Fórum do Búfalo

Versão Completa: [Relato]Do céu ao inferno em 70 dias com uma bordeline
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3
Vou contar um relato que aconteceu comigo em setembro a outubro desse ano que serviu de experiência e repasso a vocês para que não caiam na mesma cilada.

Perfil inicial da moça que conheci
Estudante de fotografia, desempregada, nenhum curso ou graduação, educada, tímida, 26 anos, sem filhos, caseira, nunca saiu da cidade dela, bonita, gostos parecidos com o meu. Porém com um defeito na mão, a qual a mesma falou ter sido um “acidente numa máquina na praia”.

Meu perfil
Graduado, bem empregado, classe média, moro em condomínio, viajado pelo mundo.

Diferença de classe social
A diferença era gritante em todos aspectos tinha dia que ela não tinha dinheiro de passagem de ônibus.

Perfil do ambiente familiar dela (mesma casa que ela)
Pai – aposentado e sofreu 2 AVCs, ex-alcoolatra e ex-fumante. Ficou com sequelas.
Mãe – aposentada, amélia total. Porém só deixou as filhas saírem sozinhas após os 20 anos.
Ela – desempregada, estudante de fotografia e sem perspectiva de futuro.
Irmão 23 anos – Atendente de call center, sem estudo e sem perspectiva de futuro.
Irmão de 28 anos – Atendente de call center, sem estudo e sem perspectiva de futuro.
Irmã de 31 anos – Atendente de call center, anoréxica e bulimica. Sem perspectiva de futuro.

*A casa muito pobre numa comunidade (favela), de telha e bem antiga caindo aos pedaços.
*Na casa ainda haviam 5 gatos que dormiam em todo lugar e viviam nas ruas.
*Todos pareciam ter algum distúrbio ou desordem mental aparente. Preguiçosos.

Nossos encontros
Todos nossos encontros (8 ao todo) foram de bons a ótimos, ela muito comunicativa, ela dormiu umas 4 vezes em minha casa.

Coisas estranhas que percebi logo no começo
1 – Nunca olhava fixamente nos meus olhos. Em qualquer ocasião de conversa só nos dois juntos sempre olhava para o chão ou para o teto ou pros lados.
2 – Contou podres da família logo no primeiro encontro, que o irmão saia com mulher casada, engravidou a mulher e demais coisas bizarras. Que a irmã com 31 anos nunca havia namorado ninguém (anoréxica) e os irmãos tudo em casa solteiros.
3 – Contou que foi traída pelo noivo e no relacionamento seguinte o cara também abandonou ela por não aguentar o “jeito” dela.
3 – Falava sobre tudo, mas sem profundidade, falsa intelectual.
4 – Mandou fotos do álbum de família completo para mim, desde ela bebê até os 15 anos dela, batizado, reuniões de familia e fotos de todos parentes dela, tudo pelo whatsapp. E fotos dela com uma roupa de noiva que segundo ela era da mãe, mas provavelmente era dela mesmo.
5 – Contou que o sonho era ter um bar (pensei ambição nota zero).
6 – Em uma conversa pelo whatsapp, ela falou que nosso santo havia batido, que eu era perfeito por dentro e por fora, e estava muito eufórica (tipo muito a nível estranho).
7 – Do nada ela manda um certo dia umas mensagens enigmáticas “vou fazer tudo diferente do que já havia feito”, “quero você em todos momentos comigo”. “Antes eu era uma pessoa que falava e não ouvia, agia por impulso, agora você me conhece num momento bom da minha vida, estou calma e mudei”, “não sei porque eu te falei isto”. (Pensei, minhas conclusões sobre ela ser bordeline ou algo pior do tipo estão se confirmando).
8 – Sempre após os encontros ela mandava mensagem dizendo que eu estava fazendo um bem danado pra ela e que não podia imaginar o quanto, mandou isso em todos pós encontros.
9 – Perguntei a ela porque ela não trabalhava, ela respondeu “preciso resolver uma coisa antes”.
10 – Sempre perguntava quantos porcentos eu estava gostando dela, isso todos dias.
*Como estudei psicanálise comecei a notar que havia algum tipo de distúrbio mental nela.

