Fórum do Búfalo

Versão Completa: [RELATO] De patrão a "escravo" e lições aprendidas
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3
Já contei superficialmente a história em outros tópicos, mas acho que é a hora deu contar a história completa, com minha ex bem como todos os erros que cometi e tudo o que aprendi.

- Como a conheci?


Eu a conheci por ela ser amiga de uma prima. Por volta da metade de 2014, eu ia muito numa determinada casa de massagem, acabei passando a frequentar a casa desta mulher quando consegui confiança e não ter que pagar o quarto. Além da casa dela ser melhor que a casa, eu conseguia um baita desconto. Ela morava com uma amiga, que não era GP e havia se mudado recentemente pra cidade. Conversava um pouco com ela, mas nunca passou de alguns minutos de conversa. Sempre achei ela bem bonita, mas até então, nunca tentei nada com ela.

Até que se não me engano em novembro de 2014(posso estar enganado) vou na casa e descubro que a GP havia se mudado, mas pergunto pra outra garota ela se posso entrar e ela deixa. Dentro da casa, começamos a conversar, ela me revela o motivo pelo qual a GP saiu da cidade e ela relata que não tem como pagar o aluguel e demais contas sozinha, então menciono pra ela que acho que ouvi numa novela que tem um cara que aceita bancar uma mulher em troca de companhia(nem assisto novela, foi só pra jogar uma indireta), pergunto pra ela a opinião dela sobre isto(não sou de fazer proposta tão descarada),ela ri e diz que não sabe o que faria numa situação.

Então eu digo que tenho uma proposta inusitada, digo na cara dura que tenho como ajuda-la com as despesas, se ela me satisfazer e digo que ela tem todo o tempo do mundo pra decidir e que ela tem meu telefone no histórico, no momento que estou saindo, ela acaba dizendo que aceita.

Eu quando fiz a proposta nem estava imaginando que ela iria aceitar. Já avia feito esta mesma proposta pra outras mulheres e posso garantir. A maioria recusa

- Minha primeira vez com ela


Ela estava vermelha de tímida, eu acabei tendo que tirar a roupa dela, peguei ela no colo, joguei ela na cama e fui por cima dela, tomamos um banho e após isto repetimos com ela por cima de mim. Após isto, negociei repetir toda semana, ela solta um sorriso safado e afeita. Era uns 35~40% do que ganho, mas como moro com os pais e não tenho contas...

- Passando alguns meses


Passando alguns meses, começou os joguinhos. Ela começou a me mostrar mensagens de manginas manginando ela no face, pra causar ciumes, começou a falar de ex-namorados, pra causar ciumes, e até mesmo chegou a ficar pedindo presentes. Começou a me deixar esperando na porta da casa dela por 20 minutos e até mesmo fingir grávida(eu já havia pego ela algumas vezes sem camisinha(foi um dos erros que cometi que felizmente não deu merda), mas conhecia bem o "ciclo" dela e vi que ela estava tomando as pilulas)

Depois deste ultimo joguinho, eu perdi minha paciência e disse que não iria mais ficar com ela e aquele mês iria ser o último. Sai com umas GP's, mas todas as que eu encontrava eram horríveis ou caríssimas, então ela me mandou uma mensagem querendo voltar e eu aceitei(provavelmente precisava de $$)

A primeira relação pós volta foi maravilhosa. Eu não queria admitir que estava me apegando, mas o fato é que sentia muita falta dela nestas semanas que não sai com ela.

(...)

- Como "promovi" ela a namorada?


Lá pelo final de 2015, após um ano de "marmitagem" e alguns desentendimentos, ela após dar um baita cha de ppk, ela diz que quer que eu seja só dela e que ela vai ser só minha. No impulso, eu aceito. Depois de um tempo ao lado dela pensando, eu digo. Só uma coisa que vou te pedir. "Se vc quiser voltar a ser "livre" pra ficar ocm quem vc quiser, eu só exijo uma coisa. Me avise antes. Eu estou deixando de me divertir com outras mulheres pra ser só seu e não vou perdoar se vc não agir de forma igual"(não foram bem estas palavras, mas eu disse algo mais ou menos assim), ela deu uma risadinha e disse que ia ta tudo bem.

