Fórum do Búfalo

Versão Completa: Tópico do governo Bolsonaro (acompanhamento)
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33
O que eu vejo são empresários bem mais animados com a perspectiva de um governo que pise menos no setor empresarial, fiquei sabendo de um grupo estrangeiro que condicionou investir pesado no Rio de Janeiro, apenas se o Bolsonaro fosse eleito.

Quanto a essa coisa de juntar ministérios, não tenho embasamento para emitir minha opinião.
Só o carecone da Havan já falou que vai investir 500 milhões ano que vem, e convocou o empresariado a fazer o mesmo. Tempos de bonança virão.

E a tacada de meter o Moro de ministro da justiça? A petralhada tá em polvorosa! Já estou prevendo mais umas 8 temporadas de O mecanismo na netflix..
Sei que aqui não é o local certo pra isso, mas como a bandeira do Bolsonaro é a do liberalismo econômico, então e vou perguntar aqui mesmo

A gente sempre ouve aquele exemplo que demonstra bem como a concorrência é boa para as pessoas: se uma empresa faz parte de um monopólio e sabe que seus clientes não tem onde comprar produtos se não com ela, então ela não tem motivação para fazer produtos melhores ou baixar preços. Do contrário, com bastante concorrência, ela é forçada a sempre manter um bom nível e preços atrativos, do contrário perderá para os concorrentes. Ok. Perguntas:

Quem é o concorrente da google hoje? Podemos dizer que ninguém, já que 99,9% das pessoas usam o google.com para pesquisar algo na internet. Mesmo assim a google está sempre melhorando seus serviços, e eles continuam sendo grátis. Qualquer concorrente que tente se aproximar, ela logo o compra e mantém seu monopólio. Porque nesse caso a ausência de concorrência não faz com que a Google "relaxe"?

Pergunta 2: a impressão que fica com o liberalismo é que uma empresa pequena e com bons produtos vai aparecer, roubar concorrentes da empresa grande, forçando ela a fazer produtos melhores ou baixar o preço. Mas o que vejo acontecendo é aquele cartel de 3 ou 4 empresas enormes dominando o mercado, e quando alguma empresa pequena aparece, é logo comprada ou não sobrevive tanto tempo a ponto de roubar clientes das grandes.

Pergunta 3: Como fica a concorrência quando temos serviços que simplesmente nao podemos escolher, como água, luz, estradas, saneamento, etc? Na imensa maioria dos casos não temos a opção de escolher por qual estrada seguir viagem, e mesmo que possamos, as estradas são administradas pela mesma empresa normalmente. Ninguém pode escolher de quem receber a energia elétrica, ou pra onde irá nossa merda ao dar a descarga. Como fica o liberalismo nessa caso? Licitações que escolhem "melhor" empresa para estes serviços não me parece algo muito inteligente, pois além de rolar muita propina e esquemas, quem garante que a empresa ganhadora irá prestar o serviço que propôs? Lembrem-se que ela não terá concorrência.
(01-11-2018, 07:23 PM)Tim Laflour Escreveu: [ -> ]Sei que aqui não é o local certo pra isso, mas como a bandeira do Bolsonaro é a do liberalismo econômico, então e vou perguntar aqui mesmo

A gente sempre ouve aquele exemplo que demonstra bem como a concorrência é boa para as pessoas: se uma empresa faz parte de um monopólio e sabe que seus clientes não tem onde comprar produtos se não com ela, então ela não tem motivação para fazer produtos melhores ou baixar preços. Do contrário, com bastante concorrência, ela é forçada a sempre manter um bom nível e preços atrativos, do contrário perderá para os concorrentes. Ok. Perguntas:

Quem é o concorrente da google hoje? Podemos dizer que ninguém, já que 99,9% das pessoas usam o google.com para pesquisar algo na internet. Mesmo assim a google está sempre melhorando seus serviços, e eles continuam sendo grátis. Qualquer concorrente que tente se aproximar, ela logo o compra e mantém seu monopólio. Porque nesse caso a ausência de concorrência não faz com que a Google "relaxe"?

Pergunta 2: a impressão que fica com o liberalismo é que uma empresa pequena e com bons produtos vai aparecer, roubar concorrentes da empresa grande, forçando ela a fazer produtos melhores ou baixar o preço. Mas o que vejo acontecendo é aquele cartel de 3 ou 4 empresas enormes dominando o mercado, e quando alguma empresa pequena aparece, é logo comprada ou não sobrevive tanto tempo a ponto de roubar clientes das grandes.