Mudanças de comportamento e doenças
A mudança mais notável e grave foi logo quando acabou o curso dela, ela passou a ficar somente em casa, como ela era pobre não tinha computador, netflix nem canais pagos, só SBT e GLOBO e o celular, notei que quase todas vezes que saiamos ela estava doente, sempre gripada e perguntei o motivo, ela falou que tinha imunidade baixa e sempre resfriava, seus lábios sempre estavam rachados e descascando. Uma semana depois ela revelou que tinha:

1 – Pneumonia mal curada.
2 -  Rins danificado, pedra nos rins e afins por não tomar água.
3 – Bactéria no sangue, esqueci o nome agora.
3 – Depressão profunda e mudanças bruscas de comportamento que a deixavam trancada olhando pro teto no quarto. Ela falou que não podia ser pressionada e nem cobrada, e as crises voltavam sempre com força total.
4 – Perda de peso brusca por não querer comer (ela perdeu 6kg em 10 dias, já na última semana que eu tava decidindo pular fora).
5 – Ora eufórica ora totalmente avulsa do mundo. Disse que não conseguia trabalhar, nem estudar e abandonou tratamento com psicólogo, tentou se matar com medicamentos no começo do ano.
6 – Pânico noturno e ansiedade.

*Revelou que ficou assim após ter sido traída pelo noivo e logo depois um ficante tentou matar ela, que abalou o psicológico e nunca se recuperou. Fazia fotografias infantis e crochê para aliviar as crises quando elas vinham.

Relacionamentos anteriores dela
1) Primeiro namorado dela ela noivou, passou 3 anos noiva e quando foi em 2015 ano que ia se casar o cara traiu ela por uma amiga, deu um pé na bunda dela e assumiu a outra.
2) Conheceu um cara através de 2 amigas, eles saíram umas 3 vezes, na terceira saída ele foi acampar com ela numa praia e tentou matar ela após uma crise de ciúme, deixando ela aleijada para sempre da mão. Isso foi no meio do ano de 2016.

Os finalmente
No meio de outubro em diante ela começou a ter crises frequentes, começou a me tratar com desdém, perdeu muito peso, começou a mentir para mim, não queria me ver, sempre que eu tentava marcar algo ela inventava que algum parente tinha adoecido e ficava trancada em casa ou a mãe dela que arrastava ela para ir pros cantos. Eu decidi ligar pro irmão mais novo dela e ele falou que ela so vivia no quarto.

- Dormia de 3 da madrugada e acordava de 11 da manhã, isso de domingo a domingo, só vivia em rede social, sem sair do quarto.
- Quando expliquei seriamente que não estava mais legal a relação, ela me falou que não tinha perspectiva de vida nenhuma e estagnou e que eu procurasse alguém que não fosse indecisa, fosse do meu nível, graduado, com posses e não como ela (pobre, desempregada, sem estudo). Concordei plenamente e como já tinha dado ultimato a ela, decidi terminar por telefone.
- Ela revelou que nenhum relacionamento dela após o noivado fracassado foi para frente, sempre durava de 1 a 3 meses (comigo foram 2 meses e meio).

Lições
1 – Perceber logo todos indícios do comportamento da pessoa, verificar seu passado e ver como são os familiares e amigos.
2 – Nunca confie no que ela lhe falar, observe atitudes.
Jogos emocionais eram infernais todos dias, tem dia que ela tava boa me tratava bem, outros dias sumia, mentia para onde ia. Era manipuladora em quase todas ocasiões.

Mas quando viu que eu não me dobrava nem surtia efeitos a manipulação chegou a dizer - "Você é muito estruturado".

Mesmo com meus amigos avisando que era burrada fcar com ela, contando esses comportamentos para eles dela, decidi ir até o fim.
Relato de grande valia.

Você aguentou muito mais do que devia, era para ter pulado fora bem antes.

