Fórum do Búfalo
[Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Mulheres/Feminazismo/Relacionamentos (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=4)
+--- Fórum: Recomendados (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=9)
+--- Tópico: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início (/showthread.php?tid=4237)

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Spectro - 20-05-2014

olá tim.

Acredito que você não é um muleque burro, portanto acho que pra conversar com você existe a forma certa.

Vou tentar expor aqui os seus contrassensos, mas vamos falar do meu namoro.

Eu namoro a 3 meses ou menos, não lembro. No primeiro mês eu já tinha colocado aliança de compromisso.
Oque a aliança de compromisso quer dizer? É uma simbologia, para dizer que vamos honrar o compromisso que estamos tendo de ser fieis e acima de tudo nos conhecer melhor.

Porque eu tomei essa atitude?

Em primeiro lugar não fui eu quem tomei, foi uma conclusão que cheguei junto da minha namorada que deveriamos trilhar um caminho sobremodo excelente. Sendo sempre verdadeiros um com o outro, verdadeiros em nossos sentimentos e verdadeiros no respeito e agir.

Ela faz jogos?

Se faz eu tou pouco me lixando, eu tenho preocupações maiores, cuidando do meu terreno, dos meus estudos, eu nem perco tempo tentando perceber jogos.

Oque acontece na real e que considero errado é o seguinte:

Muitos caras focam nos jogos o tempo todo, além de perder o bom do relacionamento, que seria o companheirismo, a lealdade as entregas de ambas as partes, o cuidado.......focam tanto nos jogos que acabam ficando cegos para a VADIAGEM.

Existem mulheres vadias, verdadeiramente vadias, que usam o sexo como maquinaria para obter favores, prazeres pessoais e amarrar os indivíduos mais fracos e menos experientes. E acredite confrade Tim, elas sabem identificar muito bem esses indivíduos.

Quando um realista aplica excessivamente NA no seu relacionamento, e usa a velha frase: ''toda mulher faz jogo'', ele está se auto enganando e se cegando pra verdade que é estar na verdade namorando uma vadia, e isso acaba dando desculpa pra ele continuar namorando essa vadia, ele se enclausura numa jaula, ele está enjaulado com uma vadia que tenta o tempo todo ferrar com o cara mas ele se desviando das investidas por conhecer NA.

Vadias não são feitas pra se relacionar.....

Vou usar uma analogia......um cavalo quando percebe a força que tem, não serve mais pra ser montado. Pois quem consegue montar um cavalo bravo, que entendeu o poder que tem eu seu corpo musculoso? E isso acontece mesmo, são cavalos inúteis para montaria.....uma mulher que entende o poder de sedução que tem não presta mais pra relacionamento e pronto.

Voltemos ao meu namoro:

Minha namorada faz jogos? Não sei, oque eu sei é que ela nunca fez nenhuma vadiagem comigo (obviamente que eu tenho bem formado meus padrões de vadiagem, que tem cara tão extremista que acha que se a mulher espirrar ela foi vadia....) e por isso eu honro meu compromisso com ela.

Agora vamos ao seu namoro tim:

1- Sua namorada está sendo vadia com você?

Acho que você deveria parar de focar em testes, em jogos, em aplicar NA e verdadeiramente enxergar as vadiagens dela. No primeiro sinal de vadiagem é terminar no ato.

2- Você vive uma verdade com ela? Esta trilhando um caminho de honra, de entregas, de construção de familia?

Um relacionamento que não tem por objetivo constituir família não deveria nem começar, você se vê ao lado dela dessa forma? Pois colocar aliança de compromisso é o prelúdio disso, é afirmar que se esta tentando conhecer a pessoa e se unir a ela em laços matrimoniais algum dia. Acredito que para ser honrando, o homem deve trilhar sempre o caminho da verdade, sem relativismo moral de dizer que existem varias verdades, pois só existe uma, e essa verdade é que torna o homem mais viril e honrado.

3- Você anda cuidando do seu desenvolvimento pessoal?

