Fórum do Búfalo
Eu penso em morrer todos os dias. - Versão de Impressão

+- Fórum do Búfalo (http://forum.bufalo.info)
+-- Fórum: Desenvolvimento Pessoal (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=28)
+--- Fórum: Saúde (http://forum.bufalo.info/forumdisplay.php?fid=13)
+--- Tópico: Eu penso em morrer todos os dias. (/showthread.php?tid=9684)



Eu penso em morrer todos os dias. - Björn - 20-10-2018

Eu acordo às 5h da manhã, sonolento, bebo meu café e vou para o trabalho. No caminho, eu pego metro/ônibus e me irrito por ter que ir esmagado no horário de pico, todo dia essa porra, se for de carro então, ah! Mas que merda pegar todo esse trânsito. No trabalho eu faço minhas tarefas no maior tempo possível, afinal, quanto mais eu faço mais aparece e isso cansa, porque os outros também fazem no maior tempo possível, ou seja, eu teria trabalhado mais e ganhado o mesmo dos outros que trabalharam menos.

Finalmente acabou minhas 8h de trabalho? Vamos voltar no horário de pico e sofrer o mesmo estresse que sofri de manhã, nessa porcaria de serviço público. Chegando em casa eu aproveito meu descanso tão merecido, vou ligar o netflix e pedir uma pizza aqui. Dia após dia, ano após ano minha vida tem sido assim…

Hoje é uma terça-feira, 3h57 da manhã, eu acordei sozinho na minha cama, com uma forte dor no peito e tá cada vez mais dificil respirar. Minha visão está escurecendo, não tenho ninguém pra me ajudar agora...eu vou morrer.

Droga, não tem ninguém pra me ajudar. Não! Meus pais, como eles vão ficar sem mim? Faz 2 meses que eu não os vejo, eu devia ter visitado eles mais vezes; E meu filho?! Ele não merece mais isso, ele só tem 10 anos! Eu prometi que a gente ia fazer tanta coisa… Eu não devia ter ficado assistindo filme ontem, eu devia ter te levado pra jogar bola como você vive pedindo!, Eu devia ter me esforçado pra te ver mais nesses 5 anos em que sua mãe e eu nos separamos; Droga, mas e sua mãe? Será que ela vai sentir minha falta? Eu nunca deveria ter me acomodado tanto… Talvez se eu tivesse me esforçado por aquilo que nós sonhávamos, talvez se eu tivesse prestado mais atenção nela. Porra! Se eu tivesse feito isso, talvez nós nunca tivessemos nos separado, você nunca teria sofrido a dor de não ter mais sua mãe e seu pai juntos.
Já quase não consigo respirar. Mas que merda. Se eu tivesse me alimentado melhor, se eu só tivesse ido na academia algumas vezes na semana. Droga...se eu soubesse que hoje era meu último dia, eu não teria perdido essas chances. Se eu soubesse, minha vida não teria acabado desse jeito”.


Bom, eu pensei em começar o texto mencionando a técnica que eu uso e em seguida abordar o assunto de fato, mas acabei me empolgando e no final eu escrevi a técnica e por consequência já abordei o assunto que queria tratar e isso basicamente tornou todo o resto do post inútil, apesar de eu não ser o melhor pra escrever nesse estilo acima. Então se você é bom de interpretação nem precisa ser ler o resto rs.

O que eu quero abordar aqui não é muito sobre a morte, mas sim sobre uma vida desperdiçada e o arrependimento como consequência disso. A morte é inevitável, mas o arrependimento é basicamente opcional, e, eu tenho plena convicção que vocês vivem, viveram, ou conhece quem vive, a vida do texto acima. Nem eu que estou escrevendo isso consigo viver sem arrependimento todos os dias, tem sempre algum que eu penso“Eu poderia ter aproveitado mais esse momento”, mas independente de não conseguir sempre, eu tento e isso me deixa cada vez mais próximo de, quando a hora chegar, partir sem essa tristeza que o arrependimento proporciona, seja amanhã ou daqui há 30 anos.