No mais, fica o aprendizado.
Fez bem ter largado ela, essa mulher iria afundar você junto com os problemas dela. 
Relatos assim são ótimos para  ajudar muitos indecisos a saírem da matrix, ou mesmo quem esteja passando por algo parecido e  servem de experiência antecipada para quem nunca passou por isso.
Hoje em dia é recomendável que todo homem entenda um básico de psicologia, psicanalise e PNL,  pois ajudam muito a identificar manipulações e mentiras femininas. Pra nossa sorte toda mentira feminina tem rabo solto, elas cometem muitas falhas lógicas por onde podemos saber que é mentira. 
Para namorar uma mulher hoje em dia, temos que fazer uma verdadeira investigação social no presente e passado dela.
Brother, saindo um pouco do foco que são os problemas, queria saber o que vc fez para tentar ajudá-la.
Que mania de rotular puta que me pariu vocês.
Ta certo que tinha que terminar com essa bomba, mas falar que é borderline não sendo psicologico, não tendo nenhuma experiência em psicanalise é de cair o cú da bunda.
(hoje eu tou chato mesmo haaha)
Eu estou começando a ter certeza de que os caras só pegam essas bombas por que querem. Pode ter o tempo que for de real, aqueles que ficam espalhando que mulher é consequência de desenvolvimento pessoal acabará fazendo as mesmas merdas que você fez.
Vai achando que quando você ficar "fodão" você achará o par perfeito.
Se vocês ficaram juntos é porque durante este tempo foram compatíveis. Há uma diferença de destaque muito grande entre vocês. Não creio que ela ser bonita foi o único elemento suficiente que justifique o seu interesse e a relação ter durado 70 dias.

A pergunta que fica pra mim é o que há em você que o tornou compatível com essa mulher?
Não sei se configuraria uma borderline ou essas doideiras todas, de certo que elas começam a usar a doença como desculpa para tudo de errado que ela fizer.

Claro que o Sr. é que estava no relacionamento é que sabe o que realmente passou, mas veja bem:

- A diferença de formação e de grana deve ter mexido com a cabeça dela, acho que ela adotou um comportamento de emulação para tentar te fisgar emocionalmente
- Essa mulher deve ter um passado sinistro, as trocentas histórias contando que foi traída e maltratada, é para invocar o instinto protetor do homem, ... repare que ela se faz de coitadinha em todas as histórias, e em outras histórias ela não dá conclusão ou sai de fininho, tá na cara que tem caroço nesse angu.

Não entendo dessas coisas de psicologia mas tá na cara que essa mulher não bate bem das 'cachuleta' ... Mas acredito que muita coisa ela inventou com objetivo de tentar aflorar o seu lado de homem protetor, dando a entender que seria sua obrigação tirá-la dos problemas e das loucuras dela.
Por maior que seja o instinto masculino de "salvar" o feminino, esse caso não tinha jeito. 
Pra vermos como a mulher, literalmente, não entra com "nada", o cara que tem que ser estudado/trabalhado, e a mina entra apenas com o corpo na negociação, muitas vezes.
Os sinais iniciais já eram mais que suficientes para pular fora. 
Por essas e outras é que as minas são supervalorizadas. Por causa nossa mesmo, a oferta feminina está ali, fixa, com uma demanda (masculina) disposta a ir contra (quase) tudo e todos! Nasce a hipergamia.
No mais, excelente relato para os indecisos pré-real! Sempre bom ter exemplos dos outros!
(27-11-2017, 05:31 PM)Senna Escreveu: [ -> ]Se vocês ficaram juntos é porque durante este tempo foram compatíveis. Há uma diferença de destaque muito grande entre vocês. Não creio que ela ser bonita foi o único elemento suficiente que justifique o seu interesse e a relação ter durado 70 dias.

A pergunta que fica pra mim é o que há em você que o tornou compatível com essa mulher?

ele mesmo disse que ela gostava de coisas que ele tambem gostava
- O que me chamou a atenção foi o famoso 'Magic 3'.

- Faça sol ou chuva, ela com 20 ou 100 anos, o Magic 3 estará lá.  yaoming
É, o chá de buceta ai foi violento mesmo, 70 dias é tempo pra caraio. É nitido nas entrelinhas que a coisa foi forte mesmo, tu deve tá  apaixonado nesta maluca.

No mais... Sorrir e Acenar
(27-11-2017, 04:07 PM)SteveMcQueen Escreveu: [ -> ]Brother, saindo um pouco do foco que são os problemas, queria saber o que vc fez para tentar ajudá-la.

Cara eu tentei ajudar ela, perguntei se tomava medicamentos ou ia ao psicologo, mas ela não queria nem que eu a visse, depois que comecou a perde peso desordenadamente, perdeu 6kg em 10 dias e só saia de casa quando a mãe arrastava.

