Fórum do Búfalo

Versão Completa: Celebridades e famosos conservadores
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Muita gente famosa evita falar diretamente o assunto pelo já conhecido policiamento do politicamente correto. Entretanto, alguns sempre deixaram isso claro, outros simplesmente não podiam fazê-lo mesmo (artistas famosos nem sempre podem falar mesmo). Vou listar alguns feras com valores semelhantes aos nossos. Quem for mais novo, talvez não conheça ou só de leve. Muitos atores com seu auge nos anos 80 fazem parte dessa lista.

Vou começar com o grande Chuck Norris, que recentemente visitou Israel. Aqui ele cita Ronald Reagan e fala da importância do voto pros americanos:


Aqui, Arnold Schwarzenegger. O que ele fala tem muito a ver com nosso clima político atual:


E tem vários outros, que não são tão conhecidos de geral. O Clint Eastwood sempre foi conservador assumido. Charlton Heston (do clássico filme Ben-Hur), idem. O Tom Cruise não fala muito nisso, mas se não me engano também o é (apoiou o então presidente Bush) e assim vai. 

Quero aproveitar e indicar filmes desses caras pra galera mais nova que talvez não conheça. Todos dos anos 80 ou até antes, podem ver sem medo.
Tem um cara muito famoso, tal de João Amoeba ou algo do tipo.

Falando sério, tem "Chuck Norris contra o comunismo" na Netflix, ouvi outro dia isso, provavelmente verei no feriadão.

Ser conservador é natural em 30% da população de qualquer lugar que tenha um mínimo de história política. Entre esses, muitos trabalham nas artes ou conseguem fama de alguma forma. Hilary Duff cantou na posse de Bush. Mia Khalifa e Angelina Jolie são de família republicana, Charlie Sheen, Lindsay Lohan, Britney Spears, Adam Sandler são exemplos de famosões que são, já foram ou se tornaram republicanos. Saber esse tipo de coisa é importante, não pra fazer panelinha como os esquerdolixos fazem, mas pra saber que, pelo menos com esses nomes é menos provável que seus trabalhos como filmes e séries possuam aquela empulhação politicamente correta chata.
Creio que os artistas lá nem se comparam com os daqui no quesito esquerdar. Tem alguns atuantes e são sempre os mesmos como Ellen page, Mary Streep etc Mas ainda sim vejo isso mais nas premiações tipo Oscar. Aqui no Brasil é o contrário, quase todos são explicitamente esquerdistas, dá pra contar no dedo os que não são ou não fingem ser. Eu tiro por exemplo do carinha que faz o Drax nos filmes da marvel. O cara é totalmente desconhecido mas é uma matéria atrás da outras nos portais brasileiros sobre as opiniões dele sobre algumas paradas pra canhotos. O que faz pensar, se tem 50 atores mais famosos do que ele na marvel, por que raios a mídia dá mais voz a ele? Ou os outros não se envolve em atos políticos (dai podemos supor que não são esquerdistas, já que eles sempre estão em polêmicas) ou são republicanos e não podem se expô explicitamente .

Sobre o Chucky Noris Vs Comunismo: É um documentário maravilhoso que - não entendo o porquê ainda não ter saído da avermelhada netflix - mostra como o regime aliena seu povo. Mas, graças a alguns "subversivos capitalistas" e "traidores" .... Vou ficar por aqui, pra não dar spoiller.

