Fórum do Búfalo
[Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Mulheres/Feminazismo/Relacionamentos (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=4)
+--- Fórum: Recomendados (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=9)
+--- Tópico: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. (/showthread.php?tid=1742)

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8


[Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - spoilers.up - 11-09-2012

Galera, como disse em uma das postagens anteriores, encontrei o fórum por procurar uma espécie de "vingança". Quero deixar meu relato aqui, sei que muitos de vocês vão me xingar em determinados momentos da história mas faz parte. yaoming Agradeço quem tiver paciencia de ler tudo e já vou avisando, grande pra caramba. Confused

Tudo que eu vivi ainda está muito forte, percebi quando escrevi o relato. Pra mim foi e ainda é uma decepção muito grande. Este relato foi escrito em vários e vários dias distintos porque eu não conseguia dar continuidade. Começava a lembrar, a tremer de raiva, o ódio começava a consumir e eu parava com a escrita. Bom, vamos ao que interessa.


Hoje tenho 21 anos e na vida, só tive duas namoradas em que levei a sério. O que elas tinham em comum? Vontade de sacanear o babaca aqui.

A primeira foi uma coisa de escola nos meus 14-15 anos. Me dedicava o máximo que pudia para vê-la feliz, até o momento que ela me trocou pelo novato playboy da escola. O namoro durou cerca de 1.5 ano e demorei o mesmo tempo para tirá-la da cabeça. Inconformado com a sacanagem que ela fez.

Eis que no ano de 2009 eu entrei na universidade e até lá, sempre tentei encontrar uma outra namorada, não acreditando que a história se repetiria novamente. Mas ao ingressar no curso, coloquei na cabeça que eu iria focar nos estudos, terminar o curso com as melhores notas e seguir minha carreira na única área que me vejo trabalhando. Aviação.

Como sempre fui muito dedicado à aviação, comprava revistas todos os meses e eis que em uma edição de uma conceituada revista, foi publicada uma carta do leitor na qual eu havia redigido. Como na revista é publicado o e-mail de contato do autor da carta, sai o meu e-mail e dias depois da publicação recebo um convite no MSN, dela, a minha ex.

Ela me adcionou e me chamou para conversar, se apresentou e disse onde havia encontrado meu msn e queria sanar algumas dúvidas sobre a carreira de piloto de avião. Como eu estava com o pensamento em estudar e embora ela seja uma garota extremamente linda, fui o mais profissional possível. Até que o negócio virou a "amizade".

Por ser um cara de familia mais humilde e sem muitos recursos que atraiam A$ Vadia$, eu sempre fui mais caseiro e vivi com medo de namorar uma vagabunda qualquer, então sempre busquei conhecer as garotas muito bem antes de tentar alguma coisa mais séria.

Eu na época estava com 17 anos e ela com 15. Era mes de Abril e essa garota estava no segundo ano do Ensino Médio, de família mais humilde que a minha, morando numa cidade de 40 mil habitantes a 1.505Km de distância e ela apenas acessava internet em LanHouses quando a TIM havia inciado com a promoção Infinity, começamos a conversar por telefone.

A frequência das ligações foi aumentando, aumentando, aumentando até que quando era meados de Junho, estavamos apaixonados um pelo outro. Em Julho iria passar 5 dias em São Paulo com a família e ela passou a vender sanduíches caseiros na escola para juntar dinheiro e ir me ver em São Paulo. Comprou passagem de ida num dia e volta no outro, fazendo sua primeira viagem de avião. A recebi no Aeroporto de Guarulhos e passamos a noite na casa de uma tia. Não rolou sexo porque eu não quis. facepalm:Angel. Ela era virgem e passamos a noite juntos em um quarto, naquela paixão inocente. Ela me disse que era louca por mim e que tinha medo da familia que queria que ela casasse virgem, mas queria transar naquela noite. Por gostar MUITO dela, disse a ela que a respeitava muito e nao queria transar com ela e largá-la. Mas que queria algo mais sério e produtivo e queria falar com a família dela também. Tudo como manda o figurino. Dodgy

No outro dia ela voltou pra cidade e só fomos nos ver novamente em Outubro, quando ela foi comigo para Caldas Novas, em Goiás. Nessa altura eu já conversava com os pais dela por telefone e lá em Caldas nao deu pra segurar. "Descabacei a novinha." Tongue

Pedi ela em namoro logo depois do "coito", mais uma vez ela voltou pra cidade dela e só fomos nos ver em Dezembro, quando eu peguei TRINTA horas de Ônibus para visitá-la e visitar a família. Detalhe: Trinta horas a ida, mais 30 a volta.

Enfim, o tempo passou e como nosso curso de aviação só existe no RS, GO, BA ou PE, ela escolheu a cidade de Goiânia, até porque eu estava lá também. No meio do ano de 2010 ela se mudou da pequena cidade para Goiania para finalizar o Ensino Médio já na cidade, para ter tempo de se adaptar, alugar casa, aprender andar de onibus, etc. Ela chegou na porta da minha sala de aula de surpresa, com as malas na mão e sem 1 real no bolso e sem 1 pão para comer. Fiz meu papel de "homem idiota" e a levei para a casa dos meus pais. Foi um inferno aquela noite, eles não aceitavam uma "estranha" dormir assim dentro de casa, uma verdadeira merda e quase fui dormir em Hotel. No outro dia cedo andamos a cidade inteira a pé sob sol e chuva, a procura de local para ela morar até que encontramos já ao anoitecer.

