Fórum do Búfalo

Versão Completa: STJ: basta a palavra da mulher
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4
Depois da acusação forjada do estupro de uma mina que participava de surubas, agora o STJ deu o recado: não existe mais contraditório. Se um homem for acusado de violência sexual contra a mulher, logo, o ônus da prova é contra ele. Ou seja, a presunção de inocência foi rasgada da Constituição Federal. Basta que uma putinha revoltada queira acabar com a vida de um homem para alardear uma acusação falsa e destruir a reputação de um homem. E ai se ele não provar que ela mente! A opinião dela, independente da mentira, pode colocar um inocente na cadeia, pois ela mesma não tem obrigação de prová-la.

Se hoje em dia cerca de 80% das acusações de estupro são falsas, imagine agora com esse precedente.

Então, confrades, fiquem cada vez mais atentos, principalmente os homens que costumam frequentar ambientes de festas e baladas e praticam sexo casual. Muito cuidado.
À luz dos últimos acontecimentos, resta a conclusão de que não vale mais a pena arriscar-se no sexo com civis.
A palavra de uma drogadinha maria-fuzil de 16 anos tá ferrando a vida de um monte de cara aqui no RJ, mesmo com todas as evidências que o único crime cometido foi a divulgação das imagens na internet.
País de merda.

Um homem acusado e condenado falsamente de estupro, tinha que matar todo mundo envolvido.

Foda um caso que eu vi naquele programa ''A liga'', de um cara que foi confundido com o estuprador, foi preso, estuprado na cadeia pelos viados bandidos e ainda pegou aids. Acabaram com a vida dele. Muitos delegados são corruptos, a maioria na verdade, as vezes prendem alguem só pra mostrar serviço, agora com essa, imagina a merda que vai dar. Esse país é um lixo.
Não viajem, a palavra isolada da mulher não sustenta uma sentença condenatória. Tem peso, tem valor diferenciado, mas precisa de outros elementos.

Ponham logo o pinto em uma caixa de vidro e quebrem apenas em caso de emergência, para mijar.
(02-06-2016, 02:16 AM)Roland Escreveu: [ -> ]Não viajem, a palavra isolada da mulher não sustenta uma sentença condenatória. Tem peso, tem valor diferenciado, mas precisa de outros elementos.

Ponham logo o pinto em uma caixa de vidro e quebrem apenas em caso de emergência, para mijar.

E a corrupção da policia civil ? Já vi caso de delegado que recebe denuncia e depois vai até o denunciado subornar pra não prender, na verdade isso é bem comum. Imagina nesse contexto, é só denunciar, caso vc não tenha dinheiro se fode
Apesar do STJ tomar uma posição mais concreta sobre esses casos de estupro apenas agora, convém notar, outrossim, que isso é um fato que já ocorre há muito tempo. Não é de hoje que basta a palavra da mulher para condenar o homem em caso de estupro. Quantos e quantos inocentes já foram presos injustamente e depois acabaram sendo soltos, isso depois de muitos anos. Há vários casos na internet desse tipo.

É como se a palavra da mulher fosse uma verdade absoluta, possuindo fé pública. Na certa mulher também não pode mentir. É lógico que somos a favor que estupradores(de verdade) realmente sejam presos, mas, no entanto, não podemos condenar inocentes, como muitos casos já explanados na mídia. Tem que existir uma cautela na hora das investigações para que, depois de muito estudo sobre o caso, seja descoberto a verdade dos fatos e sem condenar nenhum inocente.

(02-06-2016, 02:20 AM)Eterno Aprendiz Escreveu: [ -> ]
Apesar do STJ tomar uma posição mais concreta sobre esses casos de estupro apenas agora, convém notar, outrossim, que isso é um fato que já ocorre há muito tempo. Não é de hoje que basta a palavra da mulher para condenar o homem em caso de estupro. Quantos e quantos inocentes já foram presos injustamente e depois acabaram sendo soltos, isso depois de muitos anos. Há vários casos na internet desse tipo.

