Fórum do Búfalo

Versão Completa: [Relato]Amizade perdida por causa de manginisse e como detectar amigos aproveitadores
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2
Tinha um amigo que se tornou praticamente meu irmão em muito pouco tempo, podiamos contar um com o outro para tudo e foi assim até sucessivas manginadas do mesmo. A manginisse destruiu a amizade de uma maneira devastadora, após inúmeras tentativas de manter na base da insistência acabei descobrindo quem ele era de verdade. Aqui digo como foi a trajeto, o que aprendi e aquilo que não vou repetir.

Sou mais novo que esse amigo em questão, que já é viúvo e tem filhos. Foi uma pessoa que apareceu em um momento difícil da minha vida e formamos uma amizade sólida, fizemos projetos juntos que deram certo e outros nem tanto, mas o comportamento dele começou a aflorar e a convivência estragou tudo mais ainda.

Me dediquei muito nos nossos projetos e ele simplesmente por fazer a parte de networking do nosso negócio começou a querer crescer pra cima de mim, que fazia absolutamente tudo, inclusive o networking também. Começou a me tratar como patrão, sendo que da minha renda total mensal menos de 10% vinha do projeto nosso, era sempre mais trabalho do que dinheiro de fato e perdi muito mais do que ganhei, tudo pela amizade.
Até que um dia ele resolveu dar uma de fodão pra cima de mim em uma noite que saímos pra descontrair. Ele sempre teve essas babaquices de aprender sedução PUA e não sei o que, chegou nas mulheres lá e tomou toco obviamente. Caguei pra situação, zoei ele e fiquei bebendo minha cerveja.

Depois de umas 10 tentativas frustradas ele voltou pra mesa e começou a jogar o que ele tinha feito(nos nossos negócios) na minha cara(que era porra nenhuma perto do que eu fazia). Ficou maluco e começou a soltar que era faixa preta de jiu jitsu segundo dan e não sei o que. Eu fiquei parado, sentado na mesa esperando ele fazer alguma coisa. Vários "amigos" em volta fazendo porra nenhuma e rindo da situação e eu pensando em como a amizade ia acabar ali por causa de uma babaquisse dele.

Até que ele veio pra cima de mim, jogou uma garrafa que pegou no meu braço e foi tentar me jogar no chão. Eu levantei da cadeira e dei um soco que pegou bem no ouvido dele e dei um chute no joelho. Ele caiu e começou a gritar falando que tava surdo, começou a chorar e o caralho.
Fiquei muito puto, mas levei ele pro hospital mesmo assim e fui embora. Achei que nunca mais fosse falar com ele, mas depois ele me ligou e pediu desculpas. Mesmo tendo estourado o tímpano dele parecia que estava tudo bem, não parecia com raiva nem nada. Eu fiquei com um pé atrás é claro, mas não ia cantar de galo em cima dele porque isso é coisa de moleque, o que tivéssemos que resolver ficava pra depois. Achei que ele era homem o suficiente pra passar por cima da merda que ele tinha feito, assim como eu passei.

Depois disso ele agiu como se nada tivesse acontecido e continuamos os "negócios", que no momento era um site de venda de cervejas. Depois disso fiquei sempre com um pé atrás, não dava mais pra confiar, mas como já tinha botado ele no lugar dele achei que ficaria tudo bem(burrice e inocência fizeram eu pensar isso).
Fiquei um bom tempo focando nos negócios e tudo começou a funcionar sozinho, conseguimos contratar alguns funcionários e estávamos aparentemente estabilizados. Comecei a me afastar porque estava sentindo que algo não estava certo e realmente não estava.

O cara estava simplesmente me usando pra atingir as metas dele e ainda me roubava, coisa que fui descobrir bem depois. E se eu dependesse dessa merda pra me sustentar como ficava? simplesmente estaria sozinho e na merda. Se eu tivesse apostado tudo nisso como ele ficava me estimulando eu nem sei como estaria hoje.
Obviamente larguei tudo e nunca mais olhei na cara dele, obviamente tentando evitar uma tragédia o que aconteceria facilmente, considerava o filho da puta meu irmão.

