Fórum do Búfalo

Versão Completa: [Relato Loooongo+Peço Opinião] Falta de Sinceridade nas Mulheres...
Esta é uma versão reduzida do nosso conteúdo. Ver versão completa com o formato adequado.
Páginas: 1 2 3
Bem, esse sou eu, Fulano de Tal. 22 anos, virgem ainda e engatado no primeiro namoro “sério” atualmente. Aparência? Magro, não muito alto e a isso soma-se a parecer ter uns 5 anos a menos. Claro que por conta disso tenho que bancar o papel de molecão, pois é o único que me serve. O relato é bastante longo, pois gosto de escrever e deixar tudo bem claro. Se tiverem paciência, peço que por favor o leiam. Vamos à lá mia estorieta.

Primeiramente um resumo sobre mim, para quem quiser ler e entender melhor o caso:
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Mas quem quiser deixar de lado a xaropagem, vamos ao ponto que importa: Apesar de eu ser um cara esperto, já liberto da maioria das Matrixes que vemos por aí, já meio deprê e sombrio entro na faculdade. Lá escapo graças à um bom amigo enviado pelos céus de uma garota que com certeza me traria anos de sofrimento por eu achar que ela era algo de santa.

Também ganho amizade de algumas garotas com atitudes e estilos de vida totalmente porraloucos, lésbicos e a porra toda. Tudo isso passando foi aderindo à mim uma desconfiança com relação à essa raça chamada mulher. Mas eu estava muito carente, e isso me deixou com a guarda baixa. Por conta disso acabei me relacionando com uma garota um pouco mais velha que fazia outro curso, e iniciamos um namoro.

Posso dizer de certeza que é uma boa garota, mas tem a autoestima um tanto baixa, não gosta de sair nem tem muitas amigas. Eu como também estava no limite da estima já desejando não existir eis que encontro tal criatura. Realmente, ela não era como as outras, tinha um passado recente limpo, sem histórico de namorados recentes nem nada, daí decido investir nela, pensando que era a “srta. Exceção”. Ledo engano, claro.

Caras, deu MUITO trabalho, eita garota burocrática e fechada. Não vou reclamar isso como defeito (a não ser que ela abra de primeira pra um cafão qualquer), mas essa me custou alguns meses de muito papo pra convencer, só valeu por que ela é bonita. Claro, para os Betões Clássicos como eu tudo tem que ser mais difícil. Foi muito esforço, conversa, alinhamento das afinidades... Até o primeiro beijo nosso demorou quase uma eternidade para ocorrer e foi dosado por ela.

Mas como era de se esperar, cometi vários erros, entre eles o de falar demais de mim. Por um lado bom, deu para impor alguma confiança, lado ruim falei de mais dos meus casos frustrados e defeitos com ela (Já dizem as Leis do Poder que o cara não deve demonstrar fraqueza nunca). Mas eu, matrixiano como era, a premissa parecia até boa: ser o mais sincero o possível, pois fui criado para ser um homem 100% verdadeiro. Claro, foi a maior idiotice que já cometi acreditar que ela faria o mesmo por mim.

Uma vez que viajei para um congresso falei na volta, na cara dura que tinha “flertado” com outras garotas, isso é, tinha garotas interessadas em mim que eu podia te pego fácil. Eu bancando o amigável, só conversava com elas, por isso flertava no sentido de tentar descobrir quais as intenções dessas meninas de outras faculdades, era um jogo de risco planejado. Fora isso brincava numa boa numa festinha que os caras de lá fizeram, tudo numa boa, pois eu tava lá para curtir, não para pegar mulher.

Eu, por conta de estar com ela, não fiquei com nenhuma garota nessa viagem, e fui contar para ela todo vitorioso do meu feito, que havia resistido à tentação das outras. Ela, claro também, entendeu tudo errado, agradecia por eu estar sendo sincero várias vezes, mas me interpretou extremamente errado e quase, por um fio não termina tudo. Foi muitos dias eu tentando rememediar, e ela enrolando, eu ora extremamente chateado a ponto de chorar, ora irritado a ponto de mandar ela ir pastar.

Ficou um bocado de tempo me infernizando por causa disso, e foi aí que eu descobri que realmente tem coisas que não precisam ser contadas pois a mulher tem o Mal na cabeça. Mas antes isso fosse o problema maior, depois de um tempo isso passou e virou fichinha. Eu, matrixiano, obviamente, sempre me esforcei pra caralho pra procurar sempre ligar, ir atrás dela para encontra-la, ir visitar ela na casa dela (coisa que não gosto de fazer) e nada dela retribuir com igualdade. Nunca foi um relacionamento "justo".

Pois é, o namoro resistiu, chega o Ano Novo... Todo mundo viaja e fico eu sozinho em casa, hora perfeita de fazer alguma coisa, certo? Afinal já tinha alguns meses que estávamos juntos e mesmo depois daquele mal entendido estávamos relativamente bem. Na oportunidade chamo a tal srta. "Exceção" para casa sem mostrar segundas intenções, bancando uma de solitário, claro, e ele vem me fazer companhia (que inocência da parte dela, facepalmSmile.

Conversa vai, conversa vem, eu pergunto a ela se ela ainda era virgem. Pergunta bem aplicada, afina estávamos nós dois sozinhos em casa. Ela aparentemente sacou o por quê de eu ter chamado aqui, mas mesmo assim remediei dizendo que a gente fazer algo ou não era apenas uma ideia, não uma obrigação. Ela depois de um tempo responde que sim, e pergunta por quê. Arrodiei e fiz um papo sobre o fato de eu ser virgem também, questão da minha confiança, etc. e tal...