Pergunta 3: Como fica a concorrência quando temos serviços que simplesmente nao podemos escolher, como água, luz, estradas, saneamento, etc? Na imensa maioria dos casos não temos a opção de escolher por qual estrada seguir viagem, e mesmo que possamos, as estradas são administradas pela mesma empresa normalmente. Ninguém pode escolher de quem receber a energia elétrica, ou pra onde irá nossa merda ao dar a descarga. Como fica o liberalismo nessa caso? Licitações que escolhem "melhor" empresa para estes serviços não me parece algo muito inteligente, pois além de rolar muita propina e esquemas, quem garante que a empresa ganhadora irá prestar o serviço que propôs? Lembrem-se que ela não terá concorrência.

Gostei das suas perguntas, bem interessantes mesmo. Dando a minha opinião aqui:

Pergunta 1: eu digo que tem relação com a cultura da empresa, uma cultura baseada na meritocracia, desenvolvimento e melhoramento contínuo dos seus empregados. Por isso não existe concorrência, a google está sempre evoluindo e mudando, logo não sobra espaço pro resto.

Pergunta 2: Isso realmente acontece, principalmente se você for analisar a Coca-Cola que está sempre comprando empresas novas. Só que na minha opinião essas empresas são aquelas empresas com a cultura fundamentada na meritocracia, ou seja, estão sempre evoluindo, mudando e tomando novas iniciativas, as empresas grandes que "morrem" são aquelas que não mudam, não evoluem etc. Logo o monopólio continua, mas a empresa tem que sempre melhorar o seu produto, buscar mudanças senão vai pra vala.

Pergunta 3: Sou contra a privatização do setor elétrico, de saneamento e de estradas. O estado tem que se responsabilizar por essas áreas, se você largar a área de saneamento na mão de empresas privadas, eles só vão para cidades e locais onde eles sabem que vai ter lucro. Acho um absurdo ter que pagar pedágio, você dentro do seu país não pode usar a única estrada/rodovia que liga uma cidade a outra.

Tudo que eu disse acima é a minha opinião, alguns provavelmente discordam, mas provavelmente tem seus motivos.
(01-11-2018, 03:28 PM)Plissken Escreveu: [ -> ]
(01-11-2018, 08:30 AM)Spectro Escreveu: [ -> ]To achando cagada juntar ministério da agricultura com meio ambiente

Né não, tio...
Ministério do meio ambiente só serve pra fazer terrorismo e empatar o agronegócio. Juntando os dois, creio que desburocratiza um pouco, não?

Uai até que entendo esse ponto de vista.
Eu não sou esquerdista mas como tenho muita dor de ver o meio ambiente sendo destruído tenho medo dele focar demais em agricultura e esquecer do meio ambiente fico com do dos tatu bola que tão entrando na lista de extinção.
Acompanhamento de cu é rola.

Tópico de corneteiros, isso sim.

Ficam se pautando pela narrativa esquerdista e já foram desmentidos na primeira página esses pessimistas e chatos do contra.
Tem gente que nem votou no Bolsonaro no primeiro turno.

A mídia podre cria uma fakenews de que não sei quem é cotado pra ser ministro de não sei o que e vem com mimimi de que "ain é investigado pela lava jato".
Daí no outro dia o Bolsonaro, após já ter desmentido isso, coloca o SERGIO MORO pra ser ministro da JUSTIÇA e segurança pública.
Vão criticar também.

Deviam ir criticar a puta que os pariu, isso sim, Paulo Guedes tem razão.
O governo nem começou e já estão fazendo tempestade em copo d'água cgua contra tudo.
Nos governos anteriores, quando e que teve esse rebuliço por conta de indicação de ministro?
Isso que antes eram 30 ministérios (e agora serão 15) e eram cargos indicados por partidos políticos, com gente que perdeu eleições ou queria usar como palanque pra disputar as próximas, "ex"-guerrilheiros comunistas e investigados e CONDENADOS pelo mensação ou não investigados pela morte do celso daniel e pela aliança criminosa com o foro de são paulo. Disso ninguém fala.