Este ano(2016), ela conseguiu uma promoção, melhorou de vida e não dependia mais de mim(eu ainda dava presentes pra ela, mas nada de mesada). Não deu poucos meses de "namoro" e já brigamos. Começou com um papo dizendo que eu só estava usando ela. Naquele momento, eu tentei ir atrás de uma GP pra me "acalmar", mas TODAS as casas de massagem que ia, só tinham mulheres feias. Algumas pareciam militantes feminazis, com aquele cabelo raspado só de um lado. Eram gordas e feias...

Eu comecei a sentir saudades dela, pois ela era tão "perfeita" perto das outras .Loira, olhos claros, pele macia, peitos que mal cabiam na minha mão(não sei até que ponto ela era assim ou se era idealização minha), lembro que até vim a criticar a qualidade das mulheres nestas casas aqui no fórum e depois de 2 semanas, tentei voltar com ela e consegui.

- Como a perdi e fui bloqueado

Brigamos mais uma vez depois de uns meses. Só que esta vez a briga foi feia. Ela descobriu detalhes de minha adolescência que nem meus amigos mais íntimos conhecem e ... Por simplesmente dizer que não iria numa festa infantil que ela queria que eu fosse(odeio crianças) ai ela começou do vitimismo de que esta sendo usada e blá blá blá que eu não a amo, só amo o corpo dela(...)

Fui tentar falar com ela via whatsapp e resultado? Me deixou no vacuo. Tentei novamente e ... Bloqueado.

Tinha muita coisa pra lidar na faculdade e no trabalho e simplesmente não estava conseguindo me focar em nada. Não conseguia prestar atenção na aula. ISTO É UMA DAS COISAS QUE EU MAIS ODEIO ADMITIR, porra. Estava agindo feito um beta apaixonado, a única coisa que se passava pela minha cabeça era o quão maravilhosa ela era e se eu iria conseguir alguma mulher parecida com ela.

- Tentando me desapegar

Rapidamente eu vi que estava muito apegado e o que fui fazer? Fui procurar outra mulher lindíssima, além de ir atrás de GP, instalei o tinder e ... SÓ CONSEGUIA MULHER RUIM no tinder, sai com umas 5 GP's e 2 civils neste mês e ... Só estava ficando mais apegado a ela. As GP's que peguei foram mecânicas e artificias de mais, só me deixavam com mais saudades da minha "mestra"(estava sendo escravizado emocionalmente) ainda, das 2 que sai e conheci no tinder, uma só me usou pra massagear o ego e a outra era ma M$OL que colocou fotos de décadas(se não séculos) atrás(acho que falei dela no fórum)

E pior, ficava em quase todo tópico aqui neste fórum viril, sujando tópicos viris, falando da minha ex, como um beta apaixonado. Graças ao Heracles, que me deu um toque, eu vi que estava fazendo besteira. Então recebi uma mensagem do Digons falando de como ele se recuperou focando-se em si e pensei o seguinte. Se pegar geral só esta me fazendo mais apegado, por que não tentar o oposto?


- Como efetivamente me desapeguei?

Prometi a mim mesmo que não iria atrás de nenhuma mulher por 2 meses. Fiquei estes 2 meses sem ver pornografia(embora não fizesse parte de minha promessa, nunca prometo nada que não tenho certeza que possa cumprir, o mais próximo de p0rn foi ler a novel do DxD e ver pai de família yaoming)

E sempre que me pegava pensando em mulher(minha ex incluída), ia ocupar minha mente, comprei um alter de 10kg e sempre que me pegava pensando em mulher(em tempo livre, fora do trabalho e da aula), ia fazer 20 séries de rosca 21 pra ocupar minha mente. Além de 100 abdominais. Com o tempo, fiquei cada vez menos pensando em mulher.

Nestes 2 meses, eu fiz uma viagem pro PY e pude comprar uma GTX 750, fui nuns estandes de tiro(acho que já postei as fotos no tópico de armas), também joguei muito o beta do BF1. Estava aprendendo na prática que eu posso ter uma vida boa e me divertir sem mulher

- Voltando a interagir com mulheres

Após os 2 meses de abstinência, entrei no vivalocal e vi uma mulher que parecia uma Deusa grega. Sai com ela, foi muito caro, mas valeu cada centavo. Foi melhor que minha ex em tudo. Finalmente quebrei minha dependência emocional. Depois de um tempo, tive aquela péssima experiência que já relatei, da camisinha furar com aquela ruivinha com sardas e eu decidi dar mais uma parada com GP(tempo indeterminado)

Este final de semana, irei ir numa festa universitária e vamos ver o que arrumo ou se continuo solteiro(o que provavelmente vai acontecer rsrsrs) Cometi muitos erros, gastei muito tempo e dinheiro com quem não vale apena. Apesar de ter me divertido.
De patrão a escravo e lições aprendidas ou De porque não se deve transformar PAC-B em namoro e nem namorar com amiga de GP...