Depois fui descobrir que o verme tinha dado todo o dinheiro do nosso negócio pra uma vadia feia pra caralho, que parecia uma mendiga de tão feia e estava na merda, morando em um barraco numa das favelas mais pesadas aqui do RJ. A mulher sugou toda a grana dele e eu enquanto isso tentando entender como o nosso negócio dava mais despesa do que lucro e ainda confiando no filho da puta.
Voltava do trabalho e ia dormir tarde todo dia cuidando e fazendo manutenção no site, testando a segurança pra não ser roubado e buscando bons fornecedores pra trazer produtos de qualidade e melhorar o negócio e simplesmente fui traido por um verme PUA completamente mangina. Tava explicado porque ele tinha entrado no fórum e não tinha gostado, era um frouxo de merda, que deveria ter nascido mulher.

Resultado e conclusões finais:

Se a sua intuição diz que existe alguma coisa errada realmente existe, não interessa se a pessoa te trata bem ou age como se fosse seu irmão.
Jamais seja amigo de mangina. A primeira buceta que aparecer ele vai te trair pelas costas.
Jamais aposte todas as suas fichas em algo que depende dos outros e não só de você.

Teste todo mundo em sua volta, provavelmente não vai sobrar ninguém que for de fora da sua família.
Não deixe ninguém te desrespeitar na frente dos outros sem motivo nenhum. Quando alguém chega nesse ponto já está cagando pra você e pra sua amizade. A melhor coisa a se fazer é cair fora e não deixar nenhum meio de contato.
E o principal: Nesse mundo vaginante não se sabe mais quem é amigo ou não, ninguém cumpre com sua palavra e a lealdade é completamente descartável pela maior parte das pessoas. Todo cuidado é pouco.
Acompanhe as finanças de perto, aprenda administração financeira, economia e qualquer outra coisa que vá te ajudar a ter o controle nas suas mãos.

Se alguém só se comunica com você pra pedir favor fuja. Se um amigo seu só te procura quando precisa fuja. Se alguém fica do seu lado quando você está na merda tome cuidado, talvez seja só para te dar apoio emocional e depois te apunhalar pelas costas. Jamais aceite amigo ficar te pagando alguma coisa, ele quer te manipular e pesar a sua consciência para depois pedir algo.
Não somos como mulheres que recebem tudo e não retribuem nada e ainda reclamam. Sentimos o dever de retribuir, o homem sente a necessidade de se mostrar útil e parceiro nos piores momentos. Cuidado para esse sentimento não ser usado contra você, tem muito fdp que joga com isso e abusa da sua boa vontade.
Tu agiu como qualquer homem correto deveria agir. Ainda fez coisas que simplesmente eu não o faria, como ter o levado ao hospital logo após ele ter tentado te matar jogando a garrafa em sua direção.

É lógico que realistas não se dão bem com manginas, são energias contrárias, nunca dão certo.

E foi bom você ter cortado relações, ele poderia ter feito uma arapuca e consequentemente ter te matado.

De resto, nada mais do que o mundo atual... um olho no padre e outro na missa sempre.

Parabéns por ser tão centrado.
Amigos amigos, negócios a parte.

Próxima.
Meu pai está nessa mesma situação, parte dos parentes dele são bem falsos e procuram ele por interesse já apunhalaram ele pelas costas e agora se aproximaram dele novamente.
Já tentei alertar e dar conselhos pra ele mas não adianta ele me trata mal ou me xinga quando tento aconselhar ele as vezes ele finge me escutar depois me ignora.
Minha mãe está muito chateada com ele e ela tem razão,semana passada ele arrumou 600 dinheiros(salve pro gekko) pra pagar uns exames pra prima dele a prima cagou e andou e nem trouxe documentos do exame
Ele não ganha nada em troca apenas paulada pelas costas mas nunca aprende, antes eu me preocupava mas agora passei a ignorar e aceitar as coisas como elas são
Vida que segue daqui uns meses eu sigo meu rumo, algumas pessoas nunca vão aprender ...
São poucas pessoas quem se pode confiar isso é fato. Algum tempo atrás conheci uma vadia e deixei meu interesse bem claro para ela. A filha duma mãe sempre com joguinhos e se fazendo de difícil e eu contando os dias pra cortar de vez o mal pela raiz. Ai filha da mãe vai lá e dá em cima de um amigo meu pelas minhas costas.

Meu amigo acaba falando que não ia sair com ela por respeito a mim (foi ele que me contou, eu acredito na palavra dele. Ele é um cara humilde, cristão e de respeito)fui lá e cortei relações com ela e ainda falei pra nunca mais me procurar.
Tem 2 conhecidos meus que tentaram me sabotar na epoca da matrix... 1 ta empilhando balzaca mae solteira e outro a ex-esposa dele o trocou por 1 primo dele (quem ele tem como referencia e se achava por isso e esse primo ja tinha tocado nas costas de um outro primo deles antes).