Tem outros dois também muito bons que são: Beasts Of No Nation (que tenta dá uma esquerdada. Mas o tiro sai pela culatra. É bom pra tu mostrar para aquele socialista danoninho que a áfrica não é como em Pantera Negra, não) e 2º Guera In The Collor, que mostra de forma imparcial os conflitos e os motivos de várias batalhas da segunda Guerra (só pra ter uma ideia, foi ali que descobri que os Esquerdistas Poloneses foram massacrados tanto pelos Nazistas, como pelos Exército Vermelho de Stalin) Ai tu me pergunta: Como assim esquerdistas? Pois é, não entendi também!!! rs Acho que esquerdismo na Polônia não é como conhecemos! rs
Clint Eastwood
@Berlin

A arte nos Estados Unidos é do mesmo nivel de esquerdismo que aqui no Hu3zil, a diferença é que lá o nível da coerção especialmente da mídia televisiva é muito mais restrito. Lá não existe a situação que ocorre no Brasil com o Grupo Globo que abocanha 70% do mercado. Caras do rádio como Sean Hannity e Rush Limbaugh tem 5 vezes mais alcance que o jornal e televisão. O fato d produção de cinema americana ser majoritariamente da Califórnia (vulgo comunifórnia) também explica muita coisa.

Esqueceram de citar o Keane West (que entrou pro Trump train), Bruce Willis, o Dana White do UFC e os caras do Ramones que eram todos conservadores, etc.
Nos Estados Unidos o movimento conservador é muito bem organizado e representado; mas hoje, sozinhos, não conseguiriam salvar a Europa caso essa realmente caia para o califado.

Sobre
(06-09-2018, 04:43 AM)Berlin Escreveu: [ -> ]Como assim esquerdistas? Pois é, não entendi também!!! rs Acho que esquerdismo na Polônia não é como conhecemos! rs

Tem um negócio que as vezes - ou quase sempre - passa despercebido pra quem é da direita, que é o fato de que a esquerda não nasceu com o livro "das kapital".

Existem vários espectros na esquerda - e na direita também - que vão desde o anarquismo de bakunin até o fabianismo de Lassale [ou moderna centro-esquerda de hoje] e não necessariamente compactuam com uma revisita a um modelo soviético.

Importante frisar, nisso, que na própria revolução russa, não havia um consenso, mas uma luta interna [em 1918] entre bolchevisques [ou leninistas] e mencheviques [ou trotskystas] que divergiam quanto ao desenvolvimento da Rússia pós-revolucionária, onde infelizmente ganhou o primeiro grupo que viria a fundar a URSS em 1922.
(06-09-2018, 12:55 PM)Fernando_R1 Escreveu: [ -> ]Esqueceram de citar o Keane West (que entrou pro Trump train), Bruce Willis, o Dana White do UFC e os caras do Ramones que eram todos conservadores, etc.

Bem lembrado. Aliás, o caso desses rockeiros da antiga é curioso. Até pelo marketing, e em tempos mais jovens, os caras mandam aquela de sexo, drogas, rock n´roll e tudo pode....e naturalmente, já com idade, filhos(as) e tudo mais, esquecem tudo isso....e os filhos deles muitas vezes são tão ou mais conservadores do que os pais. Questões pontuais, os Ramones já fizeram ato a favor do aborto...conservadores em algumas coisas né....não em tudo, como eu tava falando disso no outro tópico.

Outro bom exemplo é o Bruce Dickinson, do eterno Iron Maiden. Uma vez li um texto de um esquerdista lamentando que aqueles rockeiros que alegraram tanto sua infância e adolescência, foram pro 'lado negro' da força.... Tongue  ....
[Imagem: bruce.jpg]
Texto originalmente publicado em 31 de dezembro de 2017 por Rodrigo Constantino para a Gazeta do Povo.
Dickinson conta sobre sua experiência ao visitar Auschwitz:



“Nós pensamos que somos todos seres humanos modernos do século XXI, mas estamos a poucos passos de Auschwitz, e não apenas com judeus. Existe um equivalente em algum lugar do mundo, todos os dias. Você pensa, Em que ponto nós começamos a evoluir? E então algo louco acontece, como [o massacre do concerto em] Las Vegas, e faz você se perguntar: o que há com seres humanos? Somos capazes de fazer isso?