Claro, não rolou nada, e ela parece que saiu meio estranha de lá. Pensei na época que era por que talvez eu tivesse falado do assunto cedo demais e devo ter assustado ela. Inacreditável que tal garota ainda fosse virgem; era difícil de acreditar, pois ela é mais velha que eu. Eu até imaginava que não era. Bom, pensei comigo mesmo: "Achei a exceção, essa garota preenche todos os requisitos!" Ou seja, daria para concluir o meu maior ideal romântico, que era perder a virgindade com uma garota virgem. Oras, nada mal, pensava na época.

E aí mais uma vez o tempo foi correndo. Eu criando uma expectativa MONSTRO em relação à ela, e isso foi esquentando mais o namoro, parecia que tinha deslanchado tudo. As oportunidades que ficávamos sozinhos eram raras, mas proveitosas. Eu fazia mil planos de leva-la para um motel ou lugar propício para que rolasse algo mais. Não faltava muito para consumar, era só questão de surgir uma oportunidade. E ocorreu.

Nos dias em que estava para completar um ano(!) de namoro, nos dias da mesma festa em que pudemos ficar sério pela primeira vez que surgiu a oportunidade mais rara de todas: Todas as pessoas da casa dela iam sair, incluindo a mãe mais o namorado e a irmã dela que aparenta odiar sair de casa. Uma série de condições e questões magicamente se resolveu para que o pessoal da minha casa não precisasse saber meu paradeiro. Foi inacreditável como tudo estava “dando tão certo”, eu estava pasmo.

Agora imagina um sujeito que passou mais de oito meses na expectativa de uma situação dessas, se preparando psicologicamente e ganhando confiança para realizar tudo, e no dia tudo se resolve como mágica como se já tivesse esperando para ocorrer, coisa do destino. Claro, meu coração estava a mil, parecia que ia ser a realização completa de um sonho, ou muito mais que isso, dado o estado de apaixonamento que eu estava.

Mas então ela lá, me chama para conversar. Diz que já que estamos juntos há um tempo, disse que ia falar. E soltou a bomba: Ela NÃO era virgem, começou a chorar, e ofereci meu ombro, porém falei: “Então você não é perfeita...”, e ela se doeu um pouco. Depois ela contou um pouco da história do seu namoro anterior, como ele foi infernizado por conta da mãe, bla bla bla whiskas sachê, e começou a me elogiar, de novo com mais lero lero. Falou também que a princípio não queria se relacionar com ninguém (Por isso botou tanta resistência no começo), e mais bla bla bla.

Nisso a hora foi passando, eu ainda ameno, um pouco desapontado, ainda mais por ela ter dito que se quisesse eu poderia deixar ela, mas ainda dava tempo de buscar completar meu objetivo da noite, afinal podia perder a namorada, mas não a chance. Eu disse que não, preferia continuar com o que iamos fazer, e fomos para o quarto. Claro, depois de tanta conversa madrugada a dentro, logo alguém na casa dela iria chegar, e por isso ela ficou extremamente nervosa e eu também, quando eu me preparava para mandar bala o bicho não subia, e ela o tempo todo nervosa dizendo “não” acabou destruindo aos poucos qualquer confiança que eu tinha conseguido até então...

Terminou dando em nada e fui embora depois, antes que chegasse a mãe dela. Fui para casa me sentindo extremamente humilhado, rebaixado, enganado, a porra toda. Porra, como fui engando por tantos meses sem perceber? Tinha sinais claros mas mesmo assim ignorei! Como fui tolo! Só depois que não vi mais a cara dela que os sentimentos negativos começaram a tomar de conta naquela noite. Nunca me senti tão mal, fora doença ou acidente. Nos dias seguintes, melhor, meses seguintes fui um inferno na minha mente.

Eu me sentia traído, e imaginava ela na cama com outro. Isso me enfurecia muito. Mas como sou calmo não transparecia nada disso. Estava acabado para mim a confiança com as mulheres. Eu precisava fazer algo: O que me faltava era vingança. O que eu ia fazer? Não sei, talvez traí-la, ou estragar a nossa “verdadeira” grande noite contando umas verdades, ou sei lá, mas não podia deixar como estava. Até hoje de vez em quando eu sinto alguma raiva, apesar de já fazer vários meses que isso ocorreu. Mas eu deveria mesmo me vingar?

Por outro lado, o eu “apaixonado” procurava remediar a situação, tentava conversar com ela, explicar o que havia se passado, como eu estava frustrado, etc. Esse lado ainda queria dar um jeito de ficar com ela, de aceitar. Tudo bem, me segurei para não falar demais, mas esse lado abestalhado e apaixonado mesmo em frangalhos não deveria me atrapalhar. Afinal ela havia mentido, algo imperdoável, pior até do que traição, a meu ver. Eu já deveria ter mandando a Vaca ir pastar na lata!

E assim ficou um duelo na minha mente, mas depois de uns meses eu mais recuperado, mudou o cenário, pois eu estava pensando em falar para ela que eu estava armando e tentar apaziguar tudo (Ai! Mas que burro! BURRO!), enquanto por outro lado ainda queria algum tipo de responsabilização e compensação. O namoro seguiu, apesar do ocorrido. E assim fiquei por alguns meses até conhecer a Real, há poucas semanas atrás.

A Real abriu meus olhos para muita coisa importante. Lendo o Nessahan pude ver alguns dos vários jogos e armadilhas emocionais que a srta. "Exceção" aprontou comigo no percurso. Não adianta, em maior ou menor grau toda mulher tem as características que ele descreve. Agora estou tentando me desapegar, ver ela como apenas uma garota normal, com vários defeitos, e não me vingar (apesar de ainda querer uma compensação). Se desapegar completamente e mudar a rotina é difícil. Felizmente os ensinamentos já fizeram um pouco de efeito e já consegui me poupar de umas discussões chatas com ela, graças às dicas do cara.

