Fórum do Búfalo
Investimento no Tesouro Direto - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Desenvolvimento Pessoal (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=28)
+--- Fórum: Finanças (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=24)
+--- Tópico: Investimento no Tesouro Direto (/showthread.php?tid=780)

Páginas: 1 2


Investimento no Tesouro Direto - Groo - 14-01-2012

Investimento no Tesouro Direto


Num momento de crise econômica como esse, muitos investidores buscam alternativas de investimento seguras. Uma das que mais estão se destacando nesse momento é o Tesouro Direto.

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa de vendas de títulos públicos.


E o que são Títulos Públicos?

Títulos Públicos são ativos de renda fixa que possuem a finalidade de captar recursos para o financiamento da dívida pública e financiar atividades do Governo Federal, como educação, saúde e infra-estrutura.


Quais as vantagens de investir no Tesouro Direto?

Existem várias vantagens ao investir no Tesouro entre elas posso citar algumas:

* Com apenas R$100, um investidor já pode comprar Títulos;
* Capacidade do investidor de gerenciar seus investimentos escolhendo Títulos de curto, médio ou longo prazo;
* Capacidade do investidor de escolher Títulos que renderão de acordo com índices de inflação, taxa SELIC ou prefixados
* Alta liquidez. O Tesouro Nacional garante a recompra do seu título todas as quartas-feiras;
* As taxas de administração e custódia são baixas e o IR é cobrado só no momento de venda ou vencimento do título, isso significa que o valor que você pagaria de IR renderá enquanto manter o investimento;
* Após a data de vencimento, o seu investimento será creditado automaticamente em sua conta.


O que é melhor? Tesouro direto ou Fundos de Renda Fixa?

Muitos Fundos de Renda Fixa investem grande parte do patrimônio em Títulos Públicos. A maior vantagem de investir no Tesouro Direto, além das citadas acima, é que você fica livre de intermediários, ou seja, você não pagará para as instituições financeiras a taxa de administração que ela cobrará por gerencias seus títulos.


Posso vender Títulos Públicos antes do vencimento?

Pode. Há apenas um porém, o Tesouro Nacional não pode afirmar se o investidor obterá ganho ou perda financeira nesse caso, dependerá das condições de mercado na referida data.
No entanto, se o investidor manter os títulos até a data de vencimento, ele receberá o valor correspondente à rentabilidade bruta pactuada no momento da compra.


Vamos ao que importa. Em quais os títulos que posso investir?


LTN: Letras do Tesouro Nacional
É um título prefixado, o investidor tem a exata noção do retorno do título se mantê-lo até a data de vencimento.

Vantagens e indicações:
O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;
Grande variedade de vencimentos;
Rende a juros compostos, a rentabilidade mensal é automaticamente reinvestida;
É indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Desvantagens:
Rendimento nominal. O investidor está sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta de inflação;
Perfil do investidor: Pouco conservador


NTN-F: Notas do Tesouro Nacional Série F

Também é um título prefixado, porém o investidor recebe “pagamentos” semestrais de juros, ou seja, o rendimento do título no final de um semestre é depositado na conta do investidor.

Vantagens e indicações:
O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;
Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
Indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Desvantagens:
Rendimento nominal. O investidor está sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta de inflação;
Perfil do investidor: Pouco conservador

NTN-B: Notas do Tesouro Nacional Série B

Proporciona ao investidor uma rentabilidade em termos reais. É um título que paga um valor fixo mais a variação do IPCA (inflação). Assim como o título acima, ele faz pagamentos semestrais.

Vantagens e indicações:
Proporciona rentabilidade real acima da inflação;
Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;
Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos, inclusive para aposentadoria, compra de casa e outros.

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros
Perfil do investidor: Conservador

NTN-B Principal
Idêntico ao título acima, porém ele não faz pagamentos semestrais, o juros é reinvestido

Vantagens e indicações:
Proporciona rentabilidade real acima da inflação;
Rende a juros compostos, a rentabilidade mensal é automaticamente reinvestida;
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;
Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos;

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros
Perfil do investidor: Conservador

NTN-C: Notas do Tesouro Nacional Série C
Proporciona ao investidor uma rentabilidade em termos reais. É um título que paga um valor fixo mais a variação do IGP-M. Ele faz pagamentos semestrais.

Vantagens e indicações:
Proporciona rentabilidade real;
Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IGP-M;
Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos;

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros
Perfil do investidor: Conservador

LFT: Letras Financeiras do Tesouro
Proporciona ao investidor uma rentabilidade igual a variação da taxa SELIC.

