Fórum do Búfalo
OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Mulheres/Feminazismo/Relacionamentos (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=4)
+--- Fórum: Geralzão da Real (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=8)
+--- Tópico: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA (/showthread.php?tid=128)



OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - John Romano - 07-10-2011

Mesnagem original do usuário Francisco Pinheiro


OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA

Estava eu no trabalho, dando uma dura na Senadora Marta Supicy através do site pessoal dela, já com sangue no olho, aproveitando uma brecha no trabalho, num horário bem calmo, quando de repente chega umas colega novata, chegando de uma outra sala, com as seguintes palavras " Tão precizando de homem ali na outra sala".

Porra, fiquei puto com a petulância dela, mas não respondi para não tirar minah concentraçao na birra com a Senadora e o seu PLS 122, chame-se Lei da Mordaça Gay. Por isso, nem olhei pra trás, ignorei completamente as palavras da novata, e olha que eu sou o único cara que malha no setor, tenho bastante força. Um meu primo, que trabalha comigo e que é muto moleque, zuador, começou a imitar um gay, de brincadeira e zuar com a moça.

Nisso a minha chefe (sim, tenho uma chefe), que sabe que eu não baixo a cabeça pra ninguém e faço o que eu quero, falou "aqui só tem esses dois e um deles só faz força se for na academia. E você sabe, mulher quando diz essas coisas é por que é pra homem botar força". Foi então que eu me virei e falei pras duas incisivo: "essa peste não tem braços e mãos não ? Vão querer explorar a minha força também ? Ela que vá explorar a força do pai dela, ela tem braço e pernas assim como eu", e voltei a digitar e a me concentrar no que fazia, mas foi o mesmo que um míssil Tomahowk ter caído no local: silêncio, a força bruta e gratuita masculina parou na hora de ser requisitada.

No sábado, foi a vez da Toda Poderosa Ordem dos Advogados do Brasil, cujos membros acham que tem o rei na barriga.Enviei uma enorme mensagem, incisiva, dando umas agulhadas na finalidade pública, no alter ego e na dignidade da instituição.Falei sobre a representçao que a OAB impetrou contra Jair Bolsonaro.A forma como eu escrevi foi muito boa, não deixando brechas para quaisquer outras interpretações que não a verdade nua e crua. E hoje.....hoje foi engraçado, especial, por que foi a vez da TV Senado.

Criei um novo termo para o que o Governo, a ala Feminina do Congresso e o feminazismo estão fazendo com os homens: TERRORISMO DE GÊNERO, segundo o qual, toda a culpa de tudo é dos homens.Então a TV Senado, em seus vídeos "edicativos" sobre a violência, só mostra o lado da mulehr como vítima. E quando o assunto é violência dos pais contra as crianças, a TV Senado usa sons de gritos de pais contra os filhos, mas mostra como pano de fundo da imagem o perfil de uma figura masculina, como se só homens batessem em seus filhos..Não sou covarde, não podia engolir esses sapos..aí liguei para o número 0800 61 22 11, do Alô Senado e então digitei o número de minha opção "enviar Mensagens". Para minha surpresa, quem me atendeu foi.....uma mulher...

Sim, quando ela soube que eu tinha uma mensagem enorme,disse pra eu falar que ela ia DIGITAR !! Vibrei por dentro, por que além de dizer umas verdades para a Comissão de Direitos Humanos, ainda iria dize-las, por tabela, para a vadia que me ouvia e que era obrigada a digitar...quase pulei de alegria.Perguntei a ela se a mensagem iria ser gravada e após ela pegar meus dados, comecei:
Falei, falei e falei e a fresca digitando e pelo tom de voz dela, à medida que ela ouvia os meus argumentos, eu notei que a voz dela ficou mais fraca, meio desanimada, mas e daí ?

Era muito engraçado quando eu dizia e ela digitava, parava e pedia pra eu repetir e eu, com a voz muito alta e clara falava "a TV Senado quer mostrar a violência contra as crianças, então deveria começar pelas 3 milhões de mulheres que assassinaram 3 milhões de crianças só em 2010, caso fossem presas teriamos que evacuar mais de 473 mil presos só pra leva-las pra cadeia, por que ia faltar lugar" e eu via como a voz dela ficava abatida.

No final fiz um pedido para que a TV Senado faça um documentário com os homesn do Movimento Masculinista Brasileiro.


Re:OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - barbanegra - 07-10-2011

Esse ai foi longe.


Re:OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Gekko - 07-10-2011

Aproveitando o ensejo, gostaria de pedir a cada um que manifestem seu apoio a políticos que, como o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), ainda lutam por dignidade e justiça neste país.


