Fórum do Búfalo

Versão Completa: Confrades, pra escrever um livro de literatura decente, é necessária muito estudo?
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2
As vezes penso que sim, principalmente quando vejo que os grandes nomes da literatura nacional e mundial foram indivíduos que beberam da fonte da boa formação (não necessariamente no sentido acadêmico). Por um lado vejo isso como algo limitante, por outro vejo como um espécie de peneira que separa os bons literatos dos maus literatos.

Em fim, vocês acham que deve-se escrever primeiro e aprimorar a técnica depois ou primeiro aprimorar a técnica por anos para só assim escrever algo?
Formação acadêmica, nem sempre! Quando fiz faculdade, sequer tive organização e métodos, isto é uma lacuna grave no meio Acadêmico.

Mas são imprescindíveis, um bom domínio da linguagem, um bom conhecimento a língua portuguesa e principalmente bom embasamento naquilo que vai escrever.

Toda obra deve partir de uma status quaestionis que é o estado da questão, ou seja a atual problemática que irá abordar em sua escrita.

Em fim, vocês acham que deve-se escrever primeiro e aprimorar a técnica depois ou primeiro aprimorar a técnica por anos para só assim escrever algo?
Eu costumo resenhar as coisas que leio, se fosse o caso de escrever algo e juntaria todos meus escritos e ajuntaria no qe fosse escrever, claro que na publicação de um livro a obra sofrerá revisão e as devidas correções serão feitas. Em tempo, eu me acho péssimo escritor. yaoming
(13-02-2019, 02:38 PM)Fernando_R1 Escreveu: [ -> ]Formação acadêmica, nem sempre! Quando fiz faculdade, sequer tive organização e métodos, isto é uma lacuna grave no meio Acadêmico.

Mas são imprescindíveis, um bom domínio da linguagem, um bom conhecimento a língua portuguesa e principalmente bom embasamento naquilo que vai escrever.

Toda obra deve partir de uma status quaestionis que é o estado da questão, ou seja a atual problemática que irá abordar em sua escrita.

Em fim, vocês acham que deve-se escrever primeiro e aprimorar a técnica depois ou primeiro aprimorar a técnica por anos para só assim escrever algo?
Eu costumo resenhar as coisas que leio, se fosse o caso de escrever algo e juntaria todos meus escritos e ajuntaria no qe fosse escrever, claro que na publicação de um livro a obra sofrerá revisão e as devidas correções serão feitas. Em tempo, eu me acho péssimo escritor. yaoming

Também penso dessa forma. Essa sua sugestão é ótima: juntar vários fragmentos e no fim sintetizá-los. O foda mesmo é encontrar ou recordar as fontes, kkkkk. Ainda quero aprender sobre o mercado editorial, tem muita mística em torno do mundo literário ao mesmo tempo em que questões mais técnicas são esquecidas (como o próprio domínio da língua, que você citou).
Para escrever bem precisa se de ler muito e escrever muito.
Eu mesmo dou minha arriscada na escrita mas algo muito pessoal que quase nunca mostrei pra ninguem.
Percebo que de uns dois anos pra cá melhorei muito.
Meu problema é falta de leitura por falta de tempo, acredito que um bom escritor teria que largar tudo e focar só nisso.
Eu tenho uma opinião sobre isso... Veja se será útil pra você:

Na minha concepção, escrever boa literatura (ou boa estória), é muito diferente de simplesmente “escrever bem”. Quem escreve bem, coloca no papel textos de qualquer natureza (artigos, ensaios, e até mesmo post’s como esse aqui), com muita qualidade ortográfica e de gramática. Ponto final. Então, o primeiro passo é o domínio da língua na qual você pretende escrever.

O próximo passo, agora creio que opiniões podem divergir, compreende a análise da sua capacidade artística, no que diz respeito à criação e desenvolvimento de estórias. Eu sou levado a acreditar que todo impulso artístico funciona como uma espécie de “dom” natural, o qual já meio que “nasce” com a pessoa. Mas, veja bem, isso não quer dizer que eu, que não nasci com o dom de desenhar, não posso aprender essa arte, caso eu estude muito. Mas, dificilmente vou atingir o patamar de um cara que nasce com tal dom.

No seu caso, só por estar perguntando isso, já mostra que você tem interesse pela coisa e, consequentemente, deve ter essa inclinação natural.

Então, a resposta à sua pergunta seria: qualidade ortográfica impecável + qualidade artística literária impecável = boa literatura.
O volume de estudos necessários para atingir está tal “qualidade impecável”, vai depender de como está o seu estado hoje. Outra coisa: eu falo impecável pois essa é uma área (literatura) que infelizmente tem muita... mas muita gente que tenta, mas não consegue aderência no mercado, justamente por falta de demanda por novos autores. Eu mesmo já me aventurei na ideia de escrever contos... vou deixar um link abaixo, de contos que eu já escrevi, caso você tenha curiosidade em ler rsrsr

Segue a recomendação de um livro muito bom, para ensinar a arte de criar estórias: Story - Substância , Estrutura , Estilo e os Princípios da Escrita de Roteiros. (Autor: Robert McKee)
 
Segue link’s de contos que eu escrevi pra um site:
Tem identidade real tua nos links, @Velho Gonçalves

Talvez não seja tão interessante assim a exposição.
(13-02-2019, 06:45 PM)Josey Wales Escreveu: [ -> ]Tem identidade real tua nos links, @Velho Gonçalves

Talvez não seja tão interessante assim a exposição.

