Fórum do Búfalo
Armas de fogo - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Desenvolvimento Pessoal (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=28)
+--- Fórum: Outros (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=12)
+--- Tópico: Armas de fogo (/showthread.php?tid=926)

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26


RE: Armas de fogo - Thanatos - 06-02-2016

Se em uma situação de "caos completo" tivesse que escolher entre usar uma arma de fabricação caseira ou uma pistola taurus para me defender, provavelmente optaria pela arma de fabricação caseira yaoming

Agora falando sério. Glock custa um rim por causa dos impostos e outros fatores e Taurus é uma boa marca, para revólveres.

Sobre preço de armas lá fora :



RE: Armas de fogo - Gatts - 06-02-2016

(06-02-2016, 11:41 AM)Gekko Escreveu: Não consigo entender como uma munição não deflagrada poderia travar o giro do tambor.

Entretanto, essa informação sobre a pistola "desentupir" com um mero golpe do ferrolho é bem interessante. O problema é que as pistolas da Taurus não são exatamente as melhores coisas do mundo em termos de qualidade e uma Glock custa um rim.

Não tentando invalidar o que foi dito pelo confrade Daredevil, mas também nunca vi um revolver travar o tambor quando a munição não deflagra ou como chamam vulgarmente de "picar" ou "picotar", talvez possa ocorrer por desgaste no retém do tambor que é responsável por posicionar.

Revolveres picando munição é um problema simples de resolver, basta abrir a placa do cabo e dar mais pressão na mola real, consequentemente aumentando a impulsão do cão.

Realmente importadas se tornam inviáveis, mas pesquise sobre as pistolas Imbel a melhor arma nacional, os modelos MD1 em .380 são bem confiáveis, são baseadas no projeto Colt 1911 (arma que foi utilizada na segunda guerra mundial).


RE: Armas de fogo - Gekko - 06-02-2016

(06-02-2016, 01:09 PM)Thanatos Escreveu: Se em uma situação de "caos completo" tivesse que escolher entre usar uma arma de fabricação caseira ou uma pistola taurus para me defender, provavelmente optaria pela arma de fabricação caseira yaoming

Agora falando sério. Glock custa um rim por causa dos impostos e outros fatores e Taurus é uma boa marca, para revólveres.

Sobre preço de armas lá fora :
Mostrar ConteúdoSpoiler:


Exato, confrade. Os revólveres da Taurus são bons. Por isso estou mais propenso a comprar um.

P.S: tudo no Brasil é caro devido aos impostos. O governo dá uma dentada grande em tudo.


(06-02-2016, 01:32 PM)GattsRage Escreveu:
(06-02-2016, 11:41 AM)Gekko Escreveu: Não consigo entender como uma munição não deflagrada poderia travar o giro do tambor.

Entretanto, essa informação sobre a pistola "desentupir" com um mero golpe do ferrolho é bem interessante. O problema é que as pistolas da Taurus não são exatamente as melhores coisas do mundo em termos de qualidade e uma Glock custa um rim.

Não tentando invalidar o que foi dito pelo confrade Daredevil, mas também nunca vi um revolver travar o tambor quando a munição não deflagra ou como chamam vulgarmente de "picar" ou "picotar", talvez possa ocorrer por desgaste no retém do tambor que é responsável por posicionar.

Revolveres picando munição é um problema simples de resolver, basta abrir a placa do cabo e dar mais pressão na mola real, consequentemente aumentando a impulsão do cão.

Realmente importadas se tornam inviáveis, mas pesquise sobre as pistolas Imbel a melhor arma nacional, os modelos MD1 em .380 são bem confiáveis, são baseadas no projeto Colt 1911 (arma que foi utilizada na segunda guerra mundial).


Vou pesquisar esse modelo. Até agora as poucas que vi da Imbel são um tanto pesadas e trambolhudas, mas vamos ver.


RE: Armas de fogo - DON ROCKY - 06-02-2016

[Imagem: 002C164P00011_pistola_gas_01_vista_gener...annack.jpg]

Das pistolas ,
Usaria uma dessas para a defesa.