Na última vez que ela fez cú doce já peguei-a no ato e meti um ultimato, até por que já estou farto de termos tão poucas oportunidades e nunca aproveitarmos seja por vergonha dela ou qualquer merda que seja. Se ela já deu para outro, não tem pra que ter frescura pro meu lado. Ora porra, se fosse ao menos virgem eu até poderia pensar em casar com ela assim, mas como não é não tem que ficar de mimimi pro meu lado. Além do mais, se ela quisesse, a gente dava um jeito, mas essa má-vontade dela somado ao fato de que pouco mais me importo em transar com ela nos deixa nesse impasse.


PQP! Mentira é a coisa que mais ODEIO no mundo! Como ela ousou fazer uma coisa dessas? A falta do compromisso com a verdade dela me doeu muito, não o fato dela ser virgem ou não. A verdade e sinceridade total que eu tentei usar para construir todo esse relacionamento (falei isso para ela o tempo todo!) é que foram responsáveis pela minha ruína, isso por que não dá para exigir o mesmo da outra parte. Melhor, até dá, mas temos que dormir de olho aberto. Aprendi às duras penas isso.


Mas vamos logo à lição de moral da história até então: Tenham muito cuidado, não confiem cegamente em qualquer pessoa que veem por aí. Tampouco nas que estão com você há anos e estão "acima de qualquer suspeita". Elas podem te enganar, mesmo que não aparentem, portanto desconfiem da própria sombra, da mulher, do melhor amigo, ou do seu cachorro. Justamente essas pessoas que conhecem seus defeitos melhor que seu inimigos é que estão mais suscetíveis de usar isso contra vocês. A traição sempre vem da onde não se espera, portanto estejam preparados.

Se por ventura a pessoa violar os princípios que você estabeleceu, troque por outra imediatamente, pois a atual não é digna de nenhuma confiança. Quer tentar remediar? Recomendo pedir uma compensação das boas, uma espécie de multa por danos morais, e em caso de reincidência, nunca mais volte a olhar na cara dessa pessoa.

Bem, depois vou explicar qual o ultimato que dei e pedir opiniões sobre o que eu vou fazer quando chegar a hora da verdade. Muito obrigado pela leitura até então, confrades!
Cara, manipuladora ela em toma cuidado, mas o seu relato nem é dos piores, acho que o meu é até pior que o seu, mas ao menos eu só precisei de 5 meses pra tirar o cabaço da minha ex!

Agora se para um beijo foi essa luta imagino para sexo!

O conselho que posso dar é sair fora dessa mulher cara, se ela mente sobre virgindade sobre o que mais ela poderá mentir ?
Eu não confiaria !1!facepalm:
(09-04-2013, 11:59 AM)Rob Young Escreveu: [ -> ]Cara, manipuladora ela em toma cuidado, mas o seu relato nem é dos piores, acho que o meu é até pior que o seu, mas ao menos eu só precisei de 5 meses pra tirar o cabaço da minha ex!

Agora se para um beijo foi essa luta imagino para sexo!

O conselho que posso dar é sair fora dessa mulher cara, se ela mente sobre virgindade sobre o que mais ela poderá mentir ?
Eu não confiaria !1!facepalm:
Uia, alguém leu, valeu pela paciência, caro companheiro.

De fato para a maioria esse caso não é dos piores, até por que não engravidei esta, não perdi bens materiais consideráveis, nem muitos anos no processo. Só torrei uns meses de paciência, mas isso foi bom pra ver como as coisas funcionam.

Agora observe que, pelo menos na minha visão, a traição da confiança eu particularmente acho que é a pior coisa que uma mulher pode fazer a um homem. Pior que a traição carnal confessa. Algo totalmente imperdoável, pois a pessoa nunca mais será merecedora da mesma confiança.

Ainda bem que não me lasquei... Ainda! Acho que sou um baita sortudo, e já escapei de ter muito sofrimento graças a um amigo, como já falei. E (tento ser) esperto, pois quero estar mais forte para quando surgir a próxima grande decepção ou crise que a vida impor.

Cara, tem uns elementos pioradores na história, como por exemplo o fato da mãe dela eu ter certeza que é borderline. Ou seja, a casa dela é um conflito eterno e ela, e apesar de direitinha e responsável a mina sofre muito e tem baixa autoestima. A história da "família" dela é um tanto sinistra. Não sei o que viver com uma pessoa dessas pode ter causado a ela.

E sim, realmente mesmo colocando todas as vantagens na balança de um lado, mais o fato dela não querer sexo de forma alguma (talvez só por obrigação, por sentir que eu "mereço") já desequilibra tudo. Soma-se isso aos outros problemas e vejo que já deveria ter deixado há muitos... Ainda estou com ela mais por que ela é bonita e discreta, mas mesmo assim já dei um ultimato e o mínimo que vai acontecer é eu dar um bom tempo para ela pensar no que tá fazendo e ver se ela "se corrige".

Sou besta, mas não tanto de acreditar em mudança sincera, portanto, caso ela não venha humildemente (e diretamente pra Pousada que tenho preparado!) reconhecendo seus erros de conduta e o fato de não cumprir minhas expectativas, desfaço o namoro, dando um downgrade para "ficante", no mínimo (me deixando livre pra outras!). Quem sabe se ela se ESFORÇAR e demonstrar interesse REAL em mim posso pensar em reatar. Esse plano "malígno", claro, vou realizar depois de jogar uma real nela e meter uma "ameaça" do tipo:

"Se eu sequer desconfiar que você está mentindo pra mim, nunca mais volte a olhar na minha cara, eu acabo com todo nosso relacionamento na hora."