Re:OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - JP - 06-11-2011

Parabéns  -palmas mas não perca o emprego, mas mesmo assim parabéns -palmas -bull


Re:OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Spirit - 06-11-2011

Estive pensando nesse relato FUDEROS esses dias... Valeu por upar aqui!


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Gekko - 29-11-2013

(29-11-2013, 03:29 PM)Simple Man Escreveu: Up.
Aproveitando que o ano eleitoral vem aê.
Vejam o que o senador disse.
A ação política passa pelo que esse político alerta.



[Imagem: padeprata.jpg]


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Senna - 30-10-2018

(07-10-2011, 09:39 PM)Gekko Escreveu: Aproveitando o ensejo, gostaria de pedir a cada um que manifestem seu apoio a políticos que, como o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), ainda lutam por dignidade e justiça neste país.

Estou dando um up aqui nesse post do Gekko, do ano de 2011, pra fazer uma pergunta:

Alguém aqui já parou pra pensar que a Real pode ter dado início ao resultado que vimos domingo nas urnas?


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Gilgamesh - 30-10-2018

É plenamente possível. Tanto de maneira consciente, como na forma de busca pela plenitude que se prega por aqui, como também pela via inconsciente, pelo apego a todo um arcabouço moral e conservador, que dorme em qualquer pessoa. A possibilidade de ser ao mesmo tempo imagem e reflexo das virtudes, achou sua forma de expressão no ato de votar e,creio eu, até quem se absteve ou votou branco/nulo não achou/se importou que essa guinada à direita fosse algo perigoso ou que devesse ser evitado, por ser benéfico, ou inócuo, à maioria.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Czar - 01-11-2018

Interessante esse post, será como que o John Romano deve ter reagido a eleição de Bolsonaro para a presidência da república sete anos depois disso?

Acredito que assim como nós, com muita felicidade e um pouco de esperança para o futuro.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - A6M Zero - 02-11-2018

Porra que pedrada, esse ai que é um exemplo, não a bichona do Jean Willys


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Gorlami - 02-11-2018

Pá de ouro para os confrades.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Bean - 02-11-2018

(30-10-2018, 04:48 PM)Senna Escreveu:
(07-10-2011, 09:39 PM)Gekko Escreveu: Aproveitando o ensejo, gostaria de pedir a cada um que manifestem seu apoio a políticos que, como o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), ainda lutam por dignidade e justiça neste país.

Estou dando um up aqui nesse post do Gekko, do ano de 2011, pra fazer uma pergunta:

Alguém aqui já parou pra pensar que a Real pode ter dado início ao resultado que vimos domingo nas urnas?

Quase ninguém conheceria os termos: valor, moral, conservadorismo. Quase ninguém conheceria o Olavo de Carvalho.

Sem a Real Jair Bolsonaro não seria presidente. 

Parafraseando o Minerim " grande trunfo da Real é ser uma força capilar e invisível aos olhos do estabelishement comunista, a REAL sempre será uma força de reserva invisível e presente na guerra cultural.

Força & Honra para os guerreiros anônimos que contribuíram como elemento " particulas genesis criadoras" no mundo virtual para o inicio das mudanças."

Não tenho como provar mas acredito fielmente que os primeiros militantes do Bolsonaro foram todos membros da real.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Haggar - 02-11-2018

Apesar de achar perda de tempo, pelo fato de eles não se importarem nem um pouco com sua opinião, fez bem em criticar esses dois órgãos e a M.S, pois, todos eles prestam desserviço aos homens e cidadãos de bem, enquanto só defendem marginais, corruptos e 'minorias'.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Gilgamesh - 04-11-2018

Naturalmente a maioria, senão todas as pessoas, nascem e crescem conservadoras, algo que eu chamaria de darwinismo social. Só a construção social elimina,embasada em chutes e achismo, essa certeza da cabeça das pessoas.

Toda tese socialista não é nada alem de um mundo a construir, uma utopia belíssima , que na prática, só é possível erguer com tijolos feitos de sangue que geraram sempre distopias ,algumas presentes até hoje no mundo. Por quatro anos conseguimos afastar essa loucura da nossa realidade. Sinto a mais plena alegria com esse futuro possível.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Papa Mike - 20-11-2018

(07-10-2011, 09:39 PM)Gekko Escreveu: Aproveitando o ensejo, gostaria de pedir a cada um que manifestem seu apoio a políticos que, como o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), ainda lutam por dignidade e justiça neste país.


Um UP mítico de 7 anos nesse post.

Quem iria imaginar que ele seria nosso presidente?