A única informação que eu uso é de Os Pingos nos Is e depois vou até as fontes primárias.

Ano que vem, melhor ainda ser´ter como fontes primárias os próprios deputados como Joice Hasselman, Paulo Martins e Marcel Van Hatten federal e nomes como Janaina Paschoal e Francischini estaduais.

Agora, mimimi dos especialistas da internet, eu passo.
"Bolsonaro será impichado amanhã" já é o mantra dessa turma. Aqui não!
Impeachment é que não rola mesmo...qual esquerdista vai querer o general Mourão no lugar....
Não sei se já viram, mas esse moleque imita os dois direitinho. Ficou muito bom.
[video]https://www.youtube.com/watch?time_continue=207&v=fFBGK_cFJTQ[/video]
[video=youtube]Não sei se já viram, mas esse moleque imita os dois direitinho. Ficou muito bom. [video]https://www.youtube.com/watch?time_continue=207&v=fFBGK_cFJTQ[/video][/video]
Moro no Ministério da Justiça foi o primeiro tiro no pé deste governo que sequer começou, é praticamente uma confissão de que prenderam um ''inocente'' para impedi-lo de ganhar as eleições. Gleisi Hoffmann agradece encarecidamente.

Por sinal, a minha cunhada nazipestista (não é filiada) já soltou rojões por conta desta.
Sobre o Moro como ministro, concordo com a análise do Garschagen. É emblemático e tem muito valor escondido nessa decisão.
(02-11-2018, 02:12 AM)Jaguar Paw Escreveu: [ -> ]Moro no Ministério da Justiça foi o primeiro tiro no pé deste governo que sequer começou, é praticamente uma confissão de que prenderam um ''inocente'' para impedi-lo de ganhar as eleições.  Gleisi Hoffmann agradece encarecidamente.

Por sinal, a minha cunhada nazipestista (não é filiada) já soltou rojões por conta desta.

Você caiu na narrativa esquerdista? Primeiro que o Moro não deu a última palavra no caso do Lula. Você deve se lembrar que o Lula pôde recorrer mil vezes, então faria mais sentido pegar um juiz do TRF4 ou entao do TSE.

E digo mais, o Moro não prendeu o Lula pra ser escolhido ministro. Creio que seja o contrário, ele foi escolhido como ministro por prender o Lula e mais outros vagabundos.

Isso de que houve um ''acordo'' entre o Bolso e o Moro não passa de mais uma narrativa que a esquerda vai usar pra tentar soltar o Lula, mas vai ficar por isso mesmo.
(02-11-2018, 02:39 AM)Digons Escreveu: [ -> ]
(02-11-2018, 02:12 AM)Jaguar Paw Escreveu: [ -> ]Moro no Ministério da Justiça foi o primeiro tiro no pé deste governo que sequer começou, é praticamente uma confissão de que prenderam um ''inocente'' para impedi-lo de ganhar as eleições.  Gleisi Hoffmann agradece encarecidamente.

Por sinal, a minha cunhada nazipestista (não é filiada) já soltou rojões por conta desta.

Você caiu na narrativa esquerdista? Primeiro que o Moro não deu a última palavra no caso do Lula. Você deve se lembrar que o Lula pôde recorrer mil vezes, então faria mais sentido pegar um juiz do TRF4 ou entao do TSE.

E digo mais, o Moro não prendeu o Lula pra ser escolhido ministro. Creio que seja o contrário, ele foi escolhido como ministro por prender o Lula e mais outros vagabundos.

Isso de que houve um ''acordo'' entre o Bolso e o Moro não passa de mais uma narrativa que a esquerda vai usar pra tentar soltar o Lula, mas vai ficar por isso mesmo.

Eu não compro a narrativa esquerdista porém tenho a consciência de que o pt continua vivo e forte (o Nordeste, por exemplo, foi consolidado como uma fortaleza nazipestista), portanto se o Bolsonaro me pedisse conselho sobre se deveria ou não nomear o Moro ministro, eu o aconselharia a não fazer isto. Pois, além de todo o poder de mídia deles, os ditos cujos já começam a aprender a fazer uso das redes sociais (aturar a minha cunhada no Zap hoje foi foda) e tal nomeação seria a confirmação da narrativa deles que o Molusco é inocente.

E a esta altura do campeonato, e tendo em mente a idade do Lula, o que o pt mais quer é transformá-lo em um mártir e a nomeação do Moro os ajuda um bocado nisto.