Oque você tem feito por você mesmo tim? É importante entender que você é a figura mais importante da sua história, não viva a vida de outra pessoa, viva a sua.....nesse contexto é bom entender que cada coisa que deixa de fazer por sí mesmo, é o faz pra outra pessoa, está deixando de ser lider da sua história, este caminho eu acredito ser o príncipio do desenvolvimento pessoal, não há quem se desenvolva sem entender isso.

Que o homem é lider de sí mesmo,
Que o caminho deve ser de verdade de vida,
Qualquer coisa fora disso é mentira, ignorância e cegueira de alma.

Nesse que tem a verdade e a honra seu guia,

Tio spectro.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Senna - 20-05-2014

(20-05-2014, 11:52 AM)barão_kageyama Escreveu:
(20-05-2014, 11:31 AM)lawlyet_w Escreveu: Vc ta com ela há um ano.. acho que deveria terminar o namoro e cortar contato e nunca mais voltar

Enviado do meu Motorola Atrix usando o Tapatalk 2

Concordo.

Discordo.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Tim Laflour - 20-05-2014

@Daniel

Ela tem diversos defeitos. Eu os enxergo e também a alerto para que ela melhore. Fico feliz em perceber que ela me ouve e tenta melhorar. Por exemplo, ela está um pouco acima do peso. Ela trata o irmão como um filho (o que é errado pois ele já é grande). Ela não gosta de serviços domesticos, apesar de os fazer e saber que deve fazer. Resumindo, tem vários defeitos que eu sempre a informo que ela precisa melhorar. Não acho que esteja cego pois eu nunca a considerei a mulher perfeita, mas a considero até então uma mulher merecedora de estar comigo.

@Spectro

Refleti sobre o que você me disse, mas preciso pensar mais sobre tudo isso. São muitas informações que preciso absorver. Fica aqui meu agradecimento e prometo responder assim que amadurecer seus ensinamentos.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Bob - 20-05-2014

(20-05-2014, 11:52 AM)barão_kageyama Escreveu:
(20-05-2014, 11:31 AM)lawlyet_w Escreveu: Vc ta com ela há um ano.. acho que deveria terminar o namoro e cortar contato e nunca mais voltar

Enviado do meu Motorola Atrix usando o Tapatalk 2

Concordo.

Concordo [2]


Re: RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - lawlyet_w - 20-05-2014

(20-05-2014, 02:27 PM)Raito Escreveu:
(20-05-2014, 11:52 AM)barão_kageyama Escreveu:
(20-05-2014, 11:31 AM)lawlyet_w Escreveu: Vc ta com ela há um ano.. acho que deveria terminar o namoro e cortar contato e nunca mais voltar

Enviado do meu Motorola Atrix usando o Tapatalk 2

Concordo.

Discordo.

Nao ficou óbvio o meu comentário? Ele está com ela há um ano e, pelo que disse, parece ser uma boa moça. Mas, ainda assim, está preocupado em testá-la, como falou que era a intenção da aliança. Ora, se mesmo com todo este tempo e ela sendo boa pra ele a desconfiança continua, não faz sentido continuar. Muito menos dar um passo a mais na seriedade do compromisso, se não é capaz de confiar e precisa ficar com testes. A questão aqui é: mesmo que por toda a vida ela seja uma garota perfeita que se dedique completamente a ele, seu relacionamento será um inferno pelo simples fato de que sempre estará desconfiando e tendo necessidade de testar. Isso vai desgastar não só a ela e ao relacionamento, mas também a ele mesmo, que ficará cada vez mais preocupado e sem energias. Sem contar que estará sendo injusto com ela e, é claro, com ele mesmo. Preocupação demais faz mal.

Enfim, Tim, quero que saiba que não estava trollando.

Tive o cuidado de ler o tópico todo ontem pra tentar evitar qualquer injustiça em meus comentários. Claro, posso errar e, com certeza vou acabar errando muitas vezes, mas estou tentando ser o mais sincero possível. Tenho a impressão que está preocupado demais. E isso pode acabar te desgastando.

Enviado do meu Motorola Atrix usando o Tapatalk 2


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - cabraman - 20-05-2014

Se o cara tá com uma mulher a 1 ano, liderando o relacionamento, pra que terminar?

