Fórum do Búfalo

Versão Completa: Lugares para viajar
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4
Fala mente!

Fui pra Fortaleza nas férias agora do meio do ano, com a Sra. Wales.

Curti muito, tem praias muito boas e mais próximas da capital (Canoa quebrada mesmo, é excelente e fica a menos de 200 km).

Infelizmente a verba e o tempo pro passeio pra Jeri ficaram curtas e não pude ir.

O que posso dizer: Vá com o bolso preparado pra gastar bem (me falaram que a cerva lá é, por baixo, uns 12 a 15 conto), e fique pelo menos 2 dias na cidade. O pessoal que tava com a gente queria ir e voltar no mesmo dia, vc tá é doido, são pelo menos 4 a 5 horas de viagem cada trecho, nem daria pra aproveitar. Fora que, alguns pontos ficam longe (a tal pedra furada mesmo pelo que eu sei você faz um passeio de 1h pra ir e + 1h pra voltar...).

Depois eu passo aqui pra comentar sobre as praias que conheci.
To juntando $ pra ir pra Kiev desde o começo do ano. Motivo?

De dia :


De noite

Mostrar ConteúdoSpoiler:

Vamos ver se consigo uns 25k até o final do ano...
Po... depois de uma viagem dessas tem de ter um depoimento detalhado

Para mim 25k numa viagem ainda é muito, mas também deve ser foda demais
Excelente tópico. Vou falar aqui de alguns lugares que estão na minha lista de lugares a visitar antes de morrer (fora alguns que já foram falados aqui, que também estavam - ou agora estão - na minha lista):

- Poços de Caldas (MG)
- Serra Gaúcha (Gramado, Canela, etc.)
- Serra do Rio do Rastro (Lauro Müller/SC)
- Chapada Diamantina (BA)
- Serra de Tianguá e Parque Nacional de Ubajara (CE)
- São Raimundo Nonato (PI)
- Parnaíba (PI)
- Garanhuns (PE)
- Paulo Afonso (BA)
- Canindé de São Francisco (SE)
- Rota Ecológica (Rodovia AL 101, margeia todo o litoral de Alagoas)

Tem muitos internacionais também, mas pretendo me limitar aos nacionais por enquanto. Esses aí se possível quero ir conhecer todos de moto. Dentre os internacionais, os principais seriam Machu Picchu e San Pedro de Atacama, que são os destinos dos sonhos de todos os moto turistas da América do Sul, além de Ushuaia - o fim do mundo, no extremo sul da Patagônia.
Eu tenho uma preguiça imensa só de pensar em viajar, ainda mais pensando em pontos turísticos. Pelo visto, estou sozinho nessa. Achei que fosse algo mais recorrente.
Caso tenha mais algum confrade com o mesmo perfil que eu, recomendo que viaje para Curitiba e fique algum tempo por aqui. Nem que seja só pra ficar tranquilo na sua. Essa é a única cidade que eu conheço que consigo ficar totalmente na minha sem nenhum constrangimento, não tem problema em ir sozinho a algum lugar, não tenho aquela sensação de que os outros estão cuidando da minha vida, não preciso ficar falando com as pessoas, existem lugares bons que são vazios, por incrível que pareça até mesmo pontos turísticos em alguns momentos, tem alguns que eu sequer conheço mesmo vivendo aqui há mais de 5 anos.
(01-08-2017, 09:03 AM)Gekko Escreveu: [ -> ]Excelente tópico. Vou falar aqui de alguns lugares que estão na minha lista de lugares a visitar antes de morrer (fora alguns que já foram falados aqui, que também estavam - ou agora estão - na minha lista):

- Poços de Caldas (MG)
- Serra Gaúcha (Gramado, Canela, etc.)
- Serra do Rio do Rastro (Lauro Müller/SC)
- Chapada Diamantina (BA)
- Serra de Tianguá e Parque Nacional de Ubajara (CE)
- São Raimundo Nonato (PI)
- Parnaíba (PI)
- Garanhuns (PE)
- Paulo Afonso (BA)
- Canindé de São Francisco (SE)
- Rota Ecológica (Rodovia AL 101, margeia todo o litoral de Alagoas)

Tem muitos internacionais também, mas pretendo me limitar aos nacionais por enquanto. Esses aí se possível quero ir conhecer todos de moto. Dentre os internacionais, os principais seriam Machu Picchu e San Pedro de Atacama, que são os destinos dos sonhos de todos os moto turistas da América do Sul, além de Ushuaia - o fim do mundo, no extremo sul da Patagônia.

