminar (ela não terá com vc)
7 - Não aceite desrespeito sob hipótese alguma
8 - Não discuta e não revide verbalmente (DR)
9 - Esqueça expectativas com relação a ela
10 - Se retire assim que começar os infernos emocionais
11 - Sua família e amigos são como seu patrimônio, e devem ser mantidos longe deste tipo
12 - Não dê seu telefone residencial
13 - Não passe mais tempo que o necessário (evite que ela entre e crie raízes em você, sua rotina e trabalho)
14 - Evite as demonstrações de choro e amor em público (em casos extremos irá ocorrer)
15 - Em caso de traição e suspeita se retire de vez e não entre no debate e nas justificativas
16 - Se ela forçar demais aproximações com seu meio ou tentar forçar demais um relacionamento sério, fique esperto
17 - a família dela não é sua aliada. Muito menos os amigos
17.5 - tome cuidado com sua família também. Sobretudo as mulheres. Aquilo que falei sobre o contato aprofundado com sua família.
18 - Seja homem e não um pirralho ostentador
19- Use o dinheiro com moderação
20 - Sem o uso de palavras, deixe implicito que o poder de barganha dela está caindo e o seu subindo (usado para evitar e terminar discussões)
18 - Mantenha sua lista de contatos
Citar:- A famosa frase - "Esmola demais, o santo desconfia". Esta mesma frase, expressa de uma maneira resumida a situação.

- No mesmo contexto, me dá pena quando vejo caras fazendo aqueles "malabarismos", efeitos pirotécnicos, etc etc para pedi uma mulher em casamento, como se fosse uma Deusa.

- Lamentável.

- Minha resposta no MR.
(17-10-2015, 09:00 AM)Deuxcartes Escreveu: [ -> ]3 - Ignore tudo o que é dito a seu respeito (que ela fala sobre você)

5 - Estipule prazos de validade para ela e o relacionamento ( quando o poder de barganha dela começa a cair e o seu a aumentar, e ela começa a ficar amarga)

8 - Não discuta e não revide verbalmente (DR)

20 - Sem o uso de palavras, deixe implicito que o poder de barganha dela está caindo e o seu subindo (usado para evitar e terminar discussões)

Deste um resumo perfeito, mas discordo apenas daquelas partes ali.

3 - Existem coisas que são ditas a nosso respeito que merecem ser observados com atenção. Tem muita mulher que fala antes de pensar, e normalmente aquilo que ela fala são impressões reais do cara.

5- Só acho válido fazer isso pra marmita. Pra esposas, não.

8 - Depende da situação. Mas a observação do confradre Legião em que disse que " casal que não briga, não se conhece", merece ser vista com atenção quando a mulher valer a pena.

