Fórum do Búfalo
Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Mulheres/Feminazismo/Relacionamentos (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=4)
+--- Fórum: Recomendados (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=9)
+--- Tópico: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? (/showthread.php?tid=4448)

Páginas: 1 2


Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Hersir - 09-09-2013

É comum a ideia de que relacionamentos envolvem muitos sacrifícios e que o amor exige abrir mão de certas coisas e fazer outras que não queremos. Embora isso de fato possa ser bom (e necessário) às vezes, a ciência mostra que a coisa não deve ser sempre assim.
Imagine a cena: você chega em casa depois de um dia de trabalho e vê que a pia está cheia de louça. É o dia do seu namorado (a) lavar, mas ele (a) não fez isso. Mas, como você sabe que ele (a) teve um dia muito cansativo, decide pegar a esponja e fazer o pequeno sacrifício de lavar tudo. Fofo. Mas e se você também teve um dia cansativo e estressante?
Segundo um estudo recente da Universidade do Arizona, publicado no Journal of Social and Personal Relationships, é aí que está o problema. Sob a coordenação da pesquisadora Casey Totenhagen, foram avaliados 164 casais, casados ou não, mas que estavam juntos por períodos que variavam entre seis meses e 44 anos.
No total, foram 328 pessoas que tiveram de responder a um questionário, todos os dias durante uma semana, indicando os pequenos sacrifícios diários que precisaram fazer por seus parceiros românticos em 12 categorias (que incluíam coisas como o cuidado com os filhos e tarefas de casa), bem como o número de aborrecimentos que tiveram e o quanto foram afetados por eles. Então, cada participante classificava, em uma escala de um a sete, o nível de comprometimento e satisfação com seu relacionamento amoroso e quão próximo se sentiu a seu parceiro naquele dia.

Resultado

O estudo mostrou que os indivíduos que fizeram sacrifícios de fato diziam se sentir mais comprometidos com seus parceiros – mas só quando estavam em um dia bom. Quando eles eram feitos no fim de um dia muito estressante, isso não acontecia. Nestes casos, o ato, que deveria ser uma coisa legal e com o objetivo de melhorar a qualidade do relacionamento, virava só mais um fardo.
E tem mais: a pessoa que está recebendo a boa ação também não relatou se sentir mais comprometida – provavelmente porque ela não percebeu o que foi feito. Então olha quanta desvantagem: quem faz fica mais cansado e não deriva prazer nenhum disso, e ainda precisa lidar com a frustração de o parceiro nem sequer notar o esforço.
Fica a lição: “[Por mais apaixonado (a) que esteja,] você precisa ser consciente em relação aos recursos [incluindo energia física e mental] que tem antes de fazer esses sacrifícios no fim do dia”, diz Totenhagen.
Coisas que afetam a qualidade do relacionamento
No que diz respeito à satisfação com o relacionamento e ao sentimento de proximidade, fazer sacrifícios para o parceiro parece ter pouca influência de uma forma ou de outra (ou seja, estando cansado ou não). O que realmente fez diferença foram os problemas diários relatados por cada um. Nesse caso, os aborrecimentos vividos por um dos parceiros afetaram significativamente a ambos.
Essas constatações, segundo Totenhagen, apoiam outros estudos já feitos, sugerindo que as pessoas não costumam ser muito boas em separar os diferentes aspectos de suas vidas – como trabalho e vida pessoal. “Se eu tiver um dia terrível no trabalho, vou voltar para casa mal-humorada e, provavelmente, não terei energia para interações positivas e de boa qualidade com o meu parceiro”, disse.
Assim, ela defende que os casais se esforcem em lidar com os aborrecimentos diários juntos. “Mesmo se eu tiver experiências estressantes que não envolvam o meu parceiro, ele ainda poderá ser afetado – daí a importância de trabalharmos juntos para superar esses problemas”, explica.

Fonte: http://super.abril.com.br/blogs/como-pessoas-funcionam/quando-vale-fazer-sacrificios-pelo-seu-relacionamento-amoroso-dica-nao-e-sempre-nao/


Ah, sempre o amor pre$$$ente nas vantagens, existe a lenda de se sacrificar mas o amor próprio e fundamental para o progresso do relacionamento, portanto para de ser um capacho mangina.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - cabraman - 09-09-2013

Que raio de papo é esse? é trolagem?


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Tiago - 09-09-2013

Sacrifício?