Quando envolve dinheiro e mulher é cada um por si. Os falsoes geralmente te dao tapinhas nas costas, te chamam de irmao e abrem bem os braços pra te abraçar. Corrigindo o que tinha dito anteriormente, nao confie em ninguem, principalmente em pessoas com mais de 30 anos, que foram sacaneadas e querem descontar nos desavisados.
(11-08-2016, 07:23 PM)Bean Escreveu: [ -> ]Amigos amigos, negócios a parte.

Próxima.

FATO!

E esse seu amigo ai tem problema de auto estima. Complexo de inferioridade tão evidente que até desafiou vc pra briga....Como um amigo desafia o outro pra briga?
Coisa de complexado.


Venda a sua parte pra ele e sai dessa cilada.

Como vc pôde associar com um problematico desses?!
Saudações Confra!

Esse mangina fdp precisa é de um psiquiatra. Mas como vc disse: ''Tinha um amigo que se tornou praticamente meu irmão em muito POUCO TEMPO''. Vc também não deveria ter confiado em alguém ''como irmão'' em pouco tempo. Aí depois também não adianta ficar revoltado e desconfiando de todo mundo. Pode me pagar quantas cervejas quiser, pode acreditar, eu não vou sentir que tenho uma divida com vc rsrs também não peço nada pra ninguém.. mas se quiser pagar e fazer questão, pode descer uma caixa ..rs

Cuidado com as totalidades: ''era um frouxo de merda, que deveria ter nascido mulher.'' Como se toda mulher não tivesse carater, pelamor né confra.. não to falando pra te tirar nem nada, só quero ajudar, abraço
Um up nesse relato!

(11-08-2016, 05:46 PM)Howedo Escreveu: [ -> ]Acompanhe as finanças de perto, aprenda administração financeira, economia e qualquer outra coisa que vá te ajudar a ter o controle nas suas mãos.
Relato foda. Por isso sempre defendo aqui que, tirando algumas pessoas específicas da família, eu não confio em mais ninguém. E não por que nasci o espertão, e sim pela pelas experiencias desse longo tempo de vida. Amigos? É pra tomar umas cachaças, falar umas putarias pra descontrair um poucos 1 horinha por semana. De resto, os únicos verdadeiros amigos que tenho sãos poucas pessoas da família que eu sempre pude contar quando tava na merda. Se a gente fizesse para nossa família o que muita das vezes fazemos pra aquele broder ou aquela thuthuca da bunda empinada, as coisas seriam muito mais fáceis. Mas com o tempo a gente aprende e finalmente abre os olhos pra merdas que fez.
Pessoas para confiar são os nossos pais, e deles nós nunca podemos esquecer, pois quando estamos na merda, só aparecem eles para nos ajudar. Aqueles seus amiguinhos de "putaria"ou aquela mulherzinha que você tá se iludindo, nunca aparece nessas horas que você mais precisa...
Eu tinha um amigo que era assim, foi dos caras mais escravocetas que conheci na vida, se eu gostasse de uma mulher e puxasse papo com ela digamos hoje, não dava 3 dias ele vinha falar comigo que tava puxando papo com a mesma mulher e ela era muito interessante, daí por amizade eu largava a mulher e deixava pra ele, ele não conseguia nada com a dondoca e tempos depois quando eu partia para conhecer outra, o infeliz fazia a mesma coisa, chegava e falava que tava conhecendo a mesma mulher que eu e que ela era bacana e o cacete a quatro, daí um belo dia eu já tava cheio de problemas pessoais, infelizmente tive duas chefes inuteis no meu ultimo estagio, dividia a casa com um casal de amigos onde metade da casa era minha e outra deles, ou seja privacidade era nenhuma, quando cheguei em casa por volta das 4 da tarde o infeliz me liga para dizer que tava começando a conhecer outra mulher, que era a mesma que eu tava, daí chamei ele pra saber que porra era isso que eu não podia conhecer nenhuma mulher que o infeliz dava uma de fura olho? essas coisas falo na cara mesmo, daí ele chegou e mandei a real, ficou com fama de escravoceta e com razão e a amizade da gente nunca mais foi a mesma, chego a falar que nem existe mais, não vejo esse cara já vai fazer uns 2 anos, apesar de vacilar é uma pessoa do bem, o problema dele é vagina, não pode ver uma que perde totalmente a noção do ridiculo
Essa questão de tempo é meramente um fato a mais. Conheço um sujeito há mais de 20 anos. Conheceu uma mulher e esqueceu da minha existência completamente
Já quebrei muito a cara com amizades. Também devo ao longo da minha caminhada ter desiludido uma cambada de gente.