Vantagens e indicações:
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada à taxa de juros da economia (SELIC);

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros
Perfil do investidor: Muito conservador


Fontes:

http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/merc ... ioma=pt-br
http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro_direto/
http://www.investidorjovem.com.br/o-que ... uro-direto


É isso confrades, este é um resumo sobre os Títulos do Tesouro do governo brasileiro conhecidos como Tesouro Direto. Ã‰ uma forma bem segura de investimento, pois está garantida pelo Governo Federal. E em tese só correria risco de não ser pago, ou desaparecer; caso o Governo Brasileiro também caísse ou sofrêssemos uma invasão estrangeira devastadora..rs. Ou caso aqui entre governo diferente que não siga o capitalismo...  


Qualquer cidadão pode comprar os títulos, basta abrir uma conta em alguma corretora de valores. A compra e venda será feita pelo seu Home Broker.


Não fiquem pastando na vida, pois o mundo não vai carregar vocês nas costas!  

Força e Honra!  -bull


Re:Investimento no Tesouro Direto - Gekko - 14-01-2012

(14-01-2012, 11:47 AM)Groo link Escreveu: É isso confrades, este é um resumo sobre os Títulos do Tesouro do governo brasileiro conhecidos como Tesouro Direto. É uma forma bem segura de investimento, pois está garantida pelo Governo Federal. E em tese só correria risco de não ser pago, ou desaparecer; caso o Governo Brasileiro também caísse ou sofrêssemos uma invasão estrangeira devastadora..rs. Ou caso aqui entre governo diferente que não siga o capitalismo... 

Groo, minha cisma com títulos de longo prazo é que a dívida interna brasileira tem crescido demais nos últimos anos, por isso não tenho comprado títulos de longo prazo, pois temo que em um futuro não muito distante o Brasil não tenha mais condições de honrar o pagamento da sua dívida pública, cujos juros são os mais altos do mundo (o que é muito bom para os investidores, mas a longo prazo pode ser um fator determinante para uma moratória).

Por isso não compro nenhum título com vencimento muito distante. Qual a sua opinião sobre essa questão do endividamento excessivo?


Re:Investimento no Tesouro Direto - Groo - 15-01-2012

(14-01-2012, 10:21 PM)Gekko link Escreveu: [quote author=Groo link=topic=802.msg10180#msg10180 date=1326545225]
É isso confrades, este é um resumo sobre os Títulos do Tesouro do governo brasileiro conhecidos como Tesouro Direto. É uma forma bem segura de investimento, pois está garantida pelo Governo Federal. E em tese só correria risco de não ser pago, ou desaparecer; caso o Governo Brasileiro também caísse ou sofrêssemos uma invasão estrangeira devastadora..rs. Ou caso aqui entre governo diferente que não siga o capitalismo... 

Groo, minha cisma com títulos de longo prazo é que a dívida interna brasileira tem crescido demais nos últimos anos, por isso não tenho comprado títulos de longo prazo, pois temo que em um futuro não muito distante o Brasil não tenha mais condições de honrar o pagamento da sua dívida pública, cujos juros são os mais altos do mundo (o que é muito bom para os investidores, mas a longo prazo pode ser um fator determinante para uma moratória).

Por isso não compro nenhum título com vencimento muito distante. Qual a sua opinião sobre essa questão do endividamento excessivo?
[/quote]


Gekko, os nossos juros estratosféricos também me incomodam muito! Não aceito os argumentos esfarrapados das múmias do Copom.

Para não me alongar em detalhes desse assunto chato, vou usar uma metáfora : "Se todos os países ricos ou prósperos do mundo podem crescer muito bem com juros civilizados; porque o Brasil não pode?" - Essa frase para mim resume bem esse assunto.

Mas quanto a sua questão sobre o endividamento excessivo com possível moratória e a relação aos investimentos em títulos do governo.

-> É difícil ter uma opinião formada, pois é uma hipótese bem incerta. Não acho que iremos "quebrar" em um futuro próximo, se a coisa ficar feia e o governo decretar moratória...acredito eu, que seria uma catástrofe econômica tão grave que poucos tipos de investimentos ficaram imunes aos efeitos. Uma moratória de Títulos Públicos como esses atingiria investidores internos!! Bancos e grandes empresas poderiam até falir = Caos total!. Ou seja, para mim é uma questão atrelada a saúde do próprio país e da República.