Bem sóbrio o relato. Consciente das falhas, franco, sem omitir fraquezas que alguns costumam negar. Eu creio que a sensação de libertação só vem de fato quando você entende que não precisa de uma mulher para ter uma vida feliz e produtiva. E para entender isso, é necessário experimentar na prática.
Quero destacar dois trechos do relato do confrade:

(28-10-2016, 11:58 PM)Thanatos Escreveu: [ -> ](...)


E sempre que me pegava pensando em mulher(minha ex incluída), ia ocupar minha mente, comprei um alter de 10kg e sempre que me pegava pensando em mulher(em tempo livre, fora do trabalho e da aula), ia fazer 20 séries de rosca 21 pra ocupar minha mente. Além de 100 abdominais. Com o tempo, fiquei cada vez menos pensando em mulher.


Nestes 2 meses, eu fiz uma viagem pro PY e pude comprar uma GTX 750, fui nuns estandes de tiro(acho que já postei as fotos no tópico de armas), também joguei muito o beta do BF1. Estava aprendendo na prática que eu posso ter uma vida boa e me divertir sem mulher


(...)

Este final de semana, irei ir numa festa universitária e vamos ver o que arrumo ou se continuo solteiro(o que provavelmente vai acontecer rsrsrs) Cometi muitos erros, gastei muito tempo e dinheiro com quem não vale apena. Apesar de ter me divertido.

1) A importância de se ocupar a mente:

Seja com exercício físico, trabalho, estudo, hobbys, viagens... um ponto importante pra se desapegar é se ocupar. Não adianta ficar a toa o dia todo de pernas pro ar à toa achando que não vai pensar na mulher e que vai chegar ao desapego assim.

Além do mais, creio que é importante esse período de "desintoxicação". Reservar um tempo para si, se reencontrar e reconstruir. Como o Gekko bem disse, alcançar a libertação.

2)A importância das lições aprendidas:

Por mais que o confrade tenha errado, ressalto alguns pontos: ele agora sabe ONDE, COMO E NO QUE ERROU, sabe COMO NÃO REPETIR OS MESMOS ERROS, e ainda APROVEITOU O APRENDIZADO, segundo palavras do próprio, "se divertiu".

Toda experiência serve pra agregar algo na sua vida, mesmo que seja de como não agir novamente. Uma criança que mete o dedo na tomada e toma um choque, nunca mais fará isso. Outra que brinca com um fósforo e se queima, na próxima vez será mais cuidadosa. Somos eternas crianças aprendendo a cada dia.

Claro que existem experiências que não é necessário que todos nós passemos para que a lição seja aprendida: acho que essa é uma importante função do fórum - disseminar experiências anteriores, erros cometidos e como evitá-los.

Enfim, para finalizar, digo o mesmo que o confrade Gekko. Um relato consciente das falhas, franco, sem omissão de nada. Realmente dando a mão à palmatória.
Porra, que relato eim. Quando vc falou que estava na merda eu não imaginei que era tanto e desse jeito.

@Thanatos, namorar com "amiga" de puta? (que muito provavelmente era puta tbém, pois morava JUNTO com a fulana) (e vc e todo mundo que se diz realista saberia que isso era muito provável e mesmo assim vc foi adiante) facepalm:

"Promover" mina de PAC-B pra namorada? facepalm:

Que porra foi essa cara? Vc não relatou isso antes pq sabia que se tu fosse um usuário comum seria banido! facepalm:

Muitas paspalhice pra quem tem tempos e tempos de real. Eu te respeito como realista mas não imaginei que essa sua odisseia fosse tão tragicômica.

Mas como disseram, sua sinceridade e coragem de não omitir a sua mongolice e dar a cara a tapa para as criticas que além da minha, com certeza virão, (eu espero pelo menos, para o seu bem) é louvável. Agora é torcer e confiar que vc não faça mais esse tipo de merda.

Em um post recente do meu blog eu falo que vc atrai o tipo de pessoa que vc é, e vice e versa. Enquanto vc ficar só andando com puta, em casa de massagem e os caralho, só vai atrair vagabunda que não presta pra nada pra perto de vc. Pense nisso e não seja mais paspalho! Tente atrair pessoas que agregam algo e vc, e não somente te usam assim como vc as usa.


