Fórum do Búfalo
DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Seja bem vindo! (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=6)
+--- Fórum: Boteco do Búfalo (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=16)
+--- Tópico: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS (/showthread.php?tid=7218)



DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Rain Man - 09-09-2014



Obs: Caso este vídeo já tenha sido postado, por favor exclua o Tópico.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - NW GD FLW - 09-09-2014

leia http://yourbrainonporn.com/


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Rain Man - 09-09-2014

(09-09-2014, 02:57 PM)NEW GOD FLOW Escreveu: leia http://yourbrainonporn.com/

Já li,
So achei interessante compartilhar o artigo para que possamos compreender os dois lados da moeda. os dois servem como complementos de um assunto bastante complexo.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Devil Jin - 09-09-2014

A vadia entra sabendo das consequências e quer pagar de vitima. Eu não tenho pena nenhuma.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Brutus - 09-09-2014

(09-09-2014, 03:27 PM)Devil Jin Escreveu: A vadia entra sabendo das consequências e quer pagar de vitima. Eu não tenho pena nenhuma.

Nem eu, ninguém obrigou elas a entrar nessa vida e ficar nela, elas ganham em um mês o que um pedreiro ganha por ano, se fodendo todo trabalhando no sol, carregando sacos de 50 kg, tendo que trabalhar 10 horas por dia, desses caras sim eu tenho pena, se não tão feliz ganhando 30 mil por mês, então vão trabalhar como operadora de telemarketing ganhando mil conto.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Josey Wales - 09-09-2014

(09-09-2014, 03:36 PM)Brutus Escreveu:
(09-09-2014, 03:27 PM)Devil Jin Escreveu: A vadia entra sabendo das consequências e quer pagar de vitima. Eu não tenho pena nenhuma.

Nem eu, ninguém obrigou elas a entrar nessa vida e ficar nela, elas ganham em um mês o que um pedreiro ganha por ano, se fodendo todo trabalhando no sol, carregando sacos de 50 kg, tendo que trabalhar 10 horas por dia, desses caras sim eu tenho pena, se não tão feliz ganhando 30 mil por mês, então vão trabalhar como operadora de telemarketing ganhando mil conto.

Fora o hamster e o mimimi de sempre. Ah, pára.

Acha que filme pornô é amorzinho, pelo amor de Deus.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Ajax - 09-09-2014

Vicio em pornografia,

Vicio em jogos de computador e games,

MILHÕES de homens adultos infantilizados, com níveis de testosterona baixos e com falta de maestria nas relações sociais... por conta dessas epidemias silenciosas (principalmente nos países desenvolvidos). Perdem horas e horas no que poderia ser usado pra se desenvolverem...

Tadinha das atrizes pornôs, sofrem TANNNNNNNNTO!!!!trollface

Será que o patriarcado faz o cache delas ser menor do que o dos atores???


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Gary Holt - 09-09-2014

Quando vi aquela ruiva que é formada na USP, já vi que era choro feminazi no vídeo.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Plissken - 09-09-2014

A comparação com o policial foi de lascar!!!
Enquanto o PM está em serviço, ele tem, SIM, que cumprir sua OBRIGAÇÃO, como por exemplo, entrar em tiroteio com bandido, pois ele é pago pra isso e quando entrou pra polícia SABIA MUITO BEM disso e assumiu o risco. Depois que termina seu turno, daí já é outra história, ele é um cidadão comum, então não tem NADA a ver essa comparação.
O mesmo se aplica pra elas, "combinado não sai caro", ninguém OBRIGOU elas a entrarem nesse ramo (assim como ninguém obrigou o policial), elas sabem muito bem onde tão se metendo, se não tem estomago pra fazer certas coisas, combina antes, ou se não tá contente, cai fora e vai trabalhar em outro ramo, ora bolas!!! Só que não. É mais fácil ganhar em poucas horas o que um pedreiro ganha num mês inteiro de trabalho pesado...
Hamster girando na velocidade da luz!!!


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Coach Man - 09-09-2014

Eu tb não tenho pena/dó nenhum(a). De GP tb não. Entra nessa vida pq quer e pq gosta de putaria, não é opressão não.

Já perdi a conta de puta que eu perguntei, pq vc tá nessa vida, ela respondeu, pq ela gosta e pra ganhar dinheiro...


