Fórum do Búfalo
[Reflexão] A real e o bambu-chinês - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Desenvolvimento Pessoal (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=28)
+--- Fórum: Outros (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=12)
+--- Tópico: [Reflexão] A real e o bambu-chinês (/showthread.php?tid=7414)

Páginas: 1 2


[Reflexão] A real e o bambu-chinês - AC300 - 05-11-2014

[Imagem: imagesCAU0R813.jpg]

Depois de plantada a semente do bambu, não se vê nada por aproximadamente cinco anos, exceto um pequeno broto. Todo o crescimento é subterrâneo, uma complexa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra, está sendo construída. Então, ao final do quinto ano, o bambu-chinês cresce velozmente até atingir a altura de 25 metros.

A vida do realista é muito semelhante a esse processo. Depois que conhece, internaliza a real e “sai” da matrix dos relacionamentos amorosos, começa a dura batalha do desenvolvimento pessoal. É preciso ter disciplina, investir tempo e esforço para nutrir o seu crescimento. Pode não ver resultados por semanas, meses ou até anos. Durante a jornada, cometerá muitos erros e aprenderá com eles. A cada porrada levada da vida ficará mais forte e resistente.

Poucos ou ninguém a sua volta reconhecerão o teu esforço, alguns vão tentar te desmotivar, dizer que não é possível, que não vai conseguir. Mas todo homem não deve buscar reconhecimento ou bajulações e nem se abater com palavras de agouro. Claro, reconhecimento é bem vindo, mas é apenas a cereja do bolo. Lembre-se que o seu desenvolvimento deverá ser algo discreto, silencioso.

Todo este trabalho só pode ser feito por você e para você, mas é a real quem te dá às ferramentas necessárias para atingir o seu objetivo. Desde que saiba usá-las de forma adequada, mais cedo ou mais tarde conseguirá chegar até o seu "quinto ano". A partir daí, todos vão notar o seu sucesso e alguns tentarão se aproveitar disso. Quando isso acontecer, o GdR será maduro e experiente o suficiente para se desvencilhar das armadilhas e usufruir da sua vitória.

[Imagem: 17676_483620061701807_1400282327_n.jpg]



RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Mad Max - 06-11-2014

Perfeito.


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Vinizera - 06-11-2014

Bacana!


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Menegotto - 06-11-2014

show. disse tudo


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Peludo - 06-11-2014

E quando chegar no momento de "estagnação" no crescimento, não se desesperar, entender que as vezes o crescimento ficará mais devagar por N motivos, quando chegar este momento não perder o foco e a força de vontade, se lembrar do porquê ter chegado até ali e novamente se "organizar e organizar"...

Belo tópico confrade!


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - cabraman - 06-11-2014

refletindo


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Tomazzino - 07-11-2014

Excelente, e não há como uma pessoa deixar de crescer querendo crescer, é impossível!


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Bean - 07-11-2014

Interessante,

Mostrar ConteúdoSpoiler:



RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Chimera - 07-11-2014

Edificante!


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - ectos - 09-11-2014

Boa reflexão. um bom exemplo que serve para muitos


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Tomazzino - 18-02-2015

Excelente, retornei para ler!


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Deuxcartes - 19-02-2015

Belo texto com certeza. Salvo.


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Luigi Dracula - 19-02-2015

Sábias palavras escritas pelo autor do texto.

Aos poucos tenho notado algumas evoluções nas minhas atitudes e comportamentos condizentes com o relatado na reflexão acima.