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Thanatos - 20-11-2018

(20-11-2018, 10:58 AM)Papa Mike Escreveu:
(07-10-2011, 09:39 PM)Gekko Escreveu: Aproveitando o ensejo, gostaria de pedir a cada um que manifestem seu apoio a políticos que, como o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), ainda lutam por dignidade e justiça neste país.


Um UP mítico de 7 anos nesse post.

Quem iria imaginar que ele seria nosso presidente?

Sim, e pensar que a 7 anos eramos dominados pela workalcoholic do lulu/presidanta


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - thothenki - 20-11-2018

(30-10-2018, 04:48 PM)Senna Escreveu:
(07-10-2011, 09:39 PM)Gekko Escreveu: Aproveitando o ensejo, gostaria de pedir a cada um que manifestem seu apoio a políticos que, como o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), ainda lutam por dignidade e justiça neste país.

Estou dando um up aqui nesse post do Gekko, do ano de 2011, pra fazer uma pergunta:

Alguém aqui já parou pra pensar que a Real pode ter dado início ao resultado que vimos domingo nas urnas?

Se não deu de fato, ao menos ajudou muito. 

Foi nos fóruns da Real que ouvi falar na primeira vez de figuras como Olavo; Pe. Paulo; Bolsonaro; e mais um bando de cara foda. 

No começo lembro que a galera ainda tinha aquela coisa de sair metendo a Real em tudo e quebrando a cara, depois se mudaram pra outras plataformas virtuais. 

E agora os fóruns viraram nossos butecos oficiais, onde cada um cuida da vida e do que interessa e paramos de se preocupar com merdas estilo feminazismo e passamos a ir atrás do que realmente nos importa no dia a dia como pessoa: estudos, desenvolvimento, família, trabalho, formação profissional, relacionamentos. Não viramos uma ideologia como o pessoal de fora imaginava, tampouco um bando de cegos idolatrantes de Nessahan e alguns picas da Real. 

Medimos, debatemos e achamos cada um nosso próprio caminho, mas sempre garimpando tudo antes e selecionando o que havia de melhor. Não temos uma filosofia fechada, não temos guru a ser seguido, não somos cegos movidos por uma ideologia e continuamos com os botecos de portas abertas na internet. Um lugar estilo boteco, onde achamos bons papos, boas discussões, insights, e dali saímos pra acordar no dia seguinte e continuar a vida com força e honra como deveria ser cada homem desse país.


RE: OAB, Senado, feminazismo e o Terrorismo de Gênero - RELATO DE GUERRA - Gorlami - 21-11-2018

(20-11-2018, 11:10 PM)thothenki Escreveu:
(30-10-2018, 04:48 PM)Senna Escreveu: Estou dando um up aqui nesse post do Gekko, do ano de 2011, pra fazer uma pergunta:

Alguém aqui já parou pra pensar que a Real pode ter dado início ao resultado que vimos domingo nas urnas?

Se não deu de fato, ao menos ajudou muito. 

Foi nos fóruns da Real que ouvi falar na primeira vez de figuras como Olavo; Pe. Paulo; Bolsonaro; e mais um bando de cara foda. 

No começo lembro que a galera ainda tinha aquela coisa de sair metendo a Real em tudo e quebrando a cara, depois se mudaram pra outras plataformas virtuais. 

E agora os fóruns viraram nossos butecos oficiais, onde cada um cuida da vida e do que interessa e paramos de se preocupar com merdas estilo feminazismo e passamos a ir atrás do que realmente nos importa no dia a dia como pessoa: estudos, desenvolvimento, família, trabalho, formação profissional, relacionamentos. Não viramos uma ideologia como o pessoal de fora imaginava, tampouco um bando de cegos idolatrantes de Nessahan e alguns picas da Real. 

Medimos, debatemos e achamos cada um nosso próprio caminho, mas sempre garimpando tudo antes e selecionando o que havia de melhor. Não temos uma filosofia fechada, não temos guru a ser seguido, não somos cegos movidos por uma ideologia e continuamos com os botecos de portas abertas na internet. Um lugar estilo boteco, onde achamos bons papos, boas discussões, insights, e dali saímos pra acordar no dia seguinte e continuar a vida com força e honra como deveria ser cada homem desse país.

Vocês me obrigam a concordar com meu antigo professor soça de sociologia: o debate só evolui com o contra-ponto.

A real não se tornou um movimento ideológico, nem pendeu para os extremos, justamente devido ao fato dos confrades debaterem diversos pontos de vista e alcançarem, pessoalmente, uma visão equilibrada das coisas, focando no que realmente importa.

Foda.