Ela havia abandonado o tratamento há cerca de 6 meses.

(27-11-2017, 05:31 PM)Senna Escreveu: [ -> ]Se vocês ficaram juntos é porque durante este tempo foram compatíveis. Há uma diferença de destaque muito grande entre vocês. Não creio que ela ser bonita foi o único elemento suficiente que justifique o seu interesse e a relação ter durado 70 dias.

A pergunta que fica pra mim é o que há em você que o tornou compatível com essa mulher?

Rapaz quando a conheci ela falava sobre os mesmos assuntos que eu, frequentava os mesmos locais, curtia as mesmas músicas, filmes e afins. Porém eu como sou bem entendido de diversas áreas quando eu tentava abordar qualquer assunto mais profundamente, por mais simples que seja ela não sabia dar continuidade na conversa. Até uma música que ela falou que amava e que eu gostava, eu joguei uma verde e perguntei quem era o cantor, ela não fazia a minima ideia de quem era, e assim por outros assuntos mais complexos. Era uma pseudo-intelectual.

(27-11-2017, 05:56 PM)Fernando_R1 Escreveu: [ -> ]Não sei se configuraria uma borderline ou essas doideiras todas, de certo que elas começam a usar a doença como desculpa para tudo de errado que ela fizer.

Claro que o Sr. é que estava no relacionamento é que sabe o que realmente passou, mas veja bem:

- A diferença de formação e de grana deve ter mexido com a cabeça dela, acho que ela adotou um comportamento de emulação para tentar te fisgar emocionalmente
- Essa mulher deve ter um passado sinistro, as trocentas histórias contando que foi traída e maltratada, é para invocar o instinto protetor do homem, ... repare que ela se faz de coitadinha em todas as histórias, e em outras histórias ela não dá conclusão ou sai de fininho, tá na cara que tem caroço nesse angu.

Não entendo dessas coisas de psicologia mas tá na cara que essa mulher não bate bem das 'cachuleta' ... Mas acredito que muita coisa ela inventou com objetivo de tentar aflorar o seu lado de homem protetor, dando a entender que seria sua obrigação tirá-la dos problemas e das loucuras dela.

Bom ai que tá man, até hoje e acho que nunca vou saber, o que de verdade ela tinha, o que ela inventava, o que ela soltava para mim se era para eu ficar com dó ou pena dela ou se eram mentiras. Doente eu sei que ela tava realmente, mas até onde era o fundo da história não sei.

(27-11-2017, 10:07 PM)Gângster Escreveu: [ -> ]É, o chá de buceta ai foi violento mesmo, 70 dias é tempo pra caraio. É nitido nas entrelinhas que a coisa foi forte mesmo, tu deve tá  apaixonado nesta maluca.

No mais... Sorrir e Acenar

Rapaz, eu já acabei com ela no começo de novembro, já apaguei todos contatos e tudo mais. Não estou apaixonado, as vezes penso que ela deve ter enlouquecido de vez.

----------------------------------

Minhas 2 amigas sempre me aconselharam a pular fora, pois visivelmente viam que não tinha futuro aquilo e sempre chamavam ela de louca, mesmo sem conhecer, só pelos relatos que eu fazia, eu ainda rendi 70 dias para resolver a questão.

Quando eu comecei a desconfiar, eu comecei a fazer um "estudo" sobre ela, para ver como era o comportamento dela, mais por curiosidade do que por paixão ou afins.
Ela arruma outro capitão salva-loucas e vai contar pra ele que vc que fez mal pra ela.

Borderlines deveriam ser jogadas em um vulcão quando diagnosticadas.

To com uma preguiça de contar meu relato completo, tenho que fazer umas coisas da faculdade, qualquer hora eu especifico mais.

Mas o padrão é esse mesmo, elas conseguem levar ao limite e a exponenciais todas as piores características já manjadas femininas, são falsas, manipuladoras, vitimistas, adaptam-se facilmente, despertam o instinto protetor, são hipergâmicas, ciumentas, traidoras e mentirosas.
Se usassem um pingo de sua capacidade para fazer coisas boas, já seriam milionárias e estariam bem resolvidas emocionalmente, mas preferem ficar de mongolice só pra attwhorar e fazer o mal para os outros, principalmente quem não merece ou quem demonstra não cair nos joguinhos delas.
Lembrei de um plot de uma novela mexicana, onde a vilã usava um tapa-olho em um olho só pra bonito, pois ela enxergava daquele olho, mas todo mundo que descobria esse segredo, ela matava. Proporcionalmente, é mais ou menos isso o que as borderlines fazem, só que as borderlines são ainda piores em termos de caráter, causas e efeitos.
(27-11-2017, 10:49 PM)Bruno Padilha Escreveu: [ -> ]Ela arruma outro capitão salva-loucas e vai contar pra ele que vc que fez mal pra ela.