As moratórias anteriores decretadas pelo Brasil foram em uma outra época onde nossa economia era muito mais fechada; e contra credores no exterior( títulos vendidos no exterior).

Nesse caso do Tesouro Direto os efeitos seriam outros, e muito complicados na nossa realidade econômica interna. ( por ex. a maioria dos Fundos de Investimentos, desses comuns dos Bancos de varejo; investe parte de seu capital nesses mesmos títulos públicos acima.. Uma moratória afetaria tudo. Seria difícil alguém não ser atingido)

Resumindo : Penso que são bem seguros sim, se quiser pode ir tranquilo. É mais fácil outro investimento por aí dar alguma m*** do que o Tesouro Direto.


Re:Investimento no Tesouro Direto - Gekko - 15-01-2012

Verdade. Se o governo decretar moratória, meus investimentos em fundos imobiliários e em ações também vão ser profundamente afetados. Seria uma situação da qual ninguém escaparia mesmo. Deixar de investir nos títulos públicos por esse motivo é criar ilusões de que é possível se proteger de uma crise econômica profunda.


RE: Investimento no Tesouro Direto - Tiago Sorine - 29-12-2013

Primeiramente gostaria de pedir ao confrade Sacerdote John Preston, seus préstimos para decodificar o tópico.

Bem vamos lá...recentemente, vi uma reportagem sobre o Tesouro Direto. Me interessei e entrei no site ontem fiquei quase que a tarde inteira lendo o site do Tesouro Direito, tentando entender mais sobre.

Na teoria parece ser bem mais rentável do que os outros investimentos que temos no Brasil, mas há os riscos citados acima pelo Gekko.

Então, gostaria de abrir uma discussão com os confrades levantando opiniões sobre o que acham do investimento no Tesouro Direto.

Abaixo alguns vídeos:

Para especialistas do Top Money, vale a pena investir no Tesouro Direto


Saindo da Poupança: conheça o Tesouro Direto



RE: Investimento no Tesouro Direto - INVESTIDOR - 29-12-2013

MINHA OPINIÃO

TD deve ser levado até o vencimento

Pois ocorre flutuações diariamente

Quem aplicou no TD em NTB e LTN no começo do ano esta perdendo 30%

Mas quem for levar os titulos até seus respectivos vencimentos receberá o acordado na epoca da compra, que era algo por volta de 4% + IPCA ou 9% pre fixado.

Quem compra o TD hoje consegue uma taxa muito melhor que estas citadas acima.
6,5% + IPCA ou 13% pre fixado.

Da mesma forma que ocorreu a desvolizaração recente, em 2012 houve uma valorização de uns 50%.

Conclusão, no CP vai oscilar bastante, logo o objetivo do TD é comprar e segurar até o vencimento.

Se não quiser ter flutuação compre LFT que é o titulo que apenas valoriza e geralmente segue a SELIC.


RE: Investimento no Tesouro Direto - Gekko - 30-12-2013

Eu concordo com o confrade investidor, mas faço uma ressalva:


Se você comprar os títulos em épocas de altas nos juros, você os comprará com deságio e, assim que os juros caírem, poderá vendê-los com ágio. Dessa forma é possível obter bons lucros especulando com títulos da dívida pública. Mesmo se não ocorrer uma queda nos juros, o valor do rendimento contratado a ser recebido no vencimento será maior. Ou seja, só compensa comprar títulos públicos em épocas de altas na taxa básica de juros.


RE: Investimento no Tesouro Direto - INVESTIDOR - 30-12-2013

(30-12-2013, 09:08 AM)Gekko Escreveu: Eu concordo com o confrade investidor, mas faço uma ressalva:


Se você comprar os títulos em épocas de altas nos juros, você os comprará com deságio e, assim que os juros caírem, poderá vendê-los com ágio. Dessa forma é possível obter bons lucros especulando com títulos da dívida pública. Mesmo se não ocorrer uma queda nos juros, o valor do rendimento contratado a ser recebido no vencimento será maior. Ou seja, só compensa comprar títulos públicos em épocas de altas na taxa básica de juros.

Exatamente.

É o que tenho feito, tenho montando posições no TD.

Alta/redução da Selic é um ciclo. Se ficarmos atentos ao movimento da pra lucrar bem.

Conforme falei acima, em 2012 houve uma redução bem agrevissava da Selic ( de 10% para 7,5%) e o TD chegou performar em 50% em apenas 1 ano.