Vai curtindo, vai vivendo, se ela não atrapalhar seu progresso, continua oferecendo sexo de qualidade, por que separar?


Re: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - lawlyet_w - 20-05-2014

Sobre comprar a aliança por amor e nao testes, também falei sério. A idéia é que se comprar por sentir algum amor a ela, nao estará fazendo porque espera algo dela em troca, mas estará fazendo de uma forma altruista por ela e por você mesmo. Mas se compra com intenção de testar, estará fazendo justamente pelas reações dela. Isso não tem muito sentido.. é apenas gasto de dinheiro e tempo, além de que a estaria enganando.

Enviado do meu Motorola Atrix usando o Tapatalk 2


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Bruce N. - 10-08-2014

quero ver a continuação. Volta TIM!!!
(qualquer semelhança é mera coincidência)
yaoming


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Tim Laflour - 11-08-2014

Fico feliz pelos confrades lembrarem do meu caso.Vou atualizar o tópico com o que têm acontecido de importante.

Recentemente fizemos 1 ano de namoro. Confesso que estou surpreso com o desenrolar da relação. As coisas estão indo muito bem. A aliança não mudou em nada o comportamento dela (pelo menos não pra pior). Algumas coisas melhoraram significamente, acredito que muito disso se deva à minha pressão. Tenho certeza também que o fato de ela me ver como um troféu a motiva a sempre melhorar fisicamente (nutricionista mensalmente, depilação a laser, academia, corridas) e mentalmente (pós-graduação, ingles). Ela realmente está se esforçando para estar ao meu patamar, digamos assim. Nesse quesito eu só tenho a elogiar, e novamente confesso que estou surpreso.

Em relação à família: o pai melhorou muito sua relação comigo. Na casa dela eu topo tudo no que diz respeito a ajuda. Recentemente teve uma festa e eu ajudei desde o início (preparativos) até o pós-festa (lavar louça, limpar tudo). Mas eu sou recompensado de diversas formas. Eles compram a cerveja que eu gosto, inclusive me servem. Até os amigos mais chegados do sogro ficam zuando ele, e na frente deles eu sou defendido, coisas do tipo "ele merece, ele é parceirão". Além disso, fico a par de todos os conflitos da familia. Eles não me escondem nada. A mãe dela já é mais complicada, tem muito mais receio de se abrir. Mas percebi que isso é caracteristica dela, não é nada pessoal comigo. Aquela questão de eu dormir com ela enquanto estiver por lá não foi resolvida, mas graças aos conselhos dos confrades, eu entendi os motivos deles e hoje isso não me incomoda mais, nem tocamos mais no assunto.

Alguns pontos interessantes: realmente o sexo vai perdendo a graça conforme o tempo, e apesar dela estar se esforçando muito na cama, não consigo deixar de pensar em outras mulheres. E olha que eu só a vejo 3x por semana em média. É algo instintivo e não tem como evitar. Outro ponto que vale a pena citar é que a mania dela de querer mandar em tudo e em todos vem me incomodando cada vez mais. Certa vez ela reclamou feio que eu peguei o prato X ao invés do Y na hora de comer, como se eu fosse uma criança. Dei aquele gelo quase que automatico, e algumas horas depois ela veio querer paparicar. Dei aquela dura dizendo que não era irmão dela pra ser repreendido por uma coisa tão idiota, e que tudo isso me faz repensar na relação, pois se com 1 ano está assim, imagina mais pra frente... Só isso já foi suficiente. Abaixar a cabeça e aceitar isso como "ah...é o jeito dela", nunca fiz. Da mesma forma que eu não aceito que ela me trate mal e bote a culpa na TPM.

