Fórum do Búfalo
Pretérito Imperfeito - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Mulheres/Feminazismo/Relacionamentos (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=4)
+--- Fórum: Relatos (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=21)
+--- Tópico: Pretérito Imperfeito (/showthread.php?tid=8266)

Páginas: 1 2 3 4 5


Pretérito Imperfeito - seth_rules - 20-09-2015

Confrades, venho respeitosamente relatar minha história com o intuito de conseguir opiniões sobre o que fariam no meu lugar.
Meu relacionamento sempre foi conturbado. Várias brigas, ciúmes, jogos emocionais, comparações com Ex e ofensas.
Mas isso vem até melhorando com o tempo. Uma melhora bem significativa. Ela tem se comportado muito bem no último mês. O motivo dessa melhora acredito que seja a mudança da minha postura e a diminuição do meu apego(que era gigante). Já deixo registrado aqui meus agradecimentos ao Fórum e N.A. O apego ainda existe,claro. Não tô aqui pra pagar de desapegado até porque não sou. Apesar dos problemas listados acima, o motivo pelo qual escrevo esse relato é outro. O que mais me incomoda é NÃO ACEITAR O PASSADO DELA.

Tenho 30 e ela 25. 9 meses de namoro. Tenho ciência que com 30 não vou achar ninguém Zero Km. Não tenho essa pretensão. Não sou nenhum louco utópico.
Quando a conheci, ela tinha 24. Gostaria de não saber tanto sobre ela. Mas não pude evitar as buscas no FB e as perguntas às pessoas próximas a ela. Quanto mais eu descobria, mais eu ia atrás. Até porque é importante saber do passado. Mas talvez fui fundo demais.

Fatos do passado dela que fui descobrindo aos poucos:
-Namoro longo com SujeitoMeigo. Ficou noiva, enjoou do cara, disse que não o amava e desistiu de casar;
-Logo em seguida (10 dias depois) se dizia apaixonada pelo primo dela e correu atrás dele. O cara não quis.(ela nega e diz que ele veio atrás depois. Não acredito porque li ela dizendo pra prima que desistiu do cara porque ele não queria nada com ela);
-Depois disso ficou flertando com um cara que tinha namorada. Falava com ele todo dia por telefone(o cara a friendzonou e ela desistiu);
-Em seguida começou namoro com SujeitoLixo (esse foi namorado dela na adolescência), ficou noiva e se CASOU (isso tudo 6 MESES depois de começar o namoro com ele);
-Com esse teve Casamento no Civil e Religioso, Lua de Mel no hotel, festa cara;
-Havia ensaios fotográficos dela vestida de noiva com esses DOIS caras. Complicado ver a namorada vestida de noiva toda sorridente com DOIS caras diferentes.(ensaios feitos por uma amiga que a usava de modelo);
-Vi fotos do casamento (tudo isso no FB em uma página da fotografa amiga dela). Mandei apagar tudo. Mas o dano psicológico já estava feito;
-Houve 2 festas de noivado uma com SujeitoMeigo e outra com SujeitoLixo;
-Preparou 2 casamentos mas desistiu de um (imagine sua namorada preparando a vida dela pra dois caras antes de você);
-Tinha perfil de casal no FB com SujeitoMeigo;
-SujeitoLixo deu parabéns pra ela no FB (7meses antes de nos conhecermos) e ela se declarou pra ele na resposta. (parece bobeira, mas ler isso é difícil demais, tenho as palavras decoradas até hoje na mente. imagine se fosse sua namorada);

No princípio eu não ligava, até porque não sabia de tudo isso e estava muito apegado.
Agora... Não passo 1 dia sem pensar nessas coisas. Até perco o sono algumas vezes. O fato de planejar, entregar convites, festa chique de casamento, juramento perante Deus e a sociedade.
Vi as fotos do evento e os ensaios. Ela estava feliz e tudo. Confrades, você saber que sua mulher teve uma Lua de mel com outro cara é complicado.
Casamento foi conturbado, cheio de brigas, ofensas, desrespeito e afins. Durou menos de 3 meses.

Apenas 4 meses depois de ela voltar pra casa dos pais, me conheceu. Ficamos por 1 mês e eu todo apegado, a pedi em namoro.
Ela me comparou ao SujeitoLixo durante 8 meses do namoro. Sempre que eu cometia um erro ela dizia: "Você é pior que o SujeitoLixo" ou "Você é igualzinho o SujeitoLixo" ou "Não preciso de outro moleque, já tive um". Com menor frequência me comparava ao SujeitoMeigo "Quem me amou de verdade foi o SujeitoMeigo" Respondia: "Vai lá então com ele. Volta com ele se ele é tão bom" Ela ficava quieta. Mas faz um mês que não fala essas coisas devido minha mudança de postura.

Por um lado todo mundo teve sua história. Por outro é muito complicado ver e saber disso tudo.
Ela diz que tenho que aceitar a história dela, que tenho 30 já, que sou muito cheio de mimimi. Mas quem é machista sabe que não é facil aceitar uma parada dessa.