20 - Nem precisa disso. Basta vc não se acomodar, ter planejamentos de vida e seguir o curso mesmo com ela ao lado. Acho que isso é mais que o suficiente pra ela se tocar.
Fazendo alguns adendos aos Confrades D. Welzo e Deuxcartes
* * * * * * * * * * *
"A putaria hoje começam muito mais cedo do que antigamente e cada vez mais novas estão inseridas nesse meio"
* * * * * * * * * * *
Infelizmente a putaria hoje começa no ensino médio. Uma prima é sexualmente ativa já na adolescência, tendo inclusive envolvimento com homem casado. Lado obscuro bastante intenso. Com 16 anos está assim, se parar com a putaria aos 23 enganará fácil fácil muito homem...
* * * * * * * * * * *
Muito Proveitoso:
A forma mais simples de lidar com tais mulheres pode ser resumida em um pequeno conjunto de sentenças.
1 - aprenda a arte do silêncio
*
2 - Recompense bons comportamentos e puna os maus
*
3 - Ignore tudo o que é dito a seu respeito (que ela fala sobre você)
**********Guardar o que ela falou de você em momentos de raiva, alcolizada, com amigas e outras situações que a fala teatral tem pequenas chances de ocorrer.
*
4 - Nada nunca foi seu na vida dela
*
5 - Estipule prazos de validade para ela e o relacionamento ( quando o poder de barganha dela começa a cair e o seu a aumentar, e ela começa a ficar amarga).
*Válido para namoros.
*
6 - Não tenha pena nem piedade caso precise terminar (ela não terá com vc)
*
7 - Não aceite desrespeito sob hipótese alguma
*
8 - Não discuta e não revide verbalmente (DR)
*
9 - Esqueça expectativas com relação a ela
*
10 - Se retire assim que começar os infernos emocionais
*
11 - Sua família e amigos são como seu patrimônio, e devem ser mantidos longe deste tipo
*
12 - Não dê seu telefone residencial
*
13 - Não passe mais tempo que o necessário (evite que ela entre e crie raízes em você, sua rotina e trabalho)
*
14 - Evite as demonstrações de choro e amor em público (em casos extremos irá ocorrer)
*
15 - Em caso de traição e suspeita se retire de vez e não entre no debate e nas justificativas
*
16 - Se ela forçar demais aproximações com seu meio ou tentar forçar demais um relacionamento sério, fique esperto
*
17 - a família dela não é sua aliada. Muito menos os amigos
*
17.5 - tome cuidado com sua família também. Sobretudo as mulheres. Aquilo que falei sobre o contato aprofundado com sua família.
*
18 - Seja homem e não um pirralho ostentador
*
19- Use o dinheiro com moderação
*
20 - Sem o uso de palavras, deixe implicito que o poder de barganha dela está caindo e o seu subindo (usado para evitar e terminar discussões)
*
21 - Mantenha sua lista de contatos.
*Não deixe seus amigos e pessoas de confiança de lado por causa de mulher nenhuma.
No texto eu descrevi o comportamento de balzacas (acima de 35 anos). Nada impede que essas táticas sejam utilizadas por mulheres mais novas, mas o mais comum é que as mais velhas (e rodadas) se comportem assim.
Mulheres adotam comportamentos ,sempre, de resultados ou que possam gerar resultados. E todo dia nasce um otário no mundo...
(18-10-2015, 12:15 AM)Gilgamesh Escreveu: [ -> ]Mulheres adotam comportamentos ,sempre, de resultados ou que possam gerar resultados. E todo dia nasce um otário no mundo...

Concordo. Caráter não é algo que conste do dicionário delas. Elas moldam seu comportamento de acordo com seu interesse. Se querem trepar, comportam-se como puta de pedágio, se querem agarrar um otário pra provedor, viram donas de casa da liga da senhoras católicas.

Cabe a nós a interpretação dos sinais inequívocos que deixam escapar, a fim de definir a real índole de cada uma.
(19-10-2015, 02:07 PM)Rooster Escreveu: [ -> ]
(18-10-2015, 12:15 AM)Gilgamesh Escreveu: [ -> ]Mulheres adotam comportamentos ,sempre, de resultados ou que possam gerar resultados. E todo dia nasce um otário no mundo...

Concordo. Caráter não é algo que conste do dicionário delas. Elas moldam seu comportamento de acordo com seu interesse. Se querem trepar, comportam-se como puta de pedágio, se querem agarrar um otário pra provedor, viram donas de casa da liga da senhoras católicas.

Cabe a nós a interpretação dos sinais inequívocos que deixam escapar, a fim de definir a real índole de cada uma.