Valew pela dica camarada, não havia reparado nisso. São link's muito antigos e eu não uso mais aquele site. Mesmo assim, entrei lá e apaguei nome e foto.

Obrigado por avisar.
Um Escritor também é um artista, criativo, etc.

Se Gosta de Criar vai firme. Busca Referências boas, diversificadas, leia os clássicos e vai moldando teu estilo.

Vai chegar num ponto em que vai ter que escolher se quer fazer algo da massa ou mais restrito a poucos leitores.
É que nem lutar boxe. O cara não vai disputar o cinturão depois de anos e anos treinando, se aperfeiçoando, etc.

Todos os grandes escritores tiveram uma formação muito sólida. Poucos eram novos qdo fizeram sucesso (só os mais geniais). A maioria foi aperfeiçoando com décadas de estudo.
Compre ou baixe em pdf o "História da Literatura Ocidental" do Otto Maria Carpeaux.

Lá você vai achar o que tem de melhor em toda a história da literatura mundial;

Pegue as indicações de lá e vá lendo aos poucos. Ao longo dos anos isso o irá aprimorando.

Leia sempre consultando as palavras desconhecidas, com um dicionário na mão.
Eu me aventuro um pouco nesse campo da escrita, só te digo que isso requer muito estudo, prática, e leitura. Tem uns asnos por aí que afirmam que você pode ser um bom escritor mesmo sem gostar de ler. Baita baboseira.

Alguns livros que recomendo, são bem técnicos, mas imprescindíveis pra entender como montar a estrutura de uma boa narrativa.

"A jornada do escritor: estrutura mítica para escritores" de Christopher Vogler

https://www.amazon.com.br/jornada-escrit...9834394_c_

"A Jornada do Herói" de Joseph Campbell

https://www.amazon.com.br/Jornada-do-Her...8571838232

Postei os links mais pra tu conhecer as capas na hora de procurar, mas muito provável que tem pdfs deles pela internet.
Cara, vou falar algo aqui, mas é só achismo meu. Leve de maneira crítica o que eu falar.

É preciso deveras conhecer os gêneros literários, afinal a técnica você se aproxima conhecendo quem e como se pratica. Para isso creio que existe um curso do Rodrigo Gurgel.

Só que só ver a técnica na teoria não adianta, é preciso praticar e reforçá-la em você mesmo treinando. Pegue diferentes gêneros e construções de narrativas e tente reproduzir. Estudo é preciso, já que não tem como você saber (isso é, nesse contexto, aprender sem perceber, vulgo talento) de todas as formas possíveis de construir textos.

Se é técnica, é por que pode ser reproduzida, você só terá que torrar alguns neurônios para poder aprender a pensar do jeito certo. É tipo dirigir, no começo você tem que prestar atenção em tudo o tempo todo, depois de um tempo, você pilota a maior parte do inconsciente. O nome disso é condicionamento.

E claro, é importante ler muito e muita coisa boa para poder absorver não só as formas, como também o panteão de experiências humanas possíveis. Afinal um livro, salvo se for algo científico, filosófico, religioso, irá tratar de experiências humanas e você deve ter isso no horizonte.

Dica final: Não faça nenhum Crepúsculo que você ficará bem.

Ao confrade, força e honra.
Stanley Kubrick nunca fez faculdade de cinema. Nelson Rodrigues e Ricardo Boechat tampouco eram formados em jornalismo. Mas estamos falando de gente que tinha cultura advinda do conhecimento, formação autodidata e uma boa dose de século XX. e valorização do talento aliada a uma busca por atingir algo, até porque os supracitados tinham a dizer.

Pra se escrever um conto ou um livro é preciso esforço, e, um livro, bom ou ruim, tomam a mesma quantidade de esforço e trabalho.
Já estudei sobre isso e até comecei alguns textos.

Uma pessoa medíocre, que não possui muitas referências culturais (da da sua própria e de outras) e que não possui o mínimo de conhecimentos gerais não consegue escrever uma BOA história. E você nota isso nos detalhes! Vou deixar alguns vídeos de um autor que gosto muito, sobre o processo de criação para um livro.

https://www.youtube.com/watch?v=N4ZDBOc2...8tEJQ12-vL
É necessáriO ler e escrever muito, sem medida, e depois disso, ler e escrever mais ainda sem esquecer, claro, de respeitar as regras básicas gramaticais.
Bora criar um tópico para ler e avaliar as escritas dos confrades.
Problema que os textos teriam que ser linkados em algum site.
Um tópico sobre gramática seria bom realmente. Melhor que fosse na seção de materiais recomendados.
Praga e eu não tem chance alguma nessa da escrita dos confrades trollface mas a ideia é boa SPECTRO
Bukowski reencarnou em vocês e vocês nao sabem kkkkk
Gostei. Escrever é igual treinar, 90% é treino, 10% é talento genético.
Páginas: 1 2