Ela finalizou o Ensino Médio e foi a hora de entrar na Universidade. Era de menor e não podia fazer a matrícula, a familia longe e a mãe teve que mandar uma procuração em meu nome, me autorizando a ser responsável por ela na Universidade. O engraçado é que quando segurei a caneta nas mãos e olhei para o campo de assinatura me veio a premonição: "Meu namoro vai acabar e vai começar a partir daqui". Dito e feito.

O curso de Ciências Aeronáuticas tem 250 alunos em 7 períodos. Dentre esses 250 alunos, apenas 10 eram mulheres. Dessas 10, 06 eram mais homens que muitos homens juntos. Os caras começaram com gracinhas, mas por eu estar ali, faziam quando eu não estava perto (eramos de periodos diferentes, é claro). Nesse tempo alguns amigos começaram "Cara, ela ta dando moral demais pra esses carinhas ai". Mas eu estava tão cego por ela, mas tão cego, que discuti com os amigos para defendê-la. Até que descobri que ela realmente estava dando os primeiros indicios de que iria me foder.

O ano de 2010 terminou e por eu começar a trabalhar em uma grande empresa aérea, tive que trancar a minha matrícula. A família dela passava por enormes dificuldades financeiras e ela foi obrigada a trancar a matrícula também. Pra terminar de lascar tudo, recebi o convite de trabalho na semana que meus pais estavam mudando de cidade. Eu precisava desse emprego e ela precisava dar um jeito de trabalhar para pagar o curso. Já que ela pagava aluguel e demais despesas de casa e eu iria começar a pagar daquele momento. Como éramos namorados... Resultado: Vamos morar juntos, assim um ajuda o outro. Pobre ilusão.. facepalm:

Eu pegava 4 onibus para ir e voltar do trabalho, saía de casa 5h30 para começar a trabalhar 8h30. Ela em casa estudando para as provas da ANAC (órgao que regula aviacao) e procurando trabalho. Mais dois onibus para voltar pra casa depois de um trabalho exaustante o dia inteiro, chegava tarde e ela ja pulava em cima, o fogo subia e o peteco ia ate tarde, todas as noites. Me mudei de residencia para uma ao lado do aeroporto e mudei o horário para iniciar os trabalhos as 04h da manhã, assim eu saia mais cedo e ajudava nos estudos e na busca por um emprego bom.

Foi tudo uma maravilha até que eu consegui colocar ela para trabalhar em uma outra empresa aérea. Nessa empresa, diferente da que eu estava, o funcionário não pagava para viajar. Ai que a verdadeira Matrix começa e junto com ela as decepções. Essa empresa dá um curso de formação de 20 dias em São Paulo e lá se foi 20 dias longe de casa. Me traindo a rodo! Até então eu não suspeitava de nada é claro. Para a família dela eu era como um filho mais velho, por cuidar tão bem dela. Eu a mantinha sozinho, ganhando 1.000 reais por mês, pagando aluguel em bairro bom por causa da localização, água, luz, alimentação, internet e as regalias que uma mulher tem. Passava o mês com 50 reais no bolso!

No dia que ela voltou de viagem, eu todo mané preparei uma puta chegada em casa pra ela, fiz uma faxina monstra em casa, comprei velas, vinhos, preparei um jantar, a cama (que paguei 1500 a perder de vista pra ela) estava cheia de pétalas de rosas brancas e vermelhas, era quase uma suíte mega-pica-das-galáxias de um motel top. Fui para o aeroporto recebe-la. O voo dela era o ultimo da noite, o avião chegou e eu acompanhando pelo terraço, vi que ela não desembarcou. Então pensei “Ela é funcionária da empresa, deve estar lá com o pessoal que trabalha com ela”. Por terminar ali a jornada do voo, o avião foi totalmente desligado e fechado, todos os funcionários bateram o ponto e foram embora. O celular desligado e a raiva tomando conta, já imaginando o pior.

Quando chego em casa vejo um e-mail dela, dizendo que havia perdido o voo por conta do ultimo dia de aula ter acabado tarde e estava sem dinheiro e crédito no celular para ligar (deslocamento). E que iria passar mais uma noite em São Paulo. No outro dia ela chegou em casa, e viu tudo aquilo que eu havia preparado para ela. Fez uma cara de decepção, misturada com dó de mim e um certo desapontamento. Pediu desculpas e veio com um jeito safado pra cima, e transamos “matando a saudade”. Até que no meio da foda que era realmente uma foda, nunca amorzinho, ela parou olhando pra mim e começou a chorar, eu preocupado tentei entender e ela apenas dizendo que me amava, pedindo desculpas por ter perdido o voo e essas coisas.