Nenhum pássaro voa sobre Auschwitz. É como se o próprio solo contaminasse o ar com o cheiro da morte e o mal daqueles que caminharam e planejassem o horror. É a banalidade do planejamento da execução industrial em contraste com os gritos das câmaras de gás que são a verdadeira medida do terror. Esse terror, eu acredito, é o medo secreto de que todos nós possamos ser monstros lá no fundo. Isso me faz estremecer só de pensar… chorei muito depois da visita. Fiquei com raiva e silencioso. Até eu ir a Sarajevo dez anos depois, durante o cerco, eu não sentiria a mesma intensidade.”



Bruce Dickinson faz a pergunta que todo conservador se faz, e que dá título ao relato comovente de Primo Levi sobre sua experiência em Auschwitz: é isto um homem? E a resposta que os conservadores encontram, normalmente, é na afirmativa, ou seja, tais atos monstruosos não foram cometidos por alienígenas, mas por seres humanos.


Quem é realista tende a adotar uma premissa bem conservadora, ao contrário dos “progressistas”. Participo de uma rede liberal de debates que tem de tudo, desde libertários revolucionários até conservadores. Um dos participantes, que se considera liberal clássico, mas que claramente se inclina à esquerda “progressista”, chegou a dizer em outro tópico:

Botei só um trecho aqui. Quem quiser conferir completo, tá aqui no site Iron Maiden Brasil:
http://www.ironmaidenbrasil.com.br/2018/...assos.html
Obg, Baralho. Vou dar uma pesquisada mais a fundo sobre essas vertentes. Mas, de acordo com o diagrama de Nolan, essa nova esquerda que conhecemos hoje em dia, duas em uma: Ou coloca os comunistas na ponta da extrema-esquerda, ou joga o comunismo soviético para o centro. Pois no comunismo soviético não era aceitável libertinagem, assistencialismo, arruaceiros, drogas e tudo mais. Por mais podre e cruel que o comunismo fosse, ainda sim, de uma maneira destorcida, havia regras, hierarquias, normas a serem seguidas. Não sei se isso é um fenômeno do Brasil ou se é o mesmo em outros países. Mas aqui tu não tem a mínima ideia do que os caras querem. É totalmente contraditório. O mesmo cara se diz comunista, reza o pai nosso, vai na igreja evangelica e usa cordão de são jorge, critica a capitalista nestle mas toma nescau. fuma maconha com agrotóxico e critica quem come couve com o mesmo.

Melhor eu não rachar minha cuca pra entender kkkkk

abraços.
Não se esqueçam da voz de pato mais famosa do trash metal... Dave Mustaine:

http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/201...rista.html
Falei nele e aproveito pra indicar, quem nunca viu o clássico Ben-Hur (não essa versão nova, e sim a antiga), corrija isso e assista. Simplesmente o melhor filme do mundo. Charlton Heston também está do lado certo da força.
[Imagem: 18828919.jpg]

E o cara que tá num bom momento de agora, Dwayne "The rock" Johnson, é outro.
[Imagem: ec6211c6847bd7376b6b76988fb2ac82-754x394.jpg]
Não podemos esquecer do Dr. Spectro Rey, conservador assumido, disposto a devolver ao brasileiro a pegadinha sexy.

Kkkkk the zoeira never ends.
Aproveitando o tópico sobre celebridades, gostaria de perguntar aos amigos: Na visão de vocês Renato Russo, hoje em dia, seria de esquerda ou direita ou anarquista? Sei que o cenário político da época dele era outro, mas as música "Perfeição" por exemplo, é de 1993, quando já estávamos em um estado democrático. Acho algumas letras bem complexas onde não se sabe se está ridicularizando ou inflamando como em "Geração Coca-Cola".

Vale ressaltar que minha pergunta se trata do cunho artístico, e não da vida pessoal. Pergunto isso pois nunca vejo teses sobre, talvez, a banda mais politizada que já existiu.

O que vocês acham? Tô viajando? rs


Seria eleitor do Amoedo!