A gente escreve aqui muito como ser um homem melhor, mas nunca falamos sobre a Morte e o papel importante que ela tem para a Vida. Afinal, como nós, como homens, vamos dar o devido valor se não acreditamos que podemos perdê-la a qualquer momento? Essa é a Era da Abundância no final das contas, nós sempre temos tempo pra ver nossos amados amanhã, tempo para treinar mais amanhã, ou pra sermos melhores amanhã, até não termos mais.

Essa é a técnica que eu utilizo todo dia de manhã assim que eu acordo, pra me lembrar da importância de cada segundo daquele dia. Eu imagino que a morte vai chegar naquela noite e é inevitável, e com a morte eu imagino que eu desperdicei aquele dia fazendo o contrário do que eu acho importante. Se eu acho a família o mais importante, eu me imagino dias sem vê-los, dias sem dizer ou ter alguma atitude de carinho com eles, é essa a lembrança que eu quero que eles tenham de mim?; Se eu valorizo um corpo bonito e funcional, eu me imagino comendo muitas besteiras, e sentindo aquela naúsea de tanto açúcar, o corpo gordo e flácido, sofrendo de hipoglicêmia a cada 10 passos que eu dou; Se eu valorizo a proatividade, eu me imagino fugindo de tudo que me aparece e de tudo que possa aparecer; Se eu valorizo o trabalho duro, eu me imagino não conseguindo emprego, ou não conseguindo abrir meu negócio e as pessoas dizendo que não sou qualificado o suficiente, que não tenho perfil, ou algo do tipo; Aquela garota que chamou minha atenção e eu não fui falar com ela; E assim vai.

Assim que eu termino esse exercício mental eu vou fazer as coisas que tenho de fazer, sabendo que eu não tenho nenhuma outra escolha a não ser ter as atitudes do homem que eu quero ser. E você, se fosse morrer hoje, poderia dizer que foi/fez tudo que quis?



RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Spectro - 20-10-2018

Björn tem se mostrado um bom user com bons posts.
Acho que a civilização ocidental lida muito mal com a morte.
O título do tópico não tá legal na minha opinião, acho que podemos fazer deste tópico um bom tópico para discutir sobre o fim da vida.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Tribal.Owl - 20-10-2018

Confrade Bjorn,

Adoro essa linha de pensamento e a levo comigo no meu dia-a-dia. Inclusive, uma das minhas frases favoritas, que já tentei colocar de assinatura aqui diversas vezes e por algum motivo não consigo, é a seguinte:

"Aprenda como se fosse viver para sempre. Viva como se fosse morrer amanhã." - Santo Isidoro de Sevilha

Inclusive, me sinto satisfeito nesse momento,  pois hj vivi de acordo com preceitos que acredito serem os adequados. Estudei, trabalhei, treinei, cuidei do meu dog, curti a minha coroa, me alimentei de maneira adequada, falei com meus amigos, tô aqui trocando experiências com pessoas as quais compartilho ideais.

E é essa mentalidade, de saber que meu último suspiro pode ser agora é que me trás tantos momentos bons. E sempre que me afasto desses pensamentos, também me afasto de viver conforme minhas crenças.

Abraços ^^


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Skull Knight - 20-10-2018

A maioria das pessoas se sentem frustradas por viverem em função  alheia( os pais, amigos,a sociedade de forma feral), e nao delas mesmas, e esquecem que so elas vao correr a propria maratona. Podia dissertar mais, mas to com preguiça. 
Obs: Ser imortal deve ser um lixo.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Gilgamesh - 21-10-2018

Excelente texto e ótimo ponto de questionamento levantado, Björn.