RE: Armas de fogo - Gekko - 19-02-2016

Excelente artigo comparando as pistolas Taurus e Imbel:

http://1911armasdefogo.com/2014/03/11/taurus-ou-imbel/#more-622


RE: Armas de fogo - Gatts - 19-02-2016

(19-02-2016, 01:39 PM)Gekko Escreveu: Excelente artigo comparando as pistolas Taurus e Imbel:

http://1911armasdefogo.com/2014/03/11/taurus-ou-imbel/#more-622


Projetos baseados na Colt 1911 são indiscutivelmente confiáveis, por isso a Imbel é a melhor opção de arma nacional (se tratando de pistolas). O único contra é que projetos baseados na 1911 são armas longas e mais robustas se comparadas aos modelos da Taurus como PT138,PT938 e a compacta PT938C, armas longas dificulta um pouco o porte velado, mas com a legislação atual que não permite porte de arma, isso não faz diferença.

Outros detalhes que fazem diferença em relação Imbel x Taurus: A Imbel tem curso de gatilho curto ao contrario das maioria dos modelos da Taurus, que possuem curso de gatilho longo (é algo que não me agrada), a imbel também dispõe da trava de empunhadura tornando a arma mais segura para ser portada.

Na minha opinião a Imbel MD1 GC (bifilar) em .380 é a melhor arma nacional para defesa, claro se tratando dos calibres de uso permitido.



RE: Armas de fogo - Thanatos - 11-03-2016

Depois de um tempo, resolvi atirar de 12 de novo. Eu aluguei e dei uns tiros de .22 antes só pra aquecer pq fiquei muito tempo sem atirar(tentando acertar qqr lugar do alvo e dando tiros rápidos) e depois peguei a 12. Dei 10 tiros de 12 olhe como ficou melhor se comparado com a primeira vez

[Imagem: DOZEROOOOOO01.jpg]

Mesma distância, mas da primeira vez com 12(ano passado), foi horrível meu "agrupamento"

Mostrar ConteúdoSpoiler:

Mesmo estande, mesma arma, mesma distância(15m)


RE: Armas de fogo - Marcílio - 17-03-2016

Não sei se já postaram esse video, mas achei interessante.




RE: Armas de fogo - barãozin - 17-03-2016

Dizem que essas taurus são bem traiçoeiras msm...


RE: Armas de fogo - Loki - 17-03-2016

Contar um causo aqui:

Essa semana estava dando aula aí fiz um aparte pra falar de modalidades culposas de crimes (negligência, imprudência e imperícia), nisso um aluno que é policial me fez a seguinte pergunta:

- Professor, imaginemos um sujeito que ao limpar uma arma deixar uma bala na agulha sem querer e nesse manuseio disparar um tiro contra si mesmo.

- Se ele for policial é o que? Negilgência, imprudência ou imperícia?

- Minha resposta: é burrice! yaoming

A sala toda riu pra caralho, rs, mas eu intervi pra explicar até porque não faz meu feitio humilhar aluno em sala de aula, mas ensiná-los.

- Não existe crime de auto-lesão, salvo se for praticada com intuito de fraude, como pra receber seguro, por exemplo.

Pararam as risadas e prossegui minha aula.

Fim de causo. Fuckyeah


RE: Armas de fogo - Dumont - 17-03-2016

Gatilho da Taurus PT 638 que imita o sistema da Glock facepalm::



Uma G25 custa de 5,5 a 7 KiloDilmas, uma PT 638 por volta de 4 KiloDilmas. Num cenário hipotético onde o porte fosse liberado, eu daria um jeito de arrumar dinheiro pra Glock. Uma alternativa seria revólveres Taurus (por volta de 3 KiloDilmas). Isso considerando os preços que a gente vê hoje em dia pela internet. Se o porte fosse liberado mesmo eu não sei quais variações ocorreriam nos preços.