Lado bom da moça:
-O sexo é muito bom, demonstra gostar de mim de verdade pelo que sou;
-Não liga de eu não ter carro e andar no carro popular do meu pai;
-Sabia que eu era estagiário durante nosso namoro. (efetivei há pouco tempo);
-Quando não temos $, tomamos cerveja na praça (às vezes ela paga tudo);
-Já deixou claro que não quer meu dinheiro;
-Não gosta de balada;
-Não sai com amigas;
-É formada, trabalha;
-Demonstra querer fazer dar certo;
-É carinhosa quando está tudo bem entre nós;
-É linda e dá orgulho de andar com ela.

Há quem diga que tenho que aceitar isso para viver em paz esse relacionamento. Passado não muda. O importante é de agora pra frente. Mas quando vamos namorar, passado importa sim. Por um lado é menos mal que não passou na mão de vários homens (até onde eu sei). Por outro é ruim que foi até a última instância com quem esteve.

Toda vez que escuto falar a palavra casamento eu penso sobre isso e fico mal.
Fomos a um casamento de um amigo. Ela toda romântica disse que ficou imaginando o nosso. Eu estava imaginando o dela com o SujeitoLixo.
Talvez o erro foi tomar conhecimento de tantos detalhes, ver e rever fotos e declarações.

Ando diferente com ela e sem paciência por conta dos fatos acima. Ela anda desanimada comigo por conta da minha mudança. Já chegou até a terminar comigo algumas vezes. Eu achei até melhor. Fiquei aliviado.
Mas ela muda de ideia e vem atrás no mesmo dia. Faz maior cena com falta de ar e tudo. Nos reconciliamos todas as vezes.
Não consigo fingir que está tudo bem por muito tempo. Sempre deixo transparecer que não estou bem. Com isso perco a paciência facilmente. Então ela se irrita, brigamos e ela fica magoada.

Outras Informações:
-Ela alega que se casou mais pra sair de casa por se desentender com os pais que são rígidos;
-Divórcio no Civil saiu. Não saiu anulação do Religioso e provavelmente será negada;
-Sim, li a Real e o Perdão do Sorine;
-Nunca namorei sério, só tive rolos. Talvez por isso tanta intolerância da minha parte;
-Quando começamos a namorar eu já sabia que foi casada. Mas estava tão apegado que não liguei;
-Ela planeja se casar comigo e menciona isso desde os 3 meses de namoro;
-Ela pagou o divórcio sozinha. Paga até hoje as prestações das despesas.

Tem mais coisa nessa história mas não quero que fique muito longo.

"Mulher procura homem com futuro, homem procura mulher sem passado".

Como lidam com isso?
Alguém tem um pensamento pra compartilhar sobre isso?
Acham que é mimimi? Frescura? To procurando motivo pra terminar? Ou acham legítima minha indignação?
Pede-se que metam a real!
Obrigado por comentar.


RE: Pretérito Imperfeito - Gekko - 21-09-2015

Você diz que não procura alguém zero quilômetro, mas se incomoda com uma mulher que teve dois relacionamentos sérios. O que você quer dizer então com isso? Preferia uma que tivesse dado pra um desconhecido em uma balada? Veja bem o que você realmente procura e com o que realmente se importa ou não.

Outra coisa, se não quer saber do passado dela, por que então procura saber? Eu sou totalmente favorável que se procure saber e, caso encontre algo que eu considere inaceitável, eu termino e pronto. Essa de procurar saber do passado e depois se arrepender porque descobriu algo que lhe desagradava é coisa de quem não aguenta a realidade e prefere ser um tolo iludido feliz do que ser um realista que lida com a vida como ela é.


RE: Pretérito Imperfeito - Montini - 21-09-2015

Confrade, você está com uma DÚVIDA:

Vou contar uma história sobre a dúvida e desde já saliento que não é proselitismo religioso.

"Um rapaz estava em cima de um muro. Ao olhar para esquerda, anjos diziam:
- Rapaz, jovem, venha para o nosso lado, o lado do bem e da alegria.

Ao lado direito haviam demônios que apenas olhavam a situação e não diziam nada.

Então o rapaz indagou aos demônios porque eles não demonstravam importância para que ele fosse para o lado deles. E os demônios disseram:
- Não precisamos, pois o muro é nosso e quem está nele, está do nosso lado."




Algumas considerações antes da minha reflexão.

Nada mais natural que após um término de relacionamento ela querer se relacionar com outros.

É interessante você estar com essa dúvida pois não passará um dia mais cego, só não fiquei impulsivo. O que tiver de aparecer, aparecerá.

Jogos emocionais.


Como já dizia Parmênides, há dois caminhos. O da OPINIÃO e o da VERDADE. O da opinião induz ao erro e o da VERDADE te leva a conhecer a realidade sobre algo e te faz ver se o que está vivendo é uma verdade ou uma mentira.
No tocante, vejo que você deve estar, ultimamente, muito aflito dentro de sua mente. Você não deve estar conseguindo raciocinar muito bem quando pensa nela. Uma solução talvez seja tentar diminuir esse papo de passado com ela. Finja que esqueceu. Mas não, você não esqueceu, apenas finja. Quanto mais você tentar colocar esse papo de passado na mente dela, mais ela irá se empenhar em não fazer as atitudes que comprometam o que você diz sobre o passado. Isso é uma forma de a deixar as atitudes dela transparentes. Feito isso, você já está sendo um belo jogador. Por seguinte, analise minuciosamente, mas sem deixá-la perceber, as novas atitudes dela.
Se não mudarem nesse tempo, significa que ela, TALVEZ, queira dar uma sossegada e se casar, mas mesmo assim, não se case tão cedo. Teste-a.