Força!!!
Héracles, não vou relativizar todas as merdas que fiz, mas vc esta certo. Eu mereci ter ficado na merda. Eu fiz muita besteira. Eu sei que eu merecia apanhar literalmente pelas merdas que eu fiz. Mas se a moderação achar que mereço banimento ou rebaixamento pelas merdas que fiz, o fórum é de vcs. Eu vou respeitar a decisão.
Que eu me lembre ninguém nunca foi banido daqui por conta de erros cometidos em sua vida pessoal, por mais primários que sejam. A não ser que o cidadão chegasse aqui defendendo esses erros ou em caso de trollagem pura e simples, até porque seria muita sacanagem com os confrades que tomam de seu tempo para responder. E isso independe de o cara ser juvena, búfalo, veterano ou até moderador.

Em casos como este, o normal é o corredor polonês. yaoming
Concordo com Héracles, foi juvenada sua, Thanatos. Namorar amiga de puta é foda. Conforme li o seu relato, fiquei impactado por um conhecedor da Real agir dessa forma. O alarme interno devia ter apitado logo quando vc a conheceu, enfim.

O importante é que vc superou todo esse apego e conseguiu se reerguer. Fica a lição para a vida.
Cara foi bom ouvir sua história.

Já passei por coisa parecida. Acho que todos nós temos nossas histórias.
Relato bem tenso. A gente aprende com os erros. Eu mesmo aprendi do jeito pior, mas aprendi a não idealizar mulheres.
Não defendendo meu comportamento juvena. Mas quantos aqui seriam desapegados com uma mulher 9/10 te tratando feito um rei por longos meses? Muita gente diz que o desapego só vem quando se tem opções(não concordo com isto). Claro que isto não justifica meus erros. Eu deveria é ter ficado solteiro ao invés de entrar em uma relacionamento com uma mulher que não presta pra relacionamento.

Infelizmente eu tenho este defeito. Sou muito fraco com um tipo específico de mulher. Felizmente ou infelizmente elas são bem raras yaoming
(01-11-2016, 01:54 PM)Thanatos Escreveu: [ -> ]Não defendendo meu comportamento juvena. Mas quantos aqui seriam desapegados com uma mulher 9/10 te tratando feito um rei por longos meses? Muita gente diz que o desapego só vem quando se tem opções(não concordo com isto). Claro que isto não justifica meus erros. Eu deveria é ter ficado solteiro ao invés de entrar em uma relacionamento com uma mulher que não presta pra relacionamento.

Infelizmente eu tenho este defeito. Sou muito fraco com um tipo específico de mulher. Felizmente ou infelizmente elas são bem raras yaoming

Pois é confrade, lendo seu relato pensei justamente nesse aspecto. Um dos pilares mais batidos da real é o desapego. No entanto, numa situação como a que você viveu, você foi testado. Ter desapego não quer dizer que a gente não vai sentir nada quando uma perva 9/10 estiver dando mole. O cara vai sentir, é inevitável, está no nosso dna. O desapego vai ajudar a gente a lidar com a tal tentação. Você fraquejou confrade, é humano, e por mais que role um corredor polônes aqui no fórum, nada vai te ensinar mais do q a lição que você tirou dessa cagada.

O ideal era ter cortado desde o início a situação, mas até imagino aquela tentaçãozinha, o confrade pensando "ah, eu já conheço a real, ela não vai me enrolar, não custa nada dar só uma matadinha nessa gostosa!" E acabou tendo uma recaída, coisa que todos nós estamos sujeitos a ter.

Muito obrigado confrade por compartilhar sua experiência, isso engrandece a todos nós.
(01-11-2016, 01:54 PM)Thanatos Escreveu: [ -> ]Não defendendo meu comportamento juvena. Mas quantos aqui seriam desapegados com uma mulher 9/10 te tratando feito um rei por longos meses? Muita gente diz que o desapego só vem quando se tem opções(não concordo com isto). Claro que isto não justifica meus erros. Eu deveria é ter ficado solteiro ao invés de entrar em uma relacionamento com uma mulher que não presta pra relacionamento.

Infelizmente eu tenho este defeito. Sou muito fraco com um tipo específico de mulher. Felizmente ou infelizmente elas são bem raras yaoming

É compreensível, até porque vc é um ser humano e falível por natureza.

