Fórum do Búfalo

Versão Completa: Minha trajetória + reflexões
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Tenho 22 anos, moro em São Paulo, atualmente sou ajudante geral porém estudo T.I na faculdade. Me considero um realista.

Minha experiência com a Real, começa aos 15, na fase em que ser adolescente, quando você é um cara beta e sem muitas qualidades, se torna uma tortura. Conheci através do Silvio Koerich (o original), achei uma filosofia bem interessante, porém eu nunca me considerei um realista até então. Eu fui estudando, obtendo experiências e fiz uma longa e árdua experiência social pra testar as ideias da real, transformando-me em cobaia de algumas situações. 

Bom, não vou fazer um texto longo com todos os altos e baixos da minha vida desde que conheci a Real, vou resumir o que me trouxe de vez para o lado de cá. 

Eu sempre tentei observar a realidade do ponto de vista de ambos os lados (blue pill e red pill), eu sempre testei ambas as realidades e tirei variadas conclusões, mas ainda faltava um teste final que era o relacionamento. As vezes eu pensava que os realistas eram apenas caras revoltados, que nem tudo aquilo era algo aplicável à realidade e que de fato existiam mulheres exceções e igualmente românticas aos homens. Quando quebrava a cara, me tornava um cara mais revoltado ainda, ''mulher é tudo puta'' e coisas do tipo, faziam parte do meu vocabulário. Foi há 3 anos que eu decidi que, se realmente a vida de ''blue piller'' não der certo, eu iria entrar de cabeça no mundo da Real, me tornar um autêntico, afinal o conhecimento eu sempre tive porque eu sempre li livros sobre comportamento humano, tenho uma ideologia fortemente nacionalista e viril, sou cristão e etc, eu tenho conhecimento sobre uma grande parte da filosofia realista, mas faltava aplicar. Foram anos de estudos, testes e observações para que eu chegasse hoje, diante dos confrades e me declarasse um verdadeiro homem da Real. 

O RELACIONAMENTO
Lá estava eu, numa fase confortável da vida onde eu tinha uma vida estável aos 19 anos, tinha uma vida social agitada e sexualmente ativa, várias garotas ali para sair, mas com um profundo vazio no coração, era a chama do romantismo. Nada contra o romantismo, na verdade eu aproveito a literatura e a música, mas não é algo muito lógico de se aplicar à vida cotidiana dos dias de hoje. Enfim, lá estava eu quando decidi procurar minha ''unicórnio'' e achei. Era uma garota de 15 anos, virgem (sim, eu comprovei), criada por uma família militar, até um pouco ''conservadora'' e que raramente saía para baladas, era o esteriótipo perfeito de mulher exceção. Começamos à namorar, eu com aquele meu estilo confiante, alternativo e ''malandro'', eram os opostos se atraindo. Com o tempo, eu fui largando o meu antigo estilo de vida para me dedicar à ela, mas meu alter-ego sempre e alertava para algumas atitudes estranhas dela, indícios de exibicionismo iniciando na internet, começando à focar em redes sociais. Para resumo, foram 3 anos de paz até que ela começou à estudar numa escola particular onde 80% são esquerdistas, maconheiros, feministas e afins. Eu lembro que eu falei comigo mesmo: ''esse relacionamento não vai durar nem mais 1 ano'', foi dito e feito. Primeiro, ela fez ''novos amigos'', depois começaram as reclamações de que eu tinha mudado muito, de que eu não era mais o mesmo, sempre procurando motivos para por um fim na relação e partir pra vida de vadia. Depois começou à falar que precisava curtir mais, que ela era jovem e etc. Na mesma semana que essas reclamações começaram, eu terminei com ela. Bom, eu já vinha praticando o desapego, então não tive grandes impactos emocionais. Desde então, eu venho trabalhando meu desenvolvimento pessoal, minha experiência me deu resultados, afinal eu entrei no relacionamento, também para testar se realmente é isso mesmo, e realmente foi o que aconteceu. Hoje eu digo, eu sou um realista (se é que esse termo é padrão e aceito hahaha), ou melhor, como eu prefiro me auto-denominar: Eu sou um homem lúcido. Passei pela tentação de me tornar MGTOW, mas não deu muito certo, prefiro manter o equilíbrio, nada contra quem é, eu até acompanho alguns canais, mas eu me identifico mais com a Real, ela se encaixa como uma luva no que eu penso.


Pensamentos e reflexões
Conselhos aos novatos
* Não se revolte ou se torne um frustrado depressivo, pelo contrário, tenha auto-confiança, amor próprio e, acima de tudo, tenha opinião firme e seja soberano em suas ações. Esses são alguns dos primeiros passos, tudo isso é movido pela atitude. 