Gosto de pensar na morte ,em todos seus aspectos possíveis ,como uma tradução da imagem carta de tarô, com ênfase na foice que ela carrega, aonde enxergo um trabalho que é o seguimento natural de um pensamento. Toda mudança é matar algo em prol de outra coisa, e exige trabalho primeiro mental e depois ação pessoal. O que não devemos ter é medo da mudança, seja ela qual for, e menos medo ainda de executar a ação, usar a foice, matar o que não serve mais ou já cumpriu seu papel, pra continuar seguindo, afinal mudar ,sinceramente, é um trabalho sujo que ninguém ira fazer por você.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Björn - 21-10-2018

(20-10-2018, 01:04 AM)Spectro Escreveu: Björn tem se mostrado um bom user com bons posts.
Acho que a civilização ocidental lida muito mal com a morte.
O título do tópico não tá legal na minha opinião, acho que podemos fazer deste tópico um bom tópico para discutir sobre o fim da vida.
Tento melhorar no próximo tópico, não tinha ideia do que colocar nesse.
As pessoas de hoje tentam, a todo custo, afastar a morte da suas mentes. Mas tornaria a vida muito mais saudavel e prazerosa se fizessemos o contrário disso...

(20-10-2018, 01:59 AM)Tribal.Owl Escreveu: Confrade Bjorn,

Adoro essa linha de pensamento e a levo comigo no meu dia-a-dia. Inclusive, uma das minhas frases favoritas, que já tentei colocar de assinatura aqui diversas vezes e por algum motivo não consigo, é a seguinte:

"Aprenda como se fosse viver para sempre. Viva como se fosse morrer amanhã." - Santo Isidoro de Sevilha

Inclusive, me sinto satisfeito nesse momento,  pois hj vivi de acordo com preceitos que acredito serem os adequados. Estudei, trabalhei, treinei, cuidei do meu dog, curti a minha coroa, me alimentei de maneira adequada, falei com meus amigos, tô aqui trocando experiências com pessoas as quais compartilho ideais.

E é essa mentalidade, de saber que meu último suspiro pode ser agora é que me trás tantos momentos bons. E sempre que me afasto desses pensamentos, também me afasto de viver conforme minhas crenças.

Abraços ^^
Muito bom, é sempre bom manter esse modo de pensar porque ai você pode dar algum significado a sua vida, e não dar o significado que os outros querem que sua vida tenha.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Corpsegrinder - 23-10-2018

Respondendo a última pergunta do texto: não, eu não fiz tudo que quis porque não pretendo fazer muito nessa vida. Meu objetivo de vida é muito simples se comparado com os objetivos dos demais aqui. Tenho uma vida pautada nas obras de Schopenhauer e Cioran, pessimismo e cinismo misturados me dão uma sensação de foda-se para muitos dos problemas e desejos que a maioria tem. Então meus objetivos acabam sendo simples independente de outros me acharem inferior por qualquer motivo que lhes venha na cabeça. Resumindo: quero ter uma vida tranquila e produtiva intelectualmente. Ainda não consegui pois trabalho em uma S/A e aqui a pressão é muito grande, consome muito meu tempo fora do expediente também, mas assim que conseguir ter uma renda passiva ou um concurso que trabalhe apenas um horário seguirei meu plano.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Villefort - 23-10-2018




RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Loki - 08-11-2018

A verdade sobre a vida e a morte é que hoje em dia recebemos tanta informação que é impossível vivermos "aproveitando a vida em todos os momentos", pois a maioria de nossas ações diárias são no automático, tais como: ir ao trabalho, fazer suas refeições, estudar, etc.

E a real é que todo mundo posta nas redes sociais que vive uma vida interessante, mas a imensa maioria é formada de pessoas comuns, com obrigações comuns, tarefas comuns e prazeres comuns.

Não quer desperdiçar sua vida? Cuide bem daqueles que ama, como seus pais, filhos, esposa, enfim, família, etc.

São os únicos que ainda lembraram de você após a morte (e mesmo assim, nem todos...)