Somos testados diariamente, das mais diversas formas. Por exemplo: para os que são casados ou namoram, a tentação de comer outras pode se fazer presente; o cara precisa saber se conduzir de uma forma responsável, mesmo que isso seja difícil de vez em quando.

De minha parte, sem corredor polonês tardio yaoming Segue a vida, cara.
Thanatos, ""(não sei até que ponto ela era assim ou se era idealização minha),"" , herrar é umano. Minha BM era uma puta não assumida ,como tantas outras e assim como a sua. Hoje eu quero estar bem comigo, seja com uma mulher, seja entre amigos, seja na minha vida pessoal, seja solitário. Só quero manter a capacidade de não me negar a experiência que é conhecer e lidar com a próxima mulher, sem perder a capacidade de não deixar o brilho da graça e feminilidade , me cegar a visão do lado obscuro do feminino com o qual eu esteja lidando no momento ; é uma questão de lógica, fundamental e vital pra mim hoje.
Aquele que nunca provou a rachadura de uma fêmea e não se apegou! Que atire o cu primeiro ao monte !
Thanatos normal de qualquer ser macho o que passou, a diferença e o que vai tirar de lição deste processo e não repetir a frente o mesmo sentido das coisas, sem atrapalhar ou modificar o seu domínio sobre as fêmeas! Praticar o desapego com outras coisas e poder viver a vida liberto, sem precisar doar o coração e os pensamentos a uma fêmea, deixando somente a necessidade do corpo desfrutar sobre elas!
Se vc tiver aceitação sobre a fraqueza propiá emocional, e que o único proposito sobre uma fêmea e de mera gozação carnal , dificilmente entrara em outro processo, mas isso exige orar e vigiar e atualizar sempre sobre as maldades feminianas!
O desapego e bom porque nunca consigo ver outra utilidade na fêmea alem da gozação carnal! Se vc aprender ser independente de tudo que se alia a fêmea, deixando apenas o item gozação carnal, porque vc não vai transar com um travesti e claro, rs, agora o resto, tudo que te amarra a fêmea, deve ser cortado o cordão umbilical emocional, companheiro, serviços etc.
Pq muitos machos se destroem porque ficam dependentes de muitas coisas que a mamae fazia, e tentam encontrar a solução no primeiro ser femea que ve a frente!
Claro que o item gozação carnal e um dos mais perigosos em questão de infiltrar emocionalmente! Mas se ja passou pelo processo, dificilmente cairas em tentação emocional, e o principal que tem que aprender independente da qualidade do corpo, aprenda que isso tem que ter prazo de validade, para que não se acomode e venha enfraquecer em cima da mesma, e com o tempo ela descubra suas fraqueza, ou molde vc ao chicote chantagista de todos os processos malignos que essas femeas possuem! Pra mim toda femea em questão de gozação carnal eu coloco uma data de validade, pelo simples ato de não virar rotina, pelo simples fato de não dar a ela tempo de entrar intimamente em minha vida, e pelo maior item, a minha carne não se acostumar com a dela e com o cheiro se apegar em minha carne! E um dos meios rápidos de não se apegar, o tempo passou, bomba ninja independente da felicidade ou tristeza, pois preciso de outro corpo para se resguardar. E um processo continuo sempre na vida de nos machos se queremos ter paz e tempo e sucesso nestes processos. E mil vezes mais fácil trocar de corpos e come-los do que ama-los! Mas 99% pensa ao contrario acham que e mais fácil ama-los do que come-los! Por isso que caeem na teia e escravização emocional, e por ai que toda fêmea acerta o macho de primeira!
Fêmeas hoje querem e vida social putaria querem a vida igualdade ao macho, amelias somente nos filmes para fazer felizes os acomodados que ficam em casa sonhando!
Se tiver aceitação que nunca seras felizes emocionalmente com o ser femeá, que realmente são como demônios a procura do mal! Mas carnalmente e como paracetamol para as dores sexuais ! Viveras um bom tempo feliz.
Aprenda a praticar o prazo de validade independente da femea que estiver, saber que estas na hora da troca, e sua liberdade deve ficar intacta custe o que custar, mas sempre processando o estudo de novos corpos para a coleção! Quando precisar eles estarão ali pronto pra servir! Nunca deixe este processo tomar mais que 30% de sua vida! O resto e felicidade.
Existem algumas lições que não podem ser aprendidas apenas vendo os erros dos outros. Temos que aprender na prática com nossas próprias experiências!
Acredito que o desapego seja uma dessas lições!