Estou apenas contando os dias para a Grande Decisão, enquanto isso banco uma de namoradinho mesmo, pouco importa. Agora, realmente pelo fato dela ser de difícil relacionamento e ser mentirosa, nunca mais vou confiar 100% nela, e qualquer atitude suspeita mando-a pro brejo.

Acha que essa conduta seria suficiente para dar uma lição nela?

Destro

Relato complicado este seu ,a vadia te enganou todo tempo ,mas ainda bem que se livrou .Acho que não deveria dar nenhuma lição segue sua vida .
Cara, você tem duas opções: 1) Desapegue-se e trate-a como marmita / 2) Termine essa relação. Creio que por ser algo que você esta vivendo (ainda está com ela) e por ter descoberto a Real a tão pouco tempo, o melhor a fazer é escolher a segunda opção, pois você ainda é novo na Real e mesmo que acredite estar ficando forte, ainda não é o bastante, e o que te espera é mais e mais infernos, pois você está afetado demais com o ocorrido (e com razão), ela mentiu durante todo esse tempo pra você sobre ser virgem e na verdade já deu pra outro, mas você não sabe se ela deu só pra esse ex-namorado no passado, acredite a chance dessa menina ser rodada é grande, mulheres disfarçam MUITO bem, bem vindo ao mundo real, agora sim você esta sabendo que o que você sempre acreditou, era tudo mentira.

O outro ponto curioso quando eu lí o seu relato é o seguinte: Se essa menina tivesse dito a verdade desde o começo, teria evitado essa porra toda!, pense bem: ela é mais velha que você, que tem 22, uma menina com mais de 22 que deu apenas pra 1 na vida é raridade (quase uma santa comparando às demais), então porque raios ela escondeu isso de você? Eu respondo: porquê ela não deu apenas pra um!, tenho certeza que se você cavar mais essa história vai descobrir mais coisas.

Enfim, bem vindo a Real e ao fórum confrade, espero que você tenha a ajuda que precisa aqui, só tome cuidado para não ser um revoltadinho querendo vingança pra cima dessa menina, isso não é coisa de homem, se você perceber que realmente não conseguirá segurar as pontas sem dar merda, apenas termine a relação e suma! (aproveite esse tempo para se desenvolver), continue lendo NA e seguindo o fórum, também recomendo uma injeção de virilidade nas suas veias com o ask.fm do Doutrinador: http://ask.fm/doutrinador

.
Cara, não adiantar fazer este tipo de pergunta pra mulher. Veja as atitudes dela, se realmente ela tem mais de 22 anos e só transou com um cara que foi namorado, é totalmente aceitável, não idealize.

Você falar que é virgem também não é bom, as mulheres não se sentem muito à vontade, seu nervoso é transmitido a ela, você tem que agir com confiança, por menos que a tenha no momento.

Eu estou "namorando" há cerca de 1 mês e passei por um processo similar. Esta garota tem por volta desta idade e só transou com um namorado. Ela me disse que colocou na cabeça que só transaria depois do casamento, mas que havia cedido para este namorado para agradá-lo, após 6 meses de namoro (mesmo que ela dissesse que era virgem eu não acreditaria com certeza) e que não abriria mais exceção. Depois disso, teve outro namorado que aceitou a situação e ela terminou com ele depois (o cara aceita e se fode). Pois bem, disse que a entendia, mas que não aceitaria isto e dei um ultimato, estipulei que até dia "X" ela deveria tomar uma decisão, que não teria pressão, mas que se ela quisesse continuar comigo, quando o clima esquentasse ela não falaria que não transaria pq tomou esta decisão e cederia. Pois bem, no dia "X" e ela cedeu, disse que não queria me perder. Aí eu vejo que se não conhecesse a real, teria cedido e provavelmente levaria um pé na bunda ou ficaria perdendo tempo me martelando à toa.
(09-04-2013, 01:02 PM)Destro Escreveu: [ -> ]Relato complicado este seu ,a vadia te enganou todo tempo ,mas ainda bem que se livrou .Acho que não deveria dar nenhuma lição segue sua vida .
Pois é, desde o dia que eu perguntei para ela sobre a virgindade dela (+ou- 3 meses de namoro) e com mais 9 meses de mentira (dava até pra ter tido um filho!), foi só completar exatos 1 ano de namoro pra eu receber esse "presente"! 9 meses enganando, é brincadeira, né!?

Agora, realmente, verdade não é coisa que se brinca, eu ainda estou criando forças para dar um fora nela (ainda bem que a Real tá me fazendo acordar!), mas ainda dei um ultimato apenas para ver o que ela vai preferir. Vou fazer como o N.A. e esperar a vontade REAL dela aparecer no meio dessa nuvem de indecisão.

Me enrolar mais (daqui mais uns 5 meses faz 2 anos!) fazendo doce, nem pensar! Sinceramente não sei por que ainda não dei um fora bem dado...

Valeu, Destro!
(09-04-2013, 01:29 PM)Winchester Escreveu: [ -> ]Cara, você tem duas opções: 1) Desapegue-se e trate-a como marmita / 2) Termine essa relação. Creio que por ser algo que você esta vivendo (ainda está com ela) e por ter descoberto a Real a tão pouco tempo, o melhor a fazer é escolher a segunda opção, pois você ainda é novo na Real e mesmo que acredite estar ficando forte, ainda não é o bastante, e o que te espera é mais e mais infernos, pois você está afetado demais com o ocorrido (e com razão), ela mentiu durante todo esse tempo pra você sobre ser virgem e na verdade já deu pra outro, mas você não sabe se ela deu só pra esse ex-namorado no passado, acredite a chance dessa menina ser rodada é grande, mulheres disfarçam MUITO bem, bem vindo ao mundo real, agora sim você esta sabendo que o que você sempre acreditou, era tudo mentira.