*Tenha personalidade, uma paixão, um talento. Seja aquele cara que é lembrado por fazer ou ser algo/alguém, desenvolva um talento, todos nós temos um dom, basta descobrir.

*Esqueça o romantismo, técnicas de sedução, essas historinhas de paquerar e ter um ''bom papo'', mulher nenhuma se atrai por isso. Se você pegar uma garota, pode ter certeza que não foi por causa de nada disso, e sim de alguma qualidade que, pra ela é importante. Mulheres buscam nos homens aquilo que faltam nelas. 

*Valores morais: O que é um valor moral? Aquilo que você faz, a sua conduta, quando não se está sendo observado, algo que você prova pra você mesmo, uma construção social. A religião é importante para moldar valores morais coletivos, mas o homem deve buscar valores individuais. 

*Liberdade financeira: dinheiro pode não trazer felicidade, mas te proporciona uma vida tranquila e confortável. É muito mais fácil buscar a felicidade quando não se tem que se preocupar com contas ou se você vai conseguir comer ou não.

*Amizade também é uma matrix.

*Seja você mesmo.

*Família é importante (ponto de vista pessoal).


Ainda sobre as mulheres
Aprenda sobre ''nichos sociais'', habitats naturais onde as pessoas, dentro da sociedade, estão inseridas. Exemplo: classe média baixa possui vários nichos sociais que se relacionam entre si, e por aí vai. Nesses nichos, as mulheres buscam sempre o homem ''alfa'', que é o cara que mais se destaca. Exemplo: se você for num baile funk, por exemplo, os alfas são geralmente os caras famosinhos, bandidos e os cantores de funk. Já em um ambiente de rock ou heavy metal, os alfas são os caras cabeludos tatuados que tocam em banda ou andam de harley. Mulheres buscam esteriótipos. Além dos esteriótipos, elas buscam qualidades que façam com que aquele homem seja superior aos demais, tal como um cara musculoso que é superior ao magrelo/gordinho, é um cara incomum de se ver, ou seja, edição limitada. Elas não querem figurinhas repetidas, apenas edições limitadas. Porém, você nunca deve se preocupar com elas, afinal a Real não é ''pegar mulher'' e sim se desenvolver como homem.

Não só de mulheres vive o homem


Talvez, um dos principais alvos seja a liberdade financeira, falarei dessa parte à seguir com algumas reflexões sobre [...]
Lvcido

Parabéns, você parece ter a maturidade que a maioria aqui não teve, pré-Real. Continue assim.

O fato de você não ter se tornado MGTOW só me prova que esses caras são INCEL que encontraram uma boa desculpa pra esconder o fracasso com as mulheres. Nada contra, nem a favor, cada um faça o que quiser. Só não me venha encher o saco por não querer fazer parte do grupelho.
(30-07-2019, 09:50 PM)Gorlami Escreveu: [ -> ]Lvcido

Parabéns, você parece ter a maturidade que a maioria aqui não teve, pré-Real. Continue assim.

O fato de você não ter se tornado MGTOW só me prova que esses caras são INCEL que encontraram uma boa desculpa pra esconder o fracasso com as mulheres. Nada contra, nem a favor, cada um faça o que quiser. Só não me venha encher o saco por não querer fazer parte do grupelho.

Eu não diria que todos são incels, alguns são homens gananciosos e egocêntricos que focam tanto no desenvolvimento pessoal que não querem nenhuma parasita num relacionamento.

[...] continuando

Não só de mulheres vive o homem (mulheres são consequência em tudo na sua vida) 


Talvez, um dos principais alvos seja a liberdade financeira, falarei dessa parte à seguir com algumas reflexões sobre [...]

O que eu considero liberdade financeira? 
Basicamente, eu creio que liberdade financeira, não seja necessariamente você ser rico, e sim ter o bastante para manter uma vida confortável por um longo período de tempo, cuja a fonte dessa renda seja permanente. 
Há várias maneiras de se alcançar este patamar, a mais comum é a velha máxima de estudar, estudar e estudar. Mas, muitas vezes não é necessário estudar tanto, ter diploma e a porra toda para ter uma vida estável. Pois bem: eu conheço um pedreiro que, geralmente, trabalha durante alguns meses e tira férias de 2 ou 3 meses. Geralmente ele pega uma obra, guarda boa parte do dinheiro (gastando apenas com o necessário) e quando termina a obra, ele começa aí sim usufruir de uma parte desse dinheiro e guardar o resto. Esse cara, eu enxergo como um exemplo de um cara livre financeiramente. Há cursos e profissões que podem ser aprendidas em menos de um ano e que lhe proporciona uma certa liberdade financeira. Claro que tudo varia de acordo com as suas necessidades, luxos e despesas.