Santa Mônica:

Citar:Naquela região do norte da África, onde as pessoas eram sumamente agressivas, as demais esposas perguntavam a Mônica porque seu marido era um dos homens de pior gênio em toda a cidade, mas não a agredia nunca, e ao contrário os esposos delas as agrediam sem compaixão.
Mônica respondeu-lhes: ”É que quando meu marido está de mal humor, eu me esforço para estar de bom humor. Quando ele grita, eu me calo. E como para brigar precisam de dois e eu não aceito a briga…não brigamos”. Esta formula fez-se célebre no mundo e serviu a milhões de mulheres para manter a paz em casa.

Fonte: http://www.amormariano.com.br/artigos/santa-monica-exemplo-de-mae-e-esposa/

O conselho de Santa Mônica é exemplo de sacrifício. O que foi apresentado no estudo pode ser chamado de picuinhas e/ou divisão de tarefas em casa...


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Andrew - 09-09-2013

Acho que esse é um tópico para os confrades casados. Eles sabem a dureza que é manter um casamento.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - ÁguiaBranca - 11-11-2013

Isso só mostra que buceta nenhuma vale o sossego de um homem.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - cabraman - 17-11-2013

O homem precisa entender que mover céus e terras por uma boceta é uma atitude sem sentido, como um conhecido que fretou barco, pagou hotel caro e tals só pra comer uma dona. Não vale a pena, basta observar os números.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Tiago Sorine - 17-11-2013

(17-11-2013, 03:37 PM)cabraman Escreveu: O homem precisa entender que mover céus e terras por uma boceta é uma atitude sem sentido, como um conhecido que fretou barco, pagou hotel caro e tals só pra comer uma dona. Não vale a pena, basta observar os números.

O homem precisa entender que mover céus e terras por...ele mesmo! Fuckyeah


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Destro - 17-11-2013

Sacrifício significa :Oferta feita à divindade, em meio a cerimônias.
no sentido do texto que acabamos de ler significa :
Renúncia forçada a algo que se possui,Privações.

Se faz sacrifícios por algo que realmente tem sentido faz ( um filho por exemplo ) mas isto não se aplica ao casamento ( eu já fui casado ) Minha experiência mostrou que se você começa a fazer sacrifícios ( uma renúncia forçada que não deseja ) não faz sentido estar neste casamento .É melhor separar .


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Rafa - 18-11-2013

Sacrifício em troca de sacrifício, no final o próprio relacionamento já é um sacrifício e a 'felicidade' está no sacrifício pelo outro, só que na maioria das vezes só um se sacrifica mais, nunca é algo justo.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Miguel - 18-11-2013

Toda relação humana se baseia em dar e receber.

Tem que tomar muito cuidado e ficar sempre atento, pois quando tu menos percebe já te sugaram até o tutano dos ossos.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Villefort - 23-01-2020

Um UP nesse tópico!


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Bruno Padilha - 23-01-2020

Nao vou ler nada, só vou responder o título:

NUNCA!

Se o relacionamento pede que seja feito algum sacrifício, então já está errado. Toda boa relação interpessoal pressupõe uma justa relação entre ofeta e demanda com um ganha-ganha mútuo.

Só é aceitável um sacrifício quando ocorre de forma MÚTUA e em igual proporção, como economizar não saindo pra comer fora ou não comprando roupas novas e futilidades por um ano pra juntar um dinheiro e conprarem um carro ou outra coisa do tipo. Se só você tem que ficar se sacrificando por algo, não vale a pena.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Gilgamesh - 23-01-2020

Mais uma daquelas pesquisas estapafúrdias ...


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Wild - 25-01-2020

SACRIFÍCIO é uma palavra pesada que subtende que alguém está abrindo mão de algo seu e/ou se prejudicando para poder atender a outra pessoa.

Um relacionamento sempre é (ou deve ser) pautado em CONCESSÕES. Que nada mais é do que por meio de acordo entre partes, os dois se comprometerem a abrir mão de algumas coisas agora em troca de um bem maior depois.

Você economizar grana para viajar mais uma pessoa próxima, por exemplo, não é sacrifício a não ser que você prejudique sua saúde e integridade por conta disso, afinal você não perde dinheiro com isso, apenas está redirecionando. Agora uma pessoa próxima sofre um acidente grave e você tira dinheiro até da onde não tem, isso que é um sacrifício. Isso tem que ser entendido... Ok, a analogia está ruim pois não dá para comparar a vida humana com uma simples viagem, mas acho que dá para entender a ideia base.

Em relações humanas, se sacrifícios grandes tem que ser feitos, como já bem falado pelos confras, alguma coisa está muito errada, pois não é necessário que nenhuma parte se sacrifique pela outra numa situação normal e sim que ambas partes façam concessões mútuas para que tenham uma vida melhor juntos.

A regra é simples: Não oferecer para o outro o que você não terá nenhum retorno direto ou indireto (relacionamentos não são caridade, lembrem), ambos não terão retorno ou se for a custo de algo que você poderia fazer por você mesmo que dê o mesmo resultado (benefício indireto da outra parte ou de ambos).

Se sua queridinha tá exigindo demais de você sem te recompensar por isso, recomendo que caia fora o quanto antes, você está sendo explorado / sugado nem que seja espiritualmente. Na verdade, digo até mais, toda "mulher normal" costuma ter uma cota de gentileza. Se ela não está gastando contigo, pode saber que está gastando / reservando para outra pessoa. Olho aberto sempre.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Guerreiro da Real - 28-01-2020

Jamais aceitem mordenetes imprestáveis que querem dividir tarefas. Na prática ela quer que o homem faça tudo. Digo isso porque conheço casais assim, que a mulher quer dividir tarefas, mas na prática o homem faz tudo.

As tarefas domésticas que um homem deve fazer são coisas mais complicadas como trocar um chuveiro ou um gás.

De resto, se a mulher não quer lavar louça, cozinhar, limpar chão etc, ela é uma vadia modernete. Em suma, este tipo de mulher é imprestável para relacionamento sério.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Cincinnatus - 28-01-2020

(09-09-2013, 11:16 PM)Hersir Escreveu: É o dia do seu namorado (a) lavar, mas ele (a) não fez isso. Mas, como você sabe que ele (a) teve um dia muito cansativo, decide pegar a esponja e fazer o pequeno sacrifício de lavar tudo. Fofo. 
[Imagem: d8ec9a24f805a91b365914a6c0574ff5--gay.jpg]



(28-01-2020, 07:12 PM)Guerreiro da Real Escreveu: Jamais aceitem mordenetes imprestáveis que querem dividir tarefas. 

Isso é variável. Vejo muitos por aí (principalmente nos EUA) que querem 50% de modernidade na vida deles: querem que a mulher trabalhe fora para aumentar a renda do lar... mas ao mesmo tempo querem que elas cuidem de tudo em casa (e uns ainda reclamam se elas não querem trabalhar fora: "não vou sustentar vadia em casa")... 
Eu não vejo problema da mulher ficar só em casa, e nesse caso acho que ela tem sim que cuidar de tudo do lar (exceto os trabalhos como você citou no texto (mecânicos, elétricos...)). Agora se você casa com carreirista, acho hipocrisia querer exigir o comportamento de amélia dela... cada um sabe no que está se metendo, e no fim das contas temos que ter na cabeça que ninguém é de ferro, se eu aceitasse casar com uma carreirista - não iria entrar no relacionamento querendo exigir que ela cuidasse de tudo em casa... exceto se eu buscasse um desgaste rápido da relação, porque uma coisa é você trabalhar fora e cuidar das suas coisas em casa, outra é você trabahar fora e cuidar de suas coisas e das coisas da sua foda também - que sempre, naturalmente, vive sujando tudo mais ainda.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Wild - 28-01-2020

(28-01-2020, 07:47 PM)Cincinnatus Escreveu:
(28-01-2020, 07:12 PM)Guerreiroda Real Escreveu: Jamais aceitem mordenetes imprestáveis que querem dividir tarefas.

Isso é variável. Vejo muitos por aí (principalmente nos EUA) que querem 50% de modernidade na vida deles: querem que a mulher trabalhe fora para aumentar a renda do lar... mas ao mesmo tempo querem que elas cuidem de tudo em casa (e uns ainda reclamam se elas não querem trabalhar fora: "não vou sustentar vadia em casa")...
Eu não vejo problema da mulher ficar só em casa, e nesse caso acho que ela tem sim que cuidar de tudo do lar(exceto os trabalhos como você citou no texto (mecânicos, elétricos...)). Agora se você casa com carreirista, acho hipocrisia querer exigir o comportamento de amélia dela... cada um sabe no que está se metendo, e no fim das contas temos que ter na cabeça que ninguém é de ferro, se eu aceitasse casar com uma carreirista - não iria entrar no relacionamento querendo exigir que ela cuidasse de tudo em casa... exceto se eu buscasse um desgaste rápido da relação, porque uma coisa é você trabalhar fora e cuidar das suas coisas em casa, outra é você trabahar fora e cuidar de suas coisas e das coisas da sua foda também - que sempre, naturalmente, vive sujando tudo mais ainda.

Isso é questão de equilíbrio na relação e cada um saber administrar as responsabilidades e assumir as suas.

Eu mesmo não tenho problema nenhum com tarefas domésticas, já morei sozinho e até em república (graças a Deus meu parceiro de quarto era porcalhão mas ajudava sempre que eu pedia na maior boa vontade do mundo) e vos digo, o cara ter que se virar com higiene e alimentação é questão de NECESSIDADE.

Num relacionamento, cabe distribuir e gerenciar as tarefas, em especial se os dois trabalham. Não é legal essa de jogar pro outro, maior infantilidade a meu ver, o que tem que ser feito é acordado e fechado as regras em definitivo, de forma que não sobre brecha para um jogar pro outro.

Haverá dias que um ou outro não poderá fazer, só é preciso ter cuidado pois mulher é danada pra inventar TPM, dor aqui, dor acolá e deixar as obrigações mais óbvias de lado, contudo se fosse para pintar os cabelos ou fazer as unhas iriam num pulo. Não aceite esse tipo de comportamento e claro, não seja um folgado largado também, o cara tem que saber fazer de de tudo na vida e se virar.

Agora se a única obrigação da mulher é cuidar do lar e ela for irresponsável ou inapta, rapaz, aí o buraco é mais embaixo...


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Cincinnatus - 28-01-2020

(28-01-2020, 08:39 PM)Wild Escreveu: Agora se a única obrigação da mulher é cuidar do lar e ela for irresponsável ou inapta, rapaz, aí o buraco é mais embaixo...

Exato, foi como tinha dito anteriomente no post.


(28-01-2020, 08:39 PM)Wild Escreveu: Isso é questão de equilíbrio na relação e cada um saber administrar as responsabilidades e assumir as suas.
[...]
Num relacionamento, cabe distribuir e gerenciar as tarefas, em especial se os dois trabalham. Não é legal essa de jogar pro outro, maior infantilidade a meu ver, o que tem que ser feito é acordado e fechado as regras em definitivo, de forma que não sobre brecha para um jogar pro outro.

Concordo.

(28-01-2020, 08:39 PM)Wild Escreveu: só é preciso ter cuidado pois mulher é danada pra inventar TPM, dor aqui, dor acolá

Acho engraçado isso, já namorei mulheres da faixa dos 18 aos 30, tive namoros que duraram alguns anos inclusive, nunca - nem sequer uma vez, mulher reclamou de "dor de cabeça" ou "tpm" comigo pra nada. Talvez eu filtre bem antes de me envolver e também vai da própria atitude do homem na relação... é tipo os relatos bizarros que escuto falar de esposas que mandam o marido "dormir no sofa" eu sempre pensei "como um cara se sujeita assim?! pqp viu". Enfim, uma coisa é estar doente (infecções/gripes e tudo mais), outra coisa são as famigeradas "tpms" e "dores de cabeça", não caio nesse conto não. E pra ser mais "justo" e não dar uma de "ignorante" ouvi médicos falarem que o efeito da TPM em algumas mulheres é realmente mais forte do que em outras... que seja, uma mulher pode ter personalidade 10/10 e corpo/rosto 10/10 - mas se age igual uma fdp grosseira por uma semana todos os meses dando desculpa de TPM, eu vou considerar ela como tendo/sendo lixo genético e cortarei a relação sem pensar duas vezes.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - A6M Zero - 29-01-2020

Zero.

Os únicos sacrifícios que são necessários são aqueles em que você muda a si mesmo por benefício próprio.

Nunca mude nada por causa de mulher alguma, mude por si mesmo.

E se a dama encher demais o saco, mude de mulher. Simples assim.


RE: Quando vale fazer sacrifícios pelo seu relacionamento amoroso? - Golgo 13 - 19-10-2021

o cara ja ta pensando no plural ja "sacrificios" essa mulher deve estar montando ja
o grupo abril deve ter pesquisado ja que cornos mandos ,viados,e passivos em geral sao mais anti-guerra e mais sustentáveis ecologicamente tb

é todo um plano elitista de buçetização da sociedade para que aceite a rola da dominação doutrinária das esquerdas