O outro ponto curioso quando eu lí o seu relato é o seguinte: Se essa menina tivesse dito a verdade desde o começo, teria evitado essa porra toda!, pense bem: ela é mais velha que você, que tem 22, uma menina com mais de 22 que deu apenas pra 1 na vida é raridade (quase uma santa comparando às demais), então porque raios ela escondeu isso de você? Eu respondo: porquê ela não deu apenas pra um!, tenho certeza que se você cavar mais essa história vai descobrir mais coisas.

Enfim, bem vindo a Real e ao fórum confrade, espero que você tenha a ajuda que precisa aqui, só tome cuidado para não ser um revoltadinho querendo vingança pra cima dessa menina, isso não é coisa de homem, se você perceber que realmente não conseguirá segurar as pontas sem dar merda, apenas termine a relação e suma! (aproveite esse tempo para se desenvolver), continue lendo NA e seguindo o fórum, também recomendo uma injeção de virilidade nas suas veias com o ask.fm do Doutrinador: http://ask.fm/doutrinador

Obrigado, acho que vou fazer isso mesmo, tenho que ver. Ela não me parece 100% sincera por algum motivo, dia desses perguntei olhando direto nos olhos dela e ela desviou, mal sinal. Com certeza tem muito mais que ela não falou. E não, não quero mais vingança não (Vingança é sinal de apego, já falei isso pra meu amigo salvador Big Grin), mas também não quero ser bonzinho e continuar com esse pseudo-namoro como está. Acho que tenho que tirar alguma satifasfação, pois a verdade é inprescindível para mim.

(09-04-2013, 01:35 PM)darkfenix Escreveu: [ -> ]Cara, não adiantar fazer este tipo de pergunta pra mulher. Veja as atitudes dela, se realmente ela tem mais de 22 anos e só transou com um cara que foi namorado, é totalmente aceitável, não idealize.

Você falar que é virgem também não é bom, as mulheres não se sentem muito à vontade, seu nervoso é transmitido a ela, você tem que agir com confiança, por menos que a tenha no momento.

Eu estou "namorando" há cerca de 1 mês e passei por um processo similar. Esta garota tem por volta desta idade e só transou com um namorado. Ela me disse que colocou na cabeça que só transaria depois do casamento, mas que havia cedido para este namorado para agradá-lo, após 6 meses de namoro (mesmo que ela dissesse que era virgem eu não acreditaria com certeza) e que não abriria mais exceção. Depois disso, teve outro namorado que aceitou a situação e ela terminou com ele depois (o cara aceita e se fode). Pois bem, disse que a entendia, mas que não aceitaria isto e dei um ultimato, estipulei que até dia "X" ela deveria tomar uma decisão, que não teria pressão, mas que se ela quisesse continuar comigo, quando o clima esquentasse ela não falaria que não transaria pq tomou esta decisão e cederia. Pois bem, no dia "X" e ela cedeu, disse que não queria me perder. Aí eu vejo que se não conhecesse a real, teria cedido e provavelmente levaria um pé na bunda ou ficaria perdendo tempo me martelando à toa.
Pois é, situação bem semelhante esta. Valeu pelos toques! Com certeza a espertinha está se esforçando ao mínimo e só vai mostar a real afeição que tem (ou não) por mim, se eu ficar na iminência de deixar ela. Foda é que perdi totalmente a vontade de perder a virgindade com ela, eu deveria ir ter com outra (namorando ela ou não) apenas para dar este castigo pra ela.

Caras, muito obrigado pelas opiniões até agora!
Citar:Pois é, situação bem semelhante esta. Valeu pelos toques! Com certeza a espertinha está se esforçando ao mínimo e só vai mostar a real afeição que tem (ou não) por mim, se eu ficar na iminência de deixar ela. Foda é que perdi totalmente a vontade de perder a virgindade com ela, eu deveria ir ter com outra (namorando ela ou não) apenas para dar este castigo pra ela.

Você ainda tem muita idealização acerca de sua virgindade, não se preocupe com isto. Você castigá-la da forma que descreveu, não quer dizer nada. Não faça nada pensando em dar troco nela, pois isto é apego. Espere o resultado do ultimato e se for positivo, foda ela sem se preocupar, sem mais idealizar, trate-a como foda fixa no máximo, isso se sentir que consegue. Caso o apego ainda seja grande, sugiro fortemente que termine esta relação e pague uma puta para tirar este karma que esta se transformando sua virgindade. Na próxima relação, já não idealizará tanto e não ficará nervoso com o sexo.
Faz um bom tempo que não posto devido a proximidade de um concurso que vou fazer e estava só lendo o fórum por cima ultimamente, mas esse tópico vou ter que comentar.

Cara, hoje mesmo, NO MÁXIMO AMANHÃ, vá para o primeiro cabaré que conhecer, sozinho mesmo se necessário, e perca sua virgindade. Só poste aqui nesse tópico de novo depois de ter perdido ela. Quando você perder você vai entender.
(09-04-2013, 12:55 PM)Fulano de Tal Escreveu: [ -> ]
(09-04-2013, 11:59 AM)Rob Young Escreveu: [ -> ]Cara, manipuladora ela em toma cuidado, mas o seu relato nem é dos piores, acho que o meu é até pior que o seu, mas ao menos eu só precisei de 5 meses pra tirar o cabaço da minha ex!

Agora se para um beijo foi essa luta imagino para sexo!

O conselho que posso dar é sair fora dessa mulher cara, se ela mente sobre virgindade sobre o que mais ela poderá mentir ?
Eu não confiaria !1!facepalm:
Uia, alguém leu, valeu pela paciência, caro companheiro.