Os dias passaram e ela começou a abrir as asas. Eis que um belo dia, passado um bom tempo ela me fala: “Amor, o pessoal antigo do colégio vai fazer um bate volta pra Caldas Novas e eu estarei de folga no dia. Posso ir?”. Perguntei quem era o pessoal e os nomes foram saindo. Por confiar demais eu disse: “Vai oras, voltando no mesmo dia pra trabalhar amanha não tem problema algum, desde que você não faça nada errado. Sua cabeça é seu guia”. Ela ficou toda feliz, me abraçou, beijou por aí ficou.

No dia da bendita viagem, eu estava no trabalho quando meu celular toca as 09h da manhã, era ela dizendo “Amor, o pessoal está aqui na porta de casa, posso ir mesmo? Não vai ter problema nenhum?” – Mais uma vez eu disse: “Não amor, quer ir vai. Desde que me respeite lá. Não vá beber.” – Ela me questionou mais uma vez e eu disse que não tinha problema, que não iria ficar com raiva. E foi.

Como ela tem passagens gratuitas para viajar pela empresa e a família mora longe, pintava uma folga e ela embarcava com o pretexto de ir até BH ver a familia. No começo foi muito, mas depois começou a mudar. Ela vinha com desejos de que queria conhecer outros lugares, que as nossas folgas nunca batiam e que ela iria sozinha e voltaria no mesmo dia, que tava com saudade de praia bla bla bla.

No dia 12 de Outubro completamos 2 anos de namoro e por já estar morando com ela, pedi a mesma em casamento. Foi aquela alegria, eu te amo, familiares, amigos, colegas, ela exibia a aliança pra todo mundo, sorriso no rosto e coisa e tal. Até um dia que a casa dela caiu. Agora começa ficar interessante.

Obviamente eu já começava a procurar pelo em ovo, pois desejo por sexo diminuiu drasticamente (o que era dia sim dia não virou 1 ou 2 vezes na semana, ela sempre reclamava de dores e cansaço), mudou senha de facebook e e-mai e eu queria investigar e não tinha coragem de descobrir. Mas chegou uma bela semana em que eu SONHEI por SEIS NOITES SEGUIDAS que ela me traía. Em duas dessas noites eu acordei desesperado e ela também acordou, contei o que havia acontecido na segunda e na sexta noite de sonhos. E ela fazendo cara de preocupada do tipo “Não amor, que isso, nunca, você me conhece, sabe que eu te amo, vamos fazer uma oração juntos...”. Mas depois disso não deixei passar, pra mim era algo como Deus me dizendo pra sair dali. Até o dia que instalei o Ardamax Keylogger no notebook dela.

Preparados? Vamos as merdas.

Este Keylogger monitora toda atividade que ela faz no PC, salva textos que ela inclusive digitou e deletou sem enviar pra ninguém, senhas, tira printscreen da tela a cada período de tempo que você quiser, tira fotos da webcam e muitas outras coisas sem denunciar absolutamente NADA. Um belo dia quando cheguei do trabalho ela estava em casa e disse que precisaria ir ate o caixa eletrônico do aeroporto sacar um dinheiro. Ela foi e eu peguei o notebook dela depois de uma semana de programa instalado. Com as senhas, entrei no facebook e e-mail, comecei a ver as conversas com homens e amigas. E na mais recente ela estava conversando com um cara que estava no aeroporto via Ipad e ela estava indo lá para conversar com ele enquanto o voo dele não saía. Só que eu fui BURRO, eu deveria ter ido atrás e pegar no pulo, mas como nunca gostei de barraco, encontrei o telefone do cara no histórico e liguei. Ele atendeu e eu disse: “A fulana ta contigo ai? Passa pra ela por favor.” – Falei um monte, ela voltou pra casa desesperada. À essa altura como eu não conseguia ligar imediatamente de nervoso, fui lendo lendo lendo lendo e lendo...


Uma merdinha que eu descobri em conversas com amigas:

1° Quando ela foi viajar para Caldas Novas com os “amigos”, ela viajou sozinha com um cara, que foi buscar ela na porta da minha casa. E ela ainda me ligou com o cara buzinando no portão.

Liguei pra um amigão meu na hora que não pode me atender. Eu tremia, chorava, me batia, soluçava, um desespero filho da puta. Fui até o Aeroporto e esperei ela no caminho de casa. Ela apareceu, perguntou o porque eu tinha feito aquilo, que era um amigo e tal. (Realmente não havia nada demais nas conversas do face entre eles). E lá mesmo no estacionamento eu falei pra ela que descobri sobre a viagem que ela fez. Ela ficou branca,, o sangue sumiu do rosto, se desesperou, fomos pra casa, e mostrei o facebook dela e tudo que eu já tinha visto.

Ai foi aquele chororô, uma discussão de quatro horas onde ela dizia estar arrependida, que foi só uma vez, que eu tinha que perdoar porque ela fez e estava arrependida... Fui firme na minha decisão e ela começou dizendo que iria se matar, e pegou faca de um lado, pegou baygon do outro, um escândalo desgraçado, era 2h da manha e ela gritando, vizinhos batendo na porta de casa e gritando que ia chamar policia.. Um inferno!