Obs.: Estou falando isso como uma pessoa leiga em armas. Todo o conhecimento que eu tenho veio dos atiradores americanos que eu assisto no YouTube. Alguém mais experiente por favor corrija qualquer merda que eu disse.


RE: Armas de fogo - Coach Man - 17-03-2016

nao gostei desse bang de travinha no gatilho


RE: Armas de fogo - Remy LeBeau - 28-03-2016

Estou postando imagens de algumas armas de fabricação caseira que foram utilizadas no conflito da Bósnia. Atualmente, essas armas foram recolhidas e destruídas, mas algumas estão em exposição em um museu em Sarajevo. É bom destacar que durante o conflito, aquela região estava sofrendo um embargo internacional para evitar à comercialização de armas de fogo, então cada uma das três facções tinha que se virar para conseguir armamentos no mercado negro, e quando não conseguiam, recorriam a fabricação caseira.

Armas construídas com tubos de canalização de gás.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Uma espingarda/pistola calibre 12 de fabricação caseira e artesanal.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Uma escopeta de cano duplo de fabricação caseira. Fez tanto sucesso e era tão eficiente, que seu criador, durante a Guerra, criou uma empresa e passou a fabricá-la sob encomenda. Utilizava munição de caça. Possuía até mesmo um sistema de trava. Funcionava através de uma mola conectada nos dois gatilhos, permitindo um tiro duplo.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Como havia uma escassez de armamento pesado, os bosniaks (muçulmanos), desenvolveram um lançador de granadas, através de equipamentos de antigas fábricas estatais abandonadas. Segundo informações, ele permitia acoplar e disparar até três granadas simultaneamente, com um alcance de até 350 metros.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Cobra M2. Foram construídas em série, em várias fábricas clandestinas e era uma das armas preferidas dos bosniaks, com calibres variados, utilizadas em larga escala quando não conseguiam armamento estrangeiro. A plataforma foi tão eficiente, que permitia ainda uma grande variação de modelos. Foram construídas até mesmo depois da guerra, tamanho o sucesso e a praticidade.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

As duas armas da ponta direita (a dourada e aquela bem fina) foram construções caseiras, já a bazuca e as outras duas são armamentos da época da primeira e da segunda guerra, confiscados de museus da antiga Iugoslávia.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Um tanque de fabricação artesanal! O motor e a carcaça são de um T55 soviético (década de 40). A torre é de um M 18 Hellcat americano (década de 50). Foram utilizados contra tanques sérvios mais modernos dos anos 70 - 90.
Mostrar ConteúdoSpoiler:



RE: Armas de fogo - barãozin - 28-03-2016

Essas armas artesanais me lembram aquelas do Metro 2033.

Outro conceito interessante (e extremamente simples e funcional) de arma caseira:




RE: Armas de fogo - Thanatos - 28-03-2016

Já que é pra postar coisas de fabricação caseira, vejam uma submetralhadora que atira 1200 projéteis por minuto



Aqui um .50 de fabricação caseira :




RE: Armas de fogo - Deuxcartes - 28-03-2016

PUTA QUE PARIU. Literalmente lembrou METRO 2033. Não sabia que dava pra fazer essas doideiras.


RE: Armas de fogo - Devoto - 28-03-2016

Comprar uma arma de forma legal vi que é uma dificuldade, se insxcrever na PF etc e etc. Pensei em comprar lá fora e trazer só que o risco me excluiu disso! Um policial que conheço me ofereceu uma pistola mas tô meio assim o cara disse que é boa e tla mas não acredito em papai noel! só que hoje em dia ficar numa casa no rio de Janeiro sem uma arma me sinto um patinho na lagoa sem ter a chance de me defender de igual para igual porque os caras estão matando com ou sem arma reagindo ou não! essa merda de governo não legaliza o porte e os marginais tem livre acesso a armas pqp o que fazer?


RE: Armas de fogo - Remy LeBeau - 06-04-2016

Mais algumas armas da série "fabricação artesanal".