É como se a palavra da mulher fosse uma verdade absoluta, possuindo fé pública. Na certa mulher também não pode mentir. É lógico que somos a favor que estupradores(de verdade) realmente sejam presos, mas, no entanto, não podemos condenar inocentes, como muitos casos já explanados na mídia. Tem que existir uma cautela na hora das investigações, para que seja descoberto a verdade dos fatos.


Se for uma delegada feminazi que considera todo homem potencial estuprador fudeu...
(02-06-2016, 02:16 AM)Roland Escreveu: [ -> ]Não viajem, a palavra isolada da mulher não sustenta uma sentença condenatória. Tem peso, tem valor diferenciado, mas precisa de outros elementos.

Ponham logo o pinto em uma caixa de vidro e quebrem apenas em caso de emergência, para mijar.

Ah cara, mas e o transtorno de se defender de uma falsa acusação de estupro, é um dos poucos crimes que já te tratam como culpado mesmo com poucos elementos até você provar que é inocente... mesmo que não sustente uma sentença condenatória.

Daqui a pouco você tem que fazer a mulher assinar consentimento e se possível gravar o sexo pra provar que foi consensual.

Há precedentes de casos de libidinosos sem penetração sendo considerados como estupro e não como atentado violento ao pudor.

O crime de estupro consiste no fato de o agente “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso” (CP, art. 213, caput).

São quatro os elementos que integram o delito: (1) constrangimento decorrente da violência física (vis corporalis) ou da grave ameaça (vis compulsiva); (2) dirigido a qualquer pessoa, seja do sexo feminino ou masculino; (3) para ter conjunção carnal; (4) ou, ainda, para fazer com que a vítima pratique ou permita que com ela se pratique qualquer ato libidinoso. O estupro, consumado ou tentado, em qualquer de suas figuras (simples ou qualificadas), é crime hediondo (Lei 8.072/90, art. 1º, V).

Ai fica difícil o contraditório.
(02-06-2016, 02:30 AM)Fulcro Escreveu: [ -> ]
(02-06-2016, 02:16 AM)Roland Escreveu: [ -> ]Não viajem, a palavra isolada da mulher não sustenta uma sentença condenatória. Tem peso, tem valor diferenciado, mas precisa de outros elementos.

Ponham logo o pinto em uma caixa de vidro e quebrem apenas em caso de emergência, para mijar.

Ah cara, mas e o transtorno de se defender de uma falsa acusação de estupro, é um dos poucos crimes que já te tratam como culpado mesmo com poucos elementos até você provar que é inocente... mesmo que não sustente uma sentença condenatória.

Daqui a pouco você tem que fazer a mulher assinar consentimento e se possível gravar o sexo pra provar que foi consensual.

Há precedentes de casos de libidinosos sem penetração sendo considerados como estupro e não como atentado violento ao pudor.

O crime de estupro consiste no fato de o agente “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso” (CP, art. 213, caput).

São quatro os elementos que integram o delito: (1) constrangimento decorrente da violência física (vis corporalis) ou da grave ameaça (vis compulsiva); (2) dirigido a qualquer pessoa, seja do sexo feminino ou masculino; (3) para ter conjunção carnal; (4) ou, ainda, para fazer com que a vítima pratique ou permita que com ela se pratique qualquer ato libidinoso. O estupro, consumado ou tentado, em qualquer de suas figuras (simples ou qualificadas), é crime hediondo (Lei 8.072/90, art. 1º, V).

Ai fica difícil o contraditório.

Se querem se garantir, guardem provas, conversas, prints, o que puderem.

Vejo falarem de delegados, mas esquecem que quem condena é o juiz, e se o sujeito não representar perigo para a sociedade, pode responder ao processo em liberdade. Sempre poderá recorrer também.

Ideal é manter provas dos envolvimentos e também ter um bom advogado na manga se der merda. Mas deixar de comer civis é emascular-se.