De fato para a maioria esse caso não é dos piores, até por que não engravidei esta, não perdi bens materiais consideráveis, nem muitos anos no processo. Só torrei uns meses de paciência, mas isso foi bom pra ver como as coisas funcionam.

Agora observe que, pelo menos na minha visão, a traição da confiança eu particularmente acho que é a pior coisa que uma mulher pode fazer a um homem. Pior que a traição carnal confessa. Algo totalmente imperdoável, pois a pessoa nunca mais será merecedora da mesma confiança.

Ainda bem que não me lasquei... Ainda! Acho que sou um baita sortudo, e já escapei de ter muito sofrimento graças a um amigo, como já falei. E (tento ser) esperto, pois quero estar mais forte para quando surgir a próxima grande decepção ou crise que a vida impor.

Cara, tem uns elementos pioradores na história, como por exemplo o fato da mãe dela eu ter certeza que é borderline. Ou seja, a casa dela é um conflito eterno e ela, e apesar de direitinha e responsável a mina sofre muito e tem baixa autoestima. A história da "família" dela é um tanto sinistra. Não sei o que viver com uma pessoa dessas pode ter causado a ela.

E sim, realmente mesmo colocando todas as vantagens na balança de um lado, mais o fato dela não querer sexo de forma alguma (talvez só por obrigação, por sentir que eu "mereço") já desequilibra tudo. Soma-se isso aos outros problemas e vejo que já deveria ter deixado há muitos... Ainda estou com ela mais por que ela é bonita e discreta, mas mesmo assim já dei um ultimato e o mínimo que vai acontecer é eu dar um bom tempo para ela pensar no que tá fazendo e ver se ela "se corrige".

Sou besta, mas não tanto de acreditar em mudança sincera, portanto, caso ela não venha humildemente (e diretamente pra Pousada que tenho preparado!) reconhecendo seus erros de conduta e o fato de não cumprir minhas expectativas, desfaço o namoro, dando um downgrade para "ficante", no mínimo (me deixando livre pra outras!). Quem sabe se ela se ESFORÇAR e demonstrar interesse REAL em mim posso pensar em reatar. Esse plano "malígno", claro, vou realizar depois de jogar uma real nela e meter uma "ameaça" do tipo:

"Se eu sequer desconfiar que você está mentindo pra mim, nunca mais volte a olhar na minha cara, eu acabo com todo nosso relacionamento na hora."

Estou apenas contando os dias para a Grande Decisão, enquanto isso banco uma de namoradinho mesmo, pouco importa. Agora, realmente pelo fato dela ser de difícil relacionamento e ser mentirosa, nunca mais vou confiar 100% nela, e qualquer atitude suspeita mando-a pro brejo.

Acha que essa conduta seria suficiente para dar uma lição nela?
Acho que sim, mas ela não vai mudar, se a familai dela é desestruturada então piorou, confrade caia fora dessa! Eu to ti dizendo não faça como eu fiz e fique querendo dar chance! Abra o olho!
Opa!
Entao cara, na boa, posso nao ser o melhor pensador do forum, masss, minha opiniao:

1- nenhuma mulher dira sempre a verdade, uma vez ou outra existira mentiras ( aprenda a conviver com isso ou conviva sozinho)
2- perca a virgindade com uma gata paga ou pelo menos vai no putero e paga p te fazerem um boquete (assim vc diminui sua ansiedade)
3- eu sou encanado com a virgindade da milher, uma vez perguntei pro doutrina ele me respondeu mais ou menos assim: se vc encanar com isso corre o risco de ficar sozinho, uma moca que teve um namoro serio e longo pode ser uma moca honrada...
4- pelo seu relato ate dava pra namorar a moça pra treinar a real e etc MAS vc cagou no pau se abrindo seus sentimetos e demorando mtp pra comer... Acho que vc ate pode continuar com ela mas teria que inverter muito o jogo e ser muito mais maduro, acho dificil e que vc corre risco de se fuder no futuro... Culpa sua
5- esqece essa de dar liçao, faça o item 2
6- tenha relacionamentos com mulheres apenas como bonus, como hobby no seu tempo de sobra...o resto vc cuida de vc, do seu "cu" entenda aqui : desenvolvimento pessoal...
7- nao supra sua carencia nem sua falta de amigos com essa menina... Quer carinho vai la com sua vó/mae e quer amigos va em grupos de bike, corrida, academia, games online
8- se ocupe
9- qnd tiver ruim e quiser refletir e pensar, capine um lote de mato

Abraco
@darkfenix
Verdade, e isso é uma grande bobagem, pois como já falou meu pai, virgindade é um valor religioso e ultrapassado, não significa absolutamente nada. Vou esperar o ultimato surtir efeito, ma realmente quanto mais leio de vocês aqui, mais desgostoso do relacionamento fixo eu fico. Agora foda fixa, para isso duvido que ela sirva...

@Free Bird
Já li um texto muito bom sobre isso, e estou sempre pensando no assunto. Realmente, tenho que me livrar disso o quanto antes. Pra não ser uma GdP qualquer arrumadas às pressas, acho que vou pedir pra um bom amigo meu me arrumar alguma "civil" (só que mais fácil para dar, portanto quase uma) de confiança, para que eu possa transar sem gastar muito dinheiro. Até por que quero que entre mais civis na lista, por preferência pessoal. Nada contra as profissionais, que devem fazer um serviço melhor, mais transparente e rápido (e gastando menos às vezes).