Resumindo: esse 1 ano foi importante na minha vida pois aprendi muitas coisas que não seria capaz sozinho. Aprendi na prática o que é uma mulher, com seus defeitos e qualidades. Isso pode parecer descartável pra quem pensa em viver solteiro e a base de prostitutas. Repeito, mas acredito que mesmo assim é fundamental como ferramenta de desenvolvimento pessoal você se relacionar por bastante tempo com alguem. Aprendi por exemplo como é lidar com uma família tradicional. Aprendi a ser mais sociavel. Aprendi a lidar com problemas nunca antes vividos por mim. E é por isso que eu sempre aconselho os confrades a se relacionarem com uma mulher (eu disse mulher, e não vadias) como forma de experiência de vida. Ficar só se baseando em relatos de outras pessoas é deixar de viver sua própria vida. Dificilmente você lerá um relato de uma relação que deu certo, e é obvio que ficar sabendo somente das relações que não deram certo tornará sua visão sobre os relacionamentos muito polarizada. Não estou dizendo que a minha relação já deu certo, mas tem dado até então. Obvio que amanha tudo poderá dar errado, e mesmo assim sairei de cabeça erguida por tudo que aprendi, e com certeza estarei aqui para relatar isso.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Spectro - 11-08-2014

parabéns tim.

agora recomendo que você pare de expor seu relacionamento tão publicamente, por mais anônimato que você tenha por aqui.

Outra coisa: com o tempo surgirão as flutuações de sentimento, hora você vai odiar sua namorada, hora você vai estar extremamente apaixonado, e isso ocorrerá com ela também. seja paciente e não a traia nem busque punheta ou coisas do tipo. Seja sempre honesto pra não dar ao outro motivos pra te jogar nada na cara.

Toda mulher é chata, e isso é uma verdade, então seja paciente com a chatura da sua mulher e não crie caso com coisas bestas como essa do prato, se ela reclamar finja que nem ta ouvindo.

Te desejo sorte.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Daniel Corleone - 11-08-2014

Fico contete pelo desenrolar da situação, dá até vontade de tentar um relacionamento assim.

Em relação à outras mulheres, você notou alguma diferença no comportamento delas contigo? Na sua opinião, você adquiriu um poder de barganha notável somente para seu relacionamento ou para o geral também?


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Bob - 11-08-2014

Caramba 1 ano já? Parece que foi ontem que vc criou o tópico RS
No mais, ainda bem que está conseguindo levar, como disse o spectro mulher tem suas chatices intrínsecas mesmo, se vc não tiver paciência, nunca vai levar uma relação a diante...


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Gary Holt - 11-08-2014

(11-08-2014, 12:53 PM)Le Grand Specter Escreveu: parabéns tim.

agora recomendo que você pare de expor seu relacionamento tão publicamente, por mais anônimato que você tenha por aqui.

Outra coisa: com o tempo surgirão as flutuações de sentimento, hora você vai odiar sua namorada, hora você vai estar extremamente apaixonado, e isso ocorrerá com ela também. seja paciente e não a traia nem busque punheta ou coisas do tipo. Seja sempre honesto pra não dar ao outro motivos pra te jogar nada na cara.

Toda mulher é chata, e isso é uma verdade, então seja paciente com a chatura da sua mulher e não crie caso com coisas bestas como essa do prato, se ela reclamar finja que nem ta ouvindo.


Te desejo sorte.
Tem uns realistas com anos de ensinamentos, que ainda não colocaram isto na cachola e daí usam isto para ser um relativista de plantão. Até a minha santa mãezinha as vezes enche o saco.

No mais, tudo de bom no seu relacionamento Tim. E se um dia este namoro evoluir para um casório eu quero ser o 1º a saber como se portar.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Coach Man - 12-08-2014

Spectro vc é sensacional. Matou a pau neste tópico. Plissken, Raito e Aguia tb. Esse tópico é de vocês. Parabéns aos quatro pela inteligencia e experiencia passada.

Deu pra ver que o novato Tim Laflour ganhou uma grande experiencia nesse 1 ano. Do inicio do topico até a ultima atualização, deu pra notar uma mudança. Mas ele precisa ter auto controle e como o Spec disse, ele precisa focar no lado positivo da relação. Ficar com a mente preocupada em jogo, jogo, jogo, artimanha, artimanha, artimanha, vc acaba nao vivendo o melhor da relação.

Equilibrio é a chave.

Tente apimentar a relação sexual, busque algum fetiche para sair da mesmice. Vc disse que gosta de viajar, e viaja bastante, marque um cruzeiro com ela. Divida as despesas.