Qualquer um pode forjar provas e para todo tipo de crime. Se querem evitar problemas, escolham em quem metem o pau.
Independente de sentença condenatória, já era. As caras dos acusados saiu tudo estampada nos jornais, se provarem que é inocente não vai ter a mesma repercussão que teve com a acusação, não vai ''limpar'' o nome deles.
Ta certo que ali provavelmente é tudo zé droguinha, mas isso dai vai virar rotina, ou melhor, já é, fode com a reputação dos outros depois a gente vê no que dá. O delegado tava indo certo, tava duvidando, ai tiraram ele do caso e colocaram uma delegadA, ai vocês já sabem o resto da história.
Citar:Independente de sentença condenatória, já era. As caras dos acusados saiu tudo estampada nos jornais, se provarem que é inocente não vai ter a mesma repercussão que teve com a acusação, não vai ''limpar'' o nome deles.
Ta certo que ali provavelmente é tudo zé droguinha, mas isso dai vai virar rotina, ou melhor, já é, fode com a reputação dos outros depois a gente vê no que dá. O delegado tava indo certo, tava duvidando, ai tiraram ele do caso e colocaram uma delegadA, ai vocês já sabem o resto da história.

Exemplo abaixo

https://lucianoayan.com/2016/02/14/femin...-inocente/

"Espero que meu caso sirva de exemplo para que outras falsas acusações não destruam vidas como assim fizeram com a minha. Perdi todos os contratos de minha empresa, minha família foi devastada, recebi ameaças de morte, fui condenado nas redes sociais, supostos especialistas sem a devida cautela me acusaram injustamente, pessoas me perseguiram, tive que me ausentar do convívio com meus filhos, deputados me acusaram de estupro, mancharam minha imagem pra todo o país, me acusaram de estupro sem que ao menos o Inquérito Policial tivesse sido concluído, o Sindicato da categoria absurdamente lançou Nota de Repúdio me rotulando como estuprador, muitos me julgaram sem saber o que de fato aconteceu. Neste tempo, minha vida virou um grande inferno. Assim pergunto: o que será de mim agora? Quem vai pagar a conta? E agora?"

Citar:Não viajem, a palavra isolada da mulher não sustenta uma sentença condenatória. Tem peso, tem valor diferenciado, mas precisa de outros elementos. Se querem evitar problemas, escolham em quem metem o pau.

Até a verdade vir a tona pode demorar e bastante. Como no caso abaixo.

http://www.topmidianews.com.br/policia/n...s-160-dias

"Laudos do Imol revelaram que a mulher não teve relação sexual há mais de 30 dias"

"Após 160 dias preso:omg:, Jaconias Gois de Barros, 31 anos, conseguiu comprovar na Justiça que não cometeu o crime de estupro contra uma mulher de 28 anos. Ele, inclusive, afirma que nunca fez sexo na vida. A história começou com uma denúncia ainda ano passado e resultou em mais de cinco meses de cadeia para Jaconias."

“Eu trabalho como serviços gerais e repositor em um supermercado atacadista e ela em uma pastelaria. Estava na praça de alimentação e começamos a conversar. Depois do expediente, ela estava no ponto de ônibus e conversamos à respeito de esporte. Passaram vários dias e encontrei ela no terminal, esperando o ônibus que vai para o mesmo shopping que trabalhava. E novamente conversamos. Somente chamei ela para ir ao cinema na segunda-feira. Tentei ser cavalheiro e criar uma amizade. Ela virou as costas e não quis conversa. Subimos no mesmo ônibus e ela ficou de cara feia. Quando pisei no shopping ela chamou um segurança e disse que estava sendo perseguida. Fez um escândalo e passei um constrangimento. Os amigos de trabalho só falavam naquele assunto, fui chamado na direção da empresa e fizeram o meu acerto. Fui despedido. E depois veio essa acusação de abuso. E ainda bem que os laudos comprovam que ela não foi abusada por ninguém. Eu nunca namorei não. Sou virgem, mas tenho vergonha de confessar. Sou especial. Sou trabalhador e faço tratamento com psicólogo. A minha vida é ficar em casa, frequentar a igreja, trabalhar e gosto de fazer amizade”