"A mulher escolhe quando quer dar, e o homem escolhe quando quer casar"



RE: Pretérito Imperfeito - TheBoss - 21-09-2015

A sua situação não me parece ruim e nem boa, apenas normal e dentro do que tradicionalmente é discutido aqui.
* * *
Já namorei mulheres que mais tarde acabei descobrindo de pessoas com quem se relacionava e realmente é impressionante como elas tem o dom de conviver e administrar dois, três ou mais machos que já fizeram anal giratório no mesmo ambiente e circunstâncias.
* * *
Algumas dizem odiar este ou aquele, mas guardam seus presentinhos e até tem a cara de pau de convidá-los para eventos que o seu atual namorado vai estar presente.
* * *
Mulheres são mestres em colecionar possibilidades, elas podem ter sido abusadas, espancadas... mas a maioria é incapaz de cortar vínculos, pois sabem que um ex pode servir para algo no futuro, até mesmo para casar. O homem aqui é tratado como o objeto / meio / utilidade / escada... enfim reduzido a um nada a serviço delas.
* * * *
Você tem ao seu lado uma mulher que não é confiável, como muitas não são. O passado dela diz muito sobre seu potencial obscuro. Não é a atual fase dela que vai traçar o seu futuro, mas as circunstâncias da vida. Havendo circunstâncias que propiciem a volta do passado obscuro, pode ter certeza que ele voltará.
* * * *
Por outro lado, ela se mostra melhor que muitas outras mulheres que tem por aí, pois não te sobrecarrega e aceita sua condição financeira e social.
* * * *
Acredito que o mais sensato é continuar na levada do desapego, equilíbrio emocional e apenas creditar a ela o que ela faz e o que você pode constatar. Pouco importa que ela fala ou o que diz querer.
* * *
Infelizmente não poderá fechar os olhos ao passado dela que você já sabe e o que poderá saber. Não se prive de saber mais do passado dela, se isto vai doer só prova que você não está tão equilibrado quanto julga que está.
* * *
Um homem equilibrado não é assombrado pelo passado da mulher, mas passa a ser vacinado e aumentar nos seus cálculos as possibilidades de quebra de confiança.
* * *
Eu não casaria com ela, apenas continuaria o relacionamento se estivesse agradável e fosse possível conduzir de uma forma decente e sem desrespeito. Se você está satisfeito continua, mas não subestime a verdade, a real, os fatos / evidências e muito menos o passado e o potencial obscuro dela.


RE: Pretérito Imperfeito - Phil_Hendall - 21-09-2015

Você precisa sim pesar o passado dela, pois mesmo com as qualidades que ela tem e com as aparentes desculpas para ter se casado e terminado seus relacionamentos anteriores, todo comportamento aprendido que ela adquiriu irá se repetir no futuro de vocês, se quiser ir em frente com isso deve ter a consciência disso. Parece muito fácil falar mas dificil de executar isso, mas como o Gekko falou:
(21-09-2015, 05:15 PM)Gekko Escreveu: Eu sou totalmente favorável que se procure saber e, caso encontre algo que eu considere inaceitável, eu termino e pronto. Essa de procurar saber do passado e depois se arrepender porque descobriu algo que lhe desagradava é coisa de quem não aguenta a realidade e prefere ser um tolo iludido feliz do que ser um realista que lida com a vida como ela é.
Se ocorreu algo que vc julga ináceitavel termine e ponto, mesmo que aparentemente irá terminar sem muitos motivos, seja egoista nesse momento vc precisa disso e faça uma análise profunda e muito sincera consigo mesmo de como será sua vida há daqui uns 1, 2, 5 anos com ela e sem ela.
Uma outra coisa confrade infelizmente dá pra perceber no modo como fala sobre ela que você ainda está apegado a ela e isto está atrapalhando seu processo de decisão, lembre-se que "mulher" ainda existe milhares ai fora, já sua vida acredito que possua apenas uma.

Sucessos e Que Deus esteja contigo, Força e Honra.


RE: Pretérito Imperfeito - Eterno Aprendiz - 21-09-2015

(20-09-2015, 11:40 PM)seth_rules Escreveu: Fatos do passado dela que fui descobrindo aos poucos:
-Namoro longo com SujeitoMeigo. Ficou noiva, enjoou do cara, disse que não o amava e desistiu de casar;
-Logo em seguida (10 dias depois) se dizia apaixonada pelo primo dela e correu atrás dele. O cara não quis.(ela nega e diz que ele veio atrás depois. Não acredito porque li ela dizendo pra prima que desistiu do cara porque ele não queria nada com ela);[1]

-Em seguida começou namoro com SujeitoLixo (esse foi namorado dela na adolescência), ficou noiva e se CASOU (isso tudo 6 MESES depois de começar o namoro com ele);
-SujeitoLixo deu parabéns pra ela no FB (7meses antes de nos conhecermos) e ela se declarou pra ele na resposta. (parece bobeira, mas ler isso é difícil demais, tenho as palavras decoradas até hoje na mente. imagine se fosse sua namorada);
Casamento foi conturbado, cheio de brigas, ofensas, desrespeito e afins. Durou menos de 3 meses.[2]