@Rob Young
É quase de certo que ela não vai mudar, ela não parece ser o tipo de pessoa que mudaria, até por que é muito fechada na sua concepção de mundo e tem a "auto-imagem" muito ruim, graças à baixa autoestima e aos infernos da mãe. Ela é do tipo que se acha tudo de ruim, e não tem quem faça mudar de ideia. Se eu não tivesse "deprêzão" na época que conheci ela, dificilmente conseguiria alinhar afinidades, já que banquei o pessimista.

@Matador
Que beleza de dicas! Verdade, seu item 4 está correto. Vai custar muito tempo e esforço em inverter a situação. Tudo culpa minha. É melhor acabar, ir tentando outras, quem sabe o que o futuro aguarda, não é mesmo? Não sei se vou seguir o item 2 à risca, pois quero arrumar alguma mina por mérito próprio. Meus amigos podem cuidar de apresentar umas, vai até ajudar a esquecer essa. E sim, vou voltar a me ocupar e sair mais com os meus amigos, jogar um game, andar de bike e bater um tênis de vez em quando. Não vejo a hora de poder voltar a subir a serra e acampar!

Caras, valeu mesmo! Não pensei que tanta gente leria, estou imensamente grato a todos vocês. A hora está chegando, e já estou fazendo vários novos planos para me divertir, não estou mais tão deprê como estava antes. Sem mais, obrigado pela força de todos, até agora!
(09-04-2013, 04:05 PM)Fulano de Tal Escreveu: [ -> ]@darkfenix
Verdade, e isso é uma grande bobagem, pois como já falou meu pai, virgindade é um valor religioso e ultrapassado, não significa absolutamente nada. Vou esperar o ultimato surtir efeito, ma realmente quanto mais leio de vocês aqui, mais desgostoso do relacionamento fixo eu fico. Agora foda fixa, para isso duvido que ela sirva...

@Free Bird
Já li um texto muito bom sobre isso, e estou sempre pensando no assunto. Realmente, tenho que me livrar disso o quanto antes. Pra não ser uma GdP qualquer arrumadas às pressas, acho que vou pedir pra um bom amigo meu me arrumar alguma "civil" (só que mais fácil para dar, portanto quase uma) de confiança, para que eu possa transar sem gastar muito dinheiro. Até por que quero que entre mais civis na lista, por preferência pessoal. Nada contra as profissionais, que devem fazer um serviço melhor, mais transparente e rápido (e gastando menos às vezes).

@Rob Young
É quase de certo que ela não vai mudar, ela não parece ser o tipo de pessoa que mudaria, até por que é muito fechada na sua concepção de mundo e tem a "auto-imagem" muito ruim, graças à baixa autoestima e aos infernos da mãe. Ela é do tipo que se acha tudo de ruim, e não tem quem faça mudar de ideia. Se eu não tivesse "deprêzão" na época que conheci ela, dificilmente conseguiria alinhar afinidades, já que banquei o pessimista.

@Matador
Que beleza de dicas! Verdade, seu item 4 está correto. Vai custar muito tempo e esforço em inverter a situação. Tudo culpa minha. É melhor acabar, ir tentando outras, quem sabe o que o futuro aguarda, não é mesmo? Não sei se vou seguir o item 2 à risca, pois quero arrumar alguma mina por mérito próprio. Meus amigos podem cuidar de apresentar umas, vai até ajudar a esquecer essa. E sim, vou voltar a me ocupar e sair mais com os meus amigos, jogar um game, andar de bike e bater um tênis de vez em quando. Não vejo a hora de poder voltar a subir a serra e acampar!

Caras, valeu mesmo! Não pensei que tanta gente leria, estou imensamente grato a todos vocês. A hora está chegando, e já estou fazendo vários novos planos para me divertir, não estou mais tão deprê como estava antes. Sem mais, obrigado pela força de todos, até agora!

Que isso cara estamos aqui pra isso, conversar e debater, hoje posso estar ti ajudando, mas amanhã que pode me ajudar é você, fique a vontade a comentar sobre os meus tópicos!
Vou ser brutal nas palavras, pois acredito que apenas assim você conseguirá entender e aplicar aquilo que é dito.

Tanto texto para, no final, dizer algo que é tão comum: mentira das mulheres em relação à virgindade. Não tinha mais como enrolar para soltar a pérola de que foi enganado por uma vadia? Traçando seu perfil muito rapidamente, tenho certeza que você é um garoto inteligente, que ficou puto na hora que descobriu e pensou "como é que um homem inteligente como eu se deixou enganar?". Não substime as mulheres, elas são mais fortes que nós emocionalmente.

Segundo ponto é que você sabe que está errado em continuar com ela (já por isso criou o tópico) mas mesmo assim teima em a idealizar (fez várias referências a ela como coitadinha, vitima com baixa auto-estima). Ela tem tanta baixa auto-estima que te fez de otário durante meses. Coitadinha. Meu caro, para se libertar dela e da paixão é preciso pensar nela como a vadia mentirosa que ela própria é! Não deu apenas para 1 mas para vários, sim! Olhe e pense nela como vadia, de uma forma natural. Perceba a dignidade que está sendo jogada ao continuar com uma mulher desonrada e numa relação que você sabe que não tem futuro. Pára de arrumar desculpas para não terminar. É dificil mas quando consegue, lhe dou apenas 1 mês para já não ser tão dificil. Termina agora mesmo, bloqueia todo o contacto com ela! Coloca na cabeça que essa relação terminou no momento em que começou porque a única pessoa que gosta, é você.

Aqui no forum ninguém te vai passar a mão na cabeça. Sua sorte é que estou escrevendo no celular ou iria terminar chorando depois de ler o meu post.

Para terminar, procure no youtube: "eric thomas dor temporária" e assista!
Ei Traveller, valeu, suas palavras foram bem realistas. Agora você meteu a Real com força! Valeu!!