Na minha visão, o ideal é conciliar a liberdade financeira com um trabalho que você goste muito, é  o que eu chamo de trabalho perfeito. Se tiver um talento e esse talento lhe gerar um bom retorno financeiro, melhor ainda, sua vida está uns 80% mais fácil. Em tempos de crise, eu enxergo o mercado informal, ou trabalhar por conta, como uma boa estratégia para alcançar a liberdade financeira, porém uma carreira também não é algo dispensável, tendo em vista que sua vida fica bem mais fácil quando se é um técnico de T.I, um médico ou advogado. 


Como começar à mudar? Primeiro vem a disciplina, depois você traça um objetivo e em seguida basta ter paciência colocando tudo isso em prática. 


Essas são minhas reflexões sobre desenvolvimento financeiro. 
(15-08-2019, 06:41 PM)Joxokhanurs Escreveu: [ -> ]
(30-07-2019, 09:50 PM)Gorlami Escreveu: [ -> ]Lvcido

Parabéns, você parece ter a maturidade que a maioria aqui não teve, pré-Real. Continue assim.

O fato de você não ter se tornado MGTOW só me prova que esses caras são INCEL que encontraram uma boa desculpa pra esconder o fracasso com as mulheres. Nada contra, nem a favor, cada um faça o que quiser. Só não me venha encher o saco por não querer fazer parte do grupelho.

Eu não diria que todos são incels, alguns são homens gananciosos e egocêntricos que focam tanto no desenvolvimento pessoal que não querem nenhuma parasita num relacionamento.

[...] continuando

Não só de mulheres vive o homem (mulheres são consequência em tudo na sua vida) 


Talvez, um dos principais alvos seja a liberdade financeira, falarei dessa parte à seguir com algumas reflexões sobre [...]

O que eu considero liberdade financeira? 
Basicamente, eu creio que liberdade financeira, não seja necessariamente você ser rico, e sim ter o bastante para manter uma vida confortável por um longo período de tempo, cuja a fonte dessa renda seja permanente. 
Há várias maneiras de se alcançar este patamar, a mais comum é a velha máxima de estudar, estudar e estudar. Mas, muitas vezes não é necessário estudar tanto, ter diploma e a porra toda para ter uma vida estável. Pois bem: eu conheço um pedreiro que, geralmente, trabalha durante alguns meses e tira férias de 2 ou 3 meses. Geralmente ele pega uma obra, guarda boa parte do dinheiro (gastando apenas com o necessário) e quando termina a obra, ele começa aí sim usufruir de uma parte desse dinheiro e guardar o resto. Esse cara, eu enxergo como um exemplo de um cara livre financeiramente. Há cursos e profissões que podem ser aprendidas em menos de um ano e que lhe proporciona uma certa liberdade financeira. Claro que tudo varia de acordo com as suas necessidades, luxos e despesas.

Na minha visão, o ideal é conciliar a liberdade financeira com um trabalho que você goste muito, é  o que eu chamo de trabalho perfeito. Se tiver um talento e esse talento lhe gerar um bom retorno financeiro, melhor ainda, sua vida está uns 80% mais fácil. Em tempos de crise, eu enxergo o mercado informal, ou trabalhar por conta, como uma boa estratégia para alcançar a liberdade financeira, porém uma carreira também não é algo dispensável, tendo em vista que sua vida fica bem mais fácil quando se é um técnico de T.I, um médico ou advogado. 


Como começar à mudar? Primeiro vem a disciplina, depois você traça um objetivo e em seguida basta ter paciência colocando tudo isso em prática. 


Essas são minhas reflexões sobre desenvolvimento financeiro. 

Esses exemplos  de liberdade financeira tao errado

Liberdade financeira ou independencia financeira eh qdo a renda dos seus investimentos pagam todas suas contas e vc nunca mais precisa trabalhar por ESCRAVIDAO (necessidade), trabalha soh pra procurar sarna pra cocar hehehe.

Exemplo: se vc tem 5 casas alugadas que rendem 5 mil reais e seu custo de vida eh  4 mil por mes.
Vc conquistou a liberdade financeira.

Tem que aprender a investir e se levar uma vida simples a IF chega mais cedo ,que eh o que todos querem nao? Ter tempo eh vida.
Eu to doente pra alcancar a IF , hehehe
Um up nesse tópico!

Muito bom o relato!