Cada vez mais cedo seremos vistos como um provedor de plantão. Não devemos premiar esse tipo de mulher com um relacionamento e muito menos com parte de nosso patrimônio, conquistado com muito suor e sacrifício.
Identificar esse perfil não é muito fácil é bem verdade,mais sempre que se propor a entrar em um relacionamento seja um cara observador,exigente,tenha paciência na condução das etapas,pois se algo estiver errado você irá descobrir.
Depois de todo o tsunami de informação sobre fêmeas ainda ficam na duvida, agreguem o texto como somatória. Fêmea de 0 a 100 sempre vai ter a mesma noção e intenção. Isso para de mãe pra filha, de família pra filha, de sociedade pra filha, da novela pra filha, depois de fêmeas pra fêmeas e assim por diante beirando o destino de maracujá de gaveta a noção e a intenção sera a mesma.
Foder o macho para se aposentar.
Basta que entendamos que se alguma evidência mostra ou coloca em cheque a probidade da companheira em questão, não pode ser levada a sério e ponto final. Apenas aquelas que passarem no crivo, e que tem seus freios podem ser levadas em consideração para qualquer coisa além de uma casual. Mas se nem isso conseguem para que servirão posteriormente?
Então conceda sua atenção e tempo apenas para o que de fato vale a pena, e se torne alguém melhor enquanto isso.
Quando vc fala ex-vadia vc está se limitando muito, uma perva pode ser pouco usada, porem chata bagarai e ter quicado pouco na vida e mesmo assim chegar a idade de "ouro" querendo um otário provedor, é essa mulher que em poucos anos estará frustrada e amaga dentro da relação e será muito mais toxica que a vadia tradicional.
(01-11-2015, 07:49 AM)cabraman Escreveu: [ -> ]Quando vc fala ex-vadia vc está se limitando muito, uma perva pode ser pouco usada, porem chata bagarai e ter quicado pouco na vida e mesmo assim chegar a idade de "ouro" querendo um otário provedor, é essa mulher que em poucos anos estará frustrada e amaga dentro da relação e será muito mais toxica que a vadia tradicional.

É, Cabra... Essa limitação foi proposital. A idéia era mesmo falar de ex-vadias pseudo-arrependidas, que escondem o passado imundo na hora de agarrar o provedor.

As pouco rodadas, que já chegaram na idade do desespero, podem mesmo usar as mesmas artimanhas, mas eu considero menos perigosas.

Questão de ponto de vista...

Joinha:
De certa forama todas irão usar tais táticas, caso cheguem aos 30 sem um ótario bem sucedido com anel no dedo. As vadias são mais perigosas apenas, por razões que já cansamos de discutir. Mas os jogos e as táticas no geral são passadas para todas em algum momento. E irão usar a seu favor. Nós por outro lado, entendemos os jogos, os bastidores, aprendemos a nos camuflar e sair de fininho, e tirar uma lasquinha quando der.
(01-11-2015, 11:43 AM)Rooster Escreveu: [ -> ]
(01-11-2015, 07:49 AM)cabraman Escreveu: [ -> ]Quando vc fala ex-vadia vc está se limitando muito, uma perva pode ser pouco usada, porem chata bagarai e ter quicado pouco na vida e mesmo assim chegar a idade de "ouro" querendo um otário provedor, é essa mulher que em poucos anos estará frustrada e amaga dentro da relação e será muito mais toxica que a vadia tradicional.

É, Cabra... Essa limitação foi proposital. A idéia era mesmo falar de ex-vadias pseudo-arrependidas, que escondem o passado imundo na hora de agarrar o provedor.

As pouco rodadas, que já chegaram na idade do desespero, podem mesmo usar as mesmas artimanhas, mas eu considero menos perigosas.

Questão de ponto de vista...

Joinha:

(01-11-2015, 01:12 PM)Deuxcartes Escreveu: [ -> ]De certa forama todas irão usar tais táticas, caso cheguem aos 30 sem um ótario bem sucedido com anel no dedo. As vadias são mais perigosas apenas, por razões que já cansamos de discutir. Mas os jogos e as táticas no geral são passadas para todas em algum momento. E irão usar a seu favor. Nós por outro lado, entendemos os jogos, os bastidores, aprendemos a nos camuflar e sair de fininho, e tirar uma lasquinha quando der.



Nenhuma delas escapa do instinto e do desejo de arrumar um provedor, mesmo o feminazismo vendendo as liberdades, acredito que elas já estejam sentindo o peso dessas liberdades.

A unica coisa que lamento é que a maior parte dos caras não tem equilíbrio pra lidar com esse tipo de mulher e sucumbe ao primeiro chá.
Mentir, manipular e dissimular sao atitudes que fazem parte da natureza feminina, nao tem como escapar. E pior as mulherrs se orgulham disso.
Páginas: 1 2