Não quero nem imaginar o que ele deve ter passado.
(02-06-2016, 02:20 AM)Eterno Aprendiz Escreveu: [ -> ]
Apesar do STJ tomar uma posição mais concreta sobre esses casos de estupro apenas agora, convém notar, outrossim, que isso é um fato que já ocorre há muito tempo. Não é de hoje que basta a palavra da mulher para condenar o homem em caso de estupro. Quantos e quantos inocentes já foram presos injustamente e depois acabaram sendo soltos, isso depois de muitos anos. Há vários casos na internet desse tipo.

Concordo!

Para os homens, não acredito que haverá uma mudança drástica nos tribunais depois desse caso, pq não é de hoje que o ônus da prova é do homem em casos de estupro.

Entretanto esse caso trouxe a tona a misandria descarada que existe nos inquéritos policiais e nos tribunais, que nós da real já sabemos a anos.

Entrem no site do G1 e vão em qualquer matéria sobre esse "estupro coletivo" que tenham os comentários liberados, e vocês verão que a grande maioria dos comentários estão defendendo a hipótese de que não foi estupro, criticando a troca de delegados e falando mal do feminazismo. Diria na casa dos 80%.
E esse não é um site realista, é um site com publico bem variado e de todo o Brasil.

Na minha opinião no próximo caso grave de violência de gênero, o publico geral tenderá a ser muito mais cético com a versão da mulher, mesmo se ela for de fato a vítima.
O feminazismo mais uma vez prestando um desserviço as mulheres!
Uma dica que já e batida aqui, que reduzem drasticamente as chances de isso acontecer, é se relacionar com mulheres que não são esquerdistas. Coloquem no tinder, ou em qualquer rede social que não querem feministas, esquerdistas, abortistas e foda-se. Ainda escrevam #Bolsonaro2018 no seu perfil. Ainda assim, nada garantido...
O negócio é pegar GP apenas e nem manter contato com outro tipo de mulher...GP se alegar estupro, até descobrir quem foi, já é 2050...
Caramba eu tenho um medo incalculável disso, até pq você não precisa se relacionar com nenhuma para isso acontecer, só de rejeitar uma que ta afim de você ela pode te denunciar e você ir preso, caramba quando eu vejo coisas como o link do Riven, o cara VIRGEM foi preso por estupro durante 4 meses para depois comprovarem que não aconteceu nada, caralho a vida do homem não tem valor nenhum, enquanto vivem procurando infinitas formas de favorecerem às mulheres, a vida dos homens não tem absolutamente valor nenhum, pode jogar na cadeia para ser estuprado que ninguém ta ligando, nem os próprios homens estão preocupados em mudar isso, a maior parte deles estão preocupados em se fingirem preocupados com apoiar o feminazismo na esperança de ganhar migalha de sexo das mulheres, o pior é que se algum homem tentar começar a falar sobre isso, tentar protestar para mudar isso as feministas ainda vão fazer de tudo para pintar o cara como estuprador, como que ele quer mudar isso apenas para estuprar livremente as mulheres.