Em suma, faltou malícia ali.
(01-11-2018, 10:18 PM)Spectro Escreveu: [ -> ]
(01-11-2018, 03:28 PM)Plissken Escreveu: [ -> ]Né não, tio...
Ministério do meio ambiente só serve pra fazer terrorismo e empatar o agronegócio. Juntando os dois, creio que desburocratiza um pouco, não?

Uai até que entendo esse ponto de vista.
Eu não sou esquerdista mas como tenho muita dor de ver o meio ambiente sendo destruído tenho medo dele focar demais em agricultura e esquecer do meio ambiente fico com do dos tatu bola que tão entrando na lista de extinção.

Desburocratizar hoje é uma prioridade. O ministério do meio ambiente nem de longe tem sido um guardião do meio ambiente. Desmatamentos e queimadas criminosas de áreas virgens tem aos montes e os culpados nunca são pegos.

Por outro lado, quem não conhece alguém que precisava simplesmente cortar uma árvore no terreno e teve que se submeter a um procedimento extremamente burocrático, pagar altas taxas e etc. pra não ser multado. O ministério do meio ambiente nos moldes atuais só serve pra isso.

Ainda não tenho certeza se essa fusão vai ser boa, mas há muita especulação esquerdista em cima disso. Como o próprio Olavo de Carvalho disse sobre o Bolsonaro, ele é uma pessoa capaz de se corrigir, se daqui um tempo ele ver que isso não é uma boa ideia, certamente vai mudar de plano ao invés de insistir no erro como a esquerda sempre faz.

O que acho mais importante é a mudança da mentalidade brasileira no que se refere a leis, resoluções, etc. Atualmente há uma burocracia enorme pra quem quer fazer a coisa certa e muita regalia pra quem quer fazer coisa errada, quando tinha que ser justamente o contrário.
(02-11-2018, 03:03 AM)Jaguar Paw Escreveu: [ -> ]
(02-11-2018, 02:39 AM)Digons Escreveu: [ -> ]Você caiu na narrativa esquerdista? Primeiro que o Moro não deu a última palavra no caso do Lula. Você deve se lembrar que o Lula pôde recorrer mil vezes, então faria mais sentido pegar um juiz do TRF4 ou entao do TSE.

E digo mais, o Moro não prendeu o Lula pra ser escolhido ministro. Creio que seja o contrário, ele foi escolhido como ministro por prender o Lula e mais outros vagabundos.

Isso de que houve um ''acordo'' entre o Bolso e o Moro não passa de mais uma narrativa que a esquerda vai usar pra tentar soltar o Lula, mas vai ficar por isso mesmo.

Eu não compro a narrativa esquerdista porém tenho a consciência de que o NaziPT continua vivo e forte (o Nordeste, por exemplo, foi consolidado como uma fortaleza nazipestista), portanto se o Bolsonaro me pedisse conselho sobre se deveria ou não nomear o Moro ministro, eu o aconselharia a não fazer isto. Pois, além de todo o poder de mídia deles, os ditos cujos já começam a aprender a fazer uso das redes sociais (aturar a minha cunhada no Zap hoje foi foda) e tal nomeação seria a confirmação da narrativa deles que o Molusco é inocente.

E a esta altura do campeonato, e tendo em mente a idade do Lula, o que o NaziPT mais quer é transformá-lo em um mártir e a nomeação do Moro os ajuda um bocado nisto.

Em suma, faltou malícia ali.

Penso que decisão nenhuma deve ser pautada no que o outro lado vai achar. Ainda mais o PT que é mestre em mentiras, PHD em todo tipo de desonestidade.

Os nazipetistas dizem que Lula foi condenado sem provas, mas não leram sequer um parágrafo da sentença de 218 páginas que faz citação e correlaciona documentos, depoimentos de testemunhas, delações premiadas, etc. Da mesma forma o julgamento em 2ª instância, onde o relator passou horas citando provas da corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A fama do juiz Sérgio Moro não vem de agora, Alborguetti já o citava como um guardião da moral e dos bons costumes muito antes da operação lava jato, porque ele nunca deu mole pra político ladrão.

A escolha foi boa porque se trata de um homem que tem coragem pra fazer o que precisa ser feito, sem rabo preso e sem a mente contaminada pela ideologia marxista.