RE: Investimento no Tesouro Direto - Sacerdote John Preston - 31-12-2013

Atendendo ao pedido do confrade Sorine, segue o texto, devidamente decodificado:

Investimento no Tesouro Direto


Num momento de crise econômica como esse, muitos investidores buscam alternativas de investimento seguras. Uma das que mais estão se destacando nesse momento é o Tesouro Direto.

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa de vendas de títulos públicos.


E o que são Títulos Públicos?

Títulos Públicos são ativos de renda fixa que possuem a finalidade de captar recursos para o financiamento da dívida pública e financiar atividades do Governo Federal, como educação, saúde e infra-estrutura.


Quais as vantagens de investir no Tesouro Direto?

Existem várias vantagens ao investir no Tesouro entre elas posso citar algumas:

* Com apenas R$100, um investidor já pode comprar Títulos;
* Capacidade do investidor de gerenciar seus investimentos escolhendo Títulos de curto, médio ou longo prazo;
* Capacidade do investidor de escolher Títulos que renderão de acordo com índices de inflação, taxa SELIC ou prefixados;
* Alta liquidez. O Tesouro Nacional garante a recompra do seu título todas as quartas-feiras;
* As taxas de administração e custódia são baixas e o IR é cobrado só no momento de venda ou vencimento do título, isso significa que o valor que você pagaria de IR renderá enquanto manter o investimento;
* Após a data de vencimento, o seu investimento será creditado automaticamente em sua conta.


O que é melhor? Tesouro direto ou Fundos de Renda Fixa?

Muitos Fundos de Renda Fixa investem grande parte do patrimônio em Títulos Públicos. A maior vantagem de investir no Tesouro Direto, além das citadas acima, é que você fica livre de intermediários, ou seja, você não pagará para as instituições financeiras a taxa de administração que ela cobrará por gerencias seus títulos.


Posso vender Títulos Públicos antes do vencimento?

Pode. Há apenas um porém, o Tesouro Nacional não pode afirmar se o investidor obterá ganho ou perda financeira nesse caso, dependerá das condições de mercado na referida data.
No entanto, se o investidor manter os títulos até a data de vencimento, ele receberá o valor correspondente à rentabilidade bruta pactuada no momento da compra.


Vamos ao que importa. Em quais os títulos que posso investir?


LTN: Letras do Tesouro Nacional
ɉ um título prefixado, o investidor tem a exata noção do retorno do título se mantê-lo até a data de vencimento.

Vantagens e indicações:
O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;
Grande variedade de vencimentos;
Rende a juros compostos, a rentabilidade mensal é automaticamente reinvestida;
ɉ indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Desvantagens:
Rendimento nominal. O investidor está sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta de inflação;
Perfil do investidor: Pouco conservador


NTN-F: Notas do Tesouro Nacional Série F

Também é um título prefixado, porém o investidor recebe "€œpagamentos" semestrais de juros, ou seja, o rendimento do título no final de um semestre é depositado na conta do investidor.

Vantagens e indicações:
O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;
Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
Indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Desvantagens:
Rendimento nominal. O investidor está sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta de inflação;
Perfil do investidor: Pouco conservador


NTN-B: Notas do Tesouro Nacional Série B

Proporciona ao investidor uma rentabilidade em termos reais. ɉ um título que paga um valor fixo mais a variação do IPCA (inflação). Assim como o título acima, ele faz pagamentos semestrais.

Vantagens e indicações:
Proporciona rentabilidade real acima da inflação;
Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;
Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos, inclusive para aposentadoria, compra de casa e outros.

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros
Perfil do investidor: Conservador

NTN-B Principal

Idêntico ao título acima, porém ele não faz pagamentos semestrais, o juros é reinvestido

Vantagens e indicações:
Proporciona rentabilidade real acima da inflação;
Rende a juros compostos, a rentabilidade mensal é automaticamente reinvestida;
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;
Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos;

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.
Perfil do investidor: Conservador

NTN-C: Notas do Tesouro Nacional Série C

Proporciona ao investidor uma rentabilidade em termos reais. ɉ um título que paga um valor fixo mais a variação do IGP-M. Ele faz pagamentos semestrais.

Vantagens e indicações:
Proporciona rentabilidade real;
Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (pagamentos semestrais) a uma taxa de juros pré-definida;
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IGP-M;
Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos.

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.
Perfil do investidor: Conservador


LFT: Letras Financeiras do Tesouro

Proporciona ao investidor uma rentabilidade igual a variação da taxa SELIC.