Borz (em checheno: "lobo").
Foi uma submetralhadora calibre 9mm, produzida no conflito do Cáucaso nos anos 90. Utilizava como referência aquela submetralhadora soviética PPS. Permitia pentes de até 30 projéteis. Pesava até 2kg. Era a arma mais utilizada, com exceção do material contrabandeado no mercado negro. Após o conflito, foram todas recolhidas e destruídas, algumas estão expostas em alguns museus militares.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Błyskawica (em polonês: relâmpago).
Foi uma submetralhadora completamente artesanal, fabricada por insurgentes poloneses que lutaram contra os nazistas e soviéticos na Segunda Guerra Mundial. Em torno de 700 foram construídas à época. Devido à baixa qualidade do material, eram utilizadas em operações relâmpagos (aí o nome, eu acho, hehehe) que envolviam sabotagens, defesa pessoal, assassinatos, infiltração e espionagem. Permitiam pentes com até 32 projetéis. Usavam calibres variados e pesavam até 3,5 kg.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Bechowiec.
Também polonesa. Foi uma submetralhadora artesanal, construída sob demanda (1 protótipo e 11 modelos oficiais), durante a Segunda Guerra Mundial, utilizada pelos líderes da guerrilha polonesa que enfrentavam os nazistas e soviéticos. Era tão rústica e genérica, que comportava até 2 calibres diferentes, que eram roubados dos armamentos das forças invasoras (9mm em um pente de 19 projéteis retirados das Lugers alemãs e 7.62 em um pente de 25 projéteis retirados das Tokarevs soviéticas). Chegava a pesar até 3kg.
Diz a lenda que seu criador, um ferreiro sem nenhuma instrução de armamentos, que criava através do método tentativa e erro, queria construir pistolas semi-automáticas com uma grande capacidade de armazenamento de projéteis, mas "sem querer", acabou desenvolvendo uma submetralhadora.
Todos os modelos eram pretos, para serem utilizados a noite e em missões atrás das linhas inimigas, porém, todas as que foram encontradas e restauradas foram polidas.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Fuzil automático Bogotá (FaB 556).
Esse aqui é bem recente. Em 2013 a polícia de Bogotá na Colômbia, durante uma operação, encontrou um fuzil de fabricação artesanal, que utilizava um calibre 5.56m (por isso o nome, hehehe) de uso restrito do exército colombiano. Só existe um modelo aparentemente, e de acordo com a polícia, a arma foi montada utilizando um cano de ferro e demais peças retiradas de outros fuzis. Na parte de cima, há um encaixe que permite acoplar uma mira telescópia, completamente funcional!
Junto com a arma, foi achado um pente cheio com 30 projéteis. Até hoje, ninguém sabe quem é o criador, mas suspeitam que era utilizado pelas FARC.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

FP-45 Liberator.
Foi uma pistola desenvolvida pela General Motors (!) durante a Segunda Guerra Mundial, e com o conceito criado por um adido militar polonês no exército norte-americano. A intenção, era à fabricação em massa dessa pistola simples, para ser distribuída às guerrilhas de países ocupados pelos nazistas na época da guerra. O custo de cada exemplar à época era de U$ 2.10 (ainda baixo comparado a outros equipamentos militares daquele tempo). Ela comportava apenas um projétil .45. A distância máxima do projétil era de até 7m, após isso a cápsula simplesmente desviaria do curso e cairia.
Foram utilizadas com eficiência na Grécia e na China. Alguns carregamentos que eram destinados para a Resistência Francesa foram interceptados pelos nazistas e destruídos.
Pesava até 450g.
Mostrar ConteúdoSpoiler:



RE: Armas de fogo - Thanatos - 06-04-2016

Por falar em armas de fabricação caseira, já ouviram falar do "Zagros?" um fuzil no calibre 14.5x114mm? Olha o tamanho do quebra chamas(muzzle break)

[Imagem: wPF6VgG.jpg]




RE: Armas de fogo - cabraman - 06-04-2016

Se tudo der certo, a unica coisa que me preocupa é o custo brasil.