Parabéns pela sinceridade do relato Thanatos!
Bom, é uma vacilação, mas nada tão grave, pelo menos tu se recuperou. O que me preocupa de certa forma (ta certo que não tenho nada a ver com isso mas já me intrometendo), acho que você tá gastando dinheiro demais com puta kkkkk Não seria melhor intercalar - um mês o dinheiro vai pra Bolsa das Mulheres noutro pra Bolsa de valores kkk, se tu já faz isso, então tá beleza. É que as vezes da impressão que o confrade esta vivendo de prostitutas, jogos e lazer, e ai quando chegar na velhice secou a fonte.

Uma coisa é certa, tu ganhou experiência, agora o que não pode é ficar nessa vacilação de transar sem camisinha, rapaz se tu engravida essa (pac-b) "garota de programa" em potencial, tu ta lascado. rs

Valeu pelo relato! De qualquer forma ajuda a todos nós refletir sobre essas situações e evitar passar pelo mesmo caminho hehe
@PRAGAKHAM excelente resposta.

@Hiroshi Concordo. E digo mais, manter-se 100% desapegado é algo que nem monges budistas conseguem. Não que isto justifique meus erros. Eu nunca tive nenhuma "BM" ao entrar na real. Aliais, antes desta loirinha, só tive uma outra namorada na vida e deu errado por erro meu.

@Doppelgänger É que agora eu não tenho que pagar faculdade. Eu estava planejando começar a aportar e investir, depois de formado(provavelmente no meio do ano que vem). Graças ao emprego que meu tio me arrumou, eu não tenho tanto problema com dinheiro(e moro com os pais), mês passado eu sai só com 2 GP's. Se for pra comprar ações, eu vou querer estudar bem afundo, pois odeio perder dinheiro.
Não deixe sua vida na mão de ninguém! Pois vc poderá virar um ninguém por alguém! Para se libertar depois somente a morte!
Em vida faça daquilo o que não te mata, faça te fortalecer!
Só hoje li o relato, me identifiquei com você na forma de ver as coisas quando estive apegado em um namoro, assim como identifiquei o padrão dos jogos dela, principalmente para ser promovida a namorada.

Não me recordo de ter banido ninguém pelo simples relato de uma juvenada, inclusive no tópico das entrevistas "De Frente com Barão" todos os veteranos tem histórias de "acidentes de percurso" para contar.

Sempre digo no Ask que a questão da aparência tipo "HB'10" não me afeta mais, é algo que já superei, mas isso não é suficiente para me torna desapegado, ainda mais sendo um realista que valoriza o passado, postura mais conservadora, etc., é preciso se vigiar.

Uma crítica que faço a Real como comunidade (uma vez que N. A. jamais aconselhou isso) é esse incentivo a procurar GPs quando a carência bate, penso que o melhor caminho a seguir quando percebemos que desejamos muito algo que não precisamos e não nos faz bem é deixar de desejar ao invés de saciar o desejo indefinidamente, mas não comento muito sobre isso porque não tenho experiência nessa área.

Deixo aqui um vídeo que para mim foi um divisor de águas, me fez perceber que podemos condicionar a mente a funcionar como nós queremos, não como o ego quer.

(01-11-2016, 11:16 PM)Senna Escreveu: [ -> ](...) crítica que faço a Real como comunidade (uma vez que N. A. jamais aconselhou isso) é esse incentivo a procurar GPs quando a carência bate, penso que o melhor caminho a seguir quando percebemos que desejamos muito algo que não precisamos e não nos faz bem é deixar de desejar ao invés de saciar o desejo indefinidamente, mas não comento muito sobre isso porque não tenho experiência nessa área.(...)

Eu concordo. Isto é só trocar o apego a uma pelo apego de várias. No meu caso, como eu tava com problemas pra achar uma mulher parecida com ela, até nisto eu falhei. Por isto que mesmo achando que ia vir um corredor polonês, eu achei bom relatar. Pra mostrar minha experiência, que isto de tentar trocar o apego de uma mulher pelo apego a várias, quando não se tem muitas opções, é muito perigoso.

Pode te deixar mais emocionalmente dependente ainda e mais frustrado por não conseguir ter o que quer. A melhor coisa pra se fazer pra desapegar, é ocupar a mente. Se não tiver nada pra fazer, vai treinar pesado ou capinar um lote.

Mostrar ConteúdoSpoiler:
Páginas: 1 2 3