A porra toda só acabou quando eu fingi perdoar ela, pra acalmar tive que beijar, abraçar e bolei uma estratégia. Por gostar muito da família dela, no outro dia eu liguei pedindo que a mãe dela viesse até lá e que não perguntasse nada, apenas fosse (viaja de graça também). Minha estratégia era mostrar tudo à mãe dela e ali na hora acabar o relacionamento, pra ela não fazer graça como fez. Só que por alguma merda que não me lembro, a mãe dela combinou de ir mas nunca foi.

Nesse período, minha ex se mostrou a melhor pessoa do mundo. Foram duas semanas que eu vivi maravilhosamente bem, ela excluiu todas as redes sociais, apagou todos os números do celular, me deu todas as senhas que tinha, deixava eu fazer tudo que queria em relação à isso..Essas duas semanas passaram e com ela veio minha maior vergonha. Eu fiquei com aquilo na cabeça. “Ela realmente mudou, ela viu que não vale a pena...”

Pra minha desgraça, isso foi por pouco tempo. Quando ela viajava para ver a mãe, eu ligava na casa da mae pra falar com ela e não no celular, coisa que não fazia antes e realmente estava lá, virou um anjo. Eu digo “realmente” estava lá porque depois de um tempo, ela começou a mudar denovo. O sexo que era 1 ou duas vezes na semana virou coisa de um mês sem e tantas outras coisinhas.

Eis que armei o bote denovo e mais uma vez eu vi que ela havia voltado a me trair. Instalei os programas novamente e pude constatar tudo. Dessa vez eu falei “vou acabar com a raça da desgraçada.”

Fui até os funcionários da empresa dela, cheguei lá para uma menina da empresa e perguntei: “Puxa ai no sistema, ve pra mim onde a fulana foi no voo de hoje cedo. É Joinville ou Navegantes? (Dei uma de tudo normal desentendido). – Ela foi pra Joinville, fui eu quem fiz a reserva dela. Sabem quem morava em Joinville? O cara do aeroporto! Aquele do dia do caixa eletrônico! Isso foi dia 27 de Dezembro de 2011 e ali estava decidido que ela iria se fuder. Como eu morava em um lote com mais três casas e uma estava desocupada, falei com o proprietário e coloquei tudo que era dela dentro dessa outra casa, chamei um chaveiro e troquei a fechadura de todas as portas e cadeados da janela. Já prevendo o escândalo que ela faria, fechei tudo e saí para uma confraternização da galera da empresa. Eis que meu telefone toca. Era a mãe dela. (Ela não teve coragem de me ligar). A mãe dela já foi falando um monte de merda que eu havia jogado as coisas dela no meio da RUA, que as roupas estava todas espalhadas na calçada.(!)

Então fui soltando tudo, tudo que descobri, que desde outubro eu esperava ela chegar lá pra eu resolver de uma forma tranquila e ela nunca foi, e que as coisas dela não estavam na rua, estava dentro de uma casa que eu havia alugado pra colocar as coisas lá, a chave estava em tal lugar e que eu não iria voltar pra casa. Ninguém dos meus amigos nunca soube de absolutamente NADA até esse dia, porque eu resolvi dar uma outra chance à ela naquele dia em Outubro. Não deu 2 dias e a mãe dela já estava em Goiânia pra falar merda pra mim. Que eu não era homem, que eu desonrei ela e a família, que isso não é coisa de um homem se fazer com uma mulher, tirar de casa dessa maneira e bla bla bla.

Enfim manada, algumas outras merdas que descobri:

1° Ela não perdeu voo em São Paulo, ela foi dormir na casa de um dos professores do curso. Por isso chorou arrependida enquanto dava pra mim ao voltar pra casa.

2° Tres dias depois que a pedi em casamento, ela viajou pra São Paulo com a desculpa de que iria pegar os certificados do curso lá e tinha que ser assinado pessoalmente. Na verdade ela foi passar o dia com um piloto da empresa que ela conheceu aqui no aeroporto.

3° Eu descobri a primeira traição só 21 dias depois de pedi-la em casamento.

4° Em uma dessas viagens à casa da mãe, ela dormiu na casa de uma amiga que a levou em um baile funk onde pelas palavras dela mesmo, não sabe quantos beijou.

5° Todas as merdas que ela me fez e eu descobri, ela me confessou.

6° Não consigo mais escrever as merdas que descobri, ta me dando um nervoso do caralho.

E vou falar uma ultima coisa pra vocês neste post. Isso é uns 40% de tudo que passei.

Por vergonha dos meus amigos (devido as merdas que ela fazia na faculdade, eu tranquei meu curso)
Eu gastei cerca de 15 mil reais mobiliando a casa e mantendo-a para dar um conforto à ela enquanto ela não tinha emprego. Esses 15 mil reais seria a grana das minhas horas de voo que eu pagaria para ser alguém na vida.
Sem falar na humilhação perante todo mundo e nas mentiras que ela inventou à todos pra me fazer de pilantra na história.

Desculpem pelo tamanho do texto, mas acho que só assim vocês poderão entender um pouco minha situação e porque estou aqui no búfalo e falei em “vingança”.