Quando falam que as feministas fazem um desserviço para as mulheres é verdade, acredito que em pouco tempo boa parte das pessoas não vão mais acreditar quando uma mulher falar que foi estuprada, eu mesmo já dificilmente acredito levando em conta tudo que acontece, vai ficar igual aquela história de um pessoa falar que vai ajudar a outra se ela estiver em perigo, ai a que vai ser ajudada pede ajuda algumas vezes quando não precisa para testar se a outra vai ajudar mesmo, ai quando realmente acontece a merda a pessoa não ajuda por não acreditar mais na palavra dela, é capaz de no futuro passar a acontecer isso com os estupros, já que agora até mesmo a população comum em boa parte não ta acreditando nesse "estupro coletivo".
(02-06-2016, 11:26 AM)Digons Escreveu: [ -> ]Uma dica que já e batida aqui, que reduzem drasticamente as chances de isso acontecer, é se relacionar com mulheres que não são esquerdistas. Coloquem no tinder, ou em qualquer rede social que não querem feministas, esquerdistas, abortistas e foda-se. Ainda escrevam #Bolsonaro2018 no seu perfil. Ainda assim, nada garantido...

Cara, uma falsa acusação de estupro pode vim de qualquer lugar, não somente de vadias e esquerdistas.

Quando a mulher, seja lá por que motivos for, quer desviar a culpa de algo ou simplesmente quer foder sua vida, não tem ideologia que salve.

O negócio é sempre guardar provas de vinculo, mensagens whatsapp, histórico de ligações feitas e recebidas, facebook, etc.

Mas nem sequer isso basta, segundo a lei, já que mesmo com vínculo (namoro, casamento) conjunção carnal ou ato libidinoso, supostamente sob ameaça também configura estupro.

Não dá pra ficar viajando que toda mulher vai querer te foder com uma falsa acusação de estupro,

Se um dia acontecer isso com você minhas dicas são:

1 - Tenha consistência em sua história, busque lembrar dos fatos que antecederam ao suposto estupro, inclusive com as provas que você juntou, esses elementos darão base a alegação de que o que existiu entre vocês pode não ter sido estupro, apenas sexo consensual.

2 - Grave sempre alguns áudios e vídeos, se possível de conversas íntimas, existem apps que gravam ligações, conversas e vídeos em modo oculto, salve e deixe guardado em uma CLOUD pra utilizar se for necessário.

3 - Não fique tentando se explicar pra polícia sozinho, mesmo que for chamado apenas para prestar esclarecimentos, vá com um advogado.

4 - No depoimento, não pareça nervoso, isso pode ser interpretado como mas você deve se mostrar indignado com as acusações.

5 - Se houver condução, não caia na pilha dos policiais e fique de boca fechada, solicite um advogado imediatamente.

Quanto mais fatos e provas você tiver mais credibilidade você terá na investigação e em um possível processo, já que na acareação eles buscarão confirmar essas informações fazendo com que a mulher entre em contradição.

A condução pode acontecer por vários motivos, um deles se ela alegar que você a ameaçou, mesmo ainda não tendo elementos que embasem a acusação de estupro como por exemplo o "corpo de delito".

A polícia adora (SQN) que façam eles perderem tempo com falsas acusações, então será possível reverter contra ela criminalmente e depois judicialmente.
(02-06-2016, 12:41 PM)Fulcro Escreveu: [ -> ]
(02-06-2016, 11:26 AM)Digons Escreveu: [ -> ]Uma dica que já e batida aqui, que reduzem drasticamente as chances de isso acontecer, é se relacionar com mulheres que não são esquerdistas. Coloquem no tinder, ou em qualquer rede social que não querem feministas, esquerdistas, abortistas e foda-se. Ainda escrevam #Bolsonaro2018 no seu perfil. Ainda assim, nada garantido...

Cara, uma falsa acusação de estupro pode vim de qualquer lugar, não somente de vadias e esquerdistas.

Quando a mulher, seja lá por que motivos for, quer desviar a culpa de algo ou simplesmente quer foder sua vida, não tem ideologia que salve.

O negócio é sempre guardar provas de vinculo, mensagens whatsapp, histórico de ligações feitas e recebidas, facebook, etc.

Mas nem sequer isso basta, segundo a lei, já que mesmo com vínculo (namoro, casamento) conjunção carnal ou ato libidinoso, supostamente sob ameaça também configura estupro.