Exatamente Senna.

Fora a questão prática, o valor simbólico tem um peso também.  Só pra ficar entre "famosos", quem o Bolsonaro devia chamar? O Joaquim Barbosa?.....
Tem gente que não conhece a realidade, deve ficar preso em sua bolha de posts de esquerdistas chatos na internet ou em facus, ou reserva cota pra conversa com nazipetistas da "família". Todo mundo tem aquele parente chato, mas alguns ignoram, outros ficam dando trela. Esse tio de escória é a minoria da minoria, nem mesmo os esquerdistas que eu conheço são tão filhos da puta. Em minha cidade e em qualquer ambiente civilizado com uma população com condições normais de informação e discernimento, o Bolso teve 76% dos votos válidos. Mesmo entre os 24% que votou pro outro lado, uma parte foi pro ser enganada, nem 10% deles, ou seja, uns 2,4% do eleitorado total realmente representa esse discursinho que os corneteiros chatos ficam bradando aqui contra o Bolsonaro.

Eu conheço a realidade e, nos últimos anos, vi em todo lugar apoio incondicional ao Sergio Moro, muito mais do que apoio ao próprio Bolsonaro. Muita gente que banca "isentona" inclsive, pessoas bem intencionadas até que talvez já tenham votado no pt ou que dêem papo pra esquerdalha ou até defendam pautas da esquerda sem saber (tipo aquecimento global, ecofascismo, gayzismo, impostos, etc.) sempre defenderam o Sergio Moro, mesmo tendo reservas quanto ao Bolsonaro.

Nas vezes que eu viajei pra outro estado nos útimos anos, sempre que alguma pessoa (que eu conheça ou não) sabe que eu sou de Curitiba e puxa um papo, falam em apoio ao Sergio Moro. Até mesmo em Curitiba, em cursos e palestras que fui, vi palestrantes que diziam coisas como "muh duh nem esquerda, nem direita" apoiando o Sergio Moro e o público em geral apoiando ou o próprio público citando Sergio Moro como uma pessoa de sucesso ou alguém que bateria palmas só de ver.

Todos esses chatos que ficam criticando aqui, EXIJO pelo menos o DOBRO de linhas criticando CADA UM dos últimos ministros da justiça E da segurança pública pelo menos desde 2003 e que me prove que TODOS eles são ou eram na época muito melhor capacitados do que o Dr. Moro, que já era reconhecido em 2006 pelo Alborghetti pelos méritos. Se não, é corneta de chatos.
O Sérgio moro foi excelente pedida.
Agora ser um seguidor cego de presidente sem pensar no que ele faz de certo e errado eh o mesmo de ser um nazipestista reverso adorador do Lula.

Temos que criticar sim, e também elogiar.
Vale lembrar que o Moro não é a própria Lava-Jato.

E que quem condenou Lula de fato foi a turma do TRF4
Depois do cel. Pontes no MCE e do Moro no MJ só falta o Dallagnol ser nomeado para a PGR e fechar o "combo opressor".

O Bolso tem ido bem na condução de sua equipe, o que falta pra o vice, gen. Mourão, que deveria estar acompanhando essa transição mais de perto.
Até agora, tá quase um dream team...só o Lorenzoni que eu não tinha muita informação. Tô curioso com o ministro da saúde.
[Imagem: ministros-de-bolsonaro-v3-478x640.jpg]
Um dos melhores momentos do Moro foi nesse vídeo rebatendo uma dessas que os esquerdistas repetem pra ver se vira verdade. Admito que queria ter essa serenidade pra responder bobagens...
https://youtu.be/tlRJuuEuCMY


Vídeo OBRIGATÓRIO para todas as donzelas encantadas que estavam pretendendo, nos próximos 4 anos, sair criticando toda e qualquer coisa que aconteça no governo Bolsonaro. Antes de criticar o Bolsonaro, critique Saul Alinsky!
Pra nem falar em gramscismo, escola de frankfurt e livros como "ponerologia - psicopatas no poder" e "como vencer um debate sem ter razão", que estou até relendo.
Sem INTERNALIZAR pelo menos 20% do conteúdo mínimo e superficial, é IMPOSSÍVEL fazer uma única linha de análise sem estar sendo enganado pelo anticristo sem perceber.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33