To finalizando este relato mal pra caralho, mas se precisarem saber de mais coisas eu falo sem problemas, pois cada dia que passa aqui dentro me torno mais forte.

Abraços!


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Henrique de Ávilla - 11-09-2012

Caralho aliado a vadia te fudeu mesmo !!! Você cometeu vários erros ,mas o pior FOI DADO UM CHANCE PARA A DESGRAÇADA QUANDO SABIA QUE ELA JÁ TINHA SUBIDO E DECIDO NO CARALHO DE OUTRO MACHO .Mas ainda bem que você saiu da matrix .Agora você esta tendo a chance de ter uma nova vida com a real um conselho corra atras dos seus estudos que deixou passar enquanto sustentava a vadia ,direcione seu ódio para as coisa que quer conquistar ,SUA NOVA VIDA COMEÇA AGORA .


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Burt Reynolds - 11-09-2012

É, spoilers up, eu acho que todos deste fórum já tiveram intenções nobres tripudiadas. Mas foi uma humilhação necessária. Sem a humilhação, não teríamos enxergado a Verdade. A maior das Verdades é que, seja qual for a garota com quem esteja namorando, a pessoa mais importante da relação, e de sua vida, é você. Não condicione a felicidade pessoal à felicidade de terceiros, e nem se preocupe com o que uma mulher quer ou o que pensa de você. Relaxe, saia com muitas mulheres e seja gentil e generoso consigo mesmo. Você narrou uma história e tanto, mas sabe que, no fundo, poderia ter sido pior, se chegasse a casar ou mesmo a ter filhos com essa moça aí. Eu te garanto que se você aplicar os ensinamentos da Real, daqui a 5 anos estará mais rico, saudável, orgulhoso, feliz e cheio de mulheres, e essa mesma vadia mais velha, mais desesperada e mais solitária. Você vê, o tempo é inversamente proporcional, em sua generosidade, para com homens e mulheres. Homens aperfeiçoam-se e melhoram, vadias se acabam.


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - SR. - 11-09-2012

Spoilers, irmao todos passamos por merdas, de um jeito ou de outro.
O que diferencia nos dos outros é que sofremos, passamos e estamos de pe.
E o mais importante conhecendo a Real. Cara foi cabuloso eu imagino o que vc passou, mas pense no agora, na experiencia que passou e aplique como lições da Real.
Somos guerreiros, somos legião.
Esqueça este episodio e se dedique agora no seu profissional, de forma honrada.
Eu não quero saber como vc estava ou o que vc tem, o que importa agora é a sua redenção, seu crescimento.
Tb sou novo aqui e estou aprendendo, todos estamos.
Mas vc ganhou varios irmãos de causa e um amigo.

Força e Honra



RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Fúria - 11-09-2012

Puta merda que CHOQUE que eu tomei nas bolas lendo esse relato! Definitivamente você experimentou o inferno, mas se manteve vivo e teve uma bela forma de sair fora dessa merda que era viver com uma adúltera. Aquilo que não te mata vai sempre te tornar mais forte, se isso ai não derrubou você de vez, então amigo nada vai te derrubar, confie no seu sucesso e foque na sua vida.

Seu objetivo agora é o desapego pleno e o sucesso pessoal, a evolução começará quando você absorver bastante conteúdo da Real, percebe-se que você tem bastante discernimento e com isso vai perceber que o ódio que sente agora é passageiro, pois logo esse ódio será o combustível que impulsionará você para uma nova vida, mas mais pra frente esse mesmo ódio deve ser jogado fora porque é uma forma de apego e devemos ser desapegados para não sofrer nenhum tipo de sofrimento emocional.



RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - frings - 11-09-2012

Confrade, só lhe digo uma coisa, agradeça por toda merda que você passou, sem ela você não conheceria a Real. Não tenha raiva, pois uma coisa que aprendi é que metade das coisas que acontecem, por mais VADIA que a mulher seja, é culpa nossa.
Tente não cometer mais o mesmo erro.
Use essa raiva como combustível pra mudança, não adianta mais lamentar pelo que se passou, lembre SEMPRE que grande parte da culpa é sua, encare sua responsabilidade e honre suas BOLAS. É normal ficar com raiva, mas use isso a seu favor, quando lembrar disso, leia NA, outros livros e até alguns relatos do fórum, não leia NA uma ou duas vezes, leia SEMPRE.
E, se você ainda fica nervoso e tudo com isso, imagina se você tivesse "engravidado" ela e casado, como você não estaria agora. Dinheiro você vai repor, o tempo você vai reaproveitar, mas casamento rompido e filho(que vc nunca saberia, sem teste de DNA, que seria seu) jamais iriam voltar.
Então erga essa cabeça, ocupe seu tempo e sua cabeça se desenvolvendo, honre suas bolas, toque o foda-se e seja um guerreiro da real.

Força e Honra.