Não dá pra ficar viajando que toda mulher vai querer te foder com uma falsa acusação de estupro,

Se um dia acontecer isso com você minhas dicas são:

1 - Tenha consistência em sua história, busque lembrar dos fatos que antecederam ao suposto estupro, inclusive com as provas que você juntou, esses elementos darão base a alegação de que o que existiu entre vocês pode não ter sido estupro, apenas sexo consensual.

2 - Grave sempre alguns áudios e vídeos, se possível de conversas íntimas, existem apps que gravam ligações, conversas e vídeos em modo oculto, salve e deixe guardado em uma CLOUD pra utilizar se for necessário.

3 - Não fique tentando se explicar pra polícia sozinho, mesmo que for chamado apenas para prestar esclarecimentos, vá com um advogado.

4 - No depoimento, não pareça nervoso, isso pode ser interpretado como mas você deve se mostrar indignado com as acusações.

5 - Se houver condução, não caia na pilha dos policiais e fique de boca fechada, solicite um advogado imediatamente.

Quanto mais fatos e provas você tiver mais credibilidade você terá na investigação e em um possível processo, já que na acareação eles buscarão confirmar essas informações fazendo com que a mulher entre em contradição.

A condução pode acontecer por vários motivos, um deles se ela alegar que você a ameaçou, mesmo ainda não tendo elementos que embasem a acusação de estupro como por exemplo o "corpo de delito".

A polícia adora (SQN) que façam eles perderem tempo com falsas acusações, então será possível reverter contra ela criminalmente e depois judicialmente.
Mas como seria para fugir da prisão preventiva? se o cara se apresentar com um advogado razoável ele já consegue se livrar disso?
(02-06-2016, 11:40 AM)Chris Kyle Escreveu: [ -> ]O negócio é pegar GP apenas e nem manter contato com outro tipo de mulher...GP se alegar estupro, até descobrir quem foi, já é 2050...
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Essa é a melhor pedida.

Mas aqui vão mais algumas dicas se assim me permite.

Não repetir direto com a mesma GP, mesmo a danada sendo muito gostosa e atenciosa, dá um tempo dela, saia com outras..

Não forneça nenhum tipo de informação com a qual a GP possa te encontrar: Não forneça seu nome verdadeiro, faça como elas, crie um nome de guerratrollface, nada de dar endereços, PQP comer GP's na sua própria casa, acho arriscado pacas, quanto ao Telefone, Para quem prefere FREE's tenha um CHIP desses Pré-Pagos somente para contato com elas,

Nada de ficar falando muito sobre a sua vida, fale somente o básico, ou seja, putaria.trollface
(02-06-2016, 12:41 PM)Fulcro Escreveu: [ -> ]
(02-06-2016, 11:26 AM)Digons Escreveu: [ -> ]Uma dica que já e batida aqui, que reduzem drasticamente as chances de isso acontecer, é se relacionar com mulheres que não são esquerdistas. Coloquem no tinder, ou em qualquer rede social que não querem feministas, esquerdistas, abortistas e foda-se. Ainda escrevam #Bolsonaro2018 no seu perfil. Ainda assim, nada garantido...

Cara, uma falsa acusação de estupro pode vim de qualquer lugar, não somente de vadias e esquerdistas.

O verdadeiro mal são as feministas híbridas!

Fiquei impressionado com o tanto de mulher do meu facebook que sei que não são militantes, adoram receber regalias por ser mulher, mas que saíram defendendo o feminazismo.

O problema é que o discurso feminazi é um discurso a primeira vista de amor, igualdade, e blá blá blá; e a esmagadora maioria das pessoas são imbecis que não pesquisam nada, não questionam nada, apenas compram o discurso padrão e saem repetindo que nem papagaio.

Vi mulher dizendo que feminazismo não tem nada a ver com direita x esquerda, tem a ver só com os problemas da mulher e não com política.
Não tem nem como vc querer argumentar com uma pessoa assim, pq pra ela vc vai estar falando uma língua diferente!
Páginas: 1 2 3 4