A serra de Tianguá é um espetáculo, as curvas são insanas e a vista um presente divino. O Parque de Ubajara também é belo, a gruta é show! O acesso é feito pelo Bondinho e vale muito a pena. 





(31-07-2017, 01:57 PM)Josey Wales Escreveu: [ -> ]Fala mente!

Fui pra Fortaleza nas férias agora do meio do ano, com a Sra. Wales.

Curti muito, tem praias muito boas e mais próximas da capital (Canoa quebrada mesmo, é excelente e fica a menos de 200 km).

Infelizmente a verba e o tempo pro passeio pra Jeri ficaram curtas e não pude ir. 

O que posso dizer: Vá com o bolso preparado pra gastar bem (me falaram que a cerva lá é, por baixo, uns 12 a 15 conto), e fique pelo menos 2 dias na cidade. O pessoal que tava com a gente queria ir e voltar no mesmo dia, vc tá é doido, são pelo menos 4 a 5 horas de viagem cada trecho, nem daria pra aproveitar. Fora que, alguns pontos ficam longe (a tal pedra furada mesmo pelo que eu sei você faz um passeio de 1h pra ir e + 1h pra voltar...).

Depois eu passo aqui pra comentar sobre as praias que conheci.

O lado bom de ir ao Ceará é que existem muitas opções de passeios e praias... De fato se for a Jericoacoara, saindo de Fortaleza, é muito cansativo (previsão de saída às 4 horas e retorno às 20 horas). Quando eu fui saí do interior, cerca de 130 km de Jijoca, aí foi mais tranquilo.
(01-08-2017, 10:36 AM)Bruno Padilha Escreveu: [ -> ]Eu tenho uma preguiça imensa só de pensar em viajar, ainda mais pensando em pontos turísticos. Pelo visto, estou sozinho nessa. Achei que fosse algo mais recorrente.
Caso tenha mais algum confrade com o mesmo perfil que eu, recomendo que viaje para Curitiba e fique algum tempo por aqui. Nem que seja só pra ficar tranquilo na sua. Essa é a única cidade que eu conheço que consigo ficar totalmente na minha sem nenhum constrangimento, não tem problema em ir sozinho a algum lugar, não tenho aquela sensação de que os outros estão cuidando da minha vida, não preciso ficar falando com as pessoas, existem lugares bons que são vazios, por incrível que pareça até mesmo pontos turísticos em alguns momentos, tem alguns que eu sequer conheço mesmo vivendo aqui há mais de 5 anos.

Eu tenho preguiça mental de ir a lugares muito movimentados. Por isso viajo na baixa estação e procuro evitar épocas de eventos. Consigo hospedagem mais fácil e mais barata, mais mobilidade, etc. Afinal, viajo para conhecer lugares e não multidões. Se eu quiser muvuca eu vou a uma feira livre que sai mais barato. kkk
(01-08-2017, 11:20 AM)V-Power Escreveu: [ -> ]
(31-07-2017, 01:57 PM)Josey Wales Escreveu: [ -> ]Fala mente!

Fui pra Fortaleza nas férias agora do meio do ano, com a Sra. Wales.

Curti muito, tem praias muito boas e mais próximas da capital (Canoa quebrada mesmo, é excelente e fica a menos de 200 km).

Infelizmente a verba e o tempo pro passeio pra Jeri ficaram curtas e não pude ir. 