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - THEWOLF - 11-09-2012

Spoilers vc venceu no fim cara! Acredite! Vc conheceu a Real, está jovem e vai fuder com muita mulher e chifrar muitas apaixonadinhas e até mesmo botar chifre na cabeça de muito otário por ai irmão. Essa vagabunda foi cruel contigo, mas vc se reergue a cada dia. Esse ódio irá passar e vc agora já sabe que com mulheres deve agir da mesma forma com que aje durante seu curso/trabalho, racionalmente.

Vc ajudou ela em tudo e olha a gratidão que ela demonstrou por vc? Mas relaxe que ela paga por isso em vida cara, a maioria dos homens hoje em dia "não presta" segundo elas, mas isso é por culpa delas mesmas. Pois a honra, conceito genuinamente masculino (que elas nunca entenderam o que é), está presente em todos nós, em nossa essência, e não queremos ser feitos de palhaço pros outros darem risada. Trabalhe se desenvolvimento pessoal! Burt Reynolds disse bem, o tempo nos ajuda e prejudica a elas. Em pouco tempo a carcaça dessa puta não será tão cobiçada por quaisquer homens e aí que começa o desespero de mais uma quase balzaquina...

É claro que os homens estão espertos pra essas espertinhas...e o resultado? Não sei. Talvez elas se casem com machos ômegas (garis, lixeiros), talvez comprem gatos e aceitem que encalharam (acho difícil, pelo ego megalomaníaco que elas têm) ou provavelmente percebam o decréscimo em sua propria atrativiadade, realizem a nova concorrencia desleal (novinhas cheirando a leite) a qual enfrentam e tentem agir como boas mulheres pra tentar ludibriar algum macho...

Força e Honra confrade!


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Smith - 11-09-2012

(11-09-2012, 11:20 AM)Fúria Escreveu: Puta merda que CHOQUE que eu tomei nas bolas lendo esse relato!

2

Puta merda, nem sei o que falar. Isso me fez lembrar da energia ruim que eu senti quando minha "ex" estava prestes a vacilar comigo na época em que decaí no fundo da matrix.

Caralho bixo, ruim DEMAIS.



RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Matador - 11-09-2012

3!

Que dor nas bolas e que Nostalgia ruim. Todos passamos por essa merda na vida! Sem merecer! Pqp!
A gente toma no cu pra caraleo injustamente. Hj em dia eh rei quem nao tem coracao e age pela razao.

Marriage strike please....


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Paradigma - 11-09-2012

4!

Um cara bom , honesto e que ainda propôs casamento confiando na sua futura esposa...

Recebe esse tipo de recompensa na maioria das vezes

É muita filhadaputagem


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Burt Reynolds - 11-09-2012

Sim, na maior parte, as boas intenções e o altruísmo serão rechaçados. Eu me considero um homem bom, tenho compaixão pelos semelhantes e amo os animais. Eu me dedico ao trabalho. Ao olhar ao redor, porém, vejo que a maior parte é formada por pessoas más ou mesmo invejosas. Penso que essa moça que fez isso com você, spoilers up, se arrependerá, mas não hoje e não no ano que vem. Ela se arrependerá daqui a muitos anos, quando estiver sozinha e com um filho para criar. Ela amará a esse filho mais do que ama a qualquer coisa, e passará a enxergar a vida de uma forma cristalina. Esse amadurecimento a ajudará a compreender o quanto foi equivocada ao fazer você sofrer. Eu me lembro de uma entrevista, que eu vi, com Mike Tyson. Ele falava sobre como aniquilava os adversários ou coisa do tipo, e tripudiava em cima do sofrimento dos caras. Daí, ele fala algo que eu não me esqueço "... mas, naquela época, eu ainda não era pai, então não dava a mínima para a dor ou a humilhação de um semelhante". Ele estava falando sobre como hoje era um homem transformado - começara jovem, cheio de energia e saúde, sem um pingo de importância ao ssemelhante. Mas a vida - o passar dos anos, a morte da figura paterna, os filhos, os adversários que surgiram mas que ao invés de apanharem deram-lhe uma surra e o ensinaram a ser humilde - o moldou.
Transponho isso para a moça. A arrogância e a natureza emocionalmente perversa da mulher a leva à soberba, e é o sábio Sr Chronos, o tempo, os filhos que elas têm e a que vêm a amar, e a preocupação de os verem bem, em um mundo repleto de gente ruim, que as levará ao chão e lhes ensinará sobre humildade e gentileza. Aí, spoilers up, aí sim essa moça reavaliará os dias em que estilhaçou o seu coração em pedaços, e se arrependerá profundamente. Mas, então, quando esse dia chegar, nem mesmo machos beta ou ômega quererão saber dela.



E gostaria de acrescentar. Eu mesmo passei por uma situação semelhante a sua. Dos 22 aos 30 anoss, vi amigos prosperando nos empregos e construíndo famílias, e eu solitário e triste e desempregado. Todos podem mudar se desejarem, spoilers up. Eu somente fui passar em concurso público aos 30 anos!Eu não sou mais inteligente do que ninguém. Se eu posso, você pode, e você é mais jovem e terá mais oportunidades. Então, trate de ser generoso e gentil consigo mesmo!


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - John Romano - 11-09-2012

Pra não perder a contagem: 5!