Os maiores amigos estão no seio familiar.

O meu maior amigo e confidente é Deus.

Eu sou um mísero pecador e cheio de defeitos, mas que tento deixar a vela da fé sempre acesa.

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Mateus 11:28-30"
Situação complicada. Muitas pessoas aproximam da gente só por interesses.

Hoje está complicado confiar até em familiares. Eu mesmo entrei em um negócio com meu irmão e ele está agindo de má fé comigo. São quase R$ 50.000,00 que ele tem que passar para mim e está correndo de mim. Não atende o telefone e não responde minhas mensagens. Ele desviu o dinheiro que deveria ser depositado na minha conta, mas não fez. Nem sei o que fez com a grana, pois ele não fala. Está muito complicado confiar nas pessoas hoje.
Descobri que meu melhor amigo, que conheço a mais de 6 anos fala mal de mim pelas costas para minha irmã e nossos conhecidos, além de contar tudo que eu peço para ficar entre nós para os outros.

Engraçado que já banquei muito rolê enquanto ele estava desempregado e já o levei inúmeras vezes para casa bêbado, tratava ele como irmão... 

Hoje em dia não se pode confiar mais em ninguém.
(20-05-2020, 04:19 AM)Reckless Nagati Escreveu: [ -> ]Descobri que meu melhor amigo, que conheço a mais de 6 anos fala mal de mim pelas costas para minha irmã e nossos conhecidos, além de contar tudo que eu peço para ficar entre nós para os outros.

Engraçado que já banquei muito rolê enquanto ele estava desempregado e já o levei inúmeras vezes para casa bêbado, tratava ele como irmão... 

Hoje em dia não se pode confiar mais em ninguém.
a true é que ninguém tem "amigo" de fato, eu dei sorte de descobrir isso bem cedo na minha vida!, me poupou uns perrengues.

 passei uma situação bem parecida com essa sua, duas vezes.
 tratei dois mlks como irmãos, pagar o role, comer da minha comida, dormir na minha casa na hora do perrengue, já ajudei pagar conta de energia da casa da namorada de um deles, por burrice minha.
 uma hora eu simplesmente assuntei que ambos faziam coisas pelas minhas costas, que pessoas que me odeiam com todas as forças não tem coragem.

já fui o cara trouxão de muitos amigos, hoje a maioria vira o rosto quando passa do meu lado na rua pra não ter que conversar, hoje tenho "colegas" de conversa pra dar "bom dia,boa tarde,boa noite" as vezes nem isso.

nesse meio tempo eu virei um pouco narcisista, mas aprendi a gostar mais de mim que dos outros!
A grande verdade é que ninguém tem amigos, talvez mãe e pai o sejam, o restante sempre querem tirar um aproveito da amizade. Pessoas de fora devem ser comparadas simplesmente a colegas.
Na juventude é normal ser de muitos amigos, mas com o tempo e amadurecimento vemos que não podemos confiar nas pessoas pois sempre irão nos frustar, e isso inclui conjunges.


Se liberta disso, passou passou , restou a experiência para tempos futuros.
Caramba! Relato até me atingiu. Gostei muito dos conselhos finais que vc falou ai.

Meu melhor amigo, que conheci desde a infância, me deu uma apunhalada nas costas esse ano e já perdi a fé sobre amizade.

Não existe amigo, o máximo que vc pode acreditar é na família e olhe lá.
Eu reparei uma coisa; Na época da Matrix acreditávamos no mito do "amor romântico", e focamos bastante nele na real. Mas uma coisa em que não focamos tanto é no conceito "romântico" da amizade, que acaba permanecendo arraigado na gente mesmo anos pós real.

Amizade sadia é baseada em interesses mesmo. Você oferece algo de valor (tempo, atenção, ajuda, companhia, conselhos, "ad infinitum...") e recebe algo em troca. Ambos trazem algo para mesa, troca justa.
Páginas: 1 2