Apenas 4 meses depois de ela voltar pra casa dos pais, me conheceu. Ficamos por 1 mês e eu todo apegado, a pedi em namoro.
Ela me comparou ao SujeitoLixo durante 8 meses do namoro. Sempre que eu cometia um erro ela dizia: "Você é pior que o SujeitoLixo" ou "Você é igualzinho o SujeitoLixo" ou "Não preciso de outro moleque, já tive um". Com menor frequência me comparava ao SujeitoMeigo "Quem me amou de verdade foi o SujeitoMeigo" Respondia: "Vai lá então com ele. Volta com ele se ele é tão bom" Ela ficava quieta. Mas faz um mês que não fala essas coisas devido minha mudança de postura. [3]

Outras Informações:
-Ela alega que se casou mais pra sair de casa por se desentender com os pais que são rígidos; [4]

Confrade, não acho que você foi fundo demais, pois, certamente, temos que pesquisar até o fundo do baú o passado da nossa companheira.

[1] Nesse primeiro ponto eu já ficaria esperto. Já mostra alguns traços da personalidade dela, visto que ficou noiva e namorou longo com um rapaz e, em 10 dias, após descartar o sujeitomeigo, já estava se declarando para outro.

[2] Esse sujeitolixo, pelo seu relato, até imagino que deve ser um puta de um cafa. Namoro de adolescência e, após 6 meses de namoro, ela casar com ele? pode ter certeza que esse daí é aquele cafa que ela sempre foi apaixonada e que ele, no entanto, só queria marmitar com ela. Provavelmente, quando reataram o namoro de adolescência, ele deve ter feito juras de amor e falou que iria mudar. Ela, "acreditando" nisso, deu mais um voto de confiança e, consequentemente, ele a usou mais uma vez. Não é a toa que durou apenas 3 meses de casado.

[3] O fato de ela te comparar com o SujeitoLixo durante 8 meses do namoro e de ter se declarado para ele na reposta de aniversário(mesmo que 7 meses antes de conhecer você), na minha opinião, ela ainda gosta do sujeitolixo (o cafa). Tiro isso não de pensamentos vagos e sem fundamentos, mas, de algumas experiências próprias que já tive. Já tive relacionamentos desse tipo. O meu atual, inclusive, tem algumas semelhanças com essa situação. Relacionamento, inclusive, que ainda estou criando coragem para honrar minhas bolas e acabar. Mas, enfim, eu no seu lugar abriria os olhos para isso, pois, por mais que possa aparentar ser besteira, não é. Não há motivos plausíveis para ela ainda ter se declarado para o ex marido sujeitolixo (o cafa) dela, a não ser que ela ainda queira dar para ele, óbvio.

[4] Confrade, aqui foi um ponto que também me chamou bastante atenção. Como assim, ela casar apenas pra sair de casa por se desentender com os pais que são rígidos???. Se o desentendimento com os pais era tão grande assim, por que ela não casou antes, com o sujeitomeigo??. Se o real motivo do casamento fosse apenas sair da casa dos pais, certamente, ela já teria feito isso muito antes com o sujeitomeigo. Mas, ao contrário, ela "esperou" mais um pouco para casar com o sujeitolixo. Um pouco estranho a justificativa dela.

É isso, confrade. Comentei sobre alguns fatos que acredito serem importantes. Sei que ela também tem feito coisas boas para você, assim como você frisou logo acima. Mas, no meu ver, apenas analisando os fatos com o que você relatou, ela ainda sente alguma coisa pelo ex dela, o sujeitolixo, não é a toa que a inquilina não perdeu um momento para se declarar para ele (mesmo que 7 meses antes de você). Cabe a você analisar os prós e os contras e colocar tudo na balança e, logo após, tomar uma decisão mais correta. Que Deus te ajude a tomar a decisão certa. Boa Sorte.


RE: Pretérito Imperfeito - São Jorge - 21-09-2015

Confrade, antes de mais nada, sugiro que avalie como essa situação está lhe afetando.

Mais importante que saber o que faríamos no seu lugar é analisar como essa situação contribui para o seu crescimento.

Pelo seu relato, depreende-se que o senhor está sofrendo. Sofrimento pode trazer mudança, crescimento ou te jogar no buraco da depressão.

Talvez o relacionamento já deu o que tinha que dar, já lhe ensinou a preciosa lição sobre o perfil feminino dominante.

Agora, se pergunte se quer continuar sendo o estagiário recém-efetivado sem carro de 30 anos que é humilhado pela namorada ou se quer investir mais tempo em você e se livrar de um relacionamento natimorto.

Se sua televisão deixa de funcionar como deveria, você não briga, discute ou fica magoado. Você se livra dela e compra uma nova. Ou nem compra.

Existem bilhões de mulheres lá fora mas só UM de você. E nenhuma dessas bilhões fará nada, absolutamente, pelo seu crescimento.


RE: Pretérito Imperfeito - Marcílio - 21-09-2015

Também achei estranho essa história "estou com 30 anos, to velho".

Bem, vc pode se achar velho ou não, mas se vc é pobre, aí é problema. E se não tem perpectiva de crescimento profissional, então é melhor ficar com essa aí mesmo.

Agora se tiver em ascensão, tanto a nível financeiro como físico, aí com certeza procurava outra.

Não ficava com ela por questão de saúde mental mesmo.


RE: Pretérito Imperfeito - Loki - 21-09-2015

Penso que você deveria manter o ceticismo saudável com ela e parar de se martirizar pelo seu passado ou isso irá te consumir.