Cara, que relato TENSO! E depois falam que os homens isso, homem aquilo, são uns sem-coração, blablabla. PUTAQUEOPARIU!

O importante agora é procurar se reerguer, pensar mais em si mesmo, ser o mais egoísta que você conseguir, não confiar em ninguém exceto familiares próximos, rever suas prioridades com as futuras mulheres que passarem na sua vida (procure pelo meu texto sobre os 3S), pensar mais em si mesmo, buscar se fortalecer mentalmente e emocionalmente, pensar mais em si mesmo, curtir um pouco mais a vida e (eu já falei isso antes?) pensar mais em si mesmo.

Excluindo-se os seus familiares mais próximos, mande todo mundo que vier encher seu saco À MERDA.
A vida é sua e só se vive uma vez. A vida passa muito rápido pra perder a si mesmo. E desperdiçar um enorme investimento de tempo e de grana com uma vadia FDP é uma das coisas mais horríveis que podem acontecer a um homem, mas poderia ser pior...

Pelo menos, você está aqui - não está louco desvairado sem apoio nem orientação.
Pelo menos, você está são e salvo - não matou nem feriu fisicamente ninguém, nem a si mesmo.
Pelo menos, não teve um filho com ela - não terá um vínculo permanente com ela.

Ainda tem saúde, liberdade e encontrou um lugar onde pode encontrar homens que te darão apoio verdadeiro pra te ajudar no caminho de volta ao amor-próprio e à redescoberta de si mesmo.

Boa sorte confrade!


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Appollo - 11-09-2012

6!

É como os confrades disseram, o estrago poderia ter sido pior caso você viesse a casar com ela ou ter um filho. Encare tudo como uma grande lição, de ao tempo o trabalho de curar seu coração, sua alma, busque seu desenvolvimento.

Não ODEIA ela, apesar de todo o mal que ela te fez, pois o ÓDIO É O OPOSTO DO AMOR. Desapegue-se e seja indiferente...
O doutrinador dizia algo como: A vingança do homem de bem é o sucesso!

Outra coisa, quem tem que se sentir vergonhosa é ela de ter feito tudo isso não você, aceite sua culpa e se perdoe buscando algo melhor pra si.


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Matador - 11-09-2012

Muito bom seu post John Romano.
Vc falou tudo e ainda mais um pouco!

FAMILIA BUFALO!!!!!!!

Obrigado,
Matador.


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Tiago Sorine - 11-09-2012

7!

Confrade, não tem que pedir desculpas! Está entre irmãos aki! Irmãos que tinham as mais nobres intenções e foram sacaneados sem dó, sem piedade alguma. Agradeça pelas merdas que você passou, pois só assim vc foi capaz de enxergar a realidade.

Conhece a lei do retorno? Se vc faz um bem para uma pessoa, não é necessariamente essa pessoa que te fará bem, mas outra pessoa que você nem imagina. Por outro lado, se você faz um mal a uma pessoa..... mesma coisa!. Dê tempo ao tempo....que vc ainda vai ver o que ela vai passar!

Como o Apollo disse, quem tem que se sentir envergonhado não é vc e sim ela. Não a odeie! O ódio é um sentimento que não vale a pena ter. Cuide de você! Invista em vc meu caro.

E tudo o que o John falow é verdade :"Excluindo-se os seus familiares mais próximos, mande todo mundo que vier encher seu saco À MERDA. "

E para finalizar, leia bastante NA, EV e invista em vc, em crescimento pessoal, status, grana. E tenha certeza de uma coisa, bote isso na sua cabeça: Cedo ou tarde ela irá se arrepender, e tenha certeza que ela vai engulir toda a safadeza e o ego dela e irá atrás de vc! Prepare-se para dizer pra ela: "Siga a sua vida!"

Só os fortes e desapegados isso!!

Abraço!
Que Deus te ilumine!
Força e honra!


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Tom - 11-09-2012

John escancarou a Real.

Seu relato foi tenso spoiler, você passou por situações iguais ou piores que muitos aqui, poderia ser pior, mas agora você está aqui e isso ajuda e muito.

Boa sorte para o mais novo bufalo na manada..


E Spoiler, eu gostaria de fazer umas perguntas sobre aviação civil, é uma opção de carreira que estou avaliando. Depois eu mando uma Mp, pode ser?

abraços!