Vantagens e indicações:
Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada É taxa de juros da economia (SELIC);

Desvantagens:
Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.
Perfil do investidor: Muito conservador


Fontes:

http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/mercados/outros-titulos/tesouro-direto/como-investir-no-tesouro-direto.aspx?idioma=pt-br
http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro_direto/
http://www.investidorjovem.com.br/o-que-e-tesouro-direto


ɉ isso confrades, este é um resumo sobre os Títulos do Tesouro do governo brasileiro conhecidos como Tesouro Direto. ɉ uma forma bem segura de investimento, pois está garantida pelo Governo Federal. E em tese só correria risco de não ser pago, ou desaparecer; caso o Governo Brasileiro também caísse ou sofrêssemos uma invasão estrangeira devastadora..rs. Ou caso aqui entre governo diferente que não siga o capitalismo...


Qualquer cidadão pode comprar os títulos, basta abrir uma conta em alguma corretora de valores. A compra e venda será feita pelo seu Home Broker.


Não fiquem pastando na vida, pois o mundo não vai carregar vocês nas costas!

Força e Honra! -bull


RE: Investimento no Tesouro Direto - Tiago Sorine - 31-12-2013

Muito obrigado confrade!!
HeartHeartHeart


RE: Investimento no Tesouro Direto - Gekko - 01-10-2014

Dando um up neste tópico, gostaria de comentar com os senhores que, com a taxa Selic em 10,90% o investimento no TD já começa a ficar interessante, porém, há que se ter cuidado com o curto prazo e com as especulações, pois com a inflação batendo sempre no teto da meta a tendência é que os juros subam para tentar controlá-la. Comprar títulos do tesouro só é interessante em períodos de alta nos juros. Diga-se de passagem, a inflação (IPCA) só não está acima de 8% a.a. porque o governo está retendo artificialmente os preços dos combustíveis e da energia elétrica.


RE: Investimento no Tesouro Direto - mente - 16-03-2015

Confrades, considerando que a taxa selic está atualmente em 12,75% a.a e as taxas de juros subindo, vale a pena investir no tesouro direto esse ano?


RE: Investimento no Tesouro Direto - Mr. Black - 16-03-2015

Sim, vale, e muito.

Mas eu não recomendo comprar títulos pensando na flutuação de preços.

Se quer especular, acho que um "day-trade" bem feito na Bolsa traz melhor performance.

TD é para "buy-and-hold", ou seja, esperar o vencimento.


RE: Investimento no Tesouro Direto - mente - 16-03-2015

(16-03-2015, 02:43 PM)Mr. Black Escreveu: Sim, vale, e muito.

Mas eu não recomendo comprar títulos pensando na flutuação de preços.

Se quer especular, acho que um "day-trade" bem feito na Bolsa traz melhor performance.

TD é para "buy-and-hold", ou seja, esperar o vencimento.

Aí que tá Mr. Black, como minha condição de aporte é modesta, eu pensei no TD como opção de diversificação já que tô investindo em FIIs também. Mas o que me deixou com pé atrás é esse lance de vencimento do TD. Resgatar antes do vencimento dá muito prejuízo?


RE: Investimento no Tesouro Direto - Mr. Black - 16-03-2015

(16-03-2015, 03:31 PM)mentefantastica Escreveu:
(16-03-2015, 02:43 PM)Mr. Black Escreveu: Sim, vale, e muito.

Mas eu não recomendo comprar títulos pensando na flutuação de preços.

Se quer especular, acho que um "day-trade" bem feito na Bolsa traz melhor performance.

TD é para "buy-and-hold", ou seja, esperar o vencimento.

Aí que tá Mr. Black, como minha condição de aporte é modesta, eu pensei no TD como opção de diversificação já que tô investindo em FIIs também. Mas o que me deixou com pé atrás é esse lance de vencimento do TD. Resgatar antes do vencimento dá muito prejuízo?

Se não pretende levar um título até o final, compre as LFTs. O valor delas sempre varia pra mais, de acordo com a taxa Selic, ou seja, NUNCA dão prejuízo.

Mesmo assim, não resgate o seu título antes de um ano, senão o rendimento será pífio. Lembre-se, Tesouro Direto é Renda Fixa, e Renda Fixa tem incidência de Imposto de Renda, veja a tabela aqui.

Se pretende resgatar o investimento com menos de um ano, considere investir na poupança mesmo, ou em LCIs.


RE: Investimento no Tesouro Direto - mente - 17-03-2015

Obrigado por tirar minhas dúvidas Mr. Black Joinha: Vou avaliar e ver se invisto no TD mesmo ou se junto mais um pouco pra entrar no mundo das ações mesmo.