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - barãozin - 09-11-2018

Na verdade somos todos uns bandos de NPC´s, então who cares?  yaoming

[Imagem: screencapture-infowars-meme-war-3-0-info...6_10-1.jpg]


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Harvelot - 09-11-2018

Interessante questão. Estudei com um professor que questionava: Qual foi a última vez que você fez algo de novo ?
Entendo que com situação atual nem dá para fazer muita coisa, mas já pensou um fazer uma nova atividade, ler um livro novo, adotar um animar e treina-lo, tentar cantar ou até mesmo aprender a tocar um novo instrumento. Acredito que essas são as reais diferenças que diferenciam a vida das pessoas. Se você permitir, a vida vai seguir no automático.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - V-Power - 09-11-2018

O título dá uma impressão de que o autor está no fundo do poço, mas nada que uma edição resolva. E de fato existem muitas pessoas que só vivem a reclamar de tudo, mas que nada fazem para mudar essa "reclamação". É preciso saber lidar com as frustrações.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - BillPaiva - 10-11-2018

Demorei a ler o tópico, justamente pq pensei que era alguém choramingando que queria cometer suicídio, e que puta choque eu tomei nesse texto inicial, os dois primeiros parágrafos descreve minha rotina.. 

Esse texto me fez abrir os olhos, o dia a dia não precisa ser torturante assim.. Vivo de segunda a sexta torcendo pra chegar fim de semana, fim de semana torcendo para chegar as férias.. 

Meu problema é que procrastino muito, quanto to na faculdade fico pensando, vou chegar em casa vou por todas as matérias em dia, estudar pra caralho, chego em casa, morto de sono, cansaço, assisto umas horas de série, jogo algum jogo, e durmo.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - DiCaprio - 17-11-2018

Eu fico refletindo aqui, acho que toda essa modernidade que temos hoje a vida ficou muito rotineira. Todo mundo vivendo num modus operandi da vida.

Estamos ficando imediatistas que até um sinal de trânsito de 30s já te estressa. Estamos perdendo nossa liberdade e nos condicionando a uma vida pacata onde temos acesso a tudo mas não temos tempo de viver.

Será que a vida no campo é tão ruim assim? Uma vida simples, difícil mas com liberdade... Fico aqui refletindo se realmente vale ter uma vida rotineira e medíocre. Não adianta, somos gananciosos por natureza. O que a maioria do pessoal aqui neste fórum tem, muitos outros não tem nem nada e ainda continuam lutando e vivendo. Quanto mais dinheiros ganhamos mais gastamos. É um ciclo infernal que nossa sociedade atual nada está bom.


RE: Eu penso em morrer todos os dias. - Apache* - 18-11-2018

(10-11-2018, 07:39 AM)BillPaiva Escreveu: Demorei a ler o tópico, justamente pq pensei que era alguém choramingando que queria cometer suicídio, e que puta choque eu tomei nesse texto inicial, os dois primeiros parágrafos descreve minha rotina.. 

Esse texto me fez abrir os olhos, o dia a dia não precisa ser torturante assim.. Vivo de segunda a sexta torcendo pra chegar fim de semana, fim de semana torcendo para chegar as férias.. 

Meu problema é que procrastino muito, quanto to na faculdade fico pensando, vou chegar em casa vou por todas as matérias em dia, estudar pra caralho, chego em casa, morto de sono, cansaço, assisto umas horas de série, jogo algum jogo, e durmo.

Vivemos em uma sociedade em que o jovem procrastina muito, temos diversas formas de entretenimento que nos prendem em casa, dizem que a nossa geração é a que fez menos sexo e a que menos produziu conteúdo nos primeiros 30 anos de vida

Eu procrastinei em partes também, mas parei de procrastinar com coisas fúteis há exatamente 3 anos: larguei excesso de jogos (não jogo mais nenhum), larguei séries e filmes (troquei por estudos e aulas) e comecei a focar em produzir renda. Acredito que o dia a dia não precisa mesmo ser torturante, mas é necessário passar um tempo focando em si mesmo para que possa ser mais prazeroso o futuro, como diria o ditado dos malokas: "Chorar agora para rir depois"

Organização de trabalho é essencial, há tempo para tudo: ninguém estuda ou trabalha 24h por dia, dá muito bem para o cara se programar e deixar 1 a 2h por dia (máximo) para lazer, o resto do dia é investindo em si mesmo, levantar mais cedo, cuidar do corpo, estudar ou produzir renda de forma lícita e também desenvolver-se pessoalmente.