O que posso dizer: Vá com o bolso preparado pra gastar bem (me falaram que a cerva lá é, por baixo, uns 12 a 15 conto), e fique pelo menos 2 dias na cidade. O pessoal que tava com a gente queria ir e voltar no mesmo dia, vc tá é doido, são pelo menos 4 a 5 horas de viagem cada trecho, nem daria pra aproveitar. Fora que, alguns pontos ficam longe (a tal pedra furada mesmo pelo que eu sei você faz um passeio de 1h pra ir e + 1h pra voltar...).

Depois eu passo aqui pra comentar sobre as praias que conheci.

O lado bom de ir ao Ceará é que existem muitas opções de passeios e praias... De fato se for a Jericoacoara, saindo de Fortaleza, é muito cansativo (previsão de saída às 4 horas e retorno às 20 horas). Quando eu fui saí do interior, cerca de 130 km de Jijoca, aí foi mais tranquilo.

Porra, aí é bem mais light mesmo. 130 km salvo engano é menos que 1/3 da distância Fortaleza - Jijoca.

Voltando para falar sobre as praias que visitei (destacando que foi agora, em julho/2017, logo, os preços são referentes a esse período).

Como estávamos com um grupo grande, optamos por fretar uma van (15 lugares) para a maioria dos passeios, logo, irei registrar esse valor também.


Canoa Quebrada:

Praia de águas calmas, famosa pelas falésias de areias coloridas. Das que visitei, é a que fica mais longe de Fortaleza (aproximadamente 160 kms).
O valor da van, ida e volta, ficou em R$ 400,00.

Preços razoáveis ( cerveja 600 ml a R$ 7,00, Peixe frito com acompanhamentos R$ 65 - serve bem 2 pessoas). Não notei muitos vendedores ambulantes.

Outra atividade interessante nesta praia é o passeio de Paraglider, que estava por R$ 100,00/pessoa.


Porto das Dunas:

Esta é a praia onde se localiza o famoso parque Beach Park (neste dia ficamos na própria barraca do parque, que é aberta ao público).
Preços mais caros ( chopp 300 ml a R$9,00 , peixe para 2 pessoas R$ 90,00 salvo engano).
Ausência total de vendedores ambulantes.

Praia do Futuro:

Praia localizada em Fortaleza (o uber do centro pra lá dava cerca de R$ 10 a 15 reais, praticamente o mesmo preço da passagem de ônibus - 3,20).

É a praia com melhor condição para banho na capital. Porém, tem águas bastante agitadas.

Para quem procura o conforto das barracas é uma das melhores opções. Elas são diversas e para todos os bolsos. Algumas mais luxuosas e, com isso, com preços mais altos ( a barraca Crocobeach, por exemplo, que fica praticamente em frente ao Vila Galé, oferecia cerveja nacional de 600 ml a R$ 15,00, e o mesmo peixe para 2 por R$ 90 - mas o ambiente em si "justificava" esses valores mais altos, já que na barraca você tinha lounges privados (pago a parte), piscinas com parque infantil, restaurante buffet, entre diversas outras coisas), outras mais em conta (cito aqui a Barraca Atlantidz, com temática grega e preços bem mais em conta, porém com estrutura similar e que nos atendeu perfeitamente).
Como a praia é dentro da cidade, já há uma presença maior de ambulantes, inclusive crianças.

Pagamos R$ 7 na cerveja e R$ 65 no peixe, na barraca Atlantidz.

Cumbuco e Flexeiras:

Se localizam no litoral Oeste do Ceará. E como as demais praias desta parte do litoral, tem grande quantidade de algas (o que é inclusive atividade econômica de algumas cidades).
Flexeiras tem uma das orlas mais bonitas do litoral Cearense. Com certeza é uma boa pedida.

A van locada custou respectivamente R$ 150,00 para Cumbuco e R$ 400 para Flexeiras. Preço médio padrão, acompanhando as outras praias (cerveja a R$ 7, peixe R$ 60-70).


Porra, até que enfim movimentaram esse tópico, pensei que só eu que gostava de viajar (e olha que eu sou fudido de grana  ;'D'D

Bom relato Josey, passei lá por Fortaleza na minha viagem (final do mês de junho), achei o centro da cidade bem bonito, mas só passei por lá mesmo.