RE: Pretérito Imperfeito - Hombre de hielo - 21-09-2015

No começo nao gostava dessa estoria de passado sexual feminino, hoje sou pratico... nao fui o primeiro = nao serei o ultimo (nunca vou morar com ela). Agora tu quer morar junto achando que vai ter sexo regular e de qualidade... nao pague pra ver!

Ela acabou com esse noivo dela (e provavelmente o traiu), pois os homens que 'noivam' sao vistos como 'enroloes'.


RE: Pretérito Imperfeito - TheBoss - 21-09-2015

(21-09-2015, 08:38 PM)Hombre de Hielo Escreveu: No começo nao gostava dessa estoria de passado sexual feminino, hoje sou pratico... nao fui o primeiro = nao serei o ultimo (nunca vou morar com ela). Agora tu quer morar junto achando que vai ter sexo regular e de qualidade... nao pague pra ver!

Morar junto buscando mais sexo é uma das piores burrices que o cara pode fazer. É inversamente proporcional a quantidade e qualidade do sexo... casamento taí pra comprovar... ehehheh


RE: Pretérito Imperfeito - Rooster - 21-09-2015

Depois que já se estabeleceu o relacionamento, ver fotos/vídeos com os ex dela, ou saber de detalhes da vida dela com eles, traz uma certa "proximidade" que desperta nosso instinto territorialista. Não é esse papinho de insegurança ou ciuminho que as feministas tanto gostam de nos acusar. É o mais puro instinto do macho de preservar o território que conquistou.

Esse é um dos motivos que me levam a investigar toda vida pregressa da mulher, ANTES de estabelecer um relacionamento mais sério. É uma forma de se preservar dessa dor toda que ocorre quando vê essas merdas depois que já engajou num namoro.


RE: Pretérito Imperfeito - Albert Wesker - 21-09-2015

Só pelo fato dela ter tido um casamento que durou menos de 3 meses,rebaixaria ela pra marmita


RE: Pretérito Imperfeito - Loki - 21-09-2015

(21-09-2015, 09:37 PM)Albert Wesker Escreveu: Só pelo fato dela ter tido um casamento que durou menos de 3 meses,rebaixaria ela pra marmita

Não tinha parado pra pensar nisso e realmente é uma opinião a se considerar.

Isso é um bom indicio de que ela é instável emocionalmente.

Abre o olho...


RE: Pretérito Imperfeito - Marcílio - 21-09-2015

(20-09-2015, 11:40 PM)seth_rules Escreveu: -Ela alega que se casou mais pra sair de casa por se desentender com os pais que são rígidos;

A mulher teve 2 casamento, sendo que 1 durou 6 meses e outro 3 meses.

No primeiro, ela diz que casou mais pra sair de casa dos pais.

Nunca vi uma mulher que seja prestável tendo desavenças sérias com pais, a não ser se esses últimos forem pilantras.

Esse espírito rebelde + utilitarismo dela de usar casamento pra outros fins, realmente é um caso a se pensar.

E como confrade disse acima, dá pra perceber claramente que ela é instável emocionalmente.

Convenhamos também, né! Isso é que que ela DIZ ser, e não o que realmente é. Na maioria das vezes, o caso é bem pior do que o relatado.

Mas enfim, cada faz o que quer.


RE: Pretérito Imperfeito - seth_rules - 21-09-2015

(21-09-2015, 05:15 PM)Gekko Escreveu: Você diz que não procura alguém zero quilômetro, mas se incomoda com uma mulher que teve dois relacionamentos sérios. O que você quer dizer então com isso? Preferia uma que tivesse dado pra um desconhecido em uma balada? Veja bem o que você realmente procura e com o que realmente se importa ou não.

Outra coisa, se não quer saber do passado dela, por que então procura saber? Eu sou totalmente favorável que se procure saber e, caso encontre algo que eu considere inaceitável, eu termino e pronto. Essa de procurar saber do passado e depois se arrepender porque descobriu algo que lhe desagradava é coisa de quem não aguenta a realidade e prefere ser um tolo iludido feliz do que ser um realista que lida com a vida como ela é.

Gekko, sei que é incoerente. Não gostaria que ela tivesse dado pra desconhecido na balada. Seria pior. Mas o fato do casamento e eu ter visto tudo e ter sido comparado todo esse tempo, pesou.

(21-09-2015, 05:57 PM)Brmderati Escreveu: Confrade, você está com uma DÚVIDA:

Vou contar uma história sobre a dúvida e desde já saliento que não é proselitismo religioso.

"Um rapaz estava em cima de um muro. Ao olhar para esquerda, anjos diziam:
- Rapaz, jovem, venha para o nosso lado, o lado do bem e da alegria.

Ao lado direito haviam demônios que apenas olhavam a situação e não diziam nada.

Então o rapaz indagou aos demônios porque eles não demonstravam importância para que ele fosse para o lado deles. E os demônios disseram:
- Não precisamos, pois o muro é nosso e quem está nele, está do nosso lado."




Algumas considerações antes da minha reflexão.

Nada mais natural que após um término de relacionamento ela querer se relacionar com outros.

É interessante você estar com essa dúvida pois não passará um dia mais cego, só não fiquei impulsivo. O que tiver de aparecer, aparecerá.

Jogos emocionais.