Mas quando meu referi a ela com baixa estima não foi como "ah, coitadinha". É justamente o contrário, pois esse é um elemento "piorador", assim como o fato dela ser bem cabeça dura. A família desestruturada e o inferno que é a casa dela só pioram mais ainda a situação. Já não bastasse lidar com uma mentirosa ainda tem toda essa rede por trás, que é muito pior.

E o que mais me chateou, novamente, foi basicamente a falta de sinceridade e de compromisso com a verdade. Sério, já fui passado para trás várias vezes pelas mulheres, uma em especial fiquei muito puto com algumas delas a ponto de marcá-las como "one way"(comer uma vez e descartar).

Pois posso até ser meio nerd, mas reconheço que era um fracasso com mulheres, justamente pelo fato de que eu era um miguxo assexuado. E, depois de ler vários dos relatos aqui, e até de observar as situações ao meu redor, digo com certeza que não devo nunca subestimar as mulheres.

(09-04-2013, 11:10 PM)Traveller Escreveu: [ -> ][...]
Meu caro, para se libertar dela e da paixão é preciso pensar nela como a vadia mentirosa que ela própria é! Não deu apenas para 1 mas para vários, sim! Olhe e pense nela como vadia, de uma forma natural. Perceba a dignidade que está sendo jogada ao continuar com uma mulher desonrada e numa relação que você sabe que não tem futuro. Pára de arrumar desculpas para não terminar. É dificil mas quando consegue, lhe dou apenas 1 mês para já não ser tão dificil. Termina agora mesmo, bloqueia todo o contacto com ela! Coloca na cabeça que essa relação terminou no momento em que começou porque a única pessoa que gosta, é você.
[...]

Vou seguir seu conselho, mas apenas não vou terminar agora por que um ultimato está em curso. Como eu já sei que dificilmente ela vai mudar, e se submeter a situação que estou preparando, a chance de eu acabar com ela em breve é de 99%. Vou ainda ser otimista e dar 1%, e se cair nessse 1%, dou um tempo e termino depois, mas de maneira menos brutal, para ver se ainda fico com a foda.

Cara, valeu mesmo, você escreveu uma das coisas mais lúcidas que já li por aqui. Vou mudar minha visão e tentar "meter a bota" o quanto antes, pois bem sinto como a Matrix é forte para puxar de volta, e deixar o cara idiota todo encantado, só recebendo as migalhas (enquanto um FDP qualquer por aí ganha sexo e eu não!).

A contagem regressiva para o espetáculo já começou!
Cara, para com esse negócio de ''contagem regressiva para o espetáculo'' e essas coisas, você está mascarando tudo com esse falso sensacionalismo porque na verdade não quer terminar com ela porra nenhuma, porque você esta apaixonadinho e ainda espera ter ela ao seu lado, prova disso é essa história de 99% contra 1%. Ou se desapega e tenta lidar com ela como homem líder (já disse que isso você não conseguirá, ainda) ou termina de uma vez, essa esperança vem do seu apego, e isso vai acabar te fodendo de novo. Não queira destruí-la, não queira humilha-lha, não queira se vingar nem nada disso, isso é coisas de muléque, apenas termine e não olhe pra trás.

.
Mostrar ConteúdoSpoiler:

Muito bem, li todo o tópico (haja paciência!), e agora vai o PÉ NA PORTA:

"Tira essa roupa preta! Você não é um bufalo, você é um moleque!"
A única coisa que vejo aqui é uma porra de um NERD MIGUXO APAIXONADINHO VIRGEM atolado na "friendzone" se apegando em 1% de chance de uma VADIA que já te enrolou uma eternidade te dar a boceta. PORRA, VAI SE FUDER, CARALHO!!!
Para com essa merda de querer que seus amiguinhos de merda te apresentem "civil". Se você tivesse que comer uma dessas já teria comido, PORRA!!!
VAI NUM PUTEIRO DE BEIRA DE ESTRADA (sozinho, não fica gritando aos 4 ventos que é virgem!!!), PEGA UMA PUTA "VÉIA" BANGUELA DE 20 CONTO E TIRA ESSE CABAÇO (só não esquece de encapar, paspalho!), depois manda essa VADIA "FELADAPUTA" pra CASA DO CARALHO, só depois de fazer isso volte a postar nesse fórum!!!

Em tempo: Aê, moderação, sugiro dar um "BAN" de uma semana no pequeno gafanhoto aí, pra dar tempo dele respirar um pouco e fazer o que um homem tem que fazer, antes que ele venha com mais "mimimi".
Eu não li, só li uns comentários, e aposto que o que vou falar, e que é o básico, vai servir:

Se ela demonstrou que não te respeita (seja mentindo, seja te enrolando), você tem que sair fora.

Conseguir respeito depois de se mostrar como um beta otário é só pra quem é desapegado, e se você tá mendigando sexo, você não vai desapegar.

E se ela não te respeita, você vai ser só mais um mangina com chifres no mundo.
Cara, no começo eu falei de boa. Mas não tem jeito. Ou você toma uma atitude de homem ou não vai sair do lugar. É justamente esse medo que você tem de perder a mulher, ainda mais uma que joga com você a quase 2 anos e você nem comeu que te faz ainda ser virgem. Termina logo com esta garota, ela é muito superior a você, foi a líder do relacionamento por 2 anos. Não tem nada demais. Se ela fosse boa pra você e trataria com mais respeito, se entregaria. Para de lamentar, ir em chances, essa garota já morreu pra você. Se o ultimato surtir efeito (que eu não aposto nada nisso), você ainda pode tratá-la como foda fixa, como namorada, coisa séria, esquece essa garota. Sem mais.
Páginas: 1 2 3