Relato da viagem: como final do mês de julho é aniversário de casamento, eu e a sra. mente tentamos sempre viajar nessa época ou início de julho. Fomos pra Jericoacoara.
Já tomei uma facada logo de início por chegarmos atrasados 10 min no aeroporto, perdemos o check-in, tive que pagar outro voo (já puto antes das 9 da manhã  Rugeblack face )
Chegando em Fortaleza também tive que pagar outra passagem de ônibus por causa do horário em que chegamos, perdemos o outro que as passagens estavam paga. Ponto negativo: só uma companhia de ônibus faz o trajeto Fortaleza + Jeri, o ônibus é executivo, até confortável, mas a viagem leva 6h até Jeri, sendo que quando chega em Jijoca (cidade anterior a vila de Jeri) a gente troca o ônibus por uma D20. De Jijoca até Jeri vai mais 1h balançando na parte de trás da D20 que é adaptada com bancos, e bota balançar nisso, pq chega uma parte lá que não tem rua nem estrada é só areia.

Viagem de ida mais cansativa que eu já fiz pqp lá em Jeri também não tem asfalto, é só areia, então tênis você só usa até chegar na pousada, depois só chinelo.

A Vila de Jeri

A vila de Jeri é pequena, dá pra andar quase tudo lá em 1h, só que cansa por causa da areia. Tem muita loja de artesanato, restaurante pra caralho de todos os tipos mais o que predomina são os especialistas em frutos do mar. De dia o pessoal sai para as praias, o movimento maior é a noite, pra quem gosta tem bar e restaurante lá que ocorrem alguns shows durante a semana.

Preços

Comida pra dois lá dificilmente vão gastar menos de 100 temers, principalmente se for comer frutos do mar. A maioria dos restaurantes lá servem lagosta, camarão e demais pratos de frutos do mar por ser uma vila praiana (esses são os mais caros). Mas dá pra gastar menos e comer bem também, a cada esquina e rua tem um restaurante ou bistro diferente, fica até difícil escolher um lugar pra comer. Recomendo usarem o app do tripadvisor pra facilitar nas escolhas. 
Ponto negativo de Jeri, 70% dos restaurantes só abrem a noite. Recomendo fortemente os restaurantes Cantina Jeri pro almoço, preços modestos e um dos poucos que abrem no almoço, e o restaurante Romã pra jantar, tem uma abobóra recheada de carne de sol com queijo do caralho.
Outro ponto negativo: pessoal que fica na frente de alguns restaurantes te chamando pra comer enchendo saco.

Praias

Seguindo a rua principal da vila tem uma praia que não fomos. Pagamos o passeio de buggy, esse foi o ponto mais alto da viagem. Quando forem fechar o passeio, peçam a atendente da pousada que elas fazem isso, tomem cuidado com os caras que ficam na rua te abordando chamando pra passeio, até oferecendo preço mais barato.
Esse passeio pode ser feito por casal, sai 250, é preço tabelado lá, todos cobram igual. Mas dá pra dividir com outro casal, aí sai 125. Dividimos com um casal de gringos que estava na mesma pousada que a nossa, pagamos 125 temers, o passeio saiu umas 10h da manhã e voltou pra pousada era 15h e alguma coisa, vale muito a pena.
Saindo de Jeri o motorista vai pra Pedra Furada e para lá, a gente desce do buggy e vai andando até a bendita pedra. Pqp quase morremos nesse trajeto, mais de 15 min andando na areia + pedras pra chegar num rochedo com um furo no meio pra tirar foto. A paisagem é linda, mar, pedras etc mas cansa pra caralho andar na areia, fora a fila de turistas tirando foto. Pra voltar quase que morro subindo o morro de areia  ;'D'D