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Dick tracy - 11-09-2012

spoilers.up,o pessoal ja falou tudo,até bem mais e melhor que eu.
Sabe o que acho pior na sua historia?
Normalmente os caras que se fodem com mulheres são as melhores pessoas,as pessoas com as melhores intenções na vida,nunca os piores e isso doi muito.
Antigamente apesar de ser meio galinha e não dar muita trela para muitas mulheres,eu tinha mais consideração e não entendia o jogo,mais com isso ja escapei de muita fria como a que vc se meteu,e quando resolvi baixar a guarda,tomei bonito no cu.
Você é novo ainda,e o melhor,esta conhecendo a real e ja esta vendo como é esse nosso mundo,coisa que muito cara no seu lugar ainda não aprendeu e o mesmo só sai de uma merda de relacionamento ruim para entrar em outro.
Por isso falo,sempre se mantenha nos foruns da real,leia muito NA,trabalhe muito e procure ser feliz sem precisar de ninguem,a melhor coisa do mundo é vc ser 100% independente,ai sim vc sera um verdadeiro homem.
Eu não sou bonitão,não sou rico,não tenho nada de muito especial,mais esses dias tive um consolo.
Por indicação de um conhecido,fui em uma balada,o cara dizia que sempre que ia la,comia buceta,e eu como gosto de sair,balada,tomar umas e me distrair,resolvi conhecer a casa,chegando la e entrando observo que 90% era balzaca,e dessas um,umas 20 no pau da gaita se salvava,pensei "puta merda,quanta vadia feia,vamos ver o que acontece." som rolando,umas cervejas aqui e ali e saindo para fora para fumar(odeio essas leis anti fumo,mais td bem,td tem seu lado bom) eu vi umas balzacas reclamando de nascerem mulher,outra dizendo para a amiga "Ai,toma um banho bem frio que essa vontade passa." outra limpando lagrimas dos olhos,e muitas jogadas nos rodapes com cara de cadelinha abandonada,e eu comecei a inflar meu ego(nossa,que pau no cu que sou),cheguei em umas balzacas,conversava,se viesse de frescura,caia fora,outra cheguei nela,conversei conversei e abandonei no meio da festa,outra ao chegar nela perguntei,cade o namorado e recebo como resposta "não tenho,estou encalhada" kkkkkkkkkkkkkk e uma coisa é certa,não peguei ninguem,pois as que valia a pena estavam se achando demais,escolhi um monte e te falo,sai de la feliz e super satisfeito em ver as balzacas pagando o preço de foderem com tantas pessoas como vc,sai vitorioso de la,como poucas vezes que sai nas baladas de jovem matrixiano.
Por isso falo,nem esquente a cabeça com ela,pois um dia ela ira pagar pelo que fez com vc,quem tem que ficar com odio é ela,e não vc,,vc tem muito tempo pela frente,vc tem muita buceta para comer ainda...


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Burt Reynolds - 11-09-2012

Os 30 anos significam o "Beijo da Morte" para as mulheres. Se antes tripudiavam em cima de altruísmo alheio, agora nem mesmo há bobos sobre os quais possam tripudiar sobre. Eu observo, na minha repartição, sou super observador. Há uma moça que trabalha na procuradoria ao lado. Eu diria que está próxima de se tornar balzaca. Evidentemente, os manginas da minha sessão passam o dia a admirando e tentando agradá-la. Eu sou o único que não olha para ela. A moça é arrogante e orgulhosa. Daí, foi só chegar a nova estagiária no setor, a novinha, que nem vinte anos tem, e com quem eu passei a conversar, que eu já cheguei a apanhar essa moça olhando para a minha ilha, quando estou de papo com a menina. Ou seja, essa moça não quer nada comigo, porém só o fato de eu desprezá-la e conversar com uma menina mais nova a deixa rancorosa. A idade é um fato, para as mulheres, que vivem a se comparar. Eu sempre tive a convicção de que toda novinha safada, tipo essa garota do relato de spoilers.up, assinala o próprio destino. No momento em que ela tripudiou em cima do único cara que teve intenções nobres para a sua vida, ela queimou a ponte que tinha para uma possível vida familiar saudável e feliz. Essa daí vai acabar mãe solteira, ou então casando por um tempo com algum cara que logo vai se impacientar e dar porrada nela, só para deixá-la depois. Divórcio aos 30 e poucos, separação na justiça, problemas de pensão, honorários do advogado que vai acabar passando a rôla nela. Ex-marido ciumento, nervoso e alcoólatra. A menina passou este tempo todo sem imaginar que um dia envelheceria. Não se instruiu, não fez concursos. Agora, coroa, não consegue passar nem mesmo em Exame de Fezes.
Spoilers.up, lembre-se - aniquile qualquer vestígio dessa mulher na sua vida. Se ela escrever, nem abra o e-mail, delete. Se ela ligar, NÃO ATENDA. Uma chance para cada mulher na vida, e é isso. Ela ferrou a chance dela. Não ferre a sua própria vida reatando.


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Commodoro - 12-09-2012

É com um relato desses que vejo, sou sortudo demais por ter acordado para a realidade logo cedo.


RE: [Longo e Vergonhoso Relato] - A história de um babaca. - Mestre Laveley - 12-09-2012

Putz!

Nem sei muito oq dizer além do que os confrades já disseram.

Eu até não me choquei tanto com seu relato, pq aconteceu mais ou menos a mesma coisa comigo. Eu não fui tão sacaneado assim, mas da mesma forma que vc, a vadia devia quase tudo a mim... e o fato delas jogarem tudo que vc fez por elas no ralo é realmente revoltante.

Mas com o tempo e a medida que tu se aprofunda na real a revolta e o ódio passarão e quando tu sentir apenas indiferença (difícil, confesso que até eu tenho um pingo de ódio ainda) ai tu saberás que assimilou a real e é ai que nasce um verdadeiro guerreiro valoroso forjado no calor da batalha!