Como já dizia Parmênides, há dois caminhos. O da OPINIÃO e o da VERDADE. O da opinião induz ao erro e o da VERDADE te leva a conhecer a realidade sobre algo e te faz ver se o que está vivendo é uma verdade ou uma mentira.
No tocante, vejo que você deve estar, ultimamente, muito aflito dentro de sua mente. Você não deve estar conseguindo raciocinar muito bem quando pensa nela. Uma solução talvez seja tentar diminuir esse papo de passado com ela. Finja que esqueceu. Mas não, você não esqueceu, apenas finja. Quanto mais você tentar colocar esse papo de passado na mente dela, mais ela irá se empenhar em não fazer as atitudes que comprometam o que você diz sobre o passado. Isso é uma forma de a deixar as atitudes dela transparentes. Feito isso, você já está sendo um belo jogador. Por seguinte, analise minuciosamente, mas sem deixá-la perceber, as novas atitudes dela.
Se não mudarem nesse tempo, significa que ela, TALVEZ, queira dar uma sossegada e se casar, mas mesmo assim, não se case tão cedo. Teste-a.

"A mulher escolhe quando quer dar, e o homem escolhe quando quer casar"

Confrade, não entendi muito bem sua resposta. Mas curti muito sua frase no final.

(21-09-2015, 06:07 PM)TheBoss Escreveu: A sua situação não me parece ruim e nem boa, apenas normal e dentro do que tradicionalmente é discutido aqui.
* * *
Já namorei mulheres que mais tarde acabei descobrindo de pessoas com quem se relacionava e realmente é impressionante como elas tem o dom de conviver e administrar dois, três ou mais machos que já fizeram anal giratório no mesmo ambiente e circunstâncias.
* * *
Algumas dizem odiar este ou aquele, mas guardam seus presentinhos e até tem a cara de pau de convidá-los para eventos que o seu atual namorado vai estar presente.
* * *
Mulheres são mestres em colecionar possibilidades, elas podem ter sido abusadas, espancadas... mas a maioria é incapaz de cortar vínculos, pois sabem que um ex pode servir para algo no futuro, até mesmo para casar. O homem aqui é tratado como o objeto / meio / utilidade / escada... enfim reduzido a um nada a serviço delas.
* * * *
Você tem ao seu lado uma mulher que não é confiável, como muitas não são. O passado dela diz muito sobre seu potencial obscuro. Não é a atual fase dela que vai traçar o seu futuro, mas as circunstâncias da vida. Havendo circunstâncias que propiciem a volta do passado obscuro, pode ter certeza que ele voltará.
* * * *
Por outro lado, ela se mostra melhor que muitas outras mulheres que tem por aí, pois não te sobrecarrega e aceita sua condição financeira e social.
* * * *
Acredito que o mais sensato é continuar na levada do desapego, equilíbrio emocional e apenas creditar a ela o que ela faz e o que você pode constatar. Pouco importa que ela fala ou o que diz querer.
* * *
Infelizmente não poderá fechar os olhos ao passado dela que você já sabe e o que poderá saber. Não se prive de saber mais do passado dela, se isto vai doer só prova que você não está tão equilibrado quanto julga que está.
* * *
Um homem equilibrado não é assombrado pelo passado da mulher, mas passa a ser vacinado e aumentar nos seus cálculos as possibilidades de quebra de confiança.
* * *
Eu não casaria com ela, apenas continuaria o relacionamento se estivesse agradável e fosse possível conduzir de uma forma decente e sem desrespeito. Se você está satisfeito continua, mas não subestime a verdade, a real, os fatos / evidências e muito menos o passado e o potencial obscuro dela.

Faz sentido o que disse The Boss

(21-09-2015, 06:26 PM)Phil_Hendall Escreveu: Você precisa sim pesar o passado dela, pois mesmo com as qualidades que ela tem e com as aparentes desculpas para ter se casado e terminado seus relacionamentos anteriores, todo comportamento aprendido que ela adquiriu irá se repetir no futuro de vocês, se quiser ir em frente com isso deve ter a consciência disso. Parece muito fácil falar mas dificil de executar isso, mas como o Gekko falou:
(21-09-2015, 05:15 PM)Gekko Escreveu: Eu sou totalmente favorável que se procure saber e, caso encontre algo que eu considere inaceitável, eu termino e pronto. Essa de procurar saber do passado e depois se arrepender porque descobriu algo que lhe desagradava é coisa de quem não aguenta a realidade e prefere ser um tolo iludido feliz do que ser um realista que lida com a vida como ela é.
Se ocorreu algo que vc julga ináceitavel termine e ponto, mesmo que aparentemente irá terminar sem muitos motivos, seja egoista nesse momento vc precisa disso e faça uma análise profunda e muito sincera consigo mesmo de como será sua vida há daqui uns 1, 2, 5 anos com ela e sem ela.
Uma outra coisa confrade infelizmente dá pra perceber no modo como fala sobre ela que você ainda está apegado a ela e isto está atrapalhando seu processo de decisão, lembre-se que "mulher" ainda existe milhares ai fora, já sua vida acredito que possua apenas uma.

Sucessos e Que Deus esteja contigo, Força e Honra.