No friozinho, marque uma ida à Campos do Jordão. Ou Bariloche na Argentina...


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Tiago Sorine - 12-08-2014

Parabéns Tim, pela coragem de vir até aqui e expor seu relacionamento e com grande humildade escutar Raito, Plissken, Free Bird e Spectro. Por mais que muitos de nós sejamos duros nos comentários e nas críticas, sempre buscamos nos ajudar mutuamente. Nunca criticaremos com o intuito de derrubar ou colocar os confrades pra baixo.

E é para isso que o Fórum serve, trocar experiências e buscar o desenvolvimento.

Abraço.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Tim Laflour - 19-08-2014

(11-08-2014, 12:53 PM)Le Grand Specter Escreveu: parabéns tim.

agora recomendo que você pare de expor seu relacionamento tão publicamente, por mais anônimato que você tenha por aqui.

Outra coisa: com o tempo surgirão as flutuações de sentimento, hora você vai odiar sua namorada, hora você vai estar extremamente apaixonado, e isso ocorrerá com ela também. seja paciente e não a traia nem busque punheta ou coisas do tipo. Seja sempre honesto pra não dar ao outro motivos pra te jogar nada na cara.

Toda mulher é chata, e isso é uma verdade, então seja paciente com a chatura da sua mulher e não crie caso com coisas bestas como essa do prato, se ela reclamar finja que nem ta ouvindo.

Te desejo sorte.

Também sinto que as vezes conto detalhes demais, mas sinto que é necessário, pois qualquer coisa que passe batido pode fazer diferença no modo de vocês enxergarem as coisas. Como desde o começo busquei ajuda e não somente relatar minha vida, sinti necessidade de ser detalhista (mas não tanto).

Spectro, uma coisa que sempre me pergunto é se devo fingir que não ouço, ou se corto de maneira fria qualquer tipo de chatisse. É complicado pois as vezes parece que sou pulso firme demais, e vai desgastando a relação. É uma ótima experiência saber "dosar" os ânimos.



(11-08-2014, 12:56 PM)Daniel Corleone Escreveu: Fico contete pelo desenrolar da situação, dá até vontade de tentar um relacionamento assim.

Em relação à outras mulheres, você notou alguma diferença no comportamento delas contigo? Na sua opinião, você adquiriu um poder de barganha notável somente para seu relacionamento ou para o geral também?

No geral, as mulheres que eu conheço são casadas ou namoram a mais tempo que eu, então não percebi nenhuma diferença. Claro que agora existem mais assuntos para se conversar, sobre o relacionamento, planos pro futuro e todas essas baboseiras...

No geral o poder de barganha aumenta sim. Não sei se é psicológico, mas com uma aliança no dedo as pessoas te levam mais a sério. É algo do tipo "se ele tem uma mulher, então alguma coisa boa ele deve ter". Instintivamente isso passa na cabeça das pessoas (homens e mulheres).


(11-08-2014, 01:25 PM)Gary Holt Escreveu: No mais, tudo de bom no seu relacionamento Tim. E se um dia este namoro evoluir para um casório eu quero ser o 1º a saber como se portar.

Valeu confrade. Eu não me considero um cara apto a ensinar sobre a Real pra ninguém. Sou um eterno novato, mas espero que tenha ajudado muitos confrades a deixarem de lado esse fantasma que nos cerca quando conhecemos a Real, de que nenhuma mulher serve para se relacionar, que devemos comer qualquer buraco e dar o pé na bunda em seguida, etc. A vida pode ser seguida de várias maneiras, o meu jeito tem sido só uma delas, e obviamente pode mudar a qualquer momento.

(12-08-2014, 09:05 PM)Mandrake Escreveu: Tente apimentar a relação sexual, busque algum fetiche para sair da mesmice. Vc disse que gosta de viajar, e viaja bastante, marque um cruzeiro com ela. Divida as despesas.

No friozinho, marque uma ida à Campos do Jordão. Ou Bariloche na Argentina...