RE: Investimento no Tesouro Direto - Gekko - 19-03-2015

(16-03-2015, 01:08 PM)mentefantastica Escreveu: Confrades, considerando que a taxa selic está atualmente em 12,75% a.a e as taxas de juros subindo, vale a pena investir no tesouro direto esse ano?

Vale sim e muito, como disse o Black. E se for segurar o título, considerando a inflação subindo, eu recomendo fortemente as NTN-Bs, que tem juros pós fixados e rendimento atrelado ao IPCA.

(16-03-2015, 03:31 PM)mentefantastica Escreveu: Aí que tá Mr. Black, como minha condição de aporte é modesta, eu pensei no TD como opção de diversificação já que tô investindo em FIIs também. Mas o que me deixou com pé atrás é esse lance de vencimento do TD. Resgatar antes do vencimento dá muito prejuízo?


Essa questão do prejuízo no resgate antecipado varia conforme os juros. Se você compra um título atrelado à SELIC, em um momento em que a SELIC está em 12,75% e vende antes do vencimento com a SELIC em 14%, você toma prejuízo. Mas se a SELIC cair e você vender antecipadamente, você acaba tendo um rendimento vs tempo até melhor do que se segurasse o título, dependendo de quanto foi essa queda e do tempo que passou com o título para a questão do IR.

Considere também a opção de um fundo D.I. para ter liquidez e rentabilidade diárias. Na atual conjuntura, está rendendo um pouco mais que poupança. Só fique de olho da taxa de administração.


RE: Investimento no Tesouro Direto - Mr. Black - 19-03-2015

(19-03-2015, 09:36 AM)Gekko Escreveu:
(16-03-2015, 03:31 PM)mentefantastica Escreveu: Aí que tá Mr. Black, como minha condição de aporte é modesta, eu pensei no TD como opção de diversificação já que tô investindo em FIIs também. Mas o que me deixou com pé atrás é esse lance de vencimento do TD. Resgatar antes do vencimento dá muito prejuízo?

Essa questão do prejuízo no resgate antecipado varia conforme os juros. Se você compra um título atrelado à SELIC, em um momento em que a SELIC está em 12,75% e vende antes do vencimento com a SELIC em 14%, você toma prejuízo. Mas se a SELIC cair e você vender antecipadamente, você acaba tendo um rendimento vs tempo até melhor do que se segurasse o título, dependendo de quanto foi essa queda e do tempo que passou com o título para a questão do IR.

Na verdade, você apenas deixa de ganhar sobre os 14% da taxa Selic, mas NÃO TEM prejuízo.

Esse artigo explica exatamente o funcionamento do título Tesouro Selic (LFT).


RE: Investimento no Tesouro Direto - Rain Man - 19-03-2015

Uma dúvida que pode parecer besta a alguns, mas como sou iniciante. se a taxa de Juros e alta, ou aumenta em tenho prejuízo?

Ou seja o certo seria, comprar o Título e esperar a Taxa de Juros diminuir para assim ter lucro, ou investir no titulo com menor taxa de juros?


RE: Investimento no Tesouro Direto - Azoth - 19-03-2015

(19-03-2015, 10:59 AM)Mr. Black Escreveu:
(19-03-2015, 09:36 AM)Gekko Escreveu:
(16-03-2015, 03:31 PM)mentefantastica Escreveu: Aí que tá Mr. Black, como minha condição de aporte é modesta, eu pensei no TD como opção de diversificação já que tô investindo em FIIs também. Mas o que me deixou com pé atrás é esse lance de vencimento do TD. Resgatar antes do vencimento dá muito prejuízo?

Essa questão do prejuízo no resgate antecipado varia conforme os juros. Se você compra um título atrelado à SELIC, em um momento em que a SELIC está em 12,75% e vende antes do vencimento com a SELIC em 14%, você toma prejuízo. Mas se a SELIC cair e você vender antecipadamente, você acaba tendo um rendimento vs tempo até melhor do que se segurasse o título, dependendo de quanto foi essa queda e do tempo que passou com o título para a questão do IR.

Na verdade, você apenas deixa de ganhar sobre os 14% da taxa Selic, mas NÃO TEM prejuízo.

Esse artigo explica exatamente o funcionamento do título Tesouro Selic (LFT).

Gekko deve estar se referindo "prejuízo" no sentido do montante total que ele ganharia se mantesse até o vencimento.