Sim Phil, estou apegado. Não nego. Já estive bem mais. A ponto de não me importar com o passado dela e as humilhações. Mas como o apego diminuiu, tudo isso veio à tona e eu mudei minha postura. Consequentemente ela mudou a dela sentindo a iminência do término.
O problema é pensar nisso todo dia e sempre que estou com ela. Não passo um dia sem pensar e remoer isso. Um ódio enorme foi criado dentro de mim. Finjo estar tudo bem enquanto consigo, mas sempre deixo transparecer meu descontentamento e isso a entristece.

(21-09-2015, 07:14 PM)Eterno Aprendiz Escreveu:
(20-09-2015, 11:40 PM)seth_rules Escreveu: Fatos do passado dela que fui descobrindo aos poucos:
-Namoro longo com SujeitoMeigo. Ficou noiva, enjoou do cara, disse que não o amava e desistiu de casar;
-Logo em seguida (10 dias depois) se dizia apaixonada pelo primo dela e correu atrás dele. O cara não quis.(ela nega e diz que ele veio atrás depois. Não acredito porque li ela dizendo pra prima que desistiu do cara porque ele não queria nada com ela);[1]

-Em seguida começou namoro com SujeitoLixo (esse foi namorado dela na adolescência), ficou noiva e se CASOU (isso tudo 6 MESES depois de começar o namoro com ele);
-SujeitoLixo deu parabéns pra ela no FB (7meses antes de nos conhecermos) e ela se declarou pra ele na resposta. (parece bobeira, mas ler isso é difícil demais, tenho as palavras decoradas até hoje na mente. imagine se fosse sua namorada);
Casamento foi conturbado, cheio de brigas, ofensas, desrespeito e afins. Durou menos de 3 meses.[2]

Apenas 4 meses depois de ela voltar pra casa dos pais, me conheceu. Ficamos por 1 mês e eu todo apegado, a pedi em namoro.
Ela me comparou ao SujeitoLixo durante 8 meses do namoro. Sempre que eu cometia um erro ela dizia: "Você é pior que o SujeitoLixo" ou "Você é igualzinho o SujeitoLixo" ou "Não preciso de outro moleque, já tive um". Com menor frequência me comparava ao SujeitoMeigo "Quem me amou de verdade foi o SujeitoMeigo" Respondia: "Vai lá então com ele. Volta com ele se ele é tão bom" Ela ficava quieta. Mas faz um mês que não fala essas coisas devido minha mudança de postura. [3]

Outras Informações:
-Ela alega que se casou mais pra sair de casa por se desentender com os pais que são rígidos; [4]

Confrade, não acho que você foi fundo demais, pois, certamente, temos que pesquisar até o fundo do baú o passado da nossa companheira.

[1] Nesse primeiro ponto eu já ficaria esperto. Já mostra alguns traços da personalidade dela, visto que ficou noiva e namorou longo com um rapaz e, em 10 dias, após descartar o sujeitomeigo, já estava se declarando para outro.


[2] Esse sujeitolixo, pelo seu relato, até imagino que deve ser um puta de um cafa. Namoro de adolescência e, após 6 meses de namoro, ela casar com ele? pode ter certeza que esse daí é aquele cafa que ela sempre foi apaixonada e que ele, no entanto, só queria marmitar com ela. Provavelmente, quando reataram o namoro de adolescência, ele deve ter feito juras de amor e falou que iria mudar. Ela, "acreditando" nisso, deu mais um voto de confiança e, consequentemente, ele a usou mais uma vez. Não é a toa que durou apenas 3 meses de casado.

[3] O fato de ela te comparar com o SujeitoLixo durante 8 meses do namoro e de ter se declarado para ele na reposta de aniversário(mesmo que 7 meses antes de conhecer você), na minha opinião, ela ainda gosta do sujeitolixo (o cafa). Tiro isso não de pensamentos vagos e sem fundamentos, mas, de algumas experiências próprias que já tive. Já tive relacionamentos desse tipo. O meu atual, inclusive, tem algumas semelhanças com essa situação. Relacionamento, inclusive, que ainda estou criando coragem para honrar minhas bolas e acabar. Mas, enfim, eu no seu lugar abriria os olhos para isso, pois, por mais que possa aparentar ser besteira, não é. Não há motivos plausíveis para ela ainda ter se declarado para o ex marido sujeitolixo (o cafa) dela, a não ser que ela ainda queira dar para ele, óbvio.

[4] Confrade, aqui foi um ponto que também me chamou bastante atenção. Como assim, ela casar apenas pra sair de casa por se desentender com os pais que são rígidos???. Se o desentendimento com os pais era tão grande assim, por que ela não casou antes, com o sujeitomeigo??. Se o real motivo do casamento fosse apenas sair da casa dos pais, certamente, ela já teria feito isso muito antes com o sujeitomeigo. Mas, ao contrário, ela "esperou" mais um pouco para casar com o sujeitolixo. Um pouco estranho a justificativa dela.

É isso, confrade. Comentei sobre alguns fatos que acredito serem importantes. Sei que ela também tem feito coisas boas para você, assim como você frisou logo acima. Mas, no meu ver, apenas analisando os fatos com o que você relatou, ela ainda sente alguma coisa pelo ex dela, o sujeitolixo, não é a toa que a inquilina não perdeu um momento para se declarar para ele (mesmo que 7 meses antes de você). Cabe a você analisar os prós e os contras e colocar tudo na balança e, logo após, tomar uma decisão mais correta. Que Deus te ajude a tomar a decisão certa. Boa Sorte.