Bem lembrado. Tenho umas férias a ponto de vencer. Vou pensar seriamente nisso. Até porque estou precisando mesmo relaxar e curtir um sexo selvagem na areia da praia....haha

(12-08-2014, 11:21 PM)Tiago Sorine Escreveu: Parabéns Tim, pela coragem de vir até aqui e expor seu relacionamento e com grande humildade escutar Raito, Plissken, Free Bird e Spectro. Por mais que muitos de nós sejamos duros nos comentários e nas críticas, sempre buscamos nos ajudar mutuamente. Nunca criticaremos com o intuito de derrubar ou colocar os confrades pra baixo.

E é para isso que o Fórum serve, trocar experiências e buscar o desenvolvimento.

Abraço.

Não só eles confrade. Escutei a todos, inclusive você. Não tenho nem ideia como eu estaria hoje se não fosse os conselhos de todos aqui. Não é a toa que estamos com quase 15 páginas e mais de 1 ano de tópico ativo.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Spectro - 19-08-2014

Também sinto que as vezes conto detalhes demais, mas sinto que é necessário, pois qualquer coisa que passe batido pode fazer diferença no modo de vocês enxergarem as coisas. Como desde o começo busquei ajuda e não somente relatar minha vida, sinti necessidade de ser detalhista (mas não tanto).

Spectro, uma coisa que sempre me pergunto é se devo fingir que não ouço, ou se corto de maneira fria qualquer tipo de chatisse. É complicado pois as vezes parece que sou pulso demais, e vai desgastando a relação. É uma ótima experiência saber "dosar" os ânimos.

tenho receio pela exposição, da sua namorada pegar isso aqui e você se queimar.....de você escutar coisa demais e não tomar suas próprias decisões..

sobre o pulso firme eu concordo com vc, então ignore algumas ofensas mesmo, seja mais light, um cara mais gente boa vai fazer bem pra vc e pra sua namorada, como toda mulher é chata mesmo então não adianta alardear demais, se ta tendo sexo, tranquilidade e segurança então ta de boa. Vai levando, uma hora vira casamento ou termina. Be water my friend.

sempre sente com a sua namorada e converse com ela, resolva os problemas que vão surgindo com ela, não deixe de resolver pequenas bobagens, nunca durma sem resolver os problemas do seu relacionamento....

Como no episódio em que você se sentia humilhado quando ela estava com a sua mãe, você entendeu que tem que sentar conversar e falar suas insatisfações pra que ela melhore ou não.

Em alguns relacionamentos as diferenças são tantas que o relacionamento termina, não adianta dar murro em ponta de faca mas é melhor chegar a essa conclusão ciente das diferenças e de forma amigável do que de forma intempestiva e emocional, com briga, discussão e burrice.

o essencial é sempre respeitar a individualidade dela, e ela a sua.

Pra se relacionar de forma saudável é necessário uma certa sinceridade brutal pra se expor oque está no íntimo, o outro deve aprender a tolerar e digerir os problemas do outro.... é bem complexo, mas é uma aventura em sí. Logicamente que é algo que os homens devem disponibilizar apenas as mulheres que realmente mereçam e não forem vagabundas rodadas.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - johnmcclane - 20-08-2014

Parabéns Tim, li todo o tópico quando entrei no fórum e achei interessante o ponto de vista dos confrades que o acompanharam do começo até aqui. Namorei mais de 4 anos sem a real e até que consegui conduzir o relacionamento, mas sei como é foda no mundo de hoje. Como o confrade Spectro disse, nunca traia sua namorada e seja mais light, toda mulher é chata por natureza.

Tudo de bom, abs.


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Coach Man - 20-08-2014

Tim Laflour, oq vc acha de sex shop? (pra deixar o sexo mais intenso, selvagem e dominador)


RE: [Relato] A Real na prática: um relacionamento desde seu início - Bruce N. - 13-12-2014

Mais uma sumida de leve do Tim, ano que vem ele volta yaoming
Realmente, não parece que já tem 1 ano esse tópico, que bom que pude acompanhar desde o início.

E Tim, parabéns, você evoluiu consideravelmente. Fico feliz que o relacionamento esteja dando certo para você. Aproveite o máximo.

Força e Honra