Saindo de lá, ele vai para as duas praias mais lindas de Jeri. Primeira parada na lagoa azul, lugar lindo demais, águas claras, com rede dentro da lagoa pra descansar, mesas também ficam na lagoa pra quem quiser comer. Paguei 12 temers num copo de caipirinha que só tinha cachaça, muito mal feita. A parada na lagoa azul é de meia hora por aí, depois fomos pra última parada na lagoa do paraíso. 
Melhor praia de lá, água e praia limpas, visual top demais. Essa praia por ser a mais famosa (zagueiro David Luiz tava lá no mesmo dia que fomos) tem duas partes. Uma vip, com camas cobertas um pouco afastada do povão, custando acho que 100 por hora e tem a parte free pro povão. Essa parte free tem bastante mesa e cadeira cobertas, só paga pelo consumo o que achei legal, mas o cardápio caro pra caralho pior que dos restaurantes, com poucas opções de aperitivos então vão com carteira preparada.
Na hora de voltar pra pousada ele vai por um trajeto que passa pelas dunas, caralho que visual fodástico, lindo demais parece o saara, areia pra todo lado e vento na cara bom demais. Até chegar num ponto que tem uma lagoa no meio do "deserto" feita de água da chuva, top demais.

Pra voltar pra Fortaleza decidi pagar um transfer, existe uma cooperativa lá só de hillux pra fazer esses translados de passageiros, nunca vi tanta hillux num lugar só como lá.
O casal sai por 500 sozinho, divindo com outro casal sai por 250. Acho essa a melhor opção, tanto pra ir quanto pra voltar, é um pouco caro, mas a viagem é 2h a menos que de ônibus e mais confortável.

Enfim, viajar é bom demais, recarrega as energias, a mulher para de reclamar por um bom tempo e parece até outra pessoa durante a viagem  ;'D'D
Bom demais, Mente! 

Em março de 2017 estive pelo Ceará novamente, foi o casamento de um primo. Alugamos uma Doblô (7 lugares) para acomodar a família, sendo que eram 6 pessoas e sobrou um lugar para as malas (15/03 a 21/03 por 1.020,00 reais). Quanto à hospedagem alugamos um apê pelo Airbnb em Fortaleza (448 reais por 3 dias), próximo à Beira Mar, pois também fomos ao Interior visitar parentes (hospedagem sem custo). 

Foi um pouco corrido, assim visitamos poucas praias (Futuro e Beberibe e Lagoa Paraíso em Jijoca).

Viajar é qualidade de vida!!! 

BR que dá acesso a Jijoca!
[Imagem: 20170319_121309.jpg]

Lago Paraíso
[Imagem: 20170319_125054.jpg]

[Imagem: 20170319_132740.jpg][Imagem: 20170319_133417.jpg]
[Imagem: CYMERA_20170319_150313.jpg]
Show de fotos V-Power, depois posto umas das dunas que tirei. Deitar nessas redes aí na água é bom demais.
Prezados, aproveitando o tópico, alguém conhece Natal?

Tô pensando em passar as férias do ano que vem lá, ficar uns 15 dias na cidade... Gostaria de indicações, melhores locais pra se hospedar, passeios "obrigatórios", etc.

Outra opção seria Maceió, se alguém conhecer seria de grande valia.
9ºC frio? Em Bariloche eu já peguei -13ºC. No BR a única vez que senti frio foi quando voltei de Araucaria a pé pro centro de cwb e peguei geada no meio do caminho. Só assim pra sentir um pouco de frio.

---------

Por falar no leste da europa, estou pensando em ir pra Kiev. Alguém aqui já foi? R$15.000,00 da pra passar uma semana?
Sobre destinos de verão, praias: um pouco sobre Maceió e outras cidades alagoanas próximas.

Depois de 2 anos morando lá, dá pra dizer que Maceió é uma ótima dica de viagem, aliás, contando com a região metropolitana são cerca de 50 km de praias. E nesse mesmo circuito, indo pra o litoral sul da capital alagoana, tem os passeios de catamarã pelas ilhas lagunares [tem duas grandes lagoas ao sul de Maceió, indo pra o litoral sul, que separam a cidade de outras cidades da r.m., como Barra de Saõ Miguel e Marechal Deodoro, esta famosa pelo museu do antigo presidente, e pela praia do Francês].