Agora estamos em uma geração que quer ficar 6h por dia no PC jogando jogos com crianças de 12 anos, aí é demais, e quando vai ver, o confrade está ganhando um salário mínimo ou com rendimento menos que 9 na faculdade.... aí fica difícil

Melhor tirar 2 a 5 anos de dedicação e conseguir descansar o resto da vida bem estruturado
(17-11-2018, 10:54 PM)DiCaprio Escreveu: Eu fico refletindo aqui, acho que toda essa modernidade que temos hoje a vida ficou muito rotineira. Todo mundo vivendo num modus operandi da vida.

Estamos ficando imediatistas que até um sinal de trânsito de 30s já te estressa. Estamos perdendo nossa liberdade e nos condicionando a uma vida pacata onde temos acesso a tudo mas não temos tempo de viver.

Será que a vida no campo é tão ruim assim? Uma vida simples, difícil mas com liberdade... Fico aqui refletindo se realmente vale ter uma vida rotineira e medíocre. Não adianta, somos gananciosos por natureza. O que a maioria do pessoal aqui neste fórum tem, muitos outros não tem nem nada e ainda continuam lutando e vivendo. Quanto mais dinheiros ganhamos mais gastamos. É um ciclo infernal que nossa sociedade atual nada está bom.

Somos incitados ao consumismo exacerbado, e no Brasil piora: o cara vale o que tem ou o que aparenta ter.

Por isso, muitos dos homens casam com qualquer mulher que aparecem para perder a famosa cobrança pelo futuro:

Se você vai pro ensino médio, cobram a faculdade; se você vai pra faculdade, cobram a especialização ou a habilitação pra trabalhar na área; se você se especializa, cobram um cargo público ou uma carreira em um bom lugar; se você passa em um cargo público, cobram um relacionamento; se você namora, cobram um casamento; se você se casa, cobram uma casa própria; se você financia até o cabelo do cu e compra uma casa; cobram filhos; você tem filhos, cobram um carro; e o ciclo continua até passarem essa banana para seus filhos.....

Vou nem entrar no mérito do divórcio pra não ficar uma lauda de conteúdo.....

No Brasil, renda maior significa prestígio: as melhores viagens, melhores mulheres, melhores casas e cargos, tudo isso como um indicativo: descanso só na aposentadoria, de resto, é trabalho e trabalho.

Contudo, quem faz isso somos nós mesmos! Poderíamos nos contentar com pouco, mas andamos na rua e vemos um cara com um carro melhor, já desejamos ter o mesmo, é a invídia que nos transforma em seres capitalistas.

Conheci um rapaz que largou tudo o que tinha para viver em uma ilha paradisíaca no Nordeste sendo guia turístico: ele faz dois passeios todos os dias para mostrar o lugar aos turistas, recebe uma grana em torno aí de uns R$ 2.000,00 com isso e se alimenta passando nos restaurantes todos os dias, é capixaba e em 1999 foi fazer essa viagem que recebeu com o valor das férias, afirma ele que quando chegou na ilha, tinha em torno ai de uns R$ 3000 reais (na cotação de hoje), alugou um cômodo, comprou uma cama e ligou pra família e pro trabalho dizendo que não voltaria mais pra casa, que por lá iria ficar, corajoso?

A vida tem diversos sentidos, mas sei que o dinheiro não deve ser o fim, mas o meio para se alcançar o que quer, então eu prefiro estudar e ter uma renda fixa mensal que eu possa ter saúde, não sonho com o empresariado, mas o faria tranquilamente. Por isso, acho que tem espaço pra todos, e enquanto eu não chegar onde quero, não desisto!