Ela alega que tentou fazer dar certo o casamento de todas as formas. Mas SujeitoLixo estava a desrespeitando e fazendo de tudo pra ela desistir. Sempre a mandando embora de casa dizendo que se arrependeu. Até que um dia ela realmente foi. Ela diz que ele veio atrás depois tentando voltar mas ela não quis.
SujeitoLixo começou um novo relacionamento 10 dias depois. Ela então começou a stalkear SujeitoLixo no FB desde então. Até que descobri que ela visitava o perfil dele a cada 5 dias, isso com 5 meses de namoro comigo. Então ela fez a maior cena chorando e disse que fez isso porque estava desesperada porque o SujeitoLixo tinha que assinar os papeis da separação para que o processo andasse. Caso contrário ela pagaria mais Dois Mil reais sozinha. Eu então respondi: "O que você espera ver ali? Hoje acordei com vontade de assinar documentos?" Ela desconversa. Desde então ela nunca mais vacilou pra deixar eu pegar o histórico de buscas. Sempre apaga. Mas não sou ingênuo de pensar que ela não stalkeia ele até hoje.
Outra coisa que me incomodou foi quando ela foi ao cabeleireiro e me ligou sem querer. Então escutei a conversa dela com o cortador de cabelos.
Na conversa ele pergunta se ela ainda sofre por conta da separação.
Ela respondeu que ainda sofre sim. Não sofre por amor mas ainda sofre sim.
WTF??!!

(21-09-2015, 07:31 PM)São Jorge Escreveu: Confrade, antes de mais nada, sugiro que avalie como essa situação está lhe afetando.

Mais importante que saber o que faríamos no seu lugar é analisar como essa situação contribui para o seu crescimento.

Pelo seu relato, depreende-se que o senhor está sofrendo. Sofrimento pode trazer mudança, crescimento ou te jogar no buraco da depressão.

Talvez o relacionamento já deu o que tinha que dar, já lhe ensinou a preciosa lição sobre o perfil feminino dominante.

Agora, se pergunte se quer continuar sendo o estagiário recém-efetivado sem carro de 30 anos que é humilhado pela namorada ou se quer investir mais tempo em você e se livrar de um relacionamento natimorto.

Se sua televisão deixa de funcionar como deveria, você não briga, discute ou fica magoado. Você se livra dela e compra uma nova. Ou nem compra.

Existem bilhões de mulheres lá fora mas só UM de você. E nenhuma dessas bilhões fará nada, absolutamente, pelo seu crescimento.


São Jorge, minha saúde mental está abalada há muito tempo. Tenho sofrido bastante sim. Nem me reconheço mais.
Mas me apego ao lado bom da moça.
Gostei da sua analogia confrade.


RE: Pretérito Imperfeito - Johnnie Walker - 21-09-2015

Quantas vezes vou ter que repetir nesse fórum..

UM HOMEM NAO CONSEGUE CONVIVER COM UMA MULHER CUJO PASSADO ELE CONDENA.

No mais.. Tá simulando desapego, o que é diferente de ser Desapegado e ela já perdeu o respeito por vc fazendo comparações com ex-namorados. Respeito não se recupera, vc o tem e tem que manter. Próximo passo é traição e/ou ela enjoar de vc. Sexo de qualidade só dura até aí.

Boa sorte nessa relaçao


RE: Pretérito Imperfeito - seth_rules - 21-09-2015

(21-09-2015, 07:38 PM)Don Welzo Escreveu: Também achei estranho essa história "estou com 30 anos, to velho".

Bem, vc pode se achar velho ou não, mas se vc é pobre, aí é problema. E se não tem perpectiva de crescimento profissional, então é melhor ficar com essa aí mesmo.

Agora se tiver em ascensão, tanto a nível financeiro como físico, aí com certeza procurava outra.

Não ficava com ela por questão de saúde mental mesmo.

Don Welzo, estou em ascensão tanto financeiramente quanto fisicamente. O mercado é bom pra mim. Sou comprador nesse mercado. Porém o apego ainda me prejudica.

(21-09-2015, 10:09 PM)Loki Escreveu:
(21-09-2015, 09:37 PM)Albert Wesker Escreveu: Só pelo fato dela ter tido um casamento que durou menos de 3 meses,rebaixaria ela pra marmita

Não tinha parado pra pensar nisso e realmente é uma opinião a se considerar.

Isso é um bom indicio de que ela é instável emocionalmente.

Abre o olho...


Sim confrade. Ela é bem instável


RE: Pretérito Imperfeito - RedFafnir - 22-09-2015

Liga o foda-se, enquanto estiver namorando e estiver ao menos tranquilo as coisas, vai levando

creio que vc nao vei casar com ela mesmo, até porque né... Vai namorando de boa ai e esquece essas merdas, qualquer coisa é só dar um pé na bunda


RE: Pretérito Imperfeito - canislupus - 22-09-2015

Confrade, vc é muito ciumento. Seu ciúmes ja ultrapassou o limite saudável. Eu também ja passei por isso , mas melhorei demais, com a ajuda dos confras inclusive.

Veja bem, ela estava inserida em relacionamentos sérios, foi CASADA e eu acho isso digno. Então com todo respeito, pare com essa frescura do caralho.

Ruins foram as comparações realmente.. mas isso pelo que to vendo aqui é resolvível, dá um ultimato e já era.

Abraços