Borderlines deveriam ser jogadas em um vulcão quando diagnosticadas.

To com uma preguiça de contar meu relato completo, tenho que fazer umas coisas da faculdade, qualquer hora eu especifico mais.

Mas o padrão é esse mesmo, elas conseguem levar ao limite e a exponenciais todas as piores características já manjadas femininas, são falsas, manipuladoras, vitimistas, adaptam-se facilmente, despertam o instinto protetor, são hipergâmicas, ciumentas, traidoras e mentirosas.
Se usassem um pingo de sua capacidade para fazer coisas boas, já seriam milionárias e estariam bem resolvidas emocionalmente, mas preferem ficar de mongolice só pra attwhorar e fazer o mal para os outros, principalmente quem não merece ou quem demonstra não cair nos joguinhos delas.
Lembrei de um plot de uma novela mexicana, onde a vilã usava um tapa-olho em um olho só pra bonito, pois ela enxergava daquele olho, mas todo mundo que descobria esse segredo, ela matava. Proporcionalmente, é mais ou menos isso o que as borderlines fazem, só que as borderlines são ainda piores em termos de caráter, causas e efeitos.

É bom man, pois ajuda os demais. Se puder postar seu relato.
(27-11-2017, 10:49 PM)Bruno Padilha Escreveu: [ -> ]"Mas o padrão é esse mesmo, elas conseguem levar ao limite e a exponenciais todas as piores características já manjadas femininas, são falsas, manipuladoras, vitimistas, adaptam-se facilmente, despertam o instinto protetor, são hipergâmicas, ciumentas, traidoras e mentirosas.
Se usassem um pingo de sua capacidade para fazer coisas boas, já seriam milionárias e estariam bem resolvidas emocionalmente, mas preferem ficar de mongolice só pra attwhorar e fazer o mal para os outros, principalmente quem não merece ou quem demonstra não cair nos joguinhos delas".

O pior é que esse tipo de mulher faz mal às mulheres como um todo; depois de passar por uma dessas nenhum cara levará uma mulher a sério.
- O que vejo é o homem com uma espécie de dever moral neste tipo de situação em ajudar as mulheres sempre, (mesmo em muitos casos, o cara venha a se prejudicar no processo). No fim, como já é padrão feminino, você ajudará, a mulher tacará o foda-se pensando que é obrigação masculina, e o caboclo voltará para estaca 0 e com o emocional ferrado.

- No mais, foi uma "boa" experiência no qual você passou. Já vai lhe deixar mais esperto no futuro.
(27-11-2017, 10:07 PM)Gângster Escreveu: [ -> ]É, o chá de buceta ai foi violento mesmo, 70 dias é tempo pra caraio. É nitido nas entrelinhas que a coisa foi forte mesmo, tu deve tá  apaixonado nesta maluca.

No mais... Sorrir e Acenar

na primeira semana conhece a familia dela, na outra conhece a dele (2 semanas)

4 semanas de sexo intenso (6semanas no acumulado)

apos se conhecerem passam 1 mes se conhecendo profundamente, percebendo defeitos e tramando planos para visgar de vez o cara (no caso dela)

ja se foram 10 semanas 10x7 = 70

1 semana pra ele refletir a cagada que fez (semana atual), bom, é justo
Fez bem em abandonar o barco (furado, por sinal). Em apenas um mês já demonstrou não ser uma boa mulher para relacionamento. A constante inércia dela em busca de melhora de vida é um fator crucial e alarmante, pois, se você desse continuidade a essa relação provavelmente estaria/ficaria na mesma situação, já que a garota estava tentando te influenciar com as histórias dela.
Não iria demorar muito para ela te seduzir, convidar para morarem junto e compartilhar os problemas.
Páginas: 1 2 3