Qualquer pessoa esclarecida e que busque o conhecimento e as boas ações pode sim ter se deixado influenciar pelo marxismo cultural em décadas passadas, mas hoje não mais seria, vide LOBÃO.
Na época logo após a redemocratização era mais "fácil" falar de política. Basicamente era só todo mundo falar mal do governo, seja qual fosse....estávamos numa espécie de marco zero, então, mesmo as bobagens feitas na política econômica eram levadas a sério pela população (como o congelamento de preços no governo Sarney). Tinham alguns economistas que ousavam falar a real na época, como Roberto Campos, mas era pregar no deserto....bem mais do que hoje.

O Renato Russo, até pelo que os colegas de banda já falaram, seria de Direita mesmo. Ponto fora da curva....ainda mais até os anos 90.
Vlw, Bruno. Vou dar uma olhada
Lembrando melhor, um clássico, que é o Clint Eastwood. Muito legal o jeito que ele aparenta encarar a vida. E foi um dos motivos de eu me interessar por Western....antes tinha um preconceito de achar que esse gênero era tudo bobagem e só tiroteio. "O bom, o mau e o feio" é um clássico imperdível, aproveito e recomendo.

Aqui, alguns trechos de uma entrevista dele.
[Imagem: gran-torino.jpg]
Meu pai tinha um casal de filhos no início da Grande Depressão. Não havia emprego. Não havia previdência social. Mal se conseguia sobreviver. Naquele tempo as pessoas eram mais duronas.

Vivemos numa geração meio mariquinha, todo mundo diz: “Vamos lidar psicologicamente com isso?” Naquela época, você simplesmente sentava o pau e resolvia na porrada. Mesmo que o cara fosse mais velho e fortão, pelo menos você era respeitado por encarar a briga, e te deixavam em paz.

Não sei se dá para dizer exatamente quando começou essa geração mariquinha. Talvez tenha sido quando as pessoas começaram a se perguntar sobre o sentido da vida.


Meu pai morreu subitamente aos 63 anos. Simplesmente caiu morto. Por muito tempo, me perguntava: Por que não joguei mais golfe com ele? Por que não passei mais tempo com ele? Mas quando se está tentando fazer sucesso, a gente ignora essas pequenas coisas. Isso te dá um certo arrependimento mais tarde, mas não há nada que se possa fazer. Você simplesmente segue em frente.

Detalhes menores são menos importantes. Vamos em frente com as coisas realmente importantes.
Vin Diesel:
[Imagem: 1974476700-Vin-Diesel-Riddick.jpg]

Aproveito pra recomendar a série que começou com "Eclipse Mortal". O personagem Riddick é muito inspirador pra mim.
Mel Gibson é outro que tem meu respeito. Ele está ajudando a boicotar a Nike, que pegou pra garoto propaganda aquele idiota útil que desrespeitou o hino americano na final do Super Bowl.

[Imagem: melourguy.jpeg]

E pra quem nunca assistiu o primeiro Mad Max: pára tudo e vai assistir!
Mais um: Michael Caine, famoso aqui pelo mordomo Alfred na trilogia do Batman e outros filmes mais antigos (eu gosto do "A origem"), como "O homem que queria ser rei".
[Imagem: michael-caine-alfred-batman-dark-knight.jpg]
Vencedor do Oscar, Michael Caine, diz: “Você não pode votar em um ator só porque ele é negro”

Caine, que já foi indicado ao Oscar seis vezes e venceu duas, disse ter pensando que Idris Elba seria indicado por seu papel como o sádico Comandante no drama Beasts of No Nation, da Netflix. Quando Robinson revelou que Elba não foi indicado este ano, Caine protestou.

“Bem, olha para mim”, disse Caine. “Eu venci o [Prêmio de Cinema Europeu] de melhor ator e não fui indicado por mais nada.” O filme de Caine Youth foi indicado apenas a um Oscar: de Melhor Canção Original.

Caine disse que o melhor conselho que ele pode dar aos atores de minorias é “tenham paciência”.

“É claro que virá”, diz. “Levei anos para conseguir um Oscar.”
Serginho Malandro e ponto final trollface