Segue "pequeno" tutorial:
Mostrar ConteúdoSpoiler:
Porra..., o criador do tópico veio aqi na minha cidade nem par me avisar ..ia te levar nuns botecos pe sujo mas com breja gelada kkkkkkkk
to zuando... qdo vier par ca d novo manda MP . eu conheço cada canto daqui fica fácil dar umas dicas legais de passeio pela cidade!.

eu fui esse mês de setembro de 2017 pro rio de janeiro, conheci uma parte bem legal da cidade, me desloquei para varias praias botafogo, flamento fui ate a barra tudo de bike.. mto bom ..uma hora com calma edito o post e coloco umas fotos que tirei! Foi uma cidade que já conhecia de passagem mas não tinha uma boa impressão mas conhecendo assim eu vi os lugares bons que o rio tem para oferecer com muita paz e sem aquela insegurança que todos falam!
Estou nessa também de procurar uma viagem bacana no final do ano!
VIAGEM A  CALDAS NOVAS :

Vou descrever aqui um pouco sobre minha viagem a Caldas Novas, Goiás. Caldas Novas é conhecida por seus clubes, parques aquáticos e cachoeiras.

Eu fiz a viagem no final de Agosto, ou seja, no final da temporada de férias. A cidade estava relativamente vazia e não tive nenhum problema com filas ou esperas. Os custo aqui descritos são relativos a 1 pessoa.

Transporte.
Como já moro em Goiânia, eu fui ate a cidade de ônibus. Fui numa segunda feira e existe 2 horários de ônibus, um pela manha e outro pela tarde. A passagem ficou R$25,00 de rodoviária a rodoviária.
Chegando lá eu fui a pé ate o hotel. Uber ainda não esta presente em Caldas Novas, então as opções são ônibus ou taxi. Não experimentei nenhum, andei tudo a pe mesmo. Gastei 20 minutos da rodoviária ao hotel.
DICA: Recomendo a irem de carro ou a alugar um lá. Pelo menos a Localiza tenho certeza que existe. No meu caso, por estar sozinho e não querer gastar muito, acabei ficando só a pé mesmo. É possível, mas deixei de visitar alguns lugares e fiquei principalmente em torno dos clubes.
Estadia:

Eu aluguei 3 diárias num hotel chamo Atrium. Escolhi esse hotel porque faz parte de uma rede de hotéis e clubes, o Clube Prive. Essa rede possui vários hotéis e se você estiver hospedado em qualquer um deles pode entrar e sair a qualquer hora de qualquer um dos 3 clubes. Eu considero isso uma grande vantagem porque o ingresso para 1 dia pode custar de R$ 30,00 a R$ 50,00 por pessoa.
Essas 3 diárias, de segunda a quinta, ficaram por R$ 530,00. Se fossem duas pessoas seriam apenas 30 reais a mais. Como foi no começo da semana ficou mais barato.
O lugar era um apartamento com 1 quarto, 1 banheiro, cozinha e sala. A cozinha possuía fogão, geladeira e micro ondas. O hotel possui piscina, sauna, salão de jogos e academia. Em minha opinião tudo estava bem arrumado e confortável. O hotel possui também wi fi grátis para os hospedes.
  
Clubes:
Como mencionei acima, a estadia no hotel me deu direito a frequentar qualquer um dos clubes sem pagar entrada ( Water Park, Clube Prove e Nautico). Acabei que só fui em 2 deles, que ficam a 5 minutos do hotel. O outro é mais longe e eu teria que pagar um taxi. Eu ia no clube de manha, saia para almoçar, e voltava na parte da tarde. Então você pode entrar e sair à hora que quiser. Se quiser guardar as coisas precisa pagar R$ 10,00.
DICA: Se você sair, mas for voltar no mesmo dia, não precisa entregar a chave do armário. Você pode ficar com ela e só entregar quando já não for voltar. É claro que se você quiser visitar qualquer outro clube, como o famoso Hot Park, terá de pagar o ingresso, que na época já era em torno de R$ 100,00. A grande desvantagem de comprar o ingresso é que só pode consumir lá dentro. Tanto bebidas e comida são caras dentro dos clubes.
Em relação à estrutura do clube. Eles possuíam piscina de ondas, piscina quente, rio da preguiça, bar molhado, escorregador e tobogã. Para dizer a verdade eu cansava rápido de ficar subindo as escadas, então passei a maior parte do tempo no bar molhado ou na piscina quente.

Alimentação:
A reserva no hotel dava direito ao café da manha, então vou falar aqui só de almoço e janta.
Um aspecto que me surpreendeu pelo lado positivo foi os custos da alimentação. Como mencionei acima eu sai dos clubes na hora do almoço e almoçava em restaurantes normais. Durante o dia existem vários lugares onde você pode comer a vontade por R$ 16,00 com direito a carne assada.
A noite é um pouco mais caro, mas existem lugares como Burger king ou Mcdonalds onde os preços são os mesmos. Bebida se você comprar no supermercado o preço não é tão alto. Mas nos restaurantes e bares as bebidas são caras. Mas tudo vai depender do tanto que você consumir.
Dentro dos clubes é onde a coisa fica feita. A cerveja em lata custa em torno de R$ 7,00 e uma caipirinha de 300 ml sai por R$ 12,00. Enquanto estava nos clubes consumi apenas bebidas. Achei o almoço e todas as porções com preço absurdo.
Pontos Turísticos:
Só visitei 2 clubes, a rua com os restaurantes e lojas e a feira da lua. Mas sei que existem alguns pontos turísticos para quem tiver interesse.
 
Experiência Geral:

No geral gostei muito dessa viagem. Foi a primeira que fiz totalmente sozinho e que não foi para casa de parente. Acredito que fiz escolhas acertadas em relação à alimentação e estadia. Além de poder descansar pude refletir sobre muitas coisas e descobrir algumas características da minha personalidade.
Custos:
Ao todo essa viagem ficou por R$ 1.000,00. Isso contando com os R$ 530,00 de estadia.
Apesar de ter economizado em algumas partes, como em não pegar taxi, de resto não fiz grandes poupanças. Comi bem sempre que tinha vontade. Dentro dos clubes sempre que tinha vontade eu bebia cerveja, caipirinha ou batida.
Não comprei nada como lembrança ou objetos. Todos os gastos foram com estadia, transporte e alimentação.
Estou procurando um litoral para descansar no fim do ano!Detalhe:irei sozinho!Estive olhando na CVC e no Decolar.com mas está difícil.Viajar para fora fica mais em conta por incrível que pareça.
(27-09-2017, 10:15 AM)Challenger Escreveu: [ -> ]Estou procurando um litoral para descansar no fim do ano!Detalhe:irei sozinho!Estive olhando na CVC e no Decolar.com mas está difícil.Viajar para fora fica mais em conta por incrível que pareça.

De boa confrade, esquece CVC, aquilo ali é o "Mcdonalds" das agências de viagem. Ali a facada é certa! Procura por agências menores da tua cidade que provavelmente encontrará melhores condições. Ou, se tu tem tempo, pesquisa e faz por conta a viagem.
(27-09-2017, 11:32 AM)Avenger Escreveu: [ -> ]
(27-09-2017, 10:15 AM)Challenger Escreveu: [ -> ]Estou procurando um litoral para descansar no fim do ano!Detalhe:irei sozinho!Estive olhando na CVC e no Decolar.com mas está difícil.Viajar para fora fica mais em conta por incrível que pareça.

De boa confrade, esquece CVC, aquilo ali é o "Mcdonalds" das agências de viagem. Ali a facada é certa! Procura por agências menores da tua cidade que provavelmente encontrará melhores condições. Ou, se tu tem tempo, pesquisa e faz por conta a viagem.

Sim,a CVC é uma facada na hora de finalizar um pacote.Apenas gosto de compará-la com a Decolar.E a diferença é grande.Infelizmente aqui na minha cidade tem agências credenciadas apenas pela CVC.
Estou entre Santos,Natal ou Florianópolis.
Santos é o problema que não tem aeroporto.O deslocamento é complicado.Floripa estou achando muito caro para 3 dias.E Natal são os horários ruins de avião e indisponibilidade de hotel em dezembro.Vamos ver o que faço aqui.
Valeu pela dica!
Páginas: 1 2 3 4