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Ali - 19-02-2015

Alguém mostra esse texto pro Tim Laflour


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - PRAGAKHAM - 19-02-2015

Show de bola esta comparação e como a lapidação do diamante e a vida do homem junto a real.
Atualmente os resultados são pra ontem, mas e como resultados de papel em água de nada adianta, temos que aplicar a técnica budista quase de imediato. Buscar a paz interior para que possamos através da serenidade interior caminhar sobre as águas e buscar o caminho certo, dispensando toda a ansiedade aflição e outros que afligem nossa paz interior. Precisamos de foco e para foco precisamos de paz serenidade vontade , calma com o mundo e principalmente nos mesmos, porque todo o mundo e contra nos e uma batalha árdua, e matando um leão por dia que chegamos no final, eu sempre busquei a paz interna ela e a fonte de energia e força inquebrantável , sua interface externa pode se romper e quebrar e rachar mas se sua paz interior sua fonte estiver serena transparente e em paz, seras invencível, ela pode chegar a romper, mas não quebrara por ser firme como rocha , quando nos limpamos das trapaças do mundo, sentimentos nefastos e negativos, duvidas, esperanças, esses itens são ferramentas que tentam nos romper ate quebrar, se exalarmos para bem longe de nos esses itens, teremos serenidade e paz interna, uma validação interna forte onde devemos ter aceitação de que tudo não passa de apenas armas e ciladas do mundo contra nos, e devemos arrebentar dentro de nos essas negativas, morrendo dentro de si , e nascendo novamente mais limpo e solido, aceitando o mundo do jeito que ele e, que não adianta tampar o sol com a peneira, achar que tudo e mil maravilhas, quando aceitamos as coisas do jeito que elas são , fica mais fácil conviver com o negativo, tornando o comum , como uma normal da vida, e dando passagem para uma abertura mais transparente das coisas que buscamos.
Devemos através da oração, da pratica da paz, ou ate exercícios para a mente que nos leve a uma serenidade ampla uma energia limpa dentro de nos, fora deste mundo que tenta nos tragar vivos. Tudo que nos leve ao êxtase pessoal
e valido, devemos construir nossa fonte interna nossa bateria de foco, doses de ânimos deve ser em grandes concentrações em nossas veias. Todo material todo aparato que nos concentre animo deve ser bem aceita, devemos nos limpar das desgraças femininas dos veneno da morte, devemos ter aceitação que o ser de buceta e apenas para o companheirismo do mundo no modo corporal, que os sentimentos deste ser e apenas para destruição, basta ver as estatísticas, são raros casos que nos dias de hoje nem existe, apenas nos tempos antigos através da castidade ou submissão protagonizada existiu algum caso que podemos tirar conclusões certas.
Precisamos apenas do companheirismo corporal e como uma fonte de saciação de nossos períodos fornicados.
Buscando a paz através de exercícios ate físicos geramos paz interna, porque deixamos nosso corpo saciado regulado e ajustado, nossa mente extrai todo o bem, expurgando o mal de si mesmo, pois a mente problemática e nêurada e absorvida pelas armadilhas do mundo ela so tende a apodrecer, e a mente doente, apodrece a alma e o coração e sera refletido no seu externo te levando a morte rapidamente.
Tento fazer minha mente um trevo de carro de entra e sai para não estagnar nem entre o bem nem entre o mal, mas sim a logica das coisas, processo bruto de viver. Quem nem tudo na vida e flores, Cuide da sua alma e coração de doses de animo na sua vida.


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Lenhador da Real - 19-02-2015

Excelente texto! Muito motivador, preciso e realista!

Praticarei esta leitura sempre que fraquejar. Certamente vai me ajudar bastante!


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Hermann - 19-02-2015

Assim como as raízes desenvolvem-se sob a terra,invisível aos nossos olhos,o realista transforma-se interiormente.


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - JonPicon - 19-02-2015

Muito bom! Os frutos não crescem rápido. É preciso ter paciência, ir jogando água e cuidando. Pois, quando um fruto nascer, nascerão os demais seguidamente.

E depois..
[Imagem: 341951.jpg]


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - NW GD FLW - 19-02-2015

(05-11-2014, 08:59 PM)AC300 Escreveu: Lembre-se que o seu desenvolvimento deverá ser algo discreto, silencioso.

Maravilhoso texto AC300, esse é o caminho, continuemos.


RE: [Reflexão] A real e o bambu-chinês - Azoth - 20-02-2015

AC300, acompanho seus posts desde o MR e são sempre excelentes.

A paciência é uma das virtudes que mais prezo - afinal, ela que nos permite aumentar nossa perspectiva enquanto solidificamos nossas estruturas.