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Jaguar Paw - 09-09-2014

(09-09-2014, 03:36 PM)Brutus Escreveu: Nem eu, ninguém obrigou elas a entrar nessa vida e ficar nela, elas ganham em um mês o que um pedreiro ganha por ano, se fodendo todo trabalhando no sol, carregando sacos de 50 kg, tendo que trabalhar 10 horas por dia, desses caras sim eu tenho pena, se não tão feliz ganhando 30 mil por mês, então vão trabalhar como operadora de telemarketing ganhando mil conto.

[2]

Até parece que foram sequestradas e forçadas, debaixo de arma de fogo, a fazer as cenas... Angry

Piedade, compaixão e revolta pelo que acontece eu sinto pelas mulheres que são capturadas pelo Estado Islâmico e reduzidas a escravas sexuais.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Josey Wales - 09-09-2014

Se não me engano, essa organização (The Pink Cross) foi fundada por uma ex atriz lá dos EUA que pegou uma doença cabulosa na laringe, segundo ela por sexo oral nas cenas (deep throat).

Tá, fatalidade... Mas a mina não sabia onde tava se metendo? Ou como já disseram, os produtores vão lá e botam arma na cabeça delas?

Quer só a parte fácil da vida? Vira hippie!

Ganha como falaram mais em uma cena que muita gente em um mês, em um ano, e fica de MIMIMI! Lavar uma louça, arrumar uma casa pra ganhar salário mínimo + INSS ninguém quer, né?


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Coach Man - 09-09-2014

(09-09-2014, 04:27 PM)Jaguar Paw Escreveu:
(09-09-2014, 03:36 PM)Brutus Escreveu: Nem eu, ninguém obrigou elas a entrar nessa vida e ficar nela, elas ganham em um mês o que um pedreiro ganha por ano, se fodendo todo trabalhando no sol, carregando sacos de 50 kg, tendo que trabalhar 10 horas por dia, desses caras sim eu tenho pena, se não tão feliz ganhando 30 mil por mês, então vão trabalhar como operadora de telemarketing ganhando mil conto.

[2]

Até parece que foram sequestradas e forçadas, debaixo de arma de fogo, a fazer as cenas... Angry

Piedade, compaixão e revolta pelo que acontece eu sinto pelas mulheres que são capturadas pelo Estado Islâmico e reduzidas a escravas sexuais.


Exatamente Jaguar.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Coach Man - 09-09-2014

As produtoras pagam varios exames para as atrizes e atores. Pra fazer filme porno tem que ta com os exames em dia, não ter dst...


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Thanatos - 09-09-2014

(09-09-2014, 04:27 PM)Jaguar Paw Escreveu:
(09-09-2014, 03:36 PM)Brutus Escreveu: Nem eu, ninguém obrigou elas a entrar nessa vida e ficar nela, elas ganham em um mês o que um pedreiro ganha por ano, se fodendo todo trabalhando no sol, carregando sacos de 50 kg, tendo que trabalhar 10 horas por dia, desses caras sim eu tenho pena, se não tão feliz ganhando 30 mil por mês, então vão trabalhar como operadora de telemarketing ganhando mil conto.

[2]

Até parece que foram sequestradas e forçadas, debaixo de arma de fogo, a fazer as cenas... Angry

Piedade, compaixão e revolta pelo que acontece eu sinto pelas mulheres que são capturadas pelo Estado Islâmico e reduzidas a escravas sexuais.

Falou tudo.

Infelizmente as feminazi criticam tanto as mulheres que se prostituem e as atrizes porno por serem "oprimidas pelo patriarcado", só para tentar proibir a prostituição e INFLACIONAR O BUCETOCARD. Ao mesmo tempo que não estão nem ai pras "escravas do estado Islâmico", porque os Muçulmanos radicais são aliados dos esquerdopatas.


RE: DOCUMENTÁRIO: MULHER NOS FILMES PORNOGRÁFICOS - Jaguar Paw - 09-09-2014

A análise da ruiva, como tudo o que é maculado pelo marxismo cultural, é estúpida. Não são as produtoras que impõem um determinado padrão de pornografia, elas oferecem aquilo que o público deseja. Ou seja, se houvesse demanda por filmes, como os da década de 70, por parte de gente disposta a pagar por eles, certamente haveria a oferta destes filmes. Mas se a demanda é por pornô brutal e/ou sórdido, elas a atendem da mesma forma.

Foi a sociedade que mudou nestes mais de quarenta anos, a indústria do pornô só fez mudar de acordo com ela.

O que nos leva ao fator mais intrigante de todos, o que mantém esta indústria atuando nestes